Poloneses confundem pichação com sangue de Cristo



Imagem foi na verdade pichada

No começo deste mês, alguns fiéis notaram que tinha surgido uma mancha no rosto do Cristo, da estátua que fica do lado da Igreja Virgem Maria, em Polanka, cidade da Polônia. A mancha parecia escorrer da coroa de espinho. Seria sangue?

Alguém passou um lenço no rosto da estátua e viu que se tratava de um vermelho escuro. Foi o bastante para que a notícia de que o Cristo estava sangrando se espalhasse rapidamente em toda a região e logo o local foi cercado por pessoas desejosas de testemunhar o milagre e rezar.

O padre Jan Kutyna mandou examinar a mancha e se constatou que o sangue é, na verdade, uma tinta vermelha usada por pichadores.

Ele teve de fazer um apelo aos fiéis para que não dessem continuidade à peregrinação. “Tenho 100% de certeza de que é tinta”, disse. “Isto aqui foi coisa de brincalhões.”

Agora, a polícia está à procura dos vândalos.

Peregrinação ao milagre da pichação


Com informação da Gazeta Rzeszów, entre outros sites.



Origem do milagre da hóstia que sangrou é bactéria


Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Nobel 2019 de Física afirma que 'não há lugar para Deus no universo'

Robinho: de jogador promissor a evangélico fanático e a estuprador

Com fechamento de 400 templos em uma década, Igreja da Inglaterra ruma para o fim