Renascer vende por R$ 1.000 pulseira que custa R$ 140

A pulseira pode ser comprada na internet
em doze parcelas por preço bem menor
A Igreja Renascer está vendendo por R$ 1.000 uma pulseira com a inscrição “Deus é Fiel” em uma placa dourada.

A mesma pulseira pode ser comprada pela internet por R$ 140. O site Shalom Jóias parcela esse valor em até doze vezes no cartão de crédito.

A Renascer informa que a pulseira é "ungida" pelo apóstolo Estevam Hernandes, o fundador da igreja.

A igreja não assume que esteja vendendo a pulseira, que é, segundo ela, um “brinde” a quem fizer a “doação” de R$ 1.000.

A denominação neopentecostal se encontra em decadência desde 2007, quando Hernandes e a bispa Sônia, sua mulher, estiveram presos por seis meses nos Estados Unidos por tentar entrar naquele país com US$ 50 mil não declarados, escondidos em malas e dentro de uma Bíblia.

Com informação do Renascer Prime.

Estevam Hernandes afirma que oferta de R$ 15 'é uma miséria'.
setembro de 2010

Igreja Renascer.    Exploração em nome de Jesus.

Comentários

  1. E a igreja nem precisa pagar os impostos pela venda...

    LHDias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vcs deveriam comprar um gatinho pra cuidar, quem sabe assim param de cuidar da vida dos outros... Cada um acredita no q quer....Existem bilhares de pessoas q pagam fortunas pra assistir a jogos de futebol nos estadios, e os politicos q nos roubam descaradamente? Cada um tem o livre arbitrio pra fazer o q acha correto, então vão cuidar de suas vidas q com certeza ñ são nada perfeitas....

      Excluir
    2. É, um time de futebol acredita que vai ganhar do outro time, mas só pode haver um time vencendor.

      Excluir
    3. Você deve ter cido um dos panacas que comprou essa pusseira né? você só fez uma coisa de correto neste seu comentario, lembrar dos nossos politicos canalhas, coisa que as igrejas fazem questão de não comentarem e sim de fecharem os olhos de seus fieis para este assunto tão grave né.
      Afinal se os pastores comessarem a falar de politica a que horas eles vão estorquir dinheiro de suas ovelhas né, como dizem por ai cada um em seu quadrado.

      Excluir
  2. Por incrível que pareça não sou contra não. As pessoas gostam de ter souvenires. Por exemplo, eu sou corintiano e gosto de comprar produtos do Timão. Há quem seja fissurado em Star Wars e gostam de comprar os bonequinhos do Darth Vader, do Luke Sky walker e etc.

    O problema está em dizer que esses objetos são mágicos, como, por exemplo, a toalhinha do Valdemiro Santiago que faz com que Jesus pague as suas dívidas, o travesserinho que cura prisão de ventre e etc.

    Vender souvenires não tem problema. Dizer que eles tem poderes mágicos, aí sim, temos um problema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, vende e compra quem quer, sem problemas.

      Porém, quanto ao "problema" que você vê no fato de dizerem que os objetos têm alguma bênção ou magia, acho que também acredita quem quiser.

      Livre arbítrio!

      Excluir
    2. Tudo bem que temos livre arbítrio, concordo plenamente. O problema é que estas pessoas enganam aquelas com menos instrução ou desesperadas, com o único intuito de ganhar dinheiro.

      Acha justo? Enfim, dou o dinheiro se eu quiser, mas se estiver vulnerável, fica mais fácil me convencer né?

      Vi uma vez em um culto, um certo pastor dizendo que se vc comprasse a TV a cabo dele, deus estaria no seu lar. Vc poderia assistir 4 canais telecine, um de futebol e 3 evangélicos. E ele fez ainda pior, disse que o Diabo vai falar para vc comprar amanhã, semana que vem ou ano que vem, mas Deus quer hoje.

      Olha que maldade, usando o nome de deus para vender TV a cabo...af...fiquei triste viu em saber que tem pessoas que tem coragem de dizer isto dentro de uma igreja. =/

      Excluir
  3. claro vender um produto q custa R$140,00 e q pode ser parcelado em 12 vezes a mil reais q não podem ser parcelados, não tem problema nenhum WillPapp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não entendeu. A propósito, sou ateu.

      Vender coisas não é o problema. Vender coisas com poderes mágicos, isso sim, é um problema. Vender coisas como condição para entrar no céu, isso também, é um problema.

      Sobre o preço: compra quem quer.

      Há pessoas que ganham um salário mínimo por mês e compram tênis de R$ 800,00. Cada um, cada um.

      Excluir
    2. Não pagar imposto falando que é produto religioso sem fins lucrativos sim é o problema!

      Excluir
  4. Tenho um parente que comprou uma toalha de rosto branca com uma inscrição qualquer sobre deus por R$ 250,00 (não vale 10 rais). Ele realmente acredita que a toalha é sagrada por ter sido ungida por um dos pastores da igreja dele (que é a do Valdomiro Santiago). Conversando com ele, me senti impotente em tentar convencê-lo do contrário. É lavagem cerebral, só pode ser :-/

    ResponderExcluir
  5. Will você sabe que isto é só mais uma forma de exploração nem a bíblia da respaldo para vender objetos "ungidos" . A moda no meio evangélico e vender cds e bênçãos, eles pedem ofertas especias vendem bíblias a preços inflacionados e eles não tem nem vergonha na cara. O pior é a ingenuidade do povo brasileiro que entra nesta, eu acho que este negócio de evangélismo já virou máfia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Objetos ungidos, mágicos, celestiais é estelionato. Mas vender souvenires não. A foto do Papa, de Jesus, dos santos são vendidas. Vender produtos religiosos não há nenhum problema.

      Compra quem quer.

      Excluir
  6. Pois é, só vende por que tem quem compre. Tenho que concordar com WillPapp, souvenires podem ser vendidos, por mais idiota que possa parecer, mas vender "tapete mágico", aí é enganação e o Ministério Público deve intervir.
    Sabemos que chamar venda de "doação" é a forma que as igrejas usam para se isentarem da responsabilidade, mas se entrou dinheiro tem que ser contabilizado e pagar imposto.

    ResponderExcluir
  7. Pois é, quem tiver bolso para querer compra isso que compre oras. Contanto que não se queixe depois.

    "Hernandes e a bispa Sônia, sua mulher, estiveram presos por seis meses nos Estados Unidos por tentar entrar naquele país com US$ 50 mil não declarados, escondidos em malas e dentro de uma Bíblia."

    Hum...interessante hein^^

    ResponderExcluir
  8. quem comprar essa pulseira ganha moralmente o certificado de "idiota"

    ResponderExcluir
  9. Enquanto isso a lojinha dawkinsnet está ás moscas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe, e olha que o marketing do Richard Dawkins é bom hein, com muitos devotos dele repetindo suas frases de efeito, seus chiliques ateístas pseudo-racionais e seus "memes" pelo mundo afora....

      Excluir
    2. Comparar Dawkins com esses pastores charlatões é fo.da

      Dawkins nunca vendeu toalhinha santa ou caneta ungida que te faz passar em qualquer concurso.

      Excluir
    3. (cont) agora se você acha que é charlatanismo vender livros...

      Excluir
  10. Comparar o lojinha do dawkins com as vendas estapafurdias , apelativas e manipuladoras dos evangélicos é brincadeira né? Quando falta argumentos sobra apelação.

    ResponderExcluir
  11. Protestantismo: enganado tolos desde o século XV.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. quem te engana é o diabo,baphomet.

      Excluir
    2. O Diabo não existe é apenas um fragmento de suas emoções.

      Excluir
  12. Honestamente, só se monta em quem está de quatro.
    Se a pessoa não sofre coação para pagar mil reais por isso, mas paga assim mesmo, foi escolha dela.
    Ninguém precisa comprar roupa de marca só pq é de marca, mas tem gente que compra. Ninguém precisa comprar camisa oficial de time só pq é torcedor, mas compra. Ninguém precisa viajar pra um lugar só pq ele virou modinha, mas tem gente que viaja. E por aí vai...
    O vendedor anuncia. O comprador compra se quiser.

    ResponderExcluir
  13. Pulseira? parece uma coleira.

    Pq será q imaginei a música "Pastor João e a Igreja Invisível" do Raul Seixas? (IRONIA MAX) ¬¬

    ResponderExcluir
  14. Tem muitos mentecaptos que alimentam isso....

    ResponderExcluir
  15. Oi Paulo,
    Paz

    Fico imaginando por quanto os diretores do Banco Renfã, da Mamon Interprises Inc. venderiam aos incautos idólatras, uma réplica, em ouro, daquela tornozeleira que, por muito tempo, os manteve aprisionados lá pelas bandas do Tio Sam.
    Vem por ai a Bíblia "Toma lá, dá cá" de autoria do espertalhão Estevam e prefaciada pelo mendaz TerraNova - É dose!
    Só Jesus,
    Alberto

    ResponderExcluir
  16. O problema é que eles NÀO PAGAM IMPOSTOS e se aproveitam disso para lucrar em cima da ignorância e bestialidade dos "crentes". Tudo bem, compra quem quer, mas quem vende, pague o imposto.

    ResponderExcluir
  17. viu v6s entenderum errad, é so um brinde pra quem doar 1000R$

    ResponderExcluir

Postar um comentário