Católicos vão à polícia contra humor de jovens de Joaçaba

FREI BRUNO: ANTES E DEPOIS DA ACADEMIA
Fiéis ficaram ofendidos com brincadeiras como essa
O espírito de algum talibã deve ter se incorporado no pároco da Catedral de Santa Teresinha, de Joaçaba (SC), e em integrantes da Associação dos Amigos de Frei Bruno, porque eles registraram B.O. (Boletim de Ocorrência) em uma delegacia contra a página de humor "Joaçaba Mil Grau", no Facebook, sob a acusação de ofensa religiosa.

O que irritou os católicos foram fotomontagens, como a acima, com a estátua de 37 metros de altura do frei Bruno, que se encontra instalada no ponto mais alto da cidade, em lugar que se tornou destino de romaria. Bruno Linden (1876 – 1960) é venerado na região por ter sido um sacerdote humilde e caridoso.

Joaçaba tem 27 mil habitantes e fica a 370 km de Florianópolis, a capital.

O pároco Paulo Ramos da Silva afirmou que “mexer com a fé e desrespeitar a imagem do frei Bruno é uma afronta muito grande”. Para ele, a liberdade de expressão não pode ser usada para “ridicularizar” quem  quer que seja.

O investigador Juliano Pedrini deu uma entrevista ameaçando os responsáveis pela página do Facebook de enquadrá-los no artigo 208 do Código Penal, que pune com prisão de um mês a um ano, ou multa, quem escarnecer de sentimentos religiosos.

Os três jovens responsáveis pela página não esperavam que a sua brincadeira fosse afetar tanto a suscetibilidade dos religiosos. Diante da repercussão, eles deletaram as fotomontagens com o frei Bruno, mas mantiveram a página com a explicação de que o seu propósito é proporcionar aos internautas “alegria e humor sem ataques pessoais”.

“Não temos qualquer intenção ofensiva [em relação] à imagem do nosso querido frei Bruno e dos religiosos que são adeptos ao cristianismo.”

Na cidade, até veículos de comunicação têm sido contra a liberdade de expressão dos garotos.

Comentários

  1. E a praga do politicamente correto vence mais uma vez...
    Como nossa sociedade tá ficando chata, ofendidinha e sem sal, hein? Não me refiro só aos religiosos não, embora eles sejam o exemplo da vez.

    Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Politicamente correto, uma vírgula!

      Qual seria o erro em ser politicamente correto, senhor cidadão brasileiro? Pois se você é contra o politicamente correto, você é simplesmente um malandro defensor do famoso "jeitinho", ponto.

      O problema está em comprar o discurso falacioso de pseudo humoristas contrários ao comportamento "politicamente correto" (que na verdade, eles estariam se referindo a um comportamento politicamente diplomático ao extremo, e não POLITICAMENTE CORRETO).

      O pior de tudo é a metamorfose que os zé ruela da vida vão fazendo com o conceito, ao ponto de agirem sendo os politicamente paspalhos que repetem à exaustão sua contrariedade a tudo que eles mesmo julgam se enquadrar no politicamente correto.

      Ser politicamente correto é ser politicamente responsável. Ser politicamente incorreto é ser politicamente imbecil, irresponsável, chatonildo e hipócrita!

      Não seja tão leviano, ou seja, mas guarde sua MODINHA DO POLITICAMENTE BABACA pra si mesmo, senhor bobo-da-corte e seus pares que confundem toda e qualquer estupidez inoportuna com suposto "humor"!

      Quanto a ação da igreja, trata-se simplesmente de um ABUSO pela mesma, que deseja extrapolar seu senso de religiosidade para toda a sociedade civil. Ora, se tal símbolo religioso (que é um objeto inanimado e representa uma idéia) encontra-se em exibição pública e aberta, então sua imagem deve ser de domínio público.

      Se você acha que a escandalização por parte da igreja teria sido uma manifestação politicamente correta, saiba que está redondamente enganado, pois é justamente o contrário: A Igreja está agindo de forma POLITICAMENTE INCORRETA, uma vez que deseja prejudicar vidas de cidadãos em detrimento da IMAGEM de um OBJETO INANIMADO exposto ao público em geral.

      A propósito, a permanência de tal símbolo em exibição pública e aberta, já é um sinal claro de que a sociedade está TOLERANDO aquele objeto religioso em ambiente laico. Portanto, a Igreja já deveria ser muito grata por isso e demonstrar mais humildade, e não o contrário! Claro que esperar bom senso de religiosos e seus representantes é quase uma utopia (evidências não faltam), e a coisa fica ainda pior quando não nos importamos em manter leis que PRIVILEGIEM a religião, não bastasse que ela já ter o totalitarismo em sua essência.

      Episódios como este, servem como um alerta aos "secularistas moderados" que insistem em se manter apáticos ás influências religiosas sobre as forças do estado (inclusive e principalmente as influências historicamente instaladas no sistema).

      Enquanto nos mantemos apáticos ou reativos, a religião é ativa, imponente e combativa!

      Enquanto ficamos nas conjecturas, os religiosos estão agindo e fazendo acontecer! Seria uma cômica ironia que, neste caso, nós somos os que "oram" enquanto que os religiosos "botam a mão na massa" sobre o sistema social.

      Excluir
    2. Próximo alvo de piadas:

      Estátua de Frei Bruno de Joaçaba.

      Excluir
    3. Os garotos não cometeram crime algum. Retiraram do facebook a imagem por terem sido intimidados.

      Os "ameaçaram" [esclarecendo as aspas: não é considerada ameaça a utilização da lei] com base no artigo 208 do Código Penal. Mas qual foi a tipicidade no caso??? Nenhuma. Os meninos apenas utilizaram a liberdade de expressão, garantida pela Constituição Federal de 1988;

      "[...] enquadrá-los no artigo 208 do Código Penal, que pune com prisão de um mês a um ano, ou multa, quem escarnecer de sentimentos religiosos."

      Infelizmente o investigador que disse isso não interpretou a norma de forma jurídica, tão pouco a citou corretamente ao intimidar os garotos. Segue o texto real do referido artigo:

      "Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:"

      A tipicidade do crime não está em "escarnecer sentimento religioso" mas em escarnecer ALGUÉM, o que não ocorre na imagem criticada. A imagem não é destinada a alguém especificamente que possa se sentir ofendido.

      "Ademais, vale frisar que a conduta realizada particularmente, sem que chegue ao conhecimento das pessoas em geral, não se amolda de maneira adequada ao tipo penal. Desnecessário é que o ofendido esteja presente ou ainda que o escárnio se realize face a face; todavia, deverá dirigir-se a pessoa determinada e não contra grupos religiosos em geral. Tal fato justifica, no caso em apreço, a figura do sujeito passivo imediato ser a pessoa em particular, "alguém".

      Fonte: www.webartigos.com/artigos/dos-crimes-contra-o-sentimento-religioso-gt-breves-cometarios-ao-artigo-208-do-codigo-penal/29454/#ixzz293jDfq4P

      Não ocorreu também as demais tipicidades contidas no artigo do Código Penal.

      Na verdade, quem comete crime é o investigador - crime de calúnia:

      "Art 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente DETERMINADO fato definido como crime";

      O direito das minorias continua a ser pisado no Brasil...

      Excluir
    4. Segundo o site O Fuxico Gospel. isso foi tudo um mal entendido

      Excluir
  2. Liberdade de opinião tem muita diferença de ridicularização de símbolos religiosos de um povo. O moderador da página não deixa dúvidas de seu ódio pelo catolicismo e pela cidade de Joaçaba.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os garotos não cometeram crime algum. Retiraram do facebook a imagem por terem sido intimidados.

      Os "ameaçaram" [esclarecendo as aspas: não é considerada ameaça a utilização da lei] com base no artigo 208 do Código Penal. Mas qual foi a tipicidade no caso??? Nenhuma. Os meninos apenas utilizaram a liberdade de expressão, garantida pela Constituição Federal de 1988;

      "[...] enquadrá-los no artigo 208 do Código Penal, que pune com prisão de um mês a um ano, ou multa, quem escarnecer de sentimentos religiosos."

      Infelizmente o investigador que disse isso não interpretou a norma de forma jurídica, tão pouco a citou corretamente ao intimidar os garotos. Segue o texto real do referido artigo:

      "Art. 208 - Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso:"

      A tipicidade do crime não está em "escarnecer sentimento religioso" mas em escarnecer ALGUÉM, o que não ocorre na imagem criticada. A imagem não é destinada a alguém especificamente que possa se sentir ofendido.

      "Ademais, vale frisar que a conduta realizada particularmente, sem que chegue ao conhecimento das pessoas em geral, não se amolda de maneira adequada ao tipo penal. Desnecessário é que o ofendido esteja presente ou ainda que o escárnio se realize face a face; todavia, deverá dirigir-se a pessoa determinada e não contra grupos religiosos em geral. Tal fato justifica, no caso em apreço, a figura do sujeito passivo imediato ser a pessoa em particular, "alguém".

      Fonte: www.webartigos.com/artigos/dos-crimes-contra-o-sentimento-religioso-gt-breves-cometarios-ao-artigo-208-do-codigo-penal/29454/#ixzz293jDfq4P

      Não ocorreu também as demais tipicidades contidas no artigo do Código Penal.

      Na verdade, quem comete crime é o investigador - crime de calúnia:

      "Art 138 – Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente DETERMINADO fato definido como crime";

      O direito das minorias continua a ser pisado no Brasil...

      Excluir
    2. O símbolo religioso não deveria estar alí, pois o país é laico! Aquele símbolo, ou qualquer outro, de qualquer credo ou religião, sim, estava lá burlando a Constituição Braileira!

      Lugar de religião, fé, proselitismo e seus símbolos é dentro de seus templos próprios!

      Excluir
  3. Puuuuutz grila, isso aí não chega nem aos pés do filme ofensivo do Islã, realmente concordo com a afirmação de que "O espírito de algum talibã deve ter se incorporado no pároco da Catedral de Santa Teresinha".

    ResponderExcluir
  4. Agora eu quero ver eles provarem que Deus existe hehe kkkkk

    ResponderExcluir
  5. Ofenderam a imagem do Schwarza.

    ResponderExcluir
  6. Para ridicularizar um simbolo religioso não se precisa fazer nada, só tirar a lente da religião com sua fé e respeito automático para ver o quão ridículo ela é por natureza.

    E dai se a pessoa tem ódio pelo catolicismo ou pela cidade?
    Ela pode se expressar publicamente isso (e com motivos digo eu).
    Pena q no Brasil ainda tem esses resquícios da lei da blasfêmia. Pq liberdade de expressão q é boa não existe por aqui.
    Se o frei Bruno ficou ofendido manda ele processar então.

    ResponderExcluir
  7. Onde fica minha liberdade de expressão?

    ResponderExcluir
  8. E depois dizem que a tal da religião prega a igualidade, aposto que se fosse caricatura de maome esses religiosos apoiariam.

    ResponderExcluir
  9. Vejo muito lixo ser divulgado sob a proteção da liberdade de expressão. O fato é, senhores, que tem muito idiota que, de maneira proposital, intencionalmente, por querer, ofende a pessoas ou grupos e, depois, alega ser, apenas, humor.

    A liberdade de expressão está sendo mantida quando se permite que lixos entupam os meios de comunicação e a sociedade.

    Contudo, quando a liberdade de expressão é usada para caluniar, ridicularizar, menosprezar pessoas ou grupos de pessoas, propagar ideias odiosas, racistas, preconceituosas, a mesma Lei que garante a liberdade de expressão, também, garante o direito de resposta e indenizações por danos materiais, morais ou à imagem.

    As liberdades são caras; não são de graça; elas exigem uma contrapartida: responsabilidade. Não há direitos sem deveres.

    A liberdade sem responsabilidade gera desordem, confusão, caos, barbárie.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imbecil... Só digo isso de vc.

      Excluir
    2. IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

      E agora Anônimo11 de outubro de 2012 17:37 ?

      Excluir
    3. William, me diz aí onde a crença católica foi menosprezada na imagem?

      Sinceramente, tá certo que não podemos fazer o que quisermos com a desculpa da liberdade de expressão... mas de onde tu tira, que há ridicularização a alguma religião, dessa imagem aí?

      Não rola né.

      Excluir
    4. Genérico

      A minha critica foi mais abrangente. Nem foi específica para o caso apresentado na matéria.

      Excluir
    5. Depois reclama que reproduzam suas falas "fora de contexto", sendo que você mesmo admite utilizá-las de tal forma.

      Excluir
    6. Anônimo11 de outubro de 2012 19:16

      Ser abrangente não significa estar fora do contexto.

      Usar os textos dos outros sem dar-lhes o crédito é, no mínimo, desrespeitoso.

      Excluir
    7. A Constituição veda o anonimato, mas o Paulo Lopes não.

      Excluir
    8. Anônimo11 de outubro de 2012 23:40

      Que bom. Pena que para alguns essa liberdade é vazia de utilidade.

      Excluir
  10. Willian, não concordo com a sua opinião. Então devemos proibir que corinthianos sacaneiem palmeirenses também? Qual é a diferença entre ser fanático por um time de futebol e ser fanático por Frei Bruno? Por que motivo símbolos religiosos e outros mitos gozam desse status privilegiado de inatacáveis? Por que não considerar blasfêmia as gozações contra meu time de futebol? Publicar fotomontagens de torcedores de times caracterizados como travestis é brincadeira e todo mundo ri, mas um Frei Bruno saradão é uma ofensa e uma transgressão da liberdade de opinião? Me explique a diferença.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homo Ateu Libertário Anti-religião11 de outubro de 2012 18:07

      Pois é, irresponsável é permitir que se utilize da imagem de um grupo de pessoas (no caso, das travestis) como valor negativo para ridicularizar o que quer que seja. Especialmente por que, no caso de LGBT, são pessoas que ainda são socialmente estigmatizadas, perseguidas, humilhadas e até agredidas fisicamente pelo simples fato de ser e agir como são.

      Muito mais irresponsável e digno de punição essas "brincadeiras" feitas com grupos de pessoas que ainda não podem gozar da plena cidadania em função de preconceito social.

      Utilizar-se da deficiência física, da negritude, da feminilidade, da homossexualidade, do travestismo, enfim, utilizar-se de grupos que ainda são socialmente mais vulneráveis, e que o são justamente por causa dos preconceitos majoritários, é algo de uma irresponsabilidade absurda!

      No entanto, não temos casos de cristãos (especialmente os católicos) tendo seus direitos de cidadãos cerceados por causa de sua religiosidade cristã, portanto, não há nada que justifique de maneira plausível todo este protecionismo aplicado sobre objetos religiosos em detrimento das liberdades individuais de seres humanos!

      Excluir
    2. Mello

      Inicialmente a minha crítica não foi, especificamente, para o caso apresentado na matéria. Mas, ele me deu a oportunidade de dizer umas "verdades".

      Respondendo a sua critica eu digo o seguinte.

      Proibir, nunca. Todos são livres para manifestar os seus pensamentos. Mas, que cada um se responsabilize e seja responsabilizado, quando for o caso, por aquilo que diz.

      Até o final dos anos 80 era comum que humoristas contassem piadas racistas. Até os anos 90 era comum que humoristas contassem piadas homofóbicas. Todos nós gargalhamos com elas. Mas algo mudou. Não se pode mais contar piadas homofóbicas ou racistas. Não, em público. O que foi que mudou? A consciência coletiva mudou. Finalmente, a maioria de nós entendeu que manifestar racismo ou preconceito não é sinal de um ser humano bom.

      O que eu acabei de dizer se traduz no seguinte: o humor tem limites. Limites. É bom ter limites. E o limite é bom senso (diferente de senso comum). O bom senso é quase um respeito. Respeitar é bom.

      O problema dos idiotas e covardes é que eles se escondem atrás da liberdade de expressão, do humor e, há, também, aqueles que se escondem atrás do anonimato. Há pulhas nesse mundo. Pessoas sem caráter que põem a perder a fragil harmonia da sociedade. Para essas pessoas, em especial, a Lei deve ser implacável. O motivo disso é que se queremos viver em uma sociedade boa e justa devemos aprender, quer seja pelo amor ou pela dor, que precisamos tratar as pessoas, com as quais coabitamos nesse mundo, com RESPEITO e civilidade. As que insistem em ir contra esse acordo, infelizmente, por uma questão maior, não podem permanecer entre nós. É por isso que as Leis, feitas por nós, preveem penas. E o objetivo da pena é reeducar os mal educados. Esse acordo não é novo, mas, é sempre bom relembrá-lo.

      Enfim, sou a favor da crítica e do humor. Mas, crítica e humor não se confundem com desrespeito.

      Excluir
    3. Espirita detectado.

      Excluir
    4. "O que eu acabei de dizer se traduz no seguinte: o humor tem limites. Limites. É bom ter limites. E o limite é bom senso (diferente de senso comum)."

      Muito bonito. Agora por favor nos ilumine com a sua definição OBJETIVA do que é esse limite.

      Excluir
    5. Se requer bom senso, logo, depende de um bom julgamento de cada caso.

      Excluir
    6. Anônimo11 de outubro de 2012 20:19

      Espírita? Todos sabem que eu sou ateu.

      Excluir
    7. Um ateu com "alma" de cristão, mas ainda ateu.
      Espíritas também tem "alma" de cristãos, talvez esteja aí o "espírito" da confusão, dadas as semelhanças.

      Excluir
    8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    9. Anônimo11 de outubro de 2012 20:49

      nos ilumine com a sua definição OBJETIVA do que é esse limite

      A Lei.

      - Inciso IV, do artigo 3º da Constituição Federal.
      - Inciso X, do artigo 5º da Constituição Federal.
      - Todo o Capítulo V do Código Penal, em especial o § 3º do artigo 140.

      Excluir
    10. Eu disse a sua definição, não o blablabla jurídico subjetivo. Será que todos concordam no que seria "promover o bem de todos"?

      Excluir
    11. Anônimo11 de outubro de 2012 23:28

      Sinto lhe informar que "Bem" e "Todos" não são conceitos objetivos. Os nazistas achavam que estavam fazendo o bem. E nesse "todos" estão inclusos o que? Todos os seres humanos, todos os seres vivos ou todos o seres?

      Você me pede para ser objetivo e apresenta subjetividades?

      Se quiser debater comigo tenha coerência.

      Excluir
    12. Não se faça de desentendido.
      Estamos falando no contexto social, no caso, da sociedade brasileira, onde "todos" se trata de cada cidadão brasileiro.

      Mas parece que agora você adota a modalidade de troll nos momentos que se vê encurralado pelos seus próprios argumentos.

      Excluir
    13. Anônimo11 de outubro de 2012 23:58

      Acho que você não leu o que eu escrevi da primeira vez.

      A minha definição de limite é a Lei.

      E aí, então, eu mostrei algumas.

      Veja que quem pediu objetividade foi você. Eu fui objetivo. Dei uma resposta bem simples e objetiva: a Lei. Mas, você não foi objetivo. E eu mostrei o porque.

      As pessoas aqui do blogue me conhecem. Sabem muito bem da minha reputação. E nela não se encontra trolagens. Não obstante, eu posso mudar de ideias e mudar o meu discurso.

      Excluir
    14. O limite da Lei é dizer que não pode e o limite da realidade é não poder por haver um obstáculo físico, material, no meio do caminho.

      Excluir
    15. O que esta escrito na Lei na maioria das vezes não é preto no branco.
      Caso fosse, não teriamos a maior parte das disputas judiciais por aí.
      Me admira alguém que trabalha na área não ter um entendimento tão básico assim, ou é pura falta de coerência da sua parte mesmo.

      Excluir
    16. O que está escrito na Lei são desejos, ordens, não realidades.

      Excluir
  11. Anônimo das 17:49

    Se o problema é apenas semântica, ótimo! Tudo está resolvido, então. Sou contra o "politicamente diplomático ao extremo", segundo você, o que vem a ser a mesma coisa que o meu "politicamente correto". Portanto, não precisava se alterar tanto me chamando de bobo-da-corte da modinha politicamente babaca, não que eu tenha me ofendido, até ri, parece título de livro. rsss
    Aliás, essa postura "anti-moda" já deu no saco também. O que há de errado com a moda, afinal? Todas as modas são ruins? Por mais irônico que seja essa postura "anti-modinha" já SE TORNOU MODINHA, não é? Nada contra, é só uma observação! ;)

    Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, desculpe se me excedi.
      E concordo com suas últimas ponderações. Aliás, concordo em número, gênero e grau. Todavia, de um modo geral, considero que foi produtiva aquela minha contestação, pois afinal, gerou este seu comentário que considero conscientizador para muitos leitores do blog!

      Não concordo com muitas de suas posturas, mas nesta é impossível discordar.

      Agradeço novamente e peço que não encare o que disse previamente como um ataque realmente pessoal, pois não foi este o meu objetivo!

      Um abraço!

      Excluir
  12. @OFF sugestão de materia


    http://www.odiario.com/blogs/inforgospel/2012/10/11/silas-malafaia-declarou-apoio-a-serra-que-tenta-se-desvincular-do-pastor-evangelico-confira/

    jogo de interesses.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo das 18:17

    Sem problemas.
    O importante é o aprendizado que a gente tem a cada discussão de que participa e, no mais, dá pra se notar quando o usuário quer discutir e aprender ou apenas trollar, você é o primeiro caso.
    Excessos todos temos, eu já tive vários por aqui. Somos humanos, afinal!
    Abraços!

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  14. Então, se entendi direito, os cristãos podem meter o pau em nós ateus e ninguem faz nada e ta tudo ok, agora se alguem faz o mesmo, a policia vem defende? Estado laico meu ovo né.

    ResponderExcluir
  15. O que precisa ser proibido pela justiça e que padres tenham coroinhas preferidos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles sempre escolhem os mais bonitos, isso não é justo!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Acho que os meninos preferem um frei musculoso...

      Excluir
  16. Tinha que ser em santa catarina.

    ResponderExcluir
  17. Eu não gosto do bom gosto, ..de bom senso, de bons modos

    Eu aguento até rigores, não tenho pena dos traídos, hospedo infratores e banidos

    Eu respeito conveniências, não ligo pra conchavos, suporto aparências..
    mas não gosto de maus tratos
    Eu aguento até os caretas e suas verdades perfeitas
    ...Eu aplaudo rebeldias

    Mas...O que eu não gosto é do bom gosto,do bom senso, dos bons modos
    Uma Joaçabense.

    ResponderExcluir
  18. Na bíblia está escrito que ateus são tolos, e nem vou citar outros preconceitos absurdos.
    Devo entrar na justiça pedindo a retirada imediata de tal texto preconceituoso?
    Que tal fazermos um abaixo assinado e enviarmos ao pároco em questão?

    ResponderExcluir
  19. Os cristãos são assim mesmo.

    Quando outras religiões são ridiculizadas ou atacadas, eles apelam para um discurso hipócrita fingindo que defendem a liberdade de expressão:
    http://www.paulopes.com.br/2012/09/malafaia-critica-juiz-que-censurou-video-anti-isla.html#.UHdlo5Vzjio

    Agora, quando alguém ousa ridicularizar sua fé, eles dizem que tem que “baixar o porrete” na pessoa:
    http://www.paulopes.com.br/2012/02/mpf-quer-que-silas-malafaia-se-retrate.html#.UHdRN5Vzjio

    ResponderExcluir
  20. Se tudo que ofender o sentimento dos outro virar crime o mundo esta perdido, religião ofende meu sentimento ainda mais quando eu penso todo o mal e mau que os religiosos já causaram e ainda causa no mundo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gente que se ofende so do ateu revelar isto, imagina so fotinho na internet, e como medir o prejuizo "sentimental" do religioso? esta porcaria vai virar lei da blasfemia, um crime imaginario.

      Excluir
    2. Mas nós temos sim uma "lei da blasfêmia" no Brasil:

      DOS CRIMES CONTRA O SENTIMENTO
      RELIGIOSO E CONTRA O RESPEITO AOS MORTOS

      http://drluizfernandopereira.blogspot.com.br/2010/04/dos-crimes-contra-o-sentimento.html

      http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/16/1940/2848.htm#pe_t5

      Excluir
  21. 'Não respondo ao submundo da política', diz Haddad sobre Silas Malafaia. Em outras palavras, só falo com o dono do cachorro.

    ResponderExcluir
  22. A igreja universal ridiculariza todos os dias as religiões afros em seus programas de tv , se eu fosse então de uma religião eu iria fazer um b.o contra a igreja universal. A igreja ofende o sentimento lgbt então eles devem fazer um b.o contra a igreja , ou sera que a justiça tem dois pesos e duas medidas ou a lei só vale se ofender sentimentos religiosos cristaos ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiéis de religiões afro já entraram na Justiça contra isso. E todas as vezes que LGBT recorrem à Justiça, além de não dar em nada, os religiosos ainda acusam a militância LGBT de "censura", "mordaça", "ditadura", etc.

      E sim, é evidente que no Brasil a Justiça tem dois pesos e duas medidas quando a questão envolve Religiosos majoritários Vs. Qualquer outro grupo de cidadãos.

      Excluir
  23. E que montagem primariazinha, hein? Nem graça teve, e pior, botaram o rabinho no meio das pernas, teria sido mais digno comprar a briga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os meninos só estavam querendo um frei musculoso...

      Excluir
  24. Engaram os autores da página. Eles não seriam punidos.

    ResponderExcluir
  25. A vítima da piada é o frei musculoso. Portanto, só ele poderia prestar queixa. Os católicos ludibriaram mais uma vez os desinformados.

    ResponderExcluir
  26. Paulo Lopes, divulga isso aqui: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2012/10/12/em-teresina-cerca-de-120-pessoas-estao-confinadas-em-uma-casa-a-espera-do-fim-do-mundo-hoje.htm

    É uma absurdo!

    ResponderExcluir
  27. Não sou a favor de imagens, pois é pecado de idolatria, mas nem por isso ofenderia alguém por causa disso, antes faria votos de que caissem na real e mudassem de postura.

    Contudo vejo nestas práticas além de uma afronta ao sentimento religioso alheio um claro proposito ateu de difundir o seu ateismo e assim influenciar a outros sob a máscara do inocente humor negro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando Jesus disse: "dai a César o que é de César", havia a imagem de César pra identificar o que era de César e "dai a Deus o que é de Deus", não há imagem para identificar o que é de Deus.

      Excluir
    2. Ainda bem que a religião nunca quis difundir nada.

      Excluir
  28. Estou morando em Joaçaba há seis anos, a ICAR é o quarto poder por aqui e não esconde de ninguém...
    Criei um grupo de apoio aos criadores da página porque instalaram uma sucursal da "Santa" Inquisição na cidade:
    https://www.facebook.com/groups/233893453403714/

    ResponderExcluir
  29. O espírito de algum talibã?!

    Vai ver que é o mesmo espírito talibã que incorporou nos comentários dos ateus nesse artigo:

    http://www.paulopes.com.br/2012/08/ativistas-cortam-crucifixo-em-protesto-contra-prisao-de-russas.html#.UHg-PMXAeSo

    Alguns comentários de talibãs ateus:

    Anônimo17 de agosto de 2012 12:53

    Não é sendo "moderados" que nos faremos ouvir!
    Dentre todas as transformações sociais, nunca houve alguma que tivesse sido executada por militantes ou simpatizantes "moderados"!

    O status quo adora militante moderado, afinal, nada melhor que protestos mansos para dar a impressão de que alguém está lutando em nome dos oprimidos, que assim acabam por sossegar o facho!

    Popeye17 de agosto de 2012 11:40
    Lindo a cruz caindo!

    REATOR17 de agosto de 2012 12:16
    cara, isso é protesto!

    Regis17 de agosto de 2012 11:57
    Eu ri. É tão raro ver tal desafio em contrapartida com a religião que constantemente nos impõe sua vontade, que esses rompantes tem sua razão de acontecer.

    Anônimo17 de agosto de 2012 11:58
    a baixo o cristianismo!

    Anônimo17 de agosto de 2012 12:13
    Concordo plenamente!

    Se o nosso Congresso Nacional possui "Bancada Religiosa", então os templos religiosos também tornam-se extensão do Congresso Nacional, portanto, passíveis de manifestações e ataques políticos!

    Praticar ataques contra símbolos religiosos num estado onde há uma mistura prática entre poder público e religião é ATO POLÍTICO LEGÍTIMO!!!

    Que as pessoas conscientes comecem a se manifestar de forma análoga no Brasil! Por um estado laico também na prática!

    Anônimo17 de agosto de 2012 12:07
    Eu ADOREI!!!

    A partir do momento que a religiosidade adota o Estado e vice-versa, ambos tornam-se UNO!

    Logo, se a religião e o estado fundiram-se, atacar ou depredar símbolos religiosos torna-se um ato legitimamente político!

    BRAVO!!!

    REATOR17 de agosto de 2012 12:17
    Mas o povo aqui se diz um estado laico, e não vemos isso. Lá , eles foram manifestar praticamente dando um tapa nos padres safados.

    Baphomet17 de agosto de 2012 16:41
    Hahahahahahaha... Passar a motosserra na cruz foi muito engraçado. Mas acho que ela podem ser ferrar mais do que as outras.

    Anônimo17 de agosto de 2012 22:44
    Elas só esqueceram de atear fogo!

    Quem diria: Os ateus também tem os seus talibãs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. isso foi ironia ou tu é crentalha;

      Excluir
    2. Por acaso algum "ateu talibã" andou explodindo ou depredando algum símbolo religioso, hein crentelho???

      Igrejas fazendo discurso de ódio contra minorias bem que mereciam mesmo sofrer alguma ação de "talibã"!

      Excluir
    3. Morrigan Aensland, como você é ingenuo!

      Anônimo de 18:48, serrar uma cruz como fez a idiota do Femen é só o começo para os ateus militantes.

      Mas vejamos a sua última frase:

      "Igrejas fazendo discurso de ódio contra minorias bem que mereciam mesmo sofrer alguma ação de "talibã"!"

      Quer dizer que os ateus podem debochar e fazer discurso de ódio, mesmo que muitos ateus malandros falem que é apenas ironia. Quando os ateus talibãs começarem partir para o ataque físico esses ateus malandros irão continuar dizendo que é só ironia?

      A atitude da militante do FEMEN demonstra ser só o começo da intolerância dos ateus talibãs.

      Excluir
    4. eu sou mulher seu crente do cu quente, não pude perder aq pida hehe.

      Excluir
    5. crentalha essa atitude deles foi somente uma revanche contra 2000 de snos de sofrimento e danos causados por crença messiânica dos judeus essênios e totalmente refeita por constantino.

      Excluir
    6. Morrigan Aensland, como você é ingenua!

      Quer dizer que você está apoiando as ameaças dos ateus para com os cristãos e pessoas de outras religiões?

      Se for assim: Você não pode reclamar dos cristãos se eles usarem a força contra você. Já que parece que você usa dá força para com os cristãos.

      Você mesma aceita que os ateus usem a força contra os cristãos.

      Então não reclame.

      Excluir
    7. Cite 1 (um) exemplo de ateu que usou a força contra um cristão brasileiro em função de sua crença religiosa, eu o desafio!

      Se não puder citar, então que se cale!

      Excluir
    8. As meninas do FEMEN - que são todas ateias - ao colocar abaixo uma cruz com uma serra elétrica não é o suficiente?

      Leia os comentários dos ateus talibãs no artigo que lhe indiquei

      http://www.paulopes.com.br/2012/08/ativistas-cortam-crucifixo-em-protesto-contra-prisao-de-russas.html#.UHg-PMXAeSo

      e veja como um bando de ateus talibãs estão só esperando o momento para começar a atacar fisicamente as pessoas que seguem uma religião. A maioria cristã é claro.

      Excluir
    9. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    10. desinfecta daqui crentelho reaça, ninguém pediu tua opinião seu crentraste.

      toda inunamidade é burra.

      crentelhs sempre se fazendo de perseguidos,mas na realidade foramos maiores perseguidores e facínoras, por encerrem a conversa com esse crentrouxa maldito. como se vcs evangélicos fossem todos santos. ah véi vai cagar.


      Excluir
    11. Morrigan Aensland, não sou "evangélico". Sou católico ortodoxo.

      Pelos seus comentários raivosos percebe-se que você será mais uma ateia fanática talibã a atacar os cristãos quando começarem as perseguições físicas as pessoas que seguem alguma religião: Principalmente aos cristãos.

      Então não reclame se os cristãos ou pessoas que seguem alguma religião reagirem a esses ataques ateístas.

      É: perseguidores talibãs existem em todos os lados, não é mesmo Morrigan Aensland?




      Excluir
  30. Crentes são sempre bomzinhos e os ateus sempre malvados, né crentelho?

    ResponderExcluir
  31. FODA-SE O POLITICAMENTE CORRETO SIM,to com o colega aew. Sem sal é pouco, nada tem mais graça e tudo ofende a todos.. e xingamento é falta de argumento. Dicotomia agora? ou ta comigo ou ta contra mim? e ainda, agora o cara quer definir o q é humor pra mim? kkkk pra mim o senhor pagou de bobo da corte, pq me fez rir, boa piada e bom humor. Discordo em questão do politicamente correto. Isso sim é hipocrisia. E escamoteia os preconceitos com eufemismos, polidez e excrêscencias. Xii.. devo estar escasso de argumentos tb, mas chamar um velho de melhor idade muda algo? ou tu continua achando ele velho? Pessoa acima do peso? ou gordo? retardado mental ou especial? Só nao falo isso abertamente pq senao vou preso.. ta vendo a hipocrisia q senhores como vc me forçam a viver no mundo publico? Mas por outro lado, tb foi escrito q vivemos num país laico, então cruz em tribunais, estatua dessa aew em local publico e etc..são mera tolerancia, verdade. Bem lembrado, e nós brasileiros com sua diversidade religiosa - incluindo a sem.. toleramos, coisa q a maioria dos religiosos pregam a vida toda sem conhecer.

    ResponderExcluir
  32. Tenho plena certeza que os padres violaram os Art. 283 e 284 II centenas de vezes durante seu exercício religioso e ninguém prestou boletim de ocorrência por pura comodidade.

    Temos que ver isso aí né minha gente faceira...

    ResponderExcluir
  33. Que gente que não tem o que fazer, não sabem o que é brincadeira, se seguisse realmente o que Jesus Cristo ensinou a igreja não seria rica. Se ofendem com isso mas não se ofendem quando há casos de padres estupradores. Quanta hipocresia

    ResponderExcluir
  34. A religião e a igreja só servem para dividir o povo e facilitar o controle e a manipulação pelas autoridades .Podem apedrejar mas estudem os ultimos 2.000 anos de historia e veja o que foi feito em nome das igrejas e religiões perseguições,descriminações e guerras onde milhares de inocentes,crianças ,mulheres e idosos morreram.A fé é essencial ao crescimento humano mas a igreja e a religião é uma praga que persegue a raça humana.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site