Padre atinge com chicote rosto de menina de 12 anos

padre Mansueto Pontarolo
Pontarolo disse usar chicote
para impor respeito, como Jesus
Um casal de Matinhos, litoral do Paraná, está acusando o padre Mansueto Pontarolo (foto), 49, da matriz da cidade, de ter atingido na sexta-feira com um chicote o rosto de sua filha de 12 anos. A menina foi encaminhada a um hospital e liberada após um curativo.

O padre negou que tenha machucado alguém, mas admitiu ter espantado com um chicote estudantes que, defronte à igreja, estavam comemorando o fim do ano letivo jogando farinha e ovos uns nos outros. O que houve, segundo ele, foi que “teve alguém que se doeu” [não gostou de ser enxotado].

Os pais da garota registraram um Boletim de Ocorrência, mas não formularam uma queixa contra o padre.

O delegado Edilson Blener confirmou que a garota recebeu um golpe de chicote, mas ele minimizou a agressão. “A lesãozinha é coisa mínima”, disse. “Estão fazendo tempestade em copo d'água.”

Pontarolo, que está na cidade há sete anos, gosta de usar o chicote para acabar com algazarra de jovens. Ele afirmou que segue o exemplo de Jesus, que “usou chicote no templo para dizer que havia lá uma ação errada”. A Cúria de Paranaguá reprova o método disciplinar do padre.

Pontarolo disse que sua intenção não é agredir ninguém, mas só impor respeito. “É como o pai que usa o chinelo.”

"O chicote é a minha defesa"


Com informação da Folha, entre outras fontes.

Comentários

  1. Esses crente quando não estão estuprando as crianças estão batendo nelas e agora delegado é juiz, e se pega no olho ,foi um machudinho nada grave, mais se pega no olho a história seria outra né..Agora vai deixar este maníaco do chicote solto no mínimo hospício pra ele já que só cometeu o crime de lesão corporal sem muita gravidade, antes que ele machuque alguém seriamente..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ele e´padre enão crente, isto tem nada haver com religião e sim cmportamento humano do diabo mesmo.

      Excluir
    2. Ele é crente sim , caso contrário não seria padre.

      Excluir
    3. Amigo, todos que creem em deuses são considerados crentes...aliás é uma palavra bem ampla já que pode ser associada a diferentes tipos de crenças. ^.^

      Excluir
    4. Crente é qualquer um que crê no deus cristão. Não confunda Protestante com Crente, não é a mesma coisa.

      Excluir
    5. Crente significa aquele que crê, então se ele é padre deve crer no deus cristão. Concordo plenamente com o hospício pra ele.

      Excluir
    6. Andressa , prazer dicionario ...

      Excluir
    7. Ele é crente e não mente ao dizer que seguiu um ensinamento bíblico.

      Excluir
    8. E cadê o dano moral?

      Sexo consentido causaria "trauma", né? Mas CHICOTADA NA CARA não causa nenhum dano psicológico/moral, não é mesmo???

      VALORES JUDAICO-CRISTÃOS, que maravilha!!!

      Excluir
    9. Foi bom ele ter feito a analogia com o "chinelo usado pelos pais", afinal, tem um par de ateus aqui que ainda defendem a legalidade e aplicabilidade da chamada "palmada didática".

      Do mesmo jeito que pequenos abusos religiosos sobre o estado servem para "justificar" os abusos maiores, a tal "palmada didática" (ou "palmada corretiva") também serve como parâmetro pra "justificar" outras agressões físicas com finalidade "educativa".

      Contra fatos não há argumentos!

      Excluir
    10. maníaco do chicote ?

      adorei essa

      mas me parece que todas as besteirads que religioso fasz é sempre relvado, desculpado e dixado pra lá

      eles tem imunidade religiosa - oh! raça mais nojenta

      Excluir
    11. Anônimo das 13h28min. Você gostaria que sua filha fosse chicoteada por um estranho?

      A sua comparação me deu câncer!

      Excluir
    12. /\
      ||
      Lamento pelo seu tumor cerebral.

      Excluir
    13. Crente é qualquer um que crê.

      Por exemplo:

      Quem acredita em "humanismo", em Richard Dawkins, em ATEA, em Bule Viador, etc., são todos CRENTES.

      Excluir
    14. No contexto deste blog, estamos falando de crença no sentido de fé religiosa, ou seja, crer na existência de seres metafísicos personificados.

      Saber ler não significa apenas pegar o sentido literal das palavras, mas sim, saber analisar o contexto onde elas estão inseridas.

      Excluir
    15. Pedofilia não tem religião, classe social, etc...
      Muitos pais (e mães!!) também são denunciados...
      Enfim o negócio é "sempre alerta"...
      Pode haver excessos nas religiões como em todas as áreas da sociedade...
      O bacana é a LIBERDADE para denúncias ...
      É possível que um psiquiatra torne seu paciente bastante egoísta (a ponto de abandonar a própria mãe doente!!!) e direcione-o para o sucesso financeiro pois afinal é daí que vem seu tutú...
      Em suma: o "pobrema" é o SER HUMANO ....
      O lema é...."Sempre Alerta!!!"....

      Excluir
  2. O que se espera de uma religião medieval...

    ResponderExcluir
  3. Me pergunto que aconteseria se uma pessoa normal andasse na rua com um chicote contendo os jovens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chicotada na cara de jovens? Pooooode.
      Beijo/afeto consentido em jovens? NÃO pode!!!!

      ATT.,
      VALORES JUDAICO-CRISTÃOS.

      Excluir
  4. Na época da escravidão, de que lado vocês acham que a Igreja ficava? E, para aqueles que dizem que Jesus é amor, tá aí o que o jóquei de jegue inspira até hoje! "Salvador"?! Vocês, crentes, só podem ser brincalhões. Mas o padre 'capataz do senhor do engenho' é só um exemplo menor do legado de JC, se lembrarmos que, sem não teríamos tido Inquisição, Cruzadas, genocídio indígena das Américas, noite de São Bartolomeu, estelionato protestante e, talvez, nem o Holocausto.

    Ruggero

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,deixe de ser besta acidente pode acontecer com qualquer pessoa vocês estão fazendo uma descursão sem sentido vocês não pode ver um padre da um erro pequeno que se aproveita da situação vão
      procura um lavado roupa ateuzinho inutil.

      Excluir
    2. Usar um chicote causa acidentes, otário?

      Excluir
  5. Há muita justificativa bíblica para isso, principalmente no livro de provérbios. O uso da vara para "corrigir" os filhos é recomendado ali à fartura.

    ResponderExcluir
  6. Crentes pedofilos virem testemunha de jeova, lá vocês podem estuprar criancinhas porque só com a comprovação de 3 testemunhas que vocês serão acusados e expulsos da corporação religiosa das testemunhas de jeova, por exemplo você abusa de uma garotinha ela conta pra mãe , mais como não tem 3 testemunhas morre o caso podendo a mãe ser expulsa da religião, então ela nem leva o caso adiante.. E por causa disso virou febre o abuso de crianças testemunhas de jeova pelo alto clero dessa religião e também por pedofilos que ali circulam. Na austrália nos estados unidos já estourou diversos escândalos sobre pedofilia dentro da religião das testemunhas de jeova, e claro pra enganar eles dizem que isto é perseguição é o armagedon e etc, e enquanto isto crianças são abusadas inescrupulosamente por esses doentes mentais.

    Não tem nada a ver com a matéria , mais padre jesus crente sempre acaba sendo sinônimo de mal caratismo, pedofilia ,ladrão etc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crentes ESPANCANDO pessoas, e você vem falar de acusações de suposto abuso interpretado pela acusação como ato de "pedofilia"?

      Ora, francamente...

      Excluir
    2. Muito interessante o que você denuncia. Isso é verdade. Só as testemunhas de Jeová têm esse critério? Não! Outras religiões também agem do mesmo modo. Os mórmons, por exemplo, adotam os mesmos critérios das três testemunhas.

      Excluir
  7. Jesus é amor... para quem puxa seu saco!!

    ResponderExcluir
  8. Não importa se foi "coisa mínima", agressão é agressão, não importa o quanto a vitima ficou ferida.

    ResponderExcluir
  9. Isso foi agressão. O padre é um cidadão como qualquer outro e não está imune à lei. Que seja processado.

    Foi a bíbia a responsável por esse comportamento do padre? Não. A ignorância do padre é que foi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ele afirmou que segue o exemplo de Jesus, que “usou chicote no templo para dizer que havia lá uma ação errada”"


      Excluir
    2. "Ele afirmou que segue o exemplo de Jesus, que “usou chicote no templo para dizer que havia lá uma ação errada”."

      Excluir
    3. Como eu já disse: ignorância.

      Excluir
    4. Ignorância = Prática religiosa que eu discordo.

      Excluir
    5. Ignorancia do padre e do livro sujo chamado de biblia.

      Excluir
    6. Ele só faz isso por que tem o respaldo da Bíblia, que por sua vez, tem o respaldo da sociedade que a considera como livro "sagrado".

      É do mesmo livro que vem o respaldo para que pais esteja autorizados a utilizar a violência física ("palmada didática") para "educar" os filhos.

      Excluir
    7. As religiões exprimem o pensamento e a cultura dos povos em determinadas épocas. Mas, o conhecimento muda e com ele as ideia, os pensamentos, as visões de mundo. O que não muda com o tempo é a capacidade do ser humano de ser destrutivo e cada qual justifica esse comportamento da maneira que melhor lhe apetece. Há quem use livros antigos para isso.

      Contudo, isso não significa que livros antigos não devam ser lidos e estudados. Livros antigos são importantes para entendermos a História, a cultura e as visões de mundo dos povos que os escreveram.

      Cabe ao leitor ter a necessária inteligência de, ao lê-los, compreender que as informações neles contidas não são, necessariamente, atemporais. Prescindir desse cuidado pode criar situações desagradáveis e ridículas e, às vezes, extremamente prejudiciais às sociedades vigentes.

      Livros não fazem mal. Pessoas, sim.

      Excluir
    8. Para religiosos, livros "sagrados" não são apenas para serem lidos e estudados, mas sim, para serem seguidos.

      Para cristãos, a Bíblia não se trata de um livro como outro qualquer, mas sim a palavra imutável do deus cristãos que deve ser colocada em prática tal como está escrito, independente de local e época!

      Bombas não fazem mal. Homens-bomba, sim.
      E eu nunca vi um único homem-bomba que não estivesse agindo sob a influência de um livro religioso...

      Excluir
    9. Livros são discursos escritos.

      Dizer que livros não podem fazer mal, é o mesmo que dizer que discursos de ódio não podem fazer mal.

      É sempre bom lembrar que livros foram e ainda são escritos por pessoas.

      Excluir
    10. Esse Pappa, sempre falacioso...
      Não se cansa de relativizar ad infinitum para defender a religião, igualzinho os religiosos que sempre tentam limpar a barra da Igreja alegando que as atrocidades dela foram cometidas por pessoas e não pela instituição ou por sua "sã" doutrina...
      É falácia que não acaba mais!

      Excluir
    11. Os livros contam histórias de pessoas que disseram ou fizeram isso ou aquilo. As histórias mostram o que deu certo e o que deu errado. Se ao usar o chicote, Jesus não tivesse conseguido expulsar os vendilhões do templo, então essa conduta não seria adotada pelo padre.

      Excluir
    12. William, a bíblia dá respaldo ao padre, sim senhor. Parece brincadeira, mas o argumento do padre é coerente.

      Excluir
    13. Amigos.

      Deixando os achismos de lado, concentremo-nos no que de real existe sobre as interpretações bíblicas. Como estamos falando sobre um padre católico parece-me interessante ouvir o que o mais alto representante da Igreja Católica Apostólica Romana tem a dizer sobre o tema. Antes, porém, breves palavras sobre um outro padre brasileiro que se dedica aos estudos bíblicos.

      “O leitor orante das Sagradas Escrituras deve meditá-la de modo condizente aos seus dois sentidos. Um texto bíblico tem sempre um sentido literal, histórico e cultural. A interpretação amorosa e cuidadosa deve levar isso em conta para não fazer uma interpretação fundamentalista, que seria o suicídio do pensamento.” (Padre Alexandre Vasconcelos presbítero da Diocese de São José dos Campos)

      Vejamos, pois, o que nos indica sobre esse tema o atual Papa:

      EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL VERBUM DOMINI DO SANTO PADRE BENTO XVI

      A interpretação fundamentalista da Sagrada Escritura

      “Sobre este tema, a Pontifícia Comissão Bíblica, no documento A interpretação da Bíblia na Igreja, formulou indicações importantes. Neste contexto, desejo chamar a atenção sobretudo para aquelas leituras que não respeitam o texto sagrado na sua natureza autêntica, promovendo interpretações subjectivistas e arbitrárias.”

      “...o «literalismo» propugnado pela leitura fundamentalista constitui uma traição tanto do sentido literal como do espiritual, abrindo caminho a instrumentalizações de variada natureza, difundindo por exemplo interpretações anti-eclesiais das próprias Escrituras.”

      “O fundamentalismo evita a íntima ligação do divino e do humano nas relações com Deus. (…) Por este motivo, tende a tratar o texto bíblico como se fosse ditado palavra por palavra pelo Espírito e não chega a reconhecer que a Palavra de Deus foi formulada numa linguagem e numa fraseologia condicionadas por uma dada época».”


      http://www.vatican.va/holy_father/benedict_xvi/apost_exhortations/documents/hf_ben-xvi_exh_20100930_verbum-domini_po.html

      http://www.vatican.va/roman_curia/congregations/cfaith/pcb_documents/rc_con_cfaith_doc_19930415_interpretazione_po.html


      Creio que isso seja o suficiente.

      Excluir
    14. "Ele afirmou que segue o exemplo de Jesus, que “usou chicote no templo para dizer que havia lá uma ação errada”"


      Excluir
    15. Willian, qual é a sua ligação com a Opus Dei?

      Excluir
    16. É irrelevante o que o padre do Paraná afirmou. Relevante é o porquê afirmou. E o porquê é justamente o objeto do meu comentário anterior. Leiam-no, por favor.

      Excluir
    17. Anônimo7 de dezembro de 2012 12:11
      Willian, qual é a sua ligação com a Opus Dei?

      Nenhuma.

      Excluir
    18. Por que afirmou? Porque quis impor respeito, como fez Jesus.

      E esse papo de interpretação espiritual é um papo utilizado pelos religiosos para distorcer o significado das palavras, de modo a fazer parecer que Deus falou corretamente, sem contradições ou sem parecer malvado.

      Excluir
    19. Ignorar o contexto histórico dos acontecimentos e mitos bíblicos é uma opção. Uma opção que leva a conclusões equivocadas. Manter o equívoco revela, no mínimo, uma preguiça mental, podendo chegar a uma desonestidade intelectual. Os fatos estão aí e que cada um analise e conclua conforme a sua consciência.

      Excluir
    20. Contexto histórico: Mercadores estavam fazendo comércio dentro do templo e Jesus achou que lá não era lugar de fazer comércio, como se o comércio fosse uma bagunça. Jesus usou um chicote para expulsar os mercadores do templo.

      "defronte à igreja, estavam comemorando o fim do ano letivo jogando farinha e ovos uns nos outros"

      O padre achou que os jovens estavam fazendo bagunça na igreja e os expulsou de lá com um chicote.


      Excluir
    21. Se eu tivesse recebido uma "ajudinha" pra passar num concurso público e mais outra "ajudinha" pra ficar coçando o saco numa repartição pública, mamando nas tetas do estado, então talvez eu também retribuiria dando uma "ajudinha" defendendo os interesses daqueles que me inicialmente me deram uma "forcinha" pra alcançar meu confortável posto de "trabalho", não é mesmo?

      Mas isso apenas se eu morasse em algum país muito religioso e igualmente muito corrupto, onde gente religiosa adoraria utilizar instituições pra formar "irmandades" cheias de troca de favores, o que, convenhamos, "está longe" de ser o caso do nosso querido Brasil...

      É, ou não é?

      Excluir
    22. Anônimo7 de dezembro de 2012 17:10

      Seu comentário mostra algumas coisas. A mais importante: seu despreparo para debater.

      Excluir
    23. Os professores ajudam os alunos, dando aulas.

      Excluir
    24. Ping

      De fato, eles ajudam. Mas, isso não significa que os alunos irão aprender. Aprender é um ato de vontade. É necessário querer aprender. No geral, não vejo alunos com esse desejo de aprender. O que eu vejo, na maioria dos casos, é o desejo de ofender. Exemplos não faltam e eles estão mais perto do que a gente imagina.

      Excluir
    25. Debates não são um fim, mas um meio.
      Dependendo do fim ao que se pretende um debatedor, não compensa alimentar o meio que ele está utilizando.

      Diante disso, faz-se necessário analisar as intenções (pela linha de pensamento) de quem está debatendo. Só então, podemos decidir se vale a pena ou não entrar no mérito do aprofundamento da discussão com tal debatedor, que pode estar utilizando o esmiuçamento de idéias apenas como estratégia para desviar o foco principal do debate.

      O mal de malandro é achar que todo mundo é imbecil!

      Excluir
    26. Anônimo7 de dezembro de 2012 18:49

      Realmente, pessoas que desviam o foco do debate são muito chatas. Ao invés de se manterem dentro do escopo do debate resolvem tentar manchar vida dos debatedores e, como se não bastasse, tentam ofender os debatedores. Normalmente esses agressores se utilizam do anonimato para perpetrar essas covardias.

      Excluir
    27. Daqui a pouco o Willian Papp aparece dizendo que a Santa Inquisição e as Cruzadas não tiveram motivação (ou justificativa) Bíblica, afinal, "o maior personagem do Cristianismo, Jesus, pregava o amor ao próximo".

      Suas falácias só iludem os néscios, senhor Papp!
      Me parece bastante plausível que a evidente ofensa que o senhor faz ao intelecto adversário através de tantas falácias seja tomada como ad hominem no debate. Depois fica se fazendo de vítima quando o contra-atacam!

      Excluir
    28. Ping

      Palavras não suportadas por evidências são palavras vãs. Até o presente momento, eu tenho suportado as minhas declarações com evidências e com argumentações lógicas e racionais. Já os senhores não param de repetir mantras inúteis, não sobre as minhas ideias, mas, sim, sobre a minha pessoa.

      Vamos discutir as ideias, senhores. Eu disse ideias.

      Excluir
    29. O meu comentário sobre troca de favores foi apenas uma conjectura genérica, mas se a carapuça lhe serviu, paciência!

      No mais, já ficou comprovada e muito bem exemplificada a sua falácia!

      Os motivos para a sua desonestidade realmente não me interessam! Mas não espere que seus engodos ficarão sem respostas.

      Aliás, sempre que alguém o refuta, você começa um ataque histérico de vitimismo seguido pela falácia do pombo enxadrista, alegando que foi atacado e que ninguém o refutou. Já ficou repetitiva essa sua estratégia infantil e patética!

      Excluir
    30. Vale a pena ler de novo!7 de dezembro de 2012 22:41

      Daqui a pouco o Willian Papp aparece dizendo que a Santa Inquisição e as Cruzadas não tiveram motivação (ou justificativa) Bíblica, afinal, "o maior personagem do Cristianismo, Jesus, pregava o amor ao próximo".

      Exatamente.
      Mas ele prefere choramingar alegando ataque pessoal, tudo pra desviar o foco e tentar passar batido com as prolixas falácias que ele posta pra isentar a religião de suas respectivas ações!

      E lá vem mais chororô ou repetição ao infinito, conforme ele gosta de fazer no melhor estilo Goebbels.

      Excluir
    31. Vamos discutir as ideias, senhores!

      Ad hominem não é argumento.

      Voltemos ao caso do padre da matéria. Tentem ser racionais - como bons ateus que você dizem que são - e tentem refutar o meu argumento. Qual foi o meu argumento? Que o padre do Paraná fez uma interpretação pessoal sobre o uso do chicote que não encontra apoio entre os seus superiores. Enquanto padre católico ele deve se sujeitar às regras da Igreja Católica Apostólica Romana. E o que diz uma entre essas regras? Que a bíblia não deve ser interpretada de uma maneira fundamentalista. Quem diz isso? O Papa Bento XVI, o mais alto representante da Igreja Católica Apostólica Romana. Onde ele diz isso? No documento EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL VERBUM DOMINI.

      Gostaria de ver as refutações aos argumentos que eu apresentei; argumentos sustentados pela a ICAR e pelo Bento XVI.

      Um lembrete: argumentar não é apenas falar; é necessário evidências que sustente a argumentação. Portanto, incluam nas suas argumentações provas e evidências que sejam compatíveis ao escopo do objeto do debate. Ok?

      Excluir
    32. Meu amigo Will Papp sempre arrasando!

      Excluir
    33. Combatamos os exageros sim !!!....
      Mas não sejamos tomados por pretensões megalomaníacas!...
      As instituições cumprem seus papéis...com mais ou menos defeitos...
      Disponibilizar alternativas melhores sim é o caminho dos que possuem sinceros propósitos !!!
      Destruir é muito fácil !!!...
      Construir é que são elas !!!...
      Para um "cabôcro" que não tem médico só resta pedir a Deus mesmo !!! (Nem isso pode ter então ???...)
      O PT ateu já administrou São Paulo e mostrou que o ateísmo por si só NADA resolve....
      Revogam-se as disposições em contrário !!!....
      Tchãããããã...!!!!......Íííííííí......

      Excluir
    34. esse ser andou lendo muito o mídia sem máscara.

      Excluir
    35. Só um neófito protestante! Não espere inteligência e nem mesmo coerência básica.

      Excluir
    36. Will Papp, quando alguém xinga o outro, esse alguém está achando ou desejando que o outro é ou seja aquilo que o alguém diz que é.

      Excluir
    37. O padre se viu numa situação igual a de Jesus, por isso o padre se lembrou de Jesus e agiu igual a ele.
      Agora se o padre não lêsse a Bíblia literalmente, o padre seria mais um dos cantores gospel que cantam elogiando o nome de Jesus, sem precisar seguir literalmente ao que Jesus disse ou fez.

      Excluir
    38. Essa EXORTAÇÃO APOSTÓLICA PÓS-SINODAL VERBUM DOMINI DO SANTO PADRE BENTO XVI, nada mais é do que dizer: "Esqueçam essa parte que hoje em dia será condenada pelos valores morais, mas, exaltem a parte bonitinha que fala de amor". Se me agrada eu concordo literalmente, se for perversa, "você não interpretou direito".

      Excluir
  10. Respostas
    1. Sim, e ele só estava aplicando o equivalente à LEGAL e APOIADA "palmada didática", que os pais utilizam para corrigir seus filhos desobedientes, como foi o caso da menina em questão.

      É justamente por agirem com embasamento na Bíblia, que os sacerdotes religiosos se encontram, na prática, acima da lei.

      Ele não será processado, pois estava agindo de acordo com os ensinamentos cristãos.

      Palmada didática, AUTORIZADA PELA BÍBLIA, é aceita e seus praticantes não devem ser condenados por isso!

      Ainda bem que temos a doce liberdade de vivermos num país que PREZA pelos FUNDAMENTOS CRISTÃOS!

      Deus abençoe o Brasil!

      Excluir
    2. qual deus crentolo ??? Satan Goss? Adolf Hitler? Jim Jones? Edir Macedo? Silas Malafaia?

      Excluir
    3. Deus no mundo ocidental = Santíssima Trindade (Jeová, Jesus e Espírito Santo - de Jeová)

      Excluir
    4. Como assim qual deus? Só pode ser o mais poderoso de todos o grande THOR!!!!

      Excluir
  11. Se essa menina fosse minha filha esse padre iria apanhar tanto...

    ResponderExcluir
  12. Vi essa notícia em um jornal local. O padre alega que não cometeu agressão, mas o mesmo arcou com os remédios que a criança precisou tomar. Desse modo, se não houve lesão por que a menina necessitou de remédios? Por fim, é interessante o comportamento do padre dizendo que não, não deixará de usar o chicote como medida disciplinar. É muito amor!

    ResponderExcluir
  13. "O delegado Edilson Blener confirmou que a garota recebeu um golpe de chicote, mas ele minimizou a agressão (...) 'Estão fazendo tempestade em copo d'água.'"

    Fico imaginando se fosse no próprio rosto ou no do filho (ou filha) dele...

    ResponderExcluir
  14. ele gosta é de meninos, meninas ele odeia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o problema reside justamente quando as pessoas gostam/amam, daí é preciso analisar muito bem, pois a quase totalidade das demonstrações de afeto nós consideramos como prejudiciais.

      Já nos casos de violência, é ao contrário, pois consideramos normal e da natureza humana o sentimento do ódio e as práticas de violência decorrentes dessa natureza.

      Por isso que a maioria de nós da sociedade ficamos muito mais preocupados, desconfiados e até com certa antipatia em relação a demonstrações de amor/carinho/afeto.

      Não sentimos tanta revolta quando um adulto espanca um jovem, mas quase explodimos de tanta indignação quando um adulto troca afeto com um jovem!

      Ódio e violência é muito natural, mas o amor e afeto pode ser muito traumático!!!

      Que DEUS continue nos iluminando com os valores tradicionais!

      Excluir
    2. esse cara é irônico, nem adianta espancá-lo.

      Excluir
    3. Ryoko é sagaz! ;)

      Excluir
  15. Isso é muito comum!! Padres em serem considerados autoridades. Eu vim de uma cidade muito pequena no interior do Paraná e até hoje não só lá mas como em outras cidades pequenas o padre tem grande influência em tudo desde eleições a obras que devem ser feitas na cidade. São vistos como autoridades e sempre acima de qualquer suspeita e seus atos de ignorância são vistos como firmeza.
    Uma vez um vizinho de meus país foram aconselhados a por o filho de 13 anos para trabalhar na roça(trabalho duro) ao invés de manda-lo pra escola pois ele estava sendo influenciado na escola(apresentava comportamentos homossexual). E claro a família acatou, pois o padre era um homem de deus, depois de um tempo o menino estava depressivo, acuado, satirizado, humilhado. Depois de um tempo quando o padre voltou e para acompanhar o caso e dizia coisas como: Deixa ele chorar, espernear, isso passa, só assim pra ele virar homem.
    Eu tinha 18 anos na época, e via a aflição da mãe do garoto vendo o filho naquela situação, mas mesmo assim mantendo firme as instruções do padre, pois um homem de deus sabe o que faz!!
    Infelizmente em pequenas cidades esses escrotos medievais encontram terreno fértil para cometerem suas atrocidades, físicas e psicológicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se fosse hoje, o padre teria levado o boy pra morar com ele...

      Excluir
    2. Provavelmente esse padre do Adilson tinha uma tendência hétero, por isso tantos maus tratos contra o garoto!

      Excluir
  16. Porque o snowbosta não fala nada sobre isso?

    ResponderExcluir
  17. Jesus usou chicote?
    Hoje levaria na cara e ainda iria acabar na delegacia. Ele não era ninguém para aquelas pessoas que expulsou do templo e não poderia agredi-las, mesmo porque nem era sequer o dono do local.
    Ou seja, fez e faria hoje papel de maluco, de idiota, e por este ato deveria ser afastado do convivio social.
    Mesmo que dissessem na época, para aquele povo, que ele seria o filho de um Deus, quem disse que os vendilhões deveriam tê-lo aceito?
    É um péssimo exemplo para a sociedade moderna.
    Mostra apenas o modo de pensar dos cristãos: "Me respeitem, eu tenho fé, por isso devo ser respeitado e estou mais certo que você".
    A não ser que Deus queira fazer papel de idiota, deveria escolher melhor seu "representante" na terra.
    Acredito que é uma estória boba, sem nexo, nada educativa, e que só serve para mostrar que essa "filosofia" chamada de cristã não me serve.
    Quanto ao padre, serviços comunitários deveriam ser sua pena.
    Eu diria que é um péssimo exemplo para qualquer educador, no mínimo, e fico em dúvida se um pessoa assim está de posse de suas faculdades mentais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É apenas um religioso com atitudes mais conservadoras, porém, condizentes com os fundamentos de sua religião.

      Quanto a prestar serviços comunitários, teoricamente é o que ele está fazendo, afinal, é representante de uma entidade filantrópica que tem isenção fiscal e inúmeras regalias para prestar assistência social.

      Excluir
  18. É só no Brasil que esse tipo de coisa acontece...! Esse padre acha que ainda está na Idade Média. Bem, de repente ele está, porque os valores dos brasileiros não mudam, todo brasileiro é apavorado de medo de deus, apavorado de medo de ir pro inferno, sem realizar que eles já vivem no inferno e qualquer mudança só poderia levar a algo melhor do que a porcaria que está.
    Esse padre chicoteando crianças é ridículo, mas eu acho que mais ridículo é o delegado minimizando a situação, agindo fora da lei dessa maneira, pois o seu dever é proteger a menor, e os pais que não prestaram queixa contra esse imbecil que acha que tem algum poder divino nesse cérebro de ameba.
    Eu sinto muito pela garotinha, espero que alguém, que seja o Ministério Público, se levante por ela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode esperar sentado(a), ou melhor, deitado(a), afinal, estamos no Brasil, um dos poucos redutos medievais no século XXI.

      O povo brasileiro é extremamente conservador e não consegue ver a real dimensão de sua mentalidade e atitudes atrasadas...

      Se você não é igual a maioria, então precisa ter muito estômago e nervos de aço pra sobreviver nesse lugar, sem brincadeira!

      Excluir
  19. Caralho, Jesus deu chicotada no rosto de crianças pra impor respeito já que o padre disse que seguiu o exemplo dele, acho que eu li a bíblia errada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Jesus_expulsando_os_vendilh%C3%B5es

      Excluir
  20. Estudos sugerem que crianças espancadas viram adultos com tendência a apoiar regimes ditatoriais, indiferentes a violações de liberdades civis e direitos humanos; só isso já seria suficiente para abolirmos os castigos físicos. A imagem de um professor conduzindo seus alunos com a vara na mão - como um rebanho de bestas irracionais - só faz sentido para os fanáticos religiosos e dementes com sérios desvios de personalidade. Mesmo dentro da comunidade sadomasoquista existe a crença de que o abuso está para o S&M assim como o estupro está para o sexo. Que mesmo um relacionamento erótico de domínio e submissão precisa ser seguro (manter a integridade física dos participantes), sadio (manter a integridade psicológica dos participantes) e consensual (ser praticado apenas por ADULTOS MADUROS, em pleno gozo de suas faculdades mentais, por livre espontânea vontade). Extravasar sadismo em crianças indefesas usado como escudo uma tradição religiosa da Idade do Bronze é uma covardia recorrente no clero, por conta da carta branca que costumamos dar a esses monstros para praticar sem qualquer supervisão sua bruxaria neolítica. Até quando vamos deixar que esses depravados em cristo e depravados em maomé abusem física e mentalmente daqueles incapazes de se defender?

    A seguir alguns trechos daquele livro corrupto que estimula e abençoa toda forma de violência, de onde os dementes tiram suas ideias deformadas:

    "A insensatez está ligada ao coração do menino; mas a vara da correção a afugentará dele." - Provérbios 22:15

    "Não retires da criança a disciplina; porque, fustigando-a tu com a vara, nem por isso morrerá." - Provérbios 23:13

    "A vara e a repreensão dão sabedoria; mas a criança entregue a si mesma envergonha a sua mãe." - Provérbios 29:15

    ResponderExcluir
  21. "O chicote é minha defesa" é ótimo! Indiana Jones em cristo ninguém merece!

    ResponderExcluir
  22. Tem é que dar porrada nesse padre. Pra mostrar que esses religiosos de merda não tem nenhum tipo de "imunidade religiosa" nesse país não. Esse país é laico. Abusou? Via pagar! A justiça não fez zua parte? Façamos com nossas próprias mãos.

    ResponderExcluir
  23. Moro na Cidade, e vi a confusão. O Padre não deu chicotada em ninguém. Inclusive, depois de 2 semanas, a menina confessou a mãe que levou uma ovada, e a mãe da menina teve que pedir desculpas ao Padre. Isto, a mídia não fala.

    ResponderExcluir

Postar um comentário