Fotos mostram bispo argentino abraçando loira em praia mexicana

O influente bispo Bargalló disse 
que a mulher é  amiga de infância
Uma emissora de TV a cabo da Argentina divulgou fotos nas quais aparece o bispo Fernando María Bargalló (foto), 57, presidente da organização Cáritas na América Latina, abraçando uma loira em trajes de banho em uma praia do México.

Bargalló confirmou que se encontrou com a mulher há dois anos “por coincidência”. Disse que se trata de uma “amiga de infância”, de uma família com quem tem amizade “a vida inteira”. Trata-se de María de las Victoria Martínez, empresária de gastronomia.

"Eu a conheço desde que me entendo por gente, e as imagens só podem ser explicadas no quadro de uma longa amizade."

Ele pediu desculpas pela “ambiguidade das fotos” e pelas conclusões “equivocadas” que elas podem suscitar. Garantiu que mantém fiel ao celibato.

O escândalo foi comunicado ao Vaticano pelo monsenhor Emil Paul Tscherrig, representante do papa na Argentina. Cogita-se a possibilidade de a Santa Sé exigir a renúncia de Bargalló da diocese de Merlo-Moreno, da província de Buenos Aires.

Encontro foi coincidência, diz bispo

Encontro ocorreu há dois anos
outubro de 2011


Comentários

  1. Melhor isso do que se fosse com um menininho. Dar uns pegas na "amiga", uma adulta consciente, não tem nada de errado não, seu bispo. Fica tranquilo.
    Continue fazendo isso, quem sabe dê bom exemplo aos seus colegas que preferem criancinhas.

    ResponderExcluir
  2. Esse tá certo. Deixou a hipocrisia de lado. Ele tem que aproveitar um pouco, afinal estao no fim mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Melhor isso do que se fosse com um menininho. (2)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Melhor isso do que se fosse com um menininho. [3]

      Sinceramente, não sei o porque da igreja católica negar algo tão natural.

      Excluir
    2. Porque esse "algo tão natural" pode vir a ter consequências patrimoniais para a Igreja. Já pensou se a "amiga" do Bispo resolve reivindicar direitos?

      Excluir
    3. De fato, Alessandra, olhando para o lado financeiro, isso não será bom para igreja. Ta aí, um bom motivo.

      Excluir
  4. Um contato tão íntimo com uma mulher, ainda que se trate, conforme ele diz, uma amiga de infância, parece, no mínimo impróprio, para quem elege a castidade como uma virtude e o sexo como a materialização do "pecado" original. Procure outro emprego, bispo!

    ResponderExcluir
  5. Paulopes pleiteando uma vaga na redação da Tititi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou na seção de fofocas OMG do Yahoo.

      Excluir
  6. Surpresos ateus!

    Isso que dá ficar dando espaço para teólogos da libertação como esse senhor.

    Padres como o senhor Fernando María Bargalló sendo seguidores da teologia da libertação são os que abusam de crianças, tem casos com mulheres (não ficarei surpreso se essa mulher for casada), dizem se preocupar com os podres, ms na verdade vivem em um luxo sem tamanho,...

    Querem mais uma prova de que os esquerdistas da teologia da libertação são os que mais cometem os crimes que você se dizem indignados?

    http://www.paulopes.com.br/2012/06/padre-e-preso-em-flagrante-abusando-de.html

    Reparem no jeito do padreco se vestir:

    Querem se igualar até aos ditos mais pobres.

    O mostro Marcial Marciel, que era um outro padreco progressista, estranhamente ganhou fama de padre conservador!

    Se duvidam daquilo que eu estou falando, vejam o que faz a Cáritas.

    Essa Cáritas é um dos grupos mais esquerdistas hoje dentro da Igreja Católica.

    É só ver o que prega a Cáritas e esse padreco seguidor da teologia da libertação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha o escocês aí, gente!

      Excluir
    2. Muito boas as observações feitas pelo Anônimo acima (20 de junho de 2012 14:48) sobre o bando esquerdista dentro da Igreja.

      Excluir
    3. Mimimi padre esquerdistas mimimi. Não é culpa dos padres se a igreja não consegue mais passar seus valores arcaicos adiante. O mundo muda e a igreja não consegue seguir o ritmo (apesar de tentar). O que sobrará pra ela é o esquecimento.

      Excluir
  7. Anônimo de 18:12, quando eu escrevi meu comentário acima sobre os esquerdistas dentro da Igreja, eu quero mesmo que o Paulo Lopes e muitos outros ateus continuem divulgando esses padrecos seguidores da teologia da libertação.

    Os esquerdistas que se dizem indignados com esses padrecos que abusam de crianças, são na sua grande maioria seguidores da teologia da libertação. Como não estão se importando com a origem dessa corja, se dizem indignados. Mesmo porque esses padrecos da teologia da libertação no fundo fazem o gosto dos esquerdistas:

    Abolição do celibato, apoio a tal "causa gay", aborto,...

    Qual é o teólogo da libertação que não apoia essas aberrações?

    Paulo Lopes, é isso aí:

    Continue mostrando os escândalos dessa corja seguidora da teologia da libertação, você sem saber está fazendo um serviço enorme para a Igreja Católica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querem ver mais sobre esse teólogo da libertação?

      http://fratresinunum.com/2012/06/20/brincadeira-de-crianca/#comments

      Excluir
    2. Nesse site católico tradicional em inglês, mostra mais sobre o teólogo da libertação:

      http://rorate-caeli.blogspot.com/2012/06/crisis-of-church-is-crisis-of-bishops.html

      Excluir
    3. Lógica do anônimo:
      Esquerdistas são contra a pedofilia. Padres que fazem alguma coisa errada são esquerdistas disfarçados (?). Logo, denunciar os padres católico faz bem à Santa Sé.

      /*******LÓGICA PERFEITA********\

      Excluir
  8. Yuri, é só ver o histórico dos padres que comentem escândalos de pedofilia. Eles não são padres disfarçados de esquerdistas. Eles são esquerdistas.

    Padrecos que seguem a teologia da libertação são o que?

    sacerdotes tradicionais?!

    A sua grande maioria esmagadora são seguidores da teologia da libertação.

    Agora:

    A maioria dos partidos de esquerda (o PT é um deles) não são contra a pedofilia coisa nenhuma. É só ver como a maioria esmagadora dos partidos de esquerda são a favor de que as crianças desde de cedo tenha relação sexual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1. Padres que cometem crimes vc auto intitula como esquerdistas. Isso é desonesto, tem que conhecer eles antes do crime pra fazer tal afirmação, dizer que alguem é esquerdista por cometer crime é patético.

      2. Ter relação sexual desde cedo não inplica em ter relações sexuais com adultos.
      Com o tempo os jovens passaram a fazer sexo desde cedo, isso é um fato, não é por causa do PT, é pq a cultura muda, antigamente era normal velhos se casarem com meninas de 8, 12 anos, sem ligar pro fato que elas sofrerem. Hoje em dia com a melhora na área nos direitos humanos, sabemos que não é certo molestar crianças, apesar de os desejos sexuais delas se manifestarem aos 13 anos, com a pré-adolescência. E hoje em dia é facil elas transárem já que elas tem mais privacidade e liberdade. Os jovens vão transar, com ou sem políticas de prevenção. O PT vem com essas polítiticas pra cuidar de mares que isso trouxe, como gravidês indesejada, DSTs, etc. As crianças vão transar, não importa a política do governo (portanto que ele não fira os direitos humanos, como a liberdade), mas o governo pode fazer algo pra concientização em massa.

      Excluir
    2. Claro, Yuri; esse anônimo acusa os padres pedófilos de 'esquerdistas' porque não pode acusá-los de 'ateus', que na lógica dele são 'os malvados'.

      Charles

      Excluir
    3. "Padres que cometem crimes vc auto intitula como esquerdistas. Isso é desonesto, tem que conhecer eles antes do crime pra fazer tal afirmação, dizer que alguem é esquerdista por cometer crime é patético."

      Yuri, faço a mesma pergunta pra você e para o Paulo Lopes:

      Quando se coloca notícias envolvendo padres pedófilos, alguém se importar em saber o que faz e o que prega esses escandalosos?

      Yuri, uma coisa eu te garanto: a grande maioria de padres escandalosos (seja pedófilo ou essa figura que apareceu ai na notícia), se a impressa começar a mostrar que tipo de "obras sociais" eles fazem, te garanto que você vai ver um teólogo da libertação.

      "Ter relação sexual desde cedo não inplica em ter relações sexuais com adultos."

      Yuri, isso é piada o que você escreveu?

      Os jovens tendo relações sexuais mais cedo, é claro que também terão relações sexuais com adultos: Ou você acredita que os jovens só terão relações sexuais com pessoas da idade delas?

      Você só pode estar brincando com esse seu comentário!

      Excluir
    4. Quando eu era pré adolescente eu me sentia atraído pelas garotas da minha sala, assistia Xuxa e não sentia atração por ela, apesar de hoje eu sentir.
      pelo o visto a única piada aqui é vc, que dá garantias sem provas.
      "uma coisa eu te garanto"
      "te garanto que você vai ver"
      Afirmações sem lógica ou provas tiradas da cabeça de um anônimo olavete não merecem credibilidade alguma.

      Excluir
    5. Yuri, percebo que se você é ateu, é simpatizante dos teólogos da libertação.

      Se eu acertei, e você mesmo sendo ateu, é simpatizante dos teólogos da libertação, mostra como a penetração esquerdista é claro.

      Excluir
    6. Além do mais Yuri, eu quando era garoto (não sou tão velho, tenho 35 anos), eu tinha também atração por mulheres mais velhas.

      Principalmente se essas mulheres mais velhas se vestiam de forma provocante.

      Eu te garanto que a maioria dos jovens sentem atração por mulheres mais velhas (se estas forem atraentes, é claro).

      Afinal: Qual foi o aluno que nunca sentiu atração por uma professora bonita?

      Excluir
    7. Atração não precisa ser sexual. Eu achava muita mulheres bonitas mas não tinha vontade de trepar com elas, e isso é normal, com ou sem propaganda os adolescentes vão se sentir atraídos (vc não treparia com uma criança só pq ela está atraída por vc, treparia?), o problema é se os adultos se sentirem atraídos por crianças, isso sim é pedofilia e não vejo o governo fazer isso em nenhum sentido. Cuidar pra que os jovens não sofram gravides indesejada e DSTs não é uma forma de proliferar a pedofilia. Nem me surpreendo mias com seus posts, me acostumei com sua falta de pensamento lógico/racional.

      Excluir
    8. "Atração não precisa ser sexual. Eu achava muita mulheres bonitas mas não tinha vontade de trepar com elas, e isso é normal, com ou sem propaganda os adolescentes vão se sentir atraídos (vc não treparia com uma criança só pq ela está atraída por vc, treparia?"

      Yuri, não misture as coisas rapaz!

      Primeiro você se refere do nosso comportamento quando criança: Muitos de nós já tivemos atração a professoras quando eramos mais novos. Como nossa geração já foi criada no LIBERALISMO, você falar que não tínhamos atração sexual por uma professora é piada de sua parte.

      Agora quando crescemos vemos claramente que "trepar" como uma criança é imoral e dá cadeia.

      Deixe de ser hipócrita rapaz.

      Se a ONU incentiva a sexualidade cada vez mais cedo, é você que não tem lógica nenhuma ao dizer inocentemente (ou será de propósito como toda tática marxista) que não tem nada de mais ensinar isso para os jovens.

      Senhor Yuri, você pode fazer um favor para mim?

      Toda vez que o Paulo Lopes colocar um escândalo de um padreco (poder ser qualquer escândalo: pedofilia, financeiro,...), você pode fazer uma pesquisa para saber qual é a origem desse padre?

      Me refiro no sentido do que o padreco faz ou prega. Não fique surpreso se ele for ligado a teologia da libertação.

      Aliás, se você for nos acampamentos dos terroristas do MST, você vai encontrar muitos padrecos da teologia da libertação pedófilos.

      Excluir
  9. Melhor isso do que se fosse com um menininho. [4]
    Por que eles não dão um fim nesse negócio de que padre ou freira não possa ter relações?! Seria muito mais simples, eles não conseguem cumprir tudo o que a religião ordena mesmo, muita coisa mudou até hoje e isso pode mudar. Se bem que em relação a esse assunto eles são um tanto perturbados.

    ResponderExcluir
  10. Se é só uma amiga, equivale a uma confissão de que ele é gay.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que a intenção era dizer que não houve nada de cunho sexual,mas ué,não seria melhor assumir um relacionamento amoroso do que fiscalizar o drude alheio ou "pegar" criancinhas inocentes?Não para o papa.

      Excluir
  11. Interessante os religiosos direitistas ultra conservadores criadores de teorias conspiratórias virem falar mau da pedofilia e do governo sendo que na bíblia nem se toca no assunto e hoje temos leis contra a pedofilia.

    ResponderExcluir
  12. "Melhor isso do que se fosse com um menininho." (???)

    Já que insistem em continuar fazendo referência preconceituosa ao post http://www.paulopes.com.br/2012/06/padre-e-preso-em-flagrante-abusando-de.html reitero o meu comentário:


    Pedofilia NÃO é crime, abuso sexual é.
    http://raopo.com.br/2009/06/pedofilia-nao-e-crime/
    Relacionamento sexual entre adulto e adolescente não é pedofilia e, na maioria dos casos, também não é abuso.

    Lembrando que a idade do consentimento sexual no Brasil é 14 anos (lei 12.015, de 7 de agosto de 2009, ter conjunção carnal ou ato libidinoso com menores abaixo de 14 anos é considerado Estupro de Vulnerável). Lembrando também que o ECA classifica como "criança" a pessoa de 0 a 12 anos INCOMPLETOS. No Brasil, de acordo com o mesmo estatuto (ECA), a partir dos 12 (e até os 18) trata-se de "adolescente"!

    Observação 1: De acordo com a ONU, adolescência classifica-se entre pessoas dos 10 aos 20 anos de idade.

    Observação 2: Na Argentina e no México, por exemplo, a idade do consentimento sexual de adolescentes é 13 anos. Organismos internacionais em defesa dos direitos sexuais (direitos humanos) de crianças e adolescentes defendem uma redução desta faixa etária nas leis para adequá-las à realidade e, progressivamente, desvencilhá-las das influências meramente religiosas que hoje ainda as regem.

    Observação 3: Muito me desanima ver o alto grau de puritanismo (pela influência cultural/religiosa) e preconceito inter-etário presente entre os comentaristas ateus/cépticos neste espaço.

    Ainda contribuem para manter o ato sexual, especialmente entre pessoas adultas e adolescentes, sendo um grande TABU!


    tabu

    s. m. 1. Instituição religiosa ou mágica que atribui a uma pessoa ou coisa caráter sagrado, interdizendo qualquer contato com elas. 2. A própria pessoa ou coisa sagrada. 3. Qualquer coisa que se proíbe supersticiosamente, por ignorância ou hipocrisia. 4. Escrúpulo sem justificativa. Adj. m. e f. Que tem caráter sagrado, sendo proibido a qualquer contato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Israel, se eu fosse padre ou religioso, eu simplesmente teria postado um texto execrando a atitude do bispo e, do alto de "minha" demagogia sacerdotal, teria deixado um pequeno discurso genérico condenando toda a questão do sexo envolvendo menores - propositalmente me passando por ignorante no assunto - para fazer média através da tradicional hipocrisia cristã (a mesma que contagia toda a cultura popular ocidental, desde cristãos a cépticos que por aqui foram criados).

      Você já viu líder religioso favorável a direitos sexuais de quem quer que seja??? Nem eu.

      Excluir
    2. Liber,a questão são as leis que não permitem.Para mudar esse quadro só mudando a lei.Os menores impúberes(aqui no Brasil, salvo engano meu, são os menores de 16)não consentem sexo e a idade de consentimento seria 14.Abaixo dessa idade seria estupro presumido.Isso é lei.Além disso,os pais da criança também(geralmente)são contrários que ela(ele) se relacione afectivamente ou tenha atividades sexuais com uma pessoa maior de idade mesmo que o(a) menor queira,pois para lei criança não tem querer.Pode ser tabu(isso é discutível),mas é o que está estabelecido por lei.

      Excluir
    3. Tanto a questão das leis, quanto a questão da contrariedade dos pais a adolescente terem relações sexuais com adultos, ambas as questões são frutos diretos da influência religiosa em nossa sociedade JUDAICO-CRISTÃ.

      Quanto a pessoas impúberes (crianças), já mencionei que a classificação da ONU para considerar pessoas como já sendo púberes (adolescentes) é a partir dos 10 (dez) anos de idade. Enquanto no Brasil, o ECA considera que as pessoas são púberes (adolescentes) a partir dos 12 (doze) anos de idade.

      A idade do consentimento sexual varia de acordo com cada país ou região, sendo que no Brasil esta idade para que o adolescente possa consentir um relacionamento sexual com adultos é 14 (quatorze) anos, ou seja, dois anos após entrar na puberdade/adolescência "brasileira".

      No século XIX (dezenove), a puberdade/adolescência se dava em média aos 16 anos para rapazes e 15 anos para moças. Hoje, no século XXI (vinte e um) se um rapaz entrar na puberdade aos 14 anos, o caso - pouco comum - é clinicamente considerado como "puberdade tardia".

      Bem-vindos ao Século XXI.

      Excluir

Postar um comentário