Pular para o conteúdo principal

Professora de Apucarana afirma que lei do pai-nosso é bullying

A professora de inglês e português Clotilde Corrêa Gomes disse que o projeto de lei que impõe nas escolas de sua cidade, Apucarana (PR), a oração diária do pai-nosso é um absurdo. “É uma intimidação, uma forma de bullying.”

“Ao instituir uma oração estritamente cristã, o projeto tira o direito das crianças que vêm de famílias de outras crenças, como umbanda, candomblé, budismo, espiritismo, ou ainda das que não têm religião alguma", disse.

O autor do projeto de lei é o vereador José Airton Araújo (PR), conhecido como “Deco do Cachorro Quente”, porque ele mantém a sua atividade de vendedor ambulante. Ele é seguidor da Assembleia de Deus.

O projeto de lei foi aprovado em primeira discussão pelos 11 vereadores da cidade. A segunda votação ocorrerá hoje (2). Se for confirmada a sua aceitação, terá de passar por um terceiro escrutínio, para em seguida ser sancionado ou não pelo prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB).

Deco disse que o pai-nosso vai acalmar os estudantes, os quais, assim, segundo ele, deixarão de ter comportamento agressivo. “As crianças entrarão na sala de aula mais tranquilas.”

O vereador disse que a sua lei não terá problema de aceitação, mas para o monge Wagner Bronzeri, presidente do Colegiado Budista Brasileiro, trata-se de um abuso, mesmo se a oração fosse budista. “Essa lei fere a Constituição.” Ele disse que os filhos de budistas podem se sentir constrangidos no momento de rezar o pai-nosso e ou sofrerem discriminação.

Maria Onide Sardinha, chefe do Núcleo Regional de Educação de Apucarana, disse que a lei, caso seja aprovada, não será cumprida. Segundo ela, o que determina o currículo pedagógico é a lei de diretrizes e bases da educação e a Constituição Federal, e não a Câmara Municipal.

Em Apucarana, já existe um lei — também de autoria do Deco — que obriga professores da rede de ensino municipal a ler trecho da Bíblia, seguida de uma oração. Mas essa lei não pegou, e só “existe no papel”, disse a professore Clotilde.

Com informação da Agência Brasil, entre outras fontes.

Ateus vão pedir ao MPE medidas contra lei do pai-nosso.
 junho de 2012

Religião no Estado laico.

Comentários

Anônimo disse…
Ótimo! Há seres pensantes nessa cidade, ao contrário do tio do cachorro-quente o, argh, vereador da cidade.
Anônimo disse…
Respeito é necessário seus fanáticos religiosos. Esse cara do cachorro quente não entende nada de educação, acha que rezar é mais importante que estudar.

Flávia Marília
Israel Chaves disse…
E como disse a professora, se a lei for realmente instaurada, não será cumprida. Ou seja, só vai ter sido tempo perdido e dinheiro gasto à toa, quando isso poderia estar sendo usado para algo que fosse fazer diferença, que fosse melhorar algo na cidade.
Esse vereador só quer aparecer, fazer uma média com seus comparsas fanáticos. Devia ser afastado imediatamente do cargo por tamanho desserviço à sua comuidade; ele, e todos os outros que votaram a favor dessa lei.
Como foram todos, isso só mostra o quão mal representados os interesses do povo estão. O povo dessa cidade não sabe votar, a culpa é deles.
Anônimo disse…
Como um curso superior faz falta. :-(
Anônimo disse…
Na minha escola, no interior de São Paulo tinha oração todas manhãs, um professor católico brigava com os alunos que não rezavam, eu mesmo sou agnóstico e preferia não rezar. Apesar disso eu sempre me mantive em silêncio e respeitei o momento, mas não me respeitavam por eu ficar quieto.
Anônimo disse…
O 2º grau é superior ao 1º.
Anônimo disse…
Esta lei é tão ridícula que transforma alunos ateus budistas e etc em transgressor da mesma. Crentes vocês são boçais demais.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Respeitar que nada velho vamos descer o pau, lugar de orar é em casa na igreja sei lá mais onde, mais menos nas escolas , escola não é pra isto, o estado não tem que educar ninguém religiosamente ,isto é problema da família de cada cidadão.
_A leitura inicia com a exibição de uma cena bastante sensacionalista e, que dá margem a interpretações.
_Aquela todavia, que quer sobressair, é de alguém sendo vergonhosamente manipulado como se fosse um marionete, alguém altamente imaturo.
_Esta, constitui-se em mais sórdida visão. _Lamento, lamento,lamento!
Anônimo disse…
WTF.. ha.ha.ha
Anônimo disse…
Esse PL pode até ser aprovado, se depender do nível de senso crítico dos demais vereadores: ele já é inconstitucional, ferindo a liberdade de culto religioso e de diversidade da CF/88, q por sua vez, além de combinar com a laicidade estatal derruba a ideia de religião oficial e respeita a diversidade religiosa q se construiu ainda na colonização: catolicismo + animismo indígena + candomblé e outras crenças africanas não específicas de baixa expressividade.
mas os professores admitem o mesmo senso crítico do monge budista e as escolas simplesmente não adotarão o projeto, até pq a educação escolar é regida pela LDB, q já apregoa os princípios de respeito à diversidade social em vários âmbitos.
Ass: Salete Austrália
E o Brasil continua fazendo o oposto do progresso...
Dá vontade de desistir desde país...
­ disse…
Como as faculdades deixam passar pessoas tão débeis?
Unknown disse…
Esses vereadores não tem o que fazer... vai distribuir a merenda escolar direito.....orar.. rezar ou outra coisa que for.. cabe a família levar seus filhos... ninguém é obrigado a rezar... isso não se impõe a sociedade... ela mesma procura seu caminho na fé.... vão trabalhar e elaborar projetos que beneficie a população e não brincar de ser deputado e prefeito afff ... fico revoltada com essas idiotices... e ainda pagamos o salários desses sem noção...
Anônimo disse…
O autor do projeto de lei é o
vereador José Airton Araújo (PR),
conhecido como “Deco do Cachorro
Quente”, porque ele mantém a sua
atividade de vendedor ambulante.
Ele é seguidor da Assembleia de
Deus.

"pronto descobri o razão do problema deco do cachorro quente evangélico boçal"
Yuri disse…
A que interpretações ela dá margem?
Israel Chaves disse…
"alguém sendo vergonhosamente manipulado como se fosse um marionete, alguém altamente imaturo."

Olha aí o sujo falando do mal lavado...
Anônimo disse…
Este país já perdeu a própria cultura. Hoje somos o curral dos estados unidos.
Anônimo disse…
Esta dai coitada é doida de pedra ,só pra não perder a viagem quis fazer um comentário totalmente fora do contexto ,Mesmo estando explícito na cara dela o erro grosseiro que é esta lei. É uma pobre coitada mesmo. Boçal
Anônimo disse…
Vereador prefeito deputado senador etc tinha que ter pelo menos o ensino fundamental completo e ainda fazer uma prova pra ser avaliado pra poder exercer algum cargo político. Até pra ser lixeiro de rua se pede escolaridade em concursos públicos. Esses político tem muita mamata, é muito fácil ser político neste brasil. aqui pra político ganha o zé das couve tiririca o zé do cachorro quente . O cara é político e não sabe nem o que é constituição nem a diferença de um estado teocratico de um estado laico é tudo uns "garotinho" imbecil mesmo.
Wickedman disse…
Mas é exatamente isso, Salamandra. Crianças, como a que aparece na imagem, são imaturas e não tem o grau de compreensão necessário para avaliar o que é um religião.

Então, o que acontece é que se lhes enfiam na cabeça a crença e não lhes dão a oportunidade de crescer e formar uma bagagem cultural suficiente que lhes proporcionaria o direito de escolher.

Essa é uma das mais cruéis artimanhas da religião: roubar o direito de saber e incutir o dever de acreditar. E ainda cobrar por isso.

Não se engane, a visão evocada pela imagem é sórdida, mas é verdadeira.
Wickedman disse…
O "Deco do hot-dog" tem curso superior? Acho que não.
Wickedman disse…
Gustavo B. de Lacerda, sociólogo da Universidade Federal do Paraná: "(...) é questionável estabelecer relação de causalidade entre religião e violência, já que a quantidade de pessoas presas e que são adeptas de alguma religião não é pequena".
Emilio Konrath disse…
Basta olhar o twitter dele.

https://twitter.com/#!/vereadordeco/
Questionamento disse…
Cadê a questão?
Anônimo disse…
Questões de múltipla escolha dão chance para que o candidato acerte usando a boa sorte.
AlyneS2 disse…
Se for uma maneira de bullying ou não, sabemos que é errado.
Deco do cachorro quente...ham...deixa pra lá!!!
Bem, eles precisam pensar melhor, será que dói muito fazer isso?
Wilson Roberto disse…
Se rezar o Pai Nosso afasta as coisas ruins, que tal todos os vereadores da cidade começarem a rezar? Sai coisa ruim!!!
Anônimo disse…
A oração do pai-nosso vai diminuir o índice de violência e bulling? Me mostre as evidências, vendedor de cachorro-quente!
No caso do Ciel, eu vi justamente o contrário...
Sério! Eu tô ficando de saco cheio desse país, e ainda mais de gente que conclama aos quatro ventos que este é o melhor país do mundo pra se viver, APESAR DOS PROBLEMAS, só porque tem carnaval, futebol, gente feliz e hospitaleira, mulher bonita e Neymar.
Pra que IDH nessas horas, né?
Eu estou com medo do rumo que este país está tomando. A Dilma está fazendo um governo razoável, bem malemá, e está com 77% de aprovação! Ai,ai...

Winston Smith
GILSON - PR disse…
Acho o pai nosso uma oração tão vazia e superficial. Não tem nada que possa alterar e melhorar o comportamento das pessoas.

A primeira parte fica puxando o saco do pai que está no céu. Aquele que fica olhando todos os erros que ele cometeu na sua criação. Teve que mandar o filho para ser morto para ver se corrigia seu erros de criação. Morreu para salvar a humanidade e até hoje não sabemos qual era o pecado. Só porque o Adão e a Eva comeram uma fruta.

Depois fala do pão nosso de cada dia que nos dai hoje (se você não trabalhar deus não te dá pão nenhum).
Depois pede perdão pelos erros e para perdoar os erros dos outros. (Não adianta pedir perdão se constantemente continua errando, taí o problema da humanidade, fazem coisas erradas e continuam fazendo porque o pai perdoa).

No final tem o ápice do egoísmo. Eu tenho que evitar as tentações e não esperar pelo "pai" eu tenho que evitar o mal e não esperar pelo "pai".

Pai Nosso que estais no céu,
santificado seja o vosso nome,
vem a nós o vosso reino,
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no céu.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje,
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido.

Não nos deixei cair em tentação,
mas livrai-nos do mal.
Anônimo disse…
Segundo a bíblia o trabalho é uma maldição, é só ver em genesis o personagem mítico judaico cristão amaldiçoou o homem ao trabalho por ele ter cometido o tal do pecado que ninguém sabe qual foi, Mais depois ele vem se valer do dinheiro amaldiçoado do trabalho do homem pra se sustentar. Vai entender este deus judaico cristão psicopata puro.
_Ninguém sabe qual foi o pecado, não! _Você não sabe! _Vou te falar: o pecado foi a desobediência, entendeu? _Ainda não? _Faça um grande esforço: leia a Bíblia com atenção e, medite naquilo que lê!
_Por ter desobedecido, o homem foi destinado a trabalhar para que do fruto do trabalho, comesse o seu pão! _Não entendeu? _Paciência!
Plim! disse…
Trabalhar é bom, ruim é ficar velho, pois velho não consegue mais trabalhar.
Anônimo disse…
calma, sem estresses... respira fundo.
Wickedman disse…
Por ter desobedecido, o homem foi destinado a trabalhar para que do fruto do trabalho, comesse o seu pão

Isso é um mito, lagartixa. Sabe o que é um mito? Se não sabe ou esqueceu, consulte: ELIADE, M. Mito e Realidade. São Paulo: Perspectiva, 1972. Ou então leia esse texto que ele explica.
Abraço por trás disse…
Cristão fanático é um bicho esquisito. Só fica lúcido quando dorme...
_Essa é a tua opinião, demente!
_Não fala daquilo que não tem a mínima noção!
_Fica com teus conhecimentos seculares pois, de Deus, não entendes nada!
Anônimo disse…
Nos cale então, maluca. Eu hein, que mulher troll idiota.
Plim! disse…
Quem não entende nada, entende tudo!
Anônimo disse…
Isso prova como ainda estamos distantes do estado laico... Que lei ridícula e absurda! Como pode ser aprovada por unanimidade? Que retrocesso!
Ev Xavs® disse…
A lei é fundamentalista, o estado tem que ser laico, cada um que frequente sua Igreja onde bem entender, todos devem ser respeitados, principalmente os ateus que são ofendidos, os mais discriminados, como dizem bobagens, mas o que não está interessante aqui é a falta de base para debates, um festival de xingamentos, muita imaturidade, basta dizer que ninguém pode nem deve impor seus conceitos religiosos à coletividade, fazer o posição ao projeto de lei e se aprovado, não cumprí-lo, e fim de papo.
_Quem falou em calar? Apenas disse para não falar daquilo que não tem a mínima noção! _Por mim, fale o que quiser! Isso é problema teu!
Anônimo disse…
Falo sobbre o que eu quiser. Quem vc acha que eh pra nos dizer o que fazer, esquizofrenica arrogante?
Arthur disse…
Que rícula essa lei. Kd a liberdade de expressao
das pessoas, aonde foi parar ?
Tem que ser um fanático doido pra obrigar uma pessoa
a se submiter ao que ela pode não gostar.
Fundamentalísmo = a merda.
Anônimo disse…
Enquanto ele quer investir em algo inútil ... tem muita criança que não sabe a historia do Folclore brasileiro e muito menos cantar o hino do seu país, assim como iremos ter no Brasil pessoas que lutam pelo seu direito , já que não existe um gosto pela pátria ?
Anônimo disse…
Achava que só católicos rezavam o pai nosso. De qualquer forma isso não contraria os próprios ensinamentos de Jesus?

Acho que Jesus dizia algo como deixai vir a mim as crianças (alunos das escolas) e, em nenhum momento ele disse fazei-as rezar por força da lei.

Até porque onde estaria o livre arbítrio?

Não seria melhor uma única pessoa rezar com verdadeira fé e amor ao invés de ter milhares de pessoas rezando forçadas e com ódio?
Anônimo disse…
Aqui em São Gonçalo, municípío do Rio de Janeiro consta que antes de qaulquer atividade, os evangélicos fazem um culto para espantar o diabo. Constrangem as pessoas de outras religiões, mas que são obrigadas "rezar" na cartilha da Prefeita e seu filho que se dizem evangélicos. Aliás, quem entrar na Prefeitura vai notar que os principais cargos pertencem a Pastores ou alguém ligado a alguma igreja evangélica ou é convidado a fazer parte do esquema político-religioso.
Neste caso, se todo que trabalham na prefeitura resolverem fazer algum ritual religioso, o bicho vai pegar. Na porta da prefeitura uma panela com farofa,cahaça e velas. Um padre, um monge budista, Hare Krisna, krishna, krisna,. Niguem vai trabalhar rsrsrsrsrsrsr e nós pobres mortais vamos ter que comer o pão que o diabo amassou.
carlosqevedo disse…
Os evanjegues sabem que estão no começo do fim, estão prestes a entrar em extinção, estão dando o último suspiro. este vereador por exemplo de tanto comer hot-dog o cérebro já deve ter virado catchup... pra propor uma m... dessas!!!
Anônimo disse…
Isso é um absurdo , no meu colégio mesmo é obrigatório os professores lerem meditação e fazer oração na primeira aula, sem falar do culto matinal dos professores antes de começar a aula , o que faz com que os professores cheguem atrasados 15 minutos, acho sinceramente que sei la cada um com sua crença, com sua opinião, mas lugar de rezar é na igreja não dentro do colégio ,ainda mais um colégio laico , o pai nosso não é uma oração universal ela é apenas dos cristãos, e os judeus, muçulmanos , budistas, umbandistas, ateistas, como ficam? Serão obrigados a rezar por causa de uma lei idiota e sem nexo? Realmente o Brasil ta cada dia pior , só falta esse povo por um supervisor em cada sala pra saber se a lei ta sendo cumprida e se todos tão orando mesmo.
Anônimo disse…
curso superior não faz diferença nenhuma. Você se espantaria a quantidade de neo-petencostais que tem nos cursos de física e matemática nas universidades federais. Sem contar o grande número de professores doutores em física e matemática e química que são neo -petencostais.
Anônimo disse…
O correto era o MEC nem autorizar escolas do tipo: São Alguma-Coisa, Escola Freira Fulana, Escola Batista LaLaLa a ensinar. Rezar na escola é o de menos comparado a escolas batistas, neo-petencostais, internatos cristãos que tem no Brasil, autorizados a lecionar pelo MEC.

Deveria era começar acabando com isso. Só servem para manter a cada nova geração a mesma linha de pensamento ao se colocar as crianças nessas escolas.
Unknown disse…
Caro israel! Não acredito que você seja ateu. Eu particularmente ja digo, não sou crete e muito menos fanático. Porém meu caro, com todo respeito e em nada defendendo lei de quem quer que seja, quero lhe dizer. O Pai nosso é a única oração ensinada por Jesus na biblia. E estas coisas de ajuelhar-se aos pés de uma boneca ou um boneco é que deveria ser considerado uma veradeira aberração. Afirmo que não sou religioso, porém sempre que tenho tempo eu leio a biblia. Com todo respeito, a professoura ou esta equivicada ou é ateu e neste caso ela esta certa, pois ninguém é obrigado a fazer o que Deus pede.
Unknown disse…
Caro aninimo! Não acredito que você seja ateu. Eu particularmente ja digo, não sou crete e muito menos fanático. Porém meu caro, com todo respeito e em nada defendendo lei de quem quer que seja, quero lhe dizer. O Pai nosso é a única oração ensinada por Jesus na biblia. E estas coisas de ajuelhar-se aos pés de uma boneca ou um boneco é que deveria ser considerado uma veradeira aberração. Afirmo que não sou religioso, porém sempre que tenho tempo eu leio a biblia. Com todo respeito, a professoura ou esta equivicada ou é ateu e neste caso ela esta certa, pois ninguém é obrigado a fazer o que Deus pede.
Unknown disse…
Caro anonimo! Não acredito que você seja ateu. Eu particularmente ja digo, não sou crete e muito menos fanático. Porém meu caro, com todo respeito e em nada defendendo lei de quem quer que seja, quero lhe dizer. O Pai nosso é a única oração ensinada por Jesus na biblia. E estas coisas de ajuelhar-se aos pés de uma boneca ou um boneco é que deveria ser considerado uma veradeira aberração. Afirmo que não sou religioso, porém sempre que tenho tempo eu leio a biblia. Com todo respeito, a professoura ou esta equivicada ou é ateu e neste caso ela esta certa, pois ninguém é obrigado a fazer o que Deus pede.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Sam Harris: não é Israel que explica as inclinações genocidas do Hamas. É a doutrina islâmica

Ateu, tive de ouvir isto no hospital: 'Só nos resta rezar'. Respondi: 'Não, doutor. Faça alguma coisa!'

Cartunista Laerte anuncia que agora não é homem nem mulher

Atentados e corte de verba pública colocam as Testemunhas de Jeová em crise

Deltan Dallagnol defende fé cristã na militância política. E é vaiado