Afro-brasileiro critica proposta para ritual de sacrifício

Tata Matâmoride
Matâmoride também é de
um fórum inter-religioso
Tata Matâmoride (foto), presidente do Instituto Nacional de Defesa das Tradições de Matriz Afro-brasileira, criticou o projeto de lei do deputado Feliciano Filho (PV), da Assembleia Legislativa de São Paulo, que, se aprovado, proibirá o sacrifício de animais em rituais religiosos.

Matâmoride informou já ter comunicado ao presidente da Assembleia que o projeto de lei é inconstitucional porque o artigo 5º da Constituição protege a liberdade de culto, o que inclui as suas liturgias.

Para ele, o projeto de lei 992/2011 é uma “hipocrisia”. “Todo mundo defende animalzinho, mas ninguém deixa de usar sapato de couro.”

O religioso afirmou que, se o projeto for aprovado, também terá de ser proibido o sacrifício de animais por ocasião da passagem do Natal, dos cristãos.

O deputado cristão e vegetariano Feliciano reconheceu que o seu projeto de lei é polêmico, mas disse que não vai desistir dele porque os descontentes são uma minoria.

“Não quero cercear a liberdade de culto”, disse. “Mas o que deve valer é o interesse da sociedade, e não de uma classe.”

O projeto prevê multa de R$ 5,2 mil para cada infração -- o valor dobra no caso de reincidência. Ele só irá a plenário para votação se for aprovado pelas comissões da Assembleia, em uma tramitação que pode durar meses.

Nos últimos anos, o abate religioso passou a ser mais questionado por ativistas de proteção aos animais de  países europeus.

Na Holanda, por exemplo, a Câmara dos Deputados aprovou em junho uma lei que proíbe essa prática. Agora a lei terá de ser confirmada pelo Senado para que possa entrar em vigor.

Com informação da EPTV

Não existe sacrifício de animais nos rituais do Candomblé
por Eduardo Pereira Odùdúwa em outubro de 2011

Rabino acusa Holanda de preconceito por proibir abate religioso
junho de 2011

Abate religioso.     Violência contra animal.

Comentários

Anônimo disse…
Credo religião só da problemas.
Beatriz Alencar disse…
Boa lei, já chega dos animais serem vitimas de delírios humanos. Principalmente agora, que boa parte dos animais estão em extinção.
Enquanto ao Natal, ele não e um feriado religiosos a um bom tempo; Ele tem significado diferentes para vários tipos de grupos. O argumento dele e invalido.
John Constantine disse…
Se os animais tivessem a faculdade da fala e se manifestassem verbalmente, obviamente que nenhum crente estupido iria ser contra a proibicao de sacrificios por motivos religiosos.
Glaybson Santos disse…
Esse tal de Tata deve ser "Tan Tan" da cabeça.
Tenho uma idéia, vamos cortar o pescoço dele e deixar que sangre até a morte em ritual litúrgico da minha seita: a seita cheque!
Animal por animal, o que vale é a liberdade de culto!
Sara vai, Tata!!!
Negão Avantajado disse…
Isso é mais um passo no avanço da Ideologia do Embranquecimento. Copia-se normas em vigor na Europa para serem aplicadas no Brasil.

O Peru pode ser sacrificado no Natal porque vai ser consumido na Seia.

Sugiro ao Presidente Tata Matâmoride o seguinte procedimento, para burlar essa legislação:

- Mudar o nome dos cultos para "Seia";
- Sacrificar os animais antes da "Seia";
- Quando os cachorros do governo chegarem aos templos, não verão sacrifício de animais DURANTE O RITUAL RELIGIOSO.

Axé!!!
Douglas disse…
@Negão Avantajado:

Acho que você quis dizer CEIA, não?

E "embranquecimento" é brincadeira sua, né? Faça-me o favor. Não pense que eu acho que a causa dos negors é melhor e nem pior que a dos animais violentados, ou dos judeus, ou dos homossexuais, ateus, nordestinos, africanos, etc. Não vejo razão para nenhum ser ter tratamento melhor ou pior que outro.
Negão Avantajado disse…
Não me preocupo com o que você pensa, Douglas.
Negão Avantajado disse…
E eu quis dizer "Seia" sim, para diferenciar - sem diferenciar - da cerimônia, normalmente, atribuída aos cristãos.
Mesmo sendo ateu, vejo esse projeto com maus olhos. Não se trata de "avançar" no sentido da laicização do Estado ou mesmo de reduzir o sofrimento dos animais: trata-se de segregação disfarçada. Sob a capa bonitinha da proteção aos animaizinhos fofuchos o que se busca é criminalizar novamente as religiões africanas.

Não que eu as ache grande coisa (um monte de superstições primitivas, é o que são, mas o que são as "religiões" se não isso também). Longe de mim ser um ateu politicamente correto que defende a umbanda (kkkk), mas me parece clara nessa lei a intenção discriminatória contra as religiões afro.

Por isso, em vez de perceber a lei como um avanço da laicidade e da racionalidade, eu a vejo como um avanço na agenda teocrática dos políticos filiados a denominações cristãs. Abramos o olho.

Primeiro eles vieram atrás dos afro-brasileiros e eu não me importei, porque não sou afro-brasileiro. Depois eles vieram atrás dos índios e eu não me importei, porque não sou índio. Depois eles vieram atrás dos rastafáris e eu não me importei, pois não sou rastafári. Depois eles vieram atrás dos hinduístas e eu não me importei, pois não sou hinduísta. Então eles vieram atrás de mim e eu estava sozinho, sem ter aliados com quem pudesse somar forças.
Negão Avantajado disse…
Acho que é bem isso aí, Geraldo!
Há dois tipos de oprimidos: os que anseiam a liberdade, e os que querem trocar de lugar com o seu opressor.
Yuri disse…
Ditadura cristã, deveria então fazer um projeto robusto pra todos proibindo o consumo de carne já que o seu humano pode viver só de alimentos de origem vegetal.
Negão Avantajado disse…
Só há um tipo de opressor: aquele que quando não pode vencer pela força, busca iludir, enganar. É o mestre das mentiras e senhor da hipocrisia.
ddragoonss disse…
“Mas o que deve valer é o interesse da sociedade, e não de uma classe.”

Perceba bem a lindeza dessa frase, O que deve valer é o interesse dos cristãos, não de uma seita qualquer. Macumbeiros não fazem parte da sociedade.

José Gouvêa foi direto no ponto, só lembrando que a pouco tempo atrás era cadeia pra quem praticava Umbanda/Candomblé.
Outra coisa parecida com esse cerceamento é a tal da lei do "charlatanismo", ora, e as outras religiões, não são charlatanismo? Não inventam mentiras e milagres para ganhar dinheiro e seguidores do mesmo modo?

Essa lei atual contra charlatanismo também é outra ofensa a laicidade e a liberdade de crença, só serve pra "quebrar a concorrência" de novos cultos e religiões:
o Urandir é caçado da policia por "charlatanismo",
já os pastores da universal que fazem "desencapetamento" e "descarrego" não são,
os padres que transmaterializam o sangue de seu deus na sagrada eucaristia(é o sangue e o corpo, dizer que é apenas um "simbolo" é heresia das mais pesadas) não é considerado charlatanismo,
as curas divinas nas igrejas e os exorcismos não são charlatanismo.

Já ciganos não podem fazer seus cultos que são presos por charlatanismo.

Todas as religiões são grande embuste, mas você só é considerado charlatão, criminoso e ladrão quando não tem "igreja" no nome do seu estabelecimento ou não tem uma cruz gigante em cima do telhado.
LEGIÃO disse…
As Instituições Públicas do Brasil estão infectadas com certas doutrinas religiosas. Coincidentemente, ou não, estão também eivadas de corrupção. Será que uma coisa tem a ver com a outra?
Warner disse…
Seguir uma religiao, qualquer uma.
So serve para quem esta fragilizado de alguma forma
Quem esta de bem com a vida pouco se importa com elas.
Cada uma tem um ritual , mas todos são ridiculos.
Todos.
Anônimo disse…
José Geraldo Gouvêa disse tudo!
juliano disse…
se vai diminuir a violência contra animais é válido, então espero que seja aprovado o projeto
ficar sacrificando animais por motivos estúpidos e banais não pode ser jamais aceitável
Rosanna Andrade disse…
O deputado Feliciano Filho tem uma longa história na defesa dos animais, aliás, é esta a sua bandeira, basta pesquisar. Não concordo que seja um projeto "cristão".
Ele só está sendo coerente com sua causa.
Anônimo disse…
Eu não sou dessa religião,mas sinceramente Juliano motivo estúpido e banal só se for na sua cabeça.
Os motivos deles são válidos, tão válidos quanto um católico se ajoelhar na frente de um santo, e um judeu acender as velas no shabat,é questão de fé.
Quanto aos animais em sí, não é pior ser sacrificado num ritual que para aquelas pessoas faz sentido, do que ser morto para ser transformado em lanchinho no McDonald.
Não se trata de um projeto cristão, pois o cristianismo, mesmo na sua vertente majoritária, sempre promoveu o consumo de toda e qualquer carne, mesmo as que o judaísmo considerava "impuras"...Vez por outra retorna a lenda que um bispo transformou capivara em peixe, por conta da proibição da sexta-feira santa. Também não é um projeto anti-religioso, porque todas as religiões, usando ou não carne animal em seus sacrifícios, apoiam a criação em cativeiro e a execução para consumo nutricional. Muitas pessoas que são misericordiosas com os bois e frangos esquecem-se de sê-lo com os peixes, ou com os gatos abandonados por exemplo...O que está em jogo, entretanto, e muito bem lembrado pelo professor e historiador; é a intrusão indevida e crescente, a invasão abusiva e com presunção plenipotenciária; desta detestável epidemia que a globalização nos trouxe, da ditadura da opinião. O Estado se serve desse poder autocrático herdado dos nazistas que é o controle e a manipulação da informação; para estender seus tentáculos opressores sobre os redutos indevassáveis da autocrítica, do autoexame, do foro íntimo, das liberdades pessoais. Dita-nos o Estado agora como e quanto devemos comer e se devemos ou não corrigir os filhos. Nos Estados unidos uma picada de inseto inflamada, pode transformar-se em visita do psicólogo social nada amiga. Primeiro eles arrancam uma flor e depois eles destroem todo o jardim. Ao final arrancam-nos a voz e porque nunca dissemos nada, já não podemos dizer mais nada. Acho que é assim o poema. Pouco importa ao Estado quem seja ou não o seu Deus. Ele sobrevive como mediador entre o "que faz as vezes" de Deus e os crentes ou descrentes em Deus. O Mercado é o novo Deus.
Israel Chaves disse…
OK, então se eu for de uma religião que exige sacrifícios humanos, eu posso matar quem quiser desde que em ritual, em nome da liberdade religiosa?
Isso é ridículo.
O que está em jogo aqui não é a liberdade de ser um imbecil, é proteger o direito de inocentes, nesse caso animais, que têm tanto direito à vida quanto as pessoas.
Quando se mata para comer é diferente de quando se mata por diversão, e nesse caso, é por diversão sim. É só um bando de malucos querendo aparecer para outro amigo imaginário insano. Não é por ser uma religião africana, seria tão ridículo quanto se fossem cristãos, judeus, muçulmanos ou qualquer outra coisa. Ninguém tem o direito de interferir no direito dos outros por causa de suas próprias superstições.
Esse povo usa liberdade de culto como desculpa para poder fazer qualquer coisa, é igual aos evangélicos que querem usar liberdade de culto como desculpa para serem homofóbicos, muçulmanos que usam liberdade de culto para entrarem com burcas em lugares onde é proibido usar algo que dificulte a identificação, e assim por diante.
Já está mais do que na hora de sairmos da idade média. E qualquer um que tenha um deus, seja ele qual for, que exija sacrifícios, sejam eles quais forem, não merece respeito.
juliano disse…
ao anônimo das 19/10/11 02:59
se vc não considera estúpido e banal matar animais em rituais religiosos (considera que estúpido e banal é só na minha cabeça), vc é uma pessoa pequena e miserável mas mesmo assim eu respeito seu ponto de vista e tb respeito sua condição de pequeno(a) e miserável
Edvan disse…
Isso aí é descriminação contra nosso candomblé(concerteza foi a primeira coisa em que ele pensou)....querem de qualquer jeito acabar com nossas raizes...mas com fé em Nzambi nao vão conseguir..........
Blog do Walter disse…
Como biólogo levanto a seguinte questão: fala-se tanto e defende-se tanto a vida dos animais. Concordo. Mas então deve ser defendido também o direito das baratas, mosquitos da dengue, ratos e outros "bichos escrotos" que biologicamente falando não são piores nem inferiores às baleias, macacos, bois e galinhas. Se é para defender os animais, que seja uma defesa justa, sem discriminação ou preconceito com qualquer animal, da formiga ao elefante. Deixemos de hipocrisia, por favor!!!!
roberto quintas disse…
eu havia comentado alhures sobre a opinião de alain delumeau sobre o sacrifício.
no livro "shiva e dioniso" ele vai mais longe:
ele afirma que nosso tempo está cheio de violencia exatamente pela falta de sacrifícios.
Israel Chaves disse…
Blog do Walter,

No meu entendimento, existe uma diferença muito clara entre os dois tipos de animais que você exemplificou. Eu acho errado matar macacos, baleia, bois, galinhas, etc, por diversão, e sendo que nenhum deles nos causa nenhum mal. Não há nenhum motivo para nos liramos deles.
Já baratas e mosquitos da dengue são parasitas e vetores de doenças, que prejudicam nossa saúde. Matá-los é por defesa.
Se galinhas entrassem na minha casa quando estou dormindo e sujassem tudo, me transmitindo doenças, eu colocaria armadilhas e veneno para acabar com elas. É auto-defesa, é um motivo completamente diferente de diversão.
Se as baratas não fossem parasitas que prejudicassem nossa saúde, eu também as defenderia.
Hipocrisia é deturpar a realidade para defender os próprios interesses supersticiosos.

Pela última vez: Matar outros animais é algo que faz parte do ciclo da vida. Matamos para nos defender, para nos alimentar. Isso não é errado.
Errado é matar por prazer, para saciar os fetiches de seus amigos imaginários.
Elisa Maia disse…
Concordo com Israel. Infelizmente, muitas vezes temos que matar pra viver. Mas, nos casos em que isso não é necessário, matar deve ser visto como crime.
E eu adoro quando apelam pra liberdade de culto. Como de todo tipo de culto devesse ser permitido. Eu já acho um absurdo deixarem alguns grupos religiosos falarem umas barbaridades por aí, mas queria saber a opinião deles mesmos se eu iniciasse um culto que exigisse o sacrifício de um menino virgem por semana, por exemplo.
libriano disse…
Tanta coisa para se preocupar vem um tal que vem atacar uma religião muito antiga no dia que este tal deputado conseguir engolir um boi inteiro ou uma galinha inteira sem precisar sacrificar eu posso até apoia-lo fora isso sou contra essa bobagem dele, ele deveria vê que crianças estão sendo sacrificadas nas escolas com bulling entrando com armas atirando e muito mais pessoas de bem sendo jorrado sangue nas ruas por falta de segurança pessoas sendo sacrificadas nos hospitais por falta de médicos e leitos, pessoas morrendo de fome que ainda existe no Brasil este tal desocupado deputado deveria ver isso o sacrificio de humanos no Brasil..
libriano disse…
Ia me esquecendo já que ele se preocupa tanto com sacrifícios de animais ele tem que vê que nosso pulmão que é a Amazônia está sendo desmatada com quedas de arvores centenárias, animais da nossa flora sendo todos sacrificados pelo desmatamento e queimadas por luxúria humana, animais sendo cobaias em faculdades sei que algumas não existem mais como diz a menoria ainda pratica. Olha ai vcs que são a favor disso vão no google e pesquisa animais em extinção se está provado que foi o candomblé que participou disso ??, ou vc mesmo que não acordou pra realidade quando vc se sentar em algo de madeira escrever em um papel que não seja reciclado saiba que pra isso muitos animais perderam seu habita foram sacrificados para sua comodidade ...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
LEGIÃO disse…
Sacrifício para agradar às divindades é algo tão antigo quanto a própria Humanidade.

Já que é para existir religião, todas elas deveriam evoluir para um sacrifício final, como fez o Cristianismo. Ou seja, se cada um matasse seu deus, não haveria necessidade de matar mais nenhum animal ou gente.

As Religiões Africanas não evoluem.

É claro que não se vê ninguém comendo o cérebro de defuntos, mas tais denominações poderiam evoluir em doutrina e em estética.

É tão nojento ver as pomba-giras rolando no sangue de animais mortos, misturando-os com bolos, pudins e outros alimentos ofertados pelos crentes.

O Espiritismo deveria ser o próximo nível para o qual se converteriam todos os adeptos da Umbanda, Quimbanda e Candomblé, mas se tornou uma doutrina elitizada.

Talvez a proposta idiota desse político leve os praticantes dessas crenças a um novo nível de progresso.
libriano disse…
Existem casas e casas, igrejas e igrejas , templos e templos cada casa é uma caso não é que se numa casa faz tal praticas como o amigo citou banhos de sangue, pudins e docinhos que todas fazem e.t.c e tal, seja motivo de comparar o candomblé não tenha progresso nenhum .. Concordo que nas religiões existem uns que levam a sério e outros que as denigrem a imagem seja ela qual for católica evangélica budista e outras mais . Por exemplo antigamente negro não entrava na igreja católica porque não tinha alma, o papa condena o uso de camisinha ou o casamento gay, a igreja evangélica cultua mais o diabo do que todas todo pra eles é obra do diabo rs fora outros casos que não me vem na mente então não é só o candomblé que precisa evoluir e sim algumas pessoas como este deputado de quinta que por mim voto nenhum ele terá, ele que precisa analisar mais p/ que no futuro não tenha uma grande revolução contra sua pessoa sem votos .
Douglas disse…
Boa parte de minha família foi adepta do candomblé mas nunca sacrificou animais. A isso eu chamo "avanço".
Quanto a se preocupar com o que eu penso, "Negão Avantajado", devia cogitar que os promotores do projeto talvez também não se preocupem com o que você ou os seus pensem. Se é pra ser assim, então vai chorar na cama que é lugar quente. Do contrário, se esforce para manter uma discussão saudável.
Sem mais.
Transformei os comentários de Eduardo Pereira Odùdúwa nos post Não existe sacrifício de animais nos rituais do Candomblé.
Anônimo disse…
Todos nós matamos todos os dias peixes por asfixia! Repito A S F I X I A !!!
Como?
Cada grãozinho de arroz ou qqr outro resto de comida, o óleo dos pratos e panelas e muitas outras coisas vão para os rios e matam os peixes por falta de ar.
O que me dizem disso?
Além disso: quem disse que um animal em parte oferecido a uma divindade e em parte consumido pelos fiéis sofre menos que os animais na fila de um matadouro de frigorífico?
E para os que querem corrigir o português de alguns, talvez por irresponsabilidade tua e de tantos outros, não puderam estudar.
Will T'Ogun (loiro e de olhos claros, portanto não sou afrodescendente)
Anônimo disse…
Se ele conhecesse um mínimo que fosse da Constituição, saberia que ele NÃO PODE usar a religião para justificar o sacrifício, afinal, um direito fundamental vai até onde começa o outro.
ddragoonss disse…
E não, não é necessário ou obrigatório se alimentar de animais, se o fazemos é pelo prazer de comer.
Vamos proibir também o churrasco porque é uma festividade cruel e sanguinolenta que usa animais sacrificados para mera diversão e prazer gustativo humanos.

Hipocrisia, autoritarismo e preconceito religioso tem limite.

E só imitando crentelha, que adora usar argumento de autoridade barato(mas dessa vez baseado em fatos reais), um grandioso homem da nossa historia era vegetariano e amava profundamente os animais:

""Do you know that your Führer is a vegetarian, and that he does not eat meat because of his general attitude toward life and his love for the world of animals? Do you know that your Führer is an exemplary friend of animals, and even as a chancellor, he is not separated from the animals he has kept for years?...The Führer is an ardent opponent of any torture of animals, in particular vivisection, and has declared to terminate those conditions...thus fulfilling his role as the savior of animals, from continuous and nameless torments and pain. ""



Eu admito que não dou a minima para animais não-humanos, prefiro mil vezes defender a liberdade dos humanos e ser contra esse autoritarismo baseado em crenças preconceituosas; prefiro ser contra essa lei tosca que fede a ódio religioso, xenofobia, racismo e preconceito.

A unica forma de defender a minha liberdade é defendendo a liberdade do outro. Se não quero ser caçado por ser ateu, não vou apoiar a caça a "macumbeiros" ou a qualquer outra religião.
ddragoonss disse…
Tradução do quote acima:

"Você sabia que seu Führer é um vegetariano, e não come carne por causa da sua visão em relação a vida e seu amor pelo mundo dos animais?
Você sabia que seu Führer é um amigo exemplar dos animais, e até mesmo como um chanceller, ele não se separou dos animais que ele possui a anos?
... O Führer é agressivamente contra qualquer tortura de animais, em particular a vivisecção, e prometeu acabar com tais condições... assim completando seu papel como salvador dos animais, das constantes e inomináveis torturas e sofrimento."
Douglas disse…
Tanto faz a origem de quem aqui comenta. É puramente irrelevante.
Não se disse aqui que um animal sofre mais ou menos na fila de um matadouro, apenas se discute a razão pela qual o animal morre.
Rosanna Andrade disse…
libriano

falar que a amazonia e nosso "pulmao" e no minimo falta de informacao. as plantas, alem de fazerem fotossintese, tambem respiram. a amazonia (parte nao desmatada) e um bioma em equilibrio, ou seja, consome o q produz. Correto seria dizer q as algas marinhas sao o "pulmao do mundo"
Douglas disse…
Zooplânctons, creio.
Baba Ifalade disse…
Boa noite, meu nome é Marcelo Botelho, conhecido dentro da religião Africana como Ifalade Aworeni Odusolá, sou Babalawo(sacerdote de Ifá), no passado sacerdote de umbanda e candonblé desde infancia, e atualmente tenho inumeras viagens a Africa e atualmente trabalho em 14 estados do Brasil e mais 12 paises, sou antropolgo e creio ter um certo conhecimento para Debater o tema! Primeiro quero manifestar que sou totalmente contra a morte e assassinato ou maus tratos de qaulquer ser vivo, requintes de crueldade e etc, mas há muito que entendermos antes de fazermos ou contribuirmos para um nova temporada de caça as bruxas. Digo que o unico circo que gosto chama-se Soleil pois nao utilizam animais em suas exibições! Mas temos que aqui voltar na história, primeiro falaremos do Natal, onde todos felizes e civilizados colocam muitas carnes em sua mesa para comemorar o aniversario de Cristo! E respeito muito, mas a verdadeira historia é que os soldados romanos trouxeram da Constantinopla o culto de mitra que logo se enraizou por toda Roma, era comemorado 5 dias antes do primeiro do Ano, data esta da abertura dos jogos no colizeu, no dia 25 os pobres escravos gladiadores sacrificavam um boi a Mitra, bebiam seu sangue nao por vanpirismo ou satanismo e sim como fonte de alimento e logo comiam sua carne para se fortalecer para logo irem aos crueis jogos com um minimo de força fisica! Constantino imperador Romano tambem era mitraista assim como muitos da realeza, neste tempo os cristaos infurecidos começaram a destruir Roma e os Icones dos Deuses do panteão Romano e fizeram uma revira volta tão grande que o imperador apesar de se manter mitraista se viu obrigado e declarar-se Cristão, afim de apaziguar estes grupo! Mais tarde no concilio de Niceia, para trazer o esquecimento futuro desta data, declararao o dia 25 de dezembro como aniversario de cristo, assim é até os dias de hoje, e com carnes sobre a mesa é comemorado! Porem estes senhores se acham civilizados e defensores de animais pois vão ao Mercado e esta lá tudo bem embaladinho, etiquetado, rotulado e com prazo de validade, tem muita gentr que põe um Tender na mesa e diz istomé apenas presunto e em verdade é um porco e morto e claro morto por alguem, agora quem?
E este sera que então é menos crual que os de raiz afro brasileira ou africana como eu? Santa hipocrezia? E o Mac Donaldas, sera que eles tem uma arvore de hamburguer?
Baba Ifalade disse…
Acima vi um comentario pobre falando que nos cultos Afros matam sem anestesia? E quem assim mata? Bom segunfo ponto: Há muito que estudar sobre os cultros de matriz africana e sobre o que é Sacrifico, palavra esta que devira do Latim que Significa"sacro oficio" melhor dizendo" trabalho sagrado" e uma outra diferença é assasinato e outra é tortura! Tortura de animais deve mesmo sim ser criado leis severas com alta puniçao, pois tem muita gente quendiz amar animais e em verdade muitas vezes acham que criar os mesmos é apenas dar comida e tirar o coco, e por ai vemos esta gente cheia de amor, deixar morrer muitos animais por N doenças e fatores que eles mesmo desconhecem! A tortura é algo ainda pior, onde o sadismo toma conta, é o doente mental deste sugeito tem prazer em ver o sofrimento dos pobres, e tortura algumas vezes falando não da parte mais horrenda, é voce deixar um ser criado por Deus para ser livre, preso para enfeitar a sua casa só porque voce acha bonitinho, chic ou para satirfazer o seu egô que ama o bichinho, em verdade se o ama- se deixaria os mesmos repovoarem seus habitates e instituições serias de combate a mais tratos, não apenas dariam vacinas e alimentos e os manteriam presos até uma possivel adoção que por fim resultaria de mais alguns metros quadrados de paredes, em verdade colocando a hipocrisia de lado e utilizandomde um verdadeiro espirito de amor aos animais os reabilitariam e colocariam, desde cachoro, piriquito e gatos na floresta, la simm é sua casa, e assim Deus os criou! Terceiro Ponto: o Termo sacrificio entendido como assassinato cruel, vem apenas por parte dos matadouros e abatedouros e que por mais que hoje a carne seja toda embalada e coloridinha e voce arrotando civilidade, ela serve apenas para sacear a fome humana, sem nenhum outro aspecto. Quarto os cultos de matriz afro, assim como as religiões de cunho cristão creem nos anjos, santos e etc para serem seus comunicadores ente o ceu e a terra, entre nós que vivemos no plano material e Deus, os povos Africanos creem que espiritos assim nao servem como comunicadores, pois ainda que espirito sao cheio de erros, sentimentos, rancores e principalmente maldade, e quanta maldade! A visao do povo yoruba o que até muitos afro descendentes nao sabem, é que os africanos creem que os animais sao puros, e falam a lingua da propria natureza e por isto ouvidos por Deus, alem deste fato há outro de suma importancia que é: Tudo que existe na Terra, existe no céu, e o estado natural de tudo é espiritual, passando apenas por um existencia rapida sobre a terra, entao o lar de todos animais é no céu, na crença africana tendo em vista estes fatores e alem a questão de: o mesmo sucede com os minerais e vegetais!
Baba Ifalade disse…
Cree este povo que cada coisa existente ao deixar o céu vai até os pés de Deus e la entao assume um papel ou missao, exemplo: voce platinha vai ser boa para curar dormde estomago, voce dor de cabeça, voce miral tal sera bom para contrilar pressao alta, voce para fabricar energia, voce animal tal tera tal importante papel na terra, assim como nós os seres humanos! Voltando a questao os rituais sagrados, de sacro oficio e nao assassinato tem o papel de libertar o animal de seu corpo fisico para que o mesmo se comunique com Deus e interceda pelos seres humanos, e nao anjos, nao espirito santo ou santos, é isto que cree a cultura yorubá, e a carner por fim, assim como diz os textos sagrados de ifá(biblia africana assim por dizer), a carne deve ainda alimentar a bocamde todos que participaram do momento de comunhao com o sagrado! Claro que desde a idade da colonizaçao a Igreja tentou destruir este maravilhoso culto intitulando o mesmo de Satanico, por praticas nao compreendidas por homens tao rusticos e arcaicos mentalmente! Hoje há um plano muito pior e maquiavélico, claro que os verdadeiros mentores deste movimento sabem bem que ao tentar tornar crime uma cultura, tradição e religião, desfarçadamente e instigando grupos de proteçao de animais, estarão por extinguir da face da terra algo tão belo e tão rico, e ainda que não compreendamos, pois sem duvida é um assunto extenço e requer bom nivel cultural e intelectual para debater! O que muitos não sabem é que hoje os cultos africanos, de Ifá e Orisa é patrimonio oral e intangivel da humanidade tombado pela Unesco, e é claro que paises civilizados, ai ditos como europeus poribem maus tratos a animais, e estao corretos, mas em nenhum deles proibe a pratica liturgica! Pois tal fato, o de proibir a religião ou dizer não sou contra tal religião, mas simplesmente nao aceitamos a tal morte de animais é uma tentativa nefasta em por fim, em exterminar uma religião que nao se conhece e se confunde com satanismo, tortura de animais e ate de seres humanos! Sera que tem como respeitarmos outras religioes e mandar uma Sra Mulçumana tirarnseu véu em uma prova do detran? Sera que podemos respeitar os catolicos e chutar suas estatuas de santos, sera que temos como respeitar os evangelicos e pedir a eles porem fogo em suas biblias? É o mesmo dizer que se respeita as religioes de raiz afro e proibi-los de nao executar sua liturgia dentro dos seus 100% de sua tradiçao, e se por fim não é uma perseguiçao religiosa disfarçada de outros artificios, o que faremos com os sertanejos que ainda matam suas galinhas no quintal para cozinhar emmseus fogões de lenha, vamos prende-los, vamos feichar todos açougues, supermercados e matadouros do Brasil? Se transformara numa droga a carne? Sera que estes que defendem absurda e pre conceituosa lei sao vegetarianos? E onde fica o direito de quem quer comer carne?
Baba Ifalade disse…
Sera que estes preconceituosos disfarçados e ocultos em bandeiras de defesa de animais pisam em formigas, nao jogam latinhas em suas férias na praia, será que estes covardes sabem o equilibro que as religioes afro mantem com a natureza e seu natural ciclo! Fico com medo deles imporem novas dietas ao leão, ao falçao e fazerem todos comerem alfaces, acho que ai sim temos um desequilibrio na natureza! E respeito muito os vegetarianos, mas temos que ter o direito em nossa constituiçao de comermos, bebermos e professar a crença que queremos e escolhemos, pois isto é sem duvida a nova caças as bruxas, onde muitos foram cruscificados, queimados vivos, decaptados, tudo em nome da boa e falsa ética e moral de seu tempo! Cuidado, muito cuidado, vamos todos lutar contra isto!
Peço a todos que tem bom senço e que não queiram ser escravos dos falsos profetas de outras regiliões fanáticas e fundamentalistas, que em peso votem contra, que observem bem os politicos de bancada evangelica que em verdade instigam e confundem tais grupos a pensar que tortura e assassinato tem hvaer com nossa religião! E imploro a todos desta religião que se manifestem, não é hora de desunião ou criticas pessoais ao povo da religião Afro vinda de nós mesmos, é hora de dar a mão e todos entrarmos com uma ação publica por discriminação, pois isto sim é crime e prevista multa e reclusão! Porem é importante saber que nenhuma lei pode ser maior que a constituição, e nela temos direitos, lutemos por eles. Deixo meu email para junto com o bravo guerreiro Tata unirmos força contra este crime de preconceito, esta caça as bruxas, disfarçada de bandeira protecionista, sendo que estes se ouvissem meia hora sobre a nossa cultura e tradição certamente nos aplauderiam por final, email: baba_odusola@odusola.com fone:15-3021-1160
G Santos disse…
Não há como justificar. Nem credo, nem cultura, nem tradição... Muita coisa tem que ser rediscutida, sim! Mas justificar práticas religiosas medievais com o interesse financeiro dos donos de frigoríficos, de fazendas produtoras de derivados do leite, produção em escala de ovos, carne de frango, etc não tem cabimento. Sem dúvidas, qualquer pessoa em perfeito estado de saúde mental seria contra muita coisa que acontece nesses setores, que, em nome do dinheiro, tratam os animais como verdadeira mercadoria. Quem tiver a mínima curiosidade de entender como as coisas funcionam nessa indústria irá entender porque o pessoal das sociedades protetoras dos animais são tão combativos. É realmente algo revoltante e que precisa ser revisto. Não chego ao extremo de dizer que o homem deve deixar de alimentar-se de animais e seus derivados, mas concordo que, até por razões de saúde pública, os processos devam ser revistos. Agora, voltando ao tema, concordo com Israel e discordo em genero e grau do Libriano e do Sr. Baba. Desviar a atenção de práticas supersticiosas com argumentos que se embasam na questão de "se os frigoríficos podem, nós também podemos", "tem muita criança morrendo de fome, preocupem-se com isso e deixem-nos fazer o que nos der na telha", "os pastores também são charlatões, porque não podemos ser também?", até o desmatamento na Amazônia entrou na discussão... se for assim, eu vou virar ladrão, mas vou roubar pouquinho, serei um ladrão pequeno; a polícia que corra atrás dos ladrões de banco, dos que roubam muito e me deixem viver em paz. Fala sério!
Na minha singela opinião, o que precisa ser discutido é o problema do mal uso dos animais para satisfazer interesses humanos, sejam eles financeiros, religiosos e até de sobrevivência.
São muitas opiniões e concepções diferentes, o problema é que o homem acredita ser MELHOR(superior, mais evoluído, imagem e semelhança de um deus) que todos os outros animais e isso lhe dá o direito de subjugá-los.
Pouco a pouco vamos chegar lá... muita coisa já mudou e há muitas outras que também irão. Contra fatos não há argumentos e, dia após dia, o ser humano irá aprender a livrar-se desse sentimento de superioridade!
Gabriel disse…
Se for pra proibir esse tipo de prática devemos também proibir a matança desses animais em prol da alimentação humana. Quem aqui nunca comeu um frango assado? Carne de porco?
Quanta hipocrisia! Todo mundo fala mal do macumbeiro pq ele mata uma galinha e a oferece ao seu deus, mas no fim de semana todo mundo vai à churrascaria se empanturrar de outros animais sacrificados em prol da sua gula.
ddragoonss disse…
O problema é que o homem acredita ser MELHOR(superior, mais evoluído, imagem e semelhança de um deus) que todos os outros animais e isso lhe dá o direito de subjugá-los.

Sem espantalho por favor, sou ateu; conceito de superioridade é subjetivo e "adverbio"(se é superior "em algo", em uma característica, não apenas superior e ponto); "mais ou menos evoluído" é uma interpretação totalmente errada do que é evolução e seleção natural.
Mas me dou o direito de subjugá-los por racionalidade(oposto de emotividade, de não o fazer algo por achar bichinhos "fofuxos"), animais matam outros animais, matam os da própria especie, animais matam sim por outros motivos além da alimentação, animais morrem, são instintos, sempre foram e sempre vão ser, isso é natural, e os humanos FAZEM SIM PARTE DA NATUREZA, SOMOS ESPECIES ANIMAIS, DUOLOGIA "HUMANIDADE VS NATUREZA" É FALSA, É MERO CHAUVINISMO, SOMOS NATUREZA E NATURAIS TANTO QUANTO UM LEÃO NA SELVA É; não vejo além da falacia do apelo a emoção nenhuma razão a ser contra a morte de outras especies(a defesa da não-violência na especie humana é uma questão de evolução da sociedade humana em si e como um todo, não apenas moralismo barato e emotivo), como disse, somos animais, e se achamos normal um animal matar outro animal(leão vs zebra), logo por sermos animais tambem, não deve haver dois pesos, duas medidas.
Ou leões tem que fazer o "abate 'humanitário'" nas suas presas também?

Pelo contrario, acho que se diferenciar dos outros animais, de se achar uma especie superior, um deus acima dos meros animais inferiores que não sabem se cuidar, é que está por trás dessa tal "defesa dos animais"`.

As outras especies que se defendam e que arranjem(e irão) modos de sobreviver ao ecossistema atual(este com humanos); sobrevivência do mais adaptado, funciona à 2 bilhões de anos, não é por uma unica especie petulante que vai parar de funcionar agora, sou a favor da sobrevivência da vida, não dos seres vivos individuais ou de certas especies(já que todos os indivíduos animais vão morrer um dia, apenas a vida em si continua).

E ainda estou na espera de algum argumento que não seja "eles são fofuchos e sentem dor" para ser um eco-chato "pro-animais".

E Gabriel, não é apenas hipocrisia, nesse caso especifico é preconceito religioso mesmo.
"Macumbeiro tem que ir pra cadeia que o lugar deles."
Baba Ifalade disse…
É meu querido ddragoonss, voce se diz intelectual e ateu, e de verdade lhe respeito, mas quando disse Macumbeiro tem que ir ppara a cadeia mesmo, isto foi lamentavel e criminoso, e com pena ate de um ano de reclusão, discriminação religiosa é crime, e em verdade é disto que se trata o assunto! Nosso querido deputado que esta em vão tentando implacar esta lei, esta sim é recebendo muito dinheiro das igrejas evangélicas, pois sabemos que atualmente a catolica ja nao comente tais crimes devido a sua história nefasta do passado! Porem estas novas e mais que protestantes e sim fundamentalistas e radiciais, algumas vezes que qualquer outra do oriente médio, estão com um plano diabolico que é exterminar A cultura, tradições e religiosidade afro descendentes, pois sabem que se poribem e tornam crime seus rituais vao estirpar do brasil esta religião, sao tao poderosos que podem pagar propina e comprar os deputados, e ainda dar muitos beneficios e favores aos das sociedades de defesa dos animais! A humanidade ja provou inumeras vezes que ao tentar dar um passo no que acreditam ser evolução e civismo, terminam por dar largos passos para tras e com danos irreversiveis! Veja o proprio Jesus Cristo em seu tempo foi um revolucionario, e o que fez a sociedade naquele tempo? Vamos crucificar ele, anos depois o tornam santo e sagrado! Isto nao se difere do que houve com Marathma Ghandy que de traidor de seu pais anos depois foi o liberdador, vejamos Mandela, vejamos Joana Darc dita como bruxa e herege, depois a proclamam como santa seculos depois! Em verdade os homens verdadeiramente evoluirao em sua moral e etica quando por mais que aquela nao seja sua crença ou concepção de vida respeite a do proximo por mais extranho que seja, e como sacerdote volto a dizer, todos os animais que são utilizados em nossos rituais para comungarmos com o sagrado é depois posto sobre nossa mesa, nos é alimento e engorda e faz crescer nossos filhos! Ja estes nefastos e os que querem enganar a população e até a si mesmo com a bandeira da defesa dos animais, vão ao mercado, vão aos açougues, vão ao Mc Donalds e se deliciam, mas como foi outro que matou entao: - ah não tem problema! E os que comem então hot Dog? Sabem como se faz salsicha? - uma lamina vem e corta as 4 patas do animal, o mesmo se estribucha e sangra até a morte, é por isto que a salsicha nao tem nenhum resquicio de sangue! Porque não vão combater este tipo de coisa?
Baba Ifalade disse…
Há uma diferença entre: "tortura" "crueldade" "maus tratos" e rituais de sacrificio! Nós temos em nossa casa animais de estimação, os amamos, levamos ao veterinário, damos carinhoe prestamos socorro quando vemos algum em sonfrimento na rua! Então jamais irão nos caracterizar em assassinos ou torturantes cruéis! O grande problema do Brasil e de muitos é o chamado falso moralismo! Nossos rituais para quem não os sabe, há canticos e palavras magicas onde os animais adormecem e entram em estado de sono e são muito rapidos e nao infringido dor, e não vemos como morte, pois ninguem, nem mesmo o homem pode matar a "alma de nada"! Para nos estamos devolvendo eles aos céus para que levem uma mensagem a Deus, antes dos rituais damos agua, alimento e os tratamos com os devidos cuidamos, pois para nós são parte do sagrado; sabe você e todos podem discordar, mas é nossa fé e deve ser respeitada, assim como a consituição federal onde esta previsto liberdade de culto! Este projeto de lei que não será aprovada é tão discriminativo e mal escrito que diz: Nada temos contra os cultos de matiz africana, mais não podemos permitir crueldade, e não há esta suposta crueldade, não há tortura! Deveriam todos aculturar- se antes de escrevem bobagens! Outro ponto falho, diz o projeto de lei: devemos salvar a flora e fauna e animais da extinção! Primeiro somos todos botanicos, defendemos, conhecemos e utilizarmos das ervas medicinais, por tanto o que é mato para muitos é remédio para nós. Segundo não estamos exterminando nenhum animal em extinção, pois nunca houvi falar de rituais com: - mico leão dourado, capivara, tamamdua bandeira, ente outros; e pergunto: galinhas e cabritos, que são o que utilizamos estão em extinção? Não sabia desta, rs...Por estas e outras a cada dia os que professam nosso culto se unem e lotaremos as camaras da assembleia, ruas e etc, vamos defender o que é nosso, em verdade defenderemos um patrimoni da humanidade, assim como esta religião foi tombada pela Unesco!
Baba Ifalade disse…
Em verdade qaulquer verdadeiro intelectual, moralista, estudioso ou academico tem por pri cipio respeitar as mais diversas culturas, ainda que não concordemos, não podemos cercear o direito daqueles que nela depositam sua fé, seus costumes e tradições! E se assim seguir e nos deixamos levar por estes pensadores malevulos das industrias e interreses de capitais, chegará uma hora que nada poderemos fazer e até mesmo comer, pois tudo é vivo, um pé de alface, o grao de trigo, o feijão, o arroz e até mesmo o ovo! E o ovo pobrezinho tão comido e quando não comidomdiretamente, esta no pão, no macarrão, nos doces e pudins, o ovo meus queridos é um simples feto e ainda mais indefeso, porque alem de falar não se movimenta! E vocês são crueis ao quebrarem o ovo, vocês sao assassinos pois estão uma vida em formação! Como podem comer um alface, um tomate, uma cebola e tirar a sua vida! Será que sobreviveremos respirando ar puro e bebendo agua? Isto é mais que um puro absurdo é um momento de insanidade, e muitos estudiosos sabem, os sanos são vistos como loucos, e os insanos como maioria acesditam estar certo! Por favor coloquem a mão na conciencia e vão se preocupar com assuntos que realmente poderiam mudar nosso Brasil para uma nação melhor e não deixemos as igrejas evangélicas com sua bancada de politicos elegidos e bancados por suas intituições transformarem nosso pais em um regime fundamentalista tão cruel, tão mais intolerante do que vemos no oriente médio! Digam não a nova temporada de caça as Bruxas, disfarçada sobre a bandeira de Defesa dos animais! Ninguem é tão idiota que não enchergue nitidamente isto!
E para exclarecer voce meu querido, palavra Macumbeiro, deveriva da palavra Macumba, o mesmo que rumba ou Maraca, que significa instrumento musical ou dança! Eu sou religioso e não macumbeiro, e devo ter em constituição meus direitos garantidos, e voce deveria lutar por mim, pois amanhã aparece outra ainda mais intolerante que não o permitira ler sua biblia, ou como no passado voce que se diz Ateu, voltara a ser considerado herege e pode voltar a ser queimado na fogueira! Lamentavel que em pleno seculo 21, ainda estejamos discutindo temas tão medievais, já não basta tudo que fixerão em nome da fé ? Ja não basta tantas mortes? Porque uma nova santa inquisição?
Baba Ifalade disse…
E aos protetores de animais, por favor não caiam neste jogo sujo, tambem não concordamos com crueldades de animais, e aposte visite as casas e templos de raiz afro, vao encontrar muitos animais de estimação e muito bem tratados!

E aos intolerantes saibam: Voces são assassinos crueis de alfaces, couves, pepinos, tomates e cebolas? Ou eles tambem não sao seres vivos?

Um dia eu ouvi um imbecil dizer há mais eles sao diferentes dos animais, eles nao gritam e nao sentem dor! Será? Só porque nao tem boca e nao podem gritar, gemer ou fazer um sonido?

Assassinos, assassinos e crueis!

Sabe a beleza do mundo esta justamente na diversidade, nas cores, nos tons, cultos e costumes diferentes! Na china comem cachorros,eu não como, mais e ai ? Qual o problema ? Eles estão errados e nós certos? Certos paises arabes comem o carneiro é sua principal fonte de carne, em outras partes do mundo é sagrado! Muitos adoram um torresminho de porco, mas para os mulçumanos é sagrado e um pecado come-lo, voce enquanto faz seu churrascone le este artigo, la na india o boi, a vaca são sagrados! Há grupos que não comem vegetais pois crem que sao seres superiores! E sabe isto é o bacana, o bonito, cada um com sua crença, com sua religião, tradição e costumes! Então senão conhecemos a fundo os propositos dos cultos afros e o costume de seu pvo, deixemos que eles sigam com suas tradições e simplesmente a respeitamos, por mais que para nós seja extrano, isto sim é ter uma sociedade sofisticada e evoluida em todos os sentidos!
Baba Ifalade disse…
Sobre animais e vegetais, fisiologicamente falando, há 3 grupos de animais, os herbivoros, carnivoros e onivoros!

Bom creio não precisar explicar isto, somente saliento que o homem é Onivoro, isto quer dizer se aliemnta de vegetais e animais, no passado o homo sapiens foi somente herbivoro, a prova é o apendice, que no passado era um orgão desenvolvido para processar somente vegetais, com a evolução de nossa espécie começamos a comer carne e ela foi muito importante para o desenvolvimento de nosso cerebro, saiba senhores vegetarianos e defensores de animais, que se não fosse por comer carne no passado, vocé não estaria pensando neste idéia ridicula de agora! E justamente por isto, por introduzir a carne o apendice foi se reduzindo e se tornou o que é hoje, e sabe porque ele as vezes inflama? Porque é a prova que logo desaparecerá, pois não é necessario mais em nosso corpo, sabe coisas do tipo fenotipo alterando genotipo, mas isto é outra aula! Enfim o homem é evolutivo e não tem como andar para tras!

Sabe daqui a pouco vão prender leões por comerem gaselas, prender falcões porque comem lebres!

Eu respeito todos vocês e suas crenças e visões, ainda que diferentes da minha, mas por favor respeitem as nossas!

Aproveito e informo aos mal informados, que Eu sacerdote dos cultos tradicionais africanos, e executor de rituais tal qual manda minha doutrina, aqui em minha cidade faço parte da defesa dos animais, e ja contribui para circos que se apresentam com animais a não terem o alvará para aqui funcionar, e sei de muitos outros que tambem o fazem, temos membros em nossa comunidade que são biologos e tambem veterinarios, e sao adeptos a esta religião ? E sera que são monstros, assassinos e crueis ? Não, não e não!

Vi um comentario com intenção de confundir os leitores onde se menciona : Então se eu tenho um seita que mata seres humanos eu posso faze-la, algo assim, e se não é má intenção é pura falta de informação do autor, falta de pesquisa e um "debater sobre o que não se conhece"!

Sacrificio humano, ha tempos tentam caracterizar atos crueis de satanismo com os cultos afros, isto foi la no passado por tentativa da igreja catolica que tentou fazer algo semelhante do que fazem as igrejas evangelicas agora, porem de forma menos covarde pois punham a sua cara e nao usavam outras instituções para se esconder abaixo de suas bandeiras! Nenhum de nossos rituais envolve isto, sabe eu tenho filhos e os amo e venha ver como são criados e sua educação, nao tente com maldade distorcer os verdadeiros fatos, aqui não ha idiotas, eu presumo!

Vamos separar as aguas meus queridos, ou todos morrem afogados pela ignorancia e crueldade!
Este comentário foi removido pelo autor.
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu sou vegetariana, mas não sou contra usar animais como sacrificio.

Podem torturar em matadouros que está tudo bem. Mesmo sendo possível ter uma vida completamente saudavel sem carne.Mas tem que matar para os "racionais' poderem degustar um belo bife.
Usar produtos com "ingredientes" animais tá tudo bem.

Na MINHA OPINIÃO proibi todos os tipos de tortura ou permite todos, eu não vejo diferença entre matar pra comer ou matar pra fins religiosos.
As duas matanças são desumanas e desnecessarias.Se uma é aceita a outra também deve ser.


Se tiver mais erros de escrita no texto, ignorem...
ddragoonss disse…
Santa parede de texto, mas o ""mas quando disse Macumbeiro tem que ir para a cadeia mesmo, isto foi lamentavel e criminoso, e com pena ate de um ano de reclusão, discriminação religiosa é crime, e em verdade é disto que se trata o assunto!"" foi erro de interpretação sua, aspas servem para citar uma frase de alguém:

"As aspas são usadas para:
-citações
-destacar palavras pouco usadas (palavras estrangeiras, palavras com valor afectivo, palavras com sentido irónico etc.)"

O que fiz foi criar uma imagem do que certas pessoas pensam(principalmente evangélicos), e que já ouvi pessoalmente sair da boca de muitas pessoas. Sou contra o preconceito religioso tanto quanto sou o estado se meter nesse assunto, e tanto quanto sou contra a censura de quem quer expressar algo preconceituoso, discriminação é não permitir você entrar num estabelecimento ou te dar um emprego, não é dizer algo sobre você.

Deveria aprender a ler, leia mais, BEM mais do que escreve, a sua proporção "leitura VS escrita" é lamentável.
ddragoonss disse…
E eu não me disse intelectual. Jamais faria isso.
Anônimo disse…
Esse tipo de religião tem a origem entre negros africanos, mas atualmente é uma religião altamente divulgada, conheço muita gente de origem européia, loiros de olhos azuis que praticam essa religião. Ser contra sacrifícios de animais não significa ser racista. Defendê-la porque pertence a uma determinada cultura negra não significa que seja digna de preservação. É o caso da mutilação de meninas na África, isso vem do antigo Egito, mas nem porisso deve ser preservada. Pra não dar a idéia de ser contra África, negros, etc, vamos para a Espanha. A tourada é algo brutal e pasmem, na Catalônia já é proibida. No entanto proibição não vai adiantar e teremos que continuar comtemplando essas imundícies nas esquinas, velas, comidas, animais mortos, etc. Religião não deveria ser praticada em esfera publica, inclusive crente berrando na rua deveria ser proibido. Espera-se que essas pobres criaturas (animais), as quais são tão judiadas pelo ser humano, não continuem perdendo sua vida por desejos maldosos de ignorantes como o caso de minha avó que queria evitar o casamento do meu tio, mas como a macumba era cara, já que o bode preto era raro, teve que aceitar a nora a contragosto. Vejam o vídeo revoltante e me entenderão:
http://www.youtube.com/watch?v=Zqk4nLvN_No
Anônimo disse…
Seja de qual raça for, seja de qual religião for, seja de partido político for, seja de qual etnia for, seja de qual crença ou descrença for, o que está em questão nesse PL, é o sofrimento dos animais, e não só em rituais "religiosos", como na moda, na alimentação, em experimentos!
Chegará o dia em que o ser humano, realmente evoluído tanto espiritual quanto mental, sentirá vergonha, do que seus antepassados fizeram às outras espécies! Enquanto isso, os que os chamam de sapatos, bolsas, sacrifícios, alimento, fofinhos, irão, debochar e esnobar da vida dos inocentes, que não tem voz pra gritar e pedir socorro, e mesmo assim, se o fizessem, não seriam ouvidos, diante da maldade que impera no coração dessa gente, que despreza a vida e o direito das outras espécies de animais!
Mas, sempre foi assim, e o será, enquanto a espécie humana, não ver, que deveríamos ser zeladores do Planeta, não destruidores, como tem sido na vida de milhões de outras espécies, até o dia, em que ele vai olhar ao redor, e enxergar o próprio deserto que ele plantou!
Aí, não vai mais adiantar, recorrer a nenhuma ceita, seita, religião, raça, etnia, discurso, filosofia, crença, política, moda, ciência, só lhe restará comer seu próprio pó da vergonha de ter sido tão frio, violento e egoísta, em relação às outras espécies!
Quem não respeita até a que considera a menor das criaturas, não tem capacidade de respeitar a própria espécie, pois, nesse, não há misericórdia!
Não existe misericórdia em se tirar a vida de um inocente, seja por qual motivo for!
Sou vegana por amor à vida de todas as espécies! Ainda que você não concorde, eu prefiro, não me juntar com os que consideram uma vida um objeto!
Anônimo disse…
Infelismente têm louco(a) para tudo neste mundo ...Lembrei de vários crimes bárbaros com humanos como aqueles que aconteceram em góiais e animais,por exemplo pobres coitados dos gatos pretos são as vítimas mais comuns dos macumbeiros de plantam. Se quer louvar o tinhoso pelo menos deixem os animais em paz ,pois, eles sentem dor como nós.
Pessoas frias e sem coração que só pensam em si ...Por isso que quando o capeta vêm cobrar deles ... daí se arrependem e ficam desesperados. Siga a Cristo só ele é e sempre foi justo. Aceite Jesus e siga seus passos para ter vida eterna.