Oscar Niemeyer, ateu famoso

Niemeyer projetou mais de uma dezena de igrejas
O arquiteto comunista Oscar Niemeyer (foto) foi ateu desde criança, mas isso não o impediu de projetar belas e inovadoras igrejas, como a da Pampulha, em Belo Horizonte, e a Catedral de Brasília. Ele se notabilizou por usar o concreto armado para desenhar linhas suaves e elegantes. 

Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares nasceu em 15 de dezembro de 1907 no Rio de Janeiro. Em 2012, aos 104 anos de idade e lúcido, ele ainda trabalhava em sua prancheta em alguns projetos. Mas estava com a saúde fragilizada. Morreu no dia 5 de dezembro às 21h55, no Hospital Samaritano, do Rio. Ele havia sido internado com desidratação e pneumonia.

Em uma entrevista em agosto de 2011 ao portal G1, ele disse que, embora seja ateu e comunista, é natural o seu interesse pelas igrejas. “Eu morava com meus avós, que eram religiosos”, afirmou. “Tinha até missa na minha casa, e fui criado em um clima assim.”

Em uma entrevista por ocasião de seus 100 anos, ele afirmou que a sua arquitetura não é importante porque não resolve “merda” alguma.  “O importante é a luta por uma vida melhor.”

Em agosto de 2011 lançou um livro com 16 igrejas por ele projetadas no Brasil e exterior. Ele garante que as “suas igrejas” nunca abalaram a sua convicção ateísta.

Com informação do G1, entre outras fontes.

Morre aos 104 anos o arquiteto e ateu Oscar Niemeyer
5 de dezembro de 2012