Pular para o conteúdo principal

Biguaçu construirá monumento em homenagem à Bíblia

Cidade fere artigo constitucional da laicidade do Estado
O prefeito em exercício de Biguaçu (SC), Ramon Wollinger (PSDB), sancionou lei cujo artigo 1º diz que o Poder Executivo “fica obrigado a edificar um monumento em homenagem à Bíblia Sagrada” em um lugar público, como avenida, jardim e hospital.

Biguaçu, que tem 58 mil habitantes e fica na Grande Florianópolis, torna-se, assim, mais uma cidade a desrespeitar a Constituição, que, em seu artigo 19, proíbe União, Estados e municípios de envolvimento em qualquer atividade religiosa.

A lei atribui à Secretaria de Cultura a tarefa de definir o projeto e o croqui do monumento. Afirma que o município não terá nenhum gasto, que será arcado pelo Conselho Municipal de Pastores Evangélicos e Cristãos. 

Comentários

Anônimo disse…
Ateus vão cuidar da vida de vocês, quem deve se preocupar com isso é o povo de Bigauçu, cabe a eles protestarem que acharem que devem, bem se fosse uma estatua DARWIN vocês iriam dar pulos de alegria.
Cláudio disse…
De novo? Só levando processo pra um político crente ir ver no dicionário o que é laico?
Cláudio disse…
E os ateus preferem escolas e hospitais do que estátuas ao ego de quem quer que seja anonimo... pq que eu to respondendo um anonimo mesmo?
Anônimo disse…
Cláudio existem varias estatuas de Darwin e outros ateus espalhadas mundo afora, ai vocês nem comentam né.
LEGIÃO disse…
Senhores Promotores de Justiça:

Fiquem atentos.

Foi dito que o município não terá gasto. Mas o espaço público vai ser ocupado. Além disso, provavelmente vão forçar uma dispensa de licitação para que a Secretaria de Cultura contrate o profissional que fará o projeto do monumento.

Some-se a isto o fato de funcionários públicos, que ganham salário pago pelo Povo, estarão empenhados em uma tarefa que rasga, pisa e cospe na Constituição Federal.
Cláudio disse…
Uma coisa é dinheiro de museu nisso anonimo. Outra é dinheiro do povo aos milhares e bilhares. E vai ler o que é laico.
Pedro Lobo disse…
Bem observado, Legião. A lei diz que o município não terá gasto, mas salário do funcionário da prefeitura? Não é gasto?

Esse é um caso típico de o Ministério Público entrar em ação para que o exemplo de Bigauçu não seja seguido por outras cidades cujos políticos fazem de tudo para agradar os religiosos, na esperança de obter votos.
Israel Chaves disse…
Não seria Biguaçu?
Matheus disse…
Só um adendo, a grafia correta do nome da cidade é Biguaçu, não Bigauçu. Abraços.
Avelino Bego disse…
Anônimo disse...
Ateus vão cuidar da vida de vocês, quem deve se preocupar com isso é o povo de Bigauçu, cabe a eles protestarem que acharem que devem, bem se fosse uma estatua DARWIN vocês iriam dar pulos de alegria.
------------------------

Esse desvio de dinheiro público, com o claro intuito de angariar votos, é da nossa conta sim.

O nível dos trolls tem caído vertiginosamente.
Paulo Lopes disse…
Corrigi o nome da cidade.
AIlhahiv disse…
Legião e Avelino, faço minhas as suas palavras.No Brasil: muitas leis, pouca aplicação.Ministério Público, coloque o monóculo e volte o seu olho para Biguaçu!
SATANÁS disse…
anônimo;
você que se julga guardião da moral e dos bons costumes deveria ser o primeiro a se indignar com essa aberração. e tenha argumentos para discutir, ok?
Cristian Z. R. disse…
Aqui onde moro tem um monumento bizarro desses, toda vez que o vejo eu imagino o intuito daquilo, a praça se chama "Praça da Bíblia", eu penso que BELA MERDA, qto. descaso e unilateralidade do prefeito e dos vereadores que aprovaram essa afronta pública ao direito individual do cidadão.
Mari disse…
Mais uma vez crença alheia nos é enfiada guela a baixo.
Que belo paísinho laico, hein?
Anônimo disse…
Anonimo, se fosse ao Darwin seria uma homenagem à ciência. Ciência não é religião.
Anônimo disse…
Anônimo disse...

Ateus vão cuidar da vida de vocês, quem deve se preocupar com isso é o povo de Bigauçu, cabe a eles protestarem que acharem que devem, bem se fosse uma estatua DARWIN vocês iriam dar pulos de alegria.
07/11/11 19:17

E quando é com dinheiro público vamos fazer o quê? Ficar aqui tricotando, enquanto torram dinheiro pra saúde e educação? Não é assim que a banda toca não, fundamentalista.

Dinheiro público não é de domínio privado meu chapa!

Capital privado em nome da fé é persona non grata nos meios de uso e direito público, quando falamos que não se deve usar dinheiro público para isso é por que você certamente deixou algo fugir a seu entendimento que é muito simples: construir monumento para um livro dito sagrado de uma única religião como se só existisse ela, ou seja, muita falta de informação de sua parte e ainda acha errado quando cobramos que isso não deve ser feito com o dinheiro público. Se acha bom, por que não tenta fazer o mesmo sem dinheiro público e tirado do seu bolso? Você ia gostar disso?

Lembre-se: dinheiro do povo não é dinheiro de uma pessoa, mas de todas as que dão seu suado salário para manter funcionando o bem público comum.
Anônimo disse…
Comentário mais bobo... desde qdo darwinismo é religião?
Leandro disse…
A bíblia é um livro histórico, não se trata de defender uma religião. A bíblia é um registro histórico de vários momentos históricos da humanidade, proibir a construção de um monumento em homenagem a ela é fechar os olhos e ser ignorante quanto a história da raça humana.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional

Bíblia tem mais de 2,5 milhões de mortes em nome de Deus

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião