Deputado quer isentar música de culto de direitos autorais

Feliciano elaborou projeto
que o favorece diretamente 
Embora as igrejas pentecostais estejam com os cofres cheios, de onde saem milhões para compra de horário na TV e de aviões e para a construção de megatemplos, Marco Feliciano (foto), do PSC-SP, está tentando cavar mais uma isenção de taxa às denominações.

O deputado protocolou um projeto de lei que, se aprovado, isentará as músicas tocadas em cultos e em festas de casamento religioso dos direitos autorais cobrados pelo ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição).

Trata-se, inclusive, de um projeto que atende aos interesses do próprio Feliciano, que é pastor, cantor e líder do Ministério Tempo de Avivamento, uma igreja pentecostal.

Ele argumentou que a cobrança do ECAD tem causado constrangimento às igrejas, mas não revelou quanto o escritório tem obtido com as músicas que embalam os cultos, evitando-se, assim, que se tenha uma ideia desse valor em relação à prosperidade das igrejas. Provavelmente o que o ECAD arrecada é irrisório.

Parece não haver exceção entre os deputados evangélicos: todos eles atuam para que as suas denominações de origem e as demais (e não necessariamente os fiéis) obtenham vantagens e privilégios do Estado (custeados, portanto, por todos os brasileiros) ou seja lá de quem for. Trata-se da versão religiosa da Lei de Gerson.





Com informação do site do Feliciano.

Deputado quer liberar o FGTS para construção de templos
janeiro de 2012

Marco Feliciano   Isenções fiscais da Igreja.

Comentários

  1. Se é assim, que seja para todas as outras também, porém duvido muito, pois pessoas deste tipo olham apenas para o próprio rabo.

    ResponderExcluir
  2. Eeee mais uma vez, políticos evangélicos legislando em causa própria. Parece que não tem jeito, só tacando fogo mesmo para resolver esse problema.

    E, Paulo Lopes, duas correções de erros de digitação...
    No título, faltou o r de quer, e no texto, o l em megatemplos.

    ResponderExcluir
  3. Affe ... eu esperando que iriam fazer uma lei para cobrar impostos dessas espeluncas milagrentas embusteiras ... me vem mais essa ahhh tomate cru mesmo.

    ResponderExcluir
  4. É um EVANGÉLICO legislando em causa propria, para proveito proprio, para lucro proprio e atender seus proprios interesses.

    O povo ?

    O povo que se foda.

    ResponderExcluir
  5. Isso é bom, notícias como essas são muito boas para mostrar a face oculta desse grupo de evangélicos que quer criar um Brasil teocrático.

    Respeito às Leis e ao Estado Laico é a solução e a arma contra esses evangélicos.

    ResponderExcluir
  6. mais um inútil que quer criar uma lei inútil!! e os crentes inúteis acham bom. vida de gado.

    ResponderExcluir
  7. Infelizmente todo político é assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez porque ele não faça parte do teu grupo.

      Excluir
  8. Miséria miséria miséria agora imagine uma miséria dessa na presidência? brasil , um país de tolos e essa porcaria toda por causa do PT que deu força a essas pragas

    ResponderExcluir
  9. Ateus; vamos nos unir, porque senão a vaca vai pro brejo...

    ResponderExcluir
  10. Marco Feliciano, quer guardar dinheiro pra próxima chapinha....

    ResponderExcluir
  11. cada vez mais safados e descarados.... oh corja !!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Acho que tds vcs q se enchem de prepotência para fazer comentários do nível dos acima escritos,deveriam usar um pouco da inteligência que pensam ter e usar palavras menos agressivas,menos ofensivas. O mundo continuara sem mudanças significativas enquanto houverem pensamentos e expressões ignorantes como as colocadas a cima. Nao precisamos impor nossas idealidades, precisamos aprender a respeitar as diversas opiniões e conviver com pessoas, culturas e crenças diferentes .

    ResponderExcluir
  13. É isso que dá botar pastor pra ser deputado. Sempre vai legislar em causa própria e contra os outros que não fazem parte da barganha deles (tipo os gays, por exemplo).

    E nós só nos ferramos. Laicismo já!

    ResponderExcluir
  14. Lacáios, personalistas, corruptos, charlatões, enganadores que querem ditar regras sociais e leis que beneficiam a si mesmos... Bando de vadios oportunistas, cancer da sociedade que devem ser varridos da história...

    Há de se criar uma lei que regulamente inteligentemente a prática da religião para que esta não sirva de patamar para esses senhores metidos a "homens de deus" sobrepujar sobre a sociedade já tão carente...

    ResponderExcluir
  15. Tinham é que encarecer a produção deste tipo de som de péssimo gosto.
    Tenho enorme dificuldade em decidir qual é o pior tipo de música do planeta : gospel ou funk.

    ResponderExcluir
  16. porra abaixa o IP e aumenta a porra do imposto das igrejas

    ResponderExcluir

Postar um comentário