Egito condena ateu a três anos de prisão por ‘insulto à religião'

Crime de Saber foi postar no Facebook
trailer do "A Inocência dos Muçulmanos"
A Justiça do Egito condenou Alber Saber (foto), 27, estudante de ciência da computação e blogueiro, a três anos de prisão por ter insultado a religião muçulmana.

Em meados de setembro, ele publicou em uma página de ateísmo no Facebook o trailer do polêmico filme anti-islã Innocence of Muslims ("A Inocência dos Muçulmanos"). Uma pessoa divulgou que ele era o administrador da página, e sua casa foi cercada por uma multidão que ameaçava linchá-lo. Kariman Mesiha Khali, sua mãe, pediu socorro à polícia, que evitou o linchamento, mas levou o rapaz para a cadeia, colocando-o à disposição da Justiça.

Saber foi enquadrado em um artigo do Código Penal que proíbe o uso da religião para “promover pensamento extremistas com a intenção de criar dissidência ou insulto à religião abraâmica”.

Kariman, que é cristã coopta, disse que a condenação foi um absurdo, porque o seu filho apenas quis, no Facebook, expressar a sua descrença. “Isso é uma injustiça pura.”

“Faz três meses que não consigo comer e dormir direito, porque só tenho autorização para vê-lo 10 minutos por semana”, disse. “Ele é apenas alguém que diz o que pensa, e as autoridades não podem acusá-lo de incitamento à violência.”

Para Hassiba Hadj Sahraoui, diretor da Anistia Internacional no Oriente e África do Norte, o veredicto da Justiça foi “ultrajante” porque condenou uma pessoa por considerar crime a manifestação de opinião na internet.

Ele disse que, em vez de arquivar o caso, a Justiça indeferiu a convocação de testemunhas essenciais para defesa, além de não permitir investigações para apurar a denúncia de Saber de que, na prisão, um policial incitou os detentos a agredi-lo.

A Anistia Internacional teve que pedir ao governo do Egito para que Saber fosse mudado de cela, porque na em que estava o esgoto era a descoberto e não havia luz e água limpa.

Uma foto de Saber ilustra a capa do relatório divulgado nesta semana pela IHEU (União Internacional Humanista e Ética) sobre a perseguição a ateus no mundo.

No Egito, já houve recentemente condenação por blasfema. Gamal Massoud Abdou, 17, foi condenado a três anos de prisão, e Bishoy Kamel a seis anos postagem de charges no Facebook.

Na Indonésia, Alexander Aan foi condenado a dois anos de prisão por ter escrito no Facebook que Deu não existe e publicado charges de Maomé.

Também por expressar sua descrença na rede social, os jovens Jabeur Mejri e Ghazi Beji foram condenados pela Justiça da Tunísia a 7,5 anos de prisão.

Na Turquia, o pianista e ateu Fazil Say enfrenta na Justiça a acusação de “blasfêmia” por um comentário que fez no Twitter.

Na Grécia, Phillipos Loizos está sendo acusando de insultar a religião por ter “zombado” de milagres no Facebook.

No Afeganistão, Irã, Maldivas, Sudão, Mauritânia, Paquistão e Arábia Saudita descrente corre o risco de ser condenado à pena de morte.

Dia da prisão de Saber


Com informação do New Humanist, entre outras fontes.

Sete países têm lei de pena de morte a ateus, revela relatório
dezembro de 2012

Ateísmo

Comentários

  1. Depois quando falo que o Islam tem que ser combatido com medidas extremas me chamam de neo-nazistinha.... vamos deixando e eles vão dominar o munndo com essas leis da idade média.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles estão no território deles, vivendo um regime teocrático, senhor descendente de alemães neo-nazi-fascistinha!

      Excluir
    2. Por que não combatemos com medidas extremas TODAS AS RELIGIÕES???

      Excluir
    3. Menos, psicopatas, menos...

      Excluir
    4. Anônimo12 de dezembro de 2012 19:22, porque os deputados são protegidos por Deus e em troca disso eles protegem os locais de culto.

      Excluir
    5. Sim, devemos combater as religiões para termos menos psicopatas, menos...

      Excluir
    6. menos psicopatas em todos os grupos... menos...



      Excluir
  2. Islamismo é uma desgraça, um câncer, um mal a ser combatido com todas as forças. É lavagem cerebral, intolerância, violência, escravidão, tirania, insanidade, covardia, estupidez. Quem segue essa religião ou foi vitima de lavagem cerebral desde a infância ou é estúpido, desprovido de inteligência, mesmo. Islamismo é um crime contra a humanidade. Se essa merda tentasse se apoderar de nosso país, eu pegaria em armas e daria a essa súcia o mesmo 'remédio' que eles gostam de aplicar nos outros.

    Ruggero

    ResponderExcluir
  3. Nossa isso não deveria existir em hipótese nenhuma, ¬¬
    eles agridem suas mulheres e ficam livres, mas alguma pessoa posta algo no facebook e eh condenado a 7 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, interessante isso...
      Eles matam gays por exemplo, o que é pior? ser gay ou um assassino? vai entender a mentalidade desse povo...

      Excluir
    2. *o que é ruim? ser gay ou um assassino?

      Excluir
    3. pra vc ver como a moralidade é relativa de cultura pra cultura, e como nem todo relativismo é aceito de modo geral.


      há uma coisinha na nossa consciência dizendo para não respeitar essa relatividade cultural...

      eis o absoluto da moralidade. Esse invisível.

      Óh.


      Excluir
    4. O que quis dizer, é que por maior que seja o preconceito em relação a uma pessoa, não existe nada pior, do que chegar matar alguém. Mas eu deveria ter usado a palavra "ruim" mesmo.

      Excluir
  4. Oriente médio de merda, com seus ensinamentos opressivos e sanguinários. Queria viver até um dia onde eu visse o imperio de terror desses animais cair e libertar as pessoas para serem o que querem ser!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a falha está na estrutura humana. A convivência, em muitos casos, é impossível por causa das divergências.


      se fomos criados por um deus inteligente, é fato que o mesmo falhou. É um bug na programação.


      repito: o problema se encontra na estrutura da necessidade quase que invariável de pessoas para pessoas, em todas as áreas que imaginar. Estamos presos uns aos outros. Estamos lascados.

      Excluir
    2. eu quero um planeta só pra mim. Ou então a não-existência.


      isso aqui é um empreendimento falido e condenado.

      Excluir
  5. Sao atitudes como essas que mostram que as RELIGIOES NAO SAO DE AMOR PELO PROXIMO !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. claro que não. Religião é uma tentativa pobre de obter respostas totais.


      o amor não existe necessariamente na religião. Religião é um estorvo, um resquicio primitivo que mais atrapalha que ajuda.

      Excluir
  6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Religião abraâmica kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    O Islã tá pro judaísmo assim como o cristianismo para a mitologia grega.

    Islamisto tem 1400 anos, judaísmo mais de 3300. Esse ressentimento terão que levar pro resto da vida. Cada um é parasita à sua maneira.

    ResponderExcluir
  7. Triste que os arabes já foram um imperio rico e sofisticado, estavam na frente da europa em ciencia e filosofia por um tempo, agora esta virado nesta bagunça toda, lamentavel.

    ResponderExcluir
  8. Ae o cambada! vocês acham que a bíblia não é pior que o alcorão? isso mudou de 100 anos pra cá, más teve época em que "cristãos" agiam da mesma forma justificados pelo deus do antigo testamento.

    ResponderExcluir
  9. Art. 4º – A República Federativa do Brasil rege-se nas suas relações internacionais
    pelos seguintes princípios

    IV – não-intervenção;

    ResponderExcluir
  10. Existe prisão pra quem é ateu , existe pena de morte pra quem é ateu.. Quando é que vamos dar o troco ??? Eles desejam que ardemos num inferno , então vamos fazer eles arder aqui na terra e paga-los com a mesma moeda.

    ResponderExcluir
  11. Intolerancia, esta e a verdadeira face das religiões. Ferramenta usada exclusivamente para controle.
    Partem do principio absurdo de que um amigo imaginario nos controla. E apartir desta alegação, desenvolvem todo um sistema de chantagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E por que o religioso não aceita que o amigo é imaginário?

      Excluir
  12. warner vai até la,diz isso pessoalmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse caso, por que você não vai até lá prgar sobre o seu amado jesus?
      creio que eles vão te receber bem lá, só vão jogar umas pedras em você pra dar as boas vindas.

      Excluir
    2. lagartixa some e troll de tarso/jefferson voltou.
      Parece que esses crentalhões se revezam pra encher o saco dos outros.

      Excluir
    3. clássico: o falar é diferente do fazer. Obviamente o primeiro é predominante.


      critiquemos todas as coisas de nossos sofás, tomando suquinho enquanto estamos na net, vendo youtube, fóruns de discussão estáticos, e bradando aos quatro cantos do mundo que somos revolucionários... que somos modernos e engajados...




      hihihihhihi

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. só corrigindo: "escravisão"?


      to corrigindo porque claramente não foi erro de digitação. E detalhe: é esse mesmo pessoal que se arroga de intelectual superior ao "crente inculto".


      vai vendo...

      Excluir
    6. Crentalhão apelando pra um erro de português pra desqualificar um argumento certeiro... .rs
      Só rindo!

      Excluir
    7. o argumento não foi desqualificado. O que foi posto em questão foi o erro grosseiro de português vindo de individuos que supostamente são superiores intelectuais aos "crentes incultos e semi-analfabetos". E olha que os crentes são esculachados quando os cometem...


      pra mim foi válido. O erro acima é realmente lastimável. Tem que corrigir sim, tem que levar puxão de orelha para incentivar o estudo da língua.

      Excluir
    8. Seria valido se o S ficasse distante do D, como não é então sua tentativa de se defender foi tão falha quanto sua tentativa de invalidar o argumento.

      Excluir
    9. Religiosos, já estão comprometidos com suas neuropatias, que justificam seu modo de vida, e dificilmente tem coragem de pensar de maneira imparcial, a fim de se soltarem das amarras que os escravizam. Paulo aqui mesmo, se voce domingo de manha confrontar uma testemunha de Jeová, eles vão fugir ao debate por medo de seu mundinho desabar.

      Excluir
  13. Cristianismo = islamismo
    bíblia = corão
    religiões = atraso mental

    ResponderExcluir
  14. cristianismo = islamismo
    biblia = corão
    religiões = atraso mental

    ResponderExcluir
  15. Nem sempre o corretor ortografico funciona.

    ResponderExcluir

Postar um comentário


EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional
diplomado. Trabalhou no jornal centenário
Diario Popular, Folha de S.Paulo,
revistas da Editora Abril e em
outras publicações.