Direita usa homofobia cristã para manipular opinião pública

O metodista
 Padilha é militante
 de esquerda
Com o fim da ameaça do comunismo, ao qual se atribuía o objetivo de acabar com a família, entre outras coisas, os líderes da direta brasileira estão recorrendo à homofobia pregada por religiosos como forma de controle da opinião pública.

Essa é a análise do metodista e militante de esquerda Anivaldo Padilha (foto), 71. Formado em ciências sociais, ele foi preso político em 1970 e passou 13 anos exilado na época da ditadura militar.

Atualmente, Padilha é membro do Conselho Latino-Americano de Igrejas (Região Brasil) e coordenador de um grupo de evangélicos e católicos que defende a diversidade sexual.

Padilha argumenta que a direita tem se aproveitado do discurso discriminatório religioso com o mesmo argumento da época do perigo vermelho, o da integridade da família, que, segundo ela acredita, está ameaçada pelo casamento de homossexuais.

Na avaliação de Padilha, a pregação homofóbica dos pastores tem sido rechaçada até pelos fiéis porque a sua maioria convive com homossexuais (colegas de trabalho, amigos e parentes) e os respeita.

Além disso, segundo Padilha, a proporção de homossexuais entre os evangélicos é praticamente a mesma de toda a sociedade, não havendo, portanto, motivo para estranhamento. Por isso, disse, não se trata de uma questão teológica. “O que existe é que esse tema tem sido utilizado politicamente pela direita”, disse ele à Carta Capital.

Para Padilha, os pastores e a direita precisam entender que não podem “impor ao Estado conceitos de pecado que não dizem respeito aos que professam outras religiões ou nenhuma”.





Pastor torturava à noite presos da ditadura e de dia falava da Bíblia
junho de 2011


Comentários

Anônimo disse…
A direita no Brasil é vergonhosa e parece estar fadada, durante um longo tempo, a não ter seus representantes eleitos para a presidência do país. É extremamente inadmissível e notavelmente capciosos, seus argumentos de ódio com fins meramente políticos. O que se assemelha aos ultraconservadores austríacos que inspiraram Hitler e o Nazismo.

Falando em Nazismo, o PSC é o que se pode considerar claramente como um partido nazista. Porém, escondido sob uma fachada religiosa.

Em uma sociedade multirracial, com uma grande população GLS, com bolsões de pobreza e uma grande diferença entre as classes econômicas, dá para saber o perfil das pessoas que votam em partidos com ideologias de direita ou ultra-direita.
Beatriz Alencar disse…
“impor ao Estado conceitos de pecado que não dizem respeito aos que professam outras religiões ou nenhuma”. Disse tudo aí! Ah igreja tem que entender que o estado é laico! Por que ela não fica queta no seu canto?
Israel Chaves disse…
Tem muitos homossexuais no lado evangélico, a diferença é que eles não se assumem. Do que adianta se reprimir e não ser feliz? Eles acabam se tornando amargos e de mal com a vida. E ainda tem aqueles que descontam suas frustrações sexuais em crianças. Repressão de sexualidade não tem como dar certo.
Anônimo disse…
Israel,e há ainda os que resolvem "virar" trolls de Internet para pentelhar a vida dos outros ao invés de se assumir de uma vez.
ejedelmal disse…
Direita Católica Breivikiana Tucano-Udenista
Anônimo disse…
É um fato que inegavelmente vem acontecendo cada vez mais.
LEGIÃO disse…
Se ele fosse pedófilo, seria protegido pela ICAR.
Almir Ferreira disse…
Eu acho tão ridículo um bando de pessoas carolas conservadoras de direita levantarem a bandeira da "familia" contra homossexuais, comunistas, defensores do aborto, etc. Gostam da família? Vão cuidar da sua, porra! Ninguém tem nada que se meter na vida dos outros, cada um sabe de si, e não é um carola de igreja que vai determinar qual é o modelo ideial de família.
Isso vêm acontecendo bastante! O povo não consegue pensar sozinho, e se comove com estas afirmativas manipuladoras da Direita. Se esta estratégia maligna funcionar a bancada evangélica nada conseguirá, a força dos homosexuais sempre esteve nos Simpatizantes, por que gays são minoria no país, e por isso a causa cresce a cada ano exponencialmente, então afirmo que se a estratégia funcionar mesmo sendo golpe baixo seria o indicador da vitória para estes manipuladores.
Anônimo disse…
Marcelo dos Santos,eles vão tentar ,mas creio(creio) que não vão conseguir pois a maioria da população não é fundamentalista nem de extrema-direita.
Anônimo disse…
Muitas vezes alguns comentários de fundamentalistas são apenas valhacoutos de bobas bibas frustradas.Não me espantam comments com referência à fraldas,peidões,lubrificantes,fezes e outros repentes de desajustados que não saem dos armários.Enrustimento tem um preço muito alto.Que o digam os trolls daqui.
Anônimo disse…
Este site abriga toda a escoria sórdida da sociedade. lamentável!!
Anônimo disse…
Estou de saco cheio com os Fánaticos, Religião éo cancer do mundo, FORA Religiosos fánaticos, RUA, vocêis são um LIXO, Silas é lixo, RR Sobares é lixo, VagabundoMiro é lixo, FalacianosónaFALACIA é lixo, Macebo é lixão esgotão porcaria de pior especie.

Religião é o ópio do povo, Revolução ateista JÁ.
Anônimo disse…
Verdade Padilha, manipular as pessoas e ensinalas a ter preconceito porque não tem capacidade de ensinar melhores atividades.
Anônimo disse…
Tenho muita fé e sei que Deus acabará com todos os preconceitos do mundo, mas para isso precisa da nossa ajuda, Conte Comigo Senhor Jesus.
Rodrigo setor x disse…
Acabar com o preconceito, ou com as vitimas do preconceito, as convertendo para a figura d@ cidadão modelo?
Anônimo disse…
Religião é um cancer, é pior que beber e sair dirigindo um carro.

-------- Busca neste site