Panceiro se rebela contra Macedo por causa da Record


O bispo Romualdo Panceiro (foto), 51, se rebelou contra Edir Macedo, 66, por causa da programação da TV Record, que têm a Igreja Universal como uma de suas principais fontes de recursos.

Romualdo Panceiro
Panceiro não quer
 dinheiro da igreja 
na 'A Fazenda'
A gota d’água foi a quarta edição do reality show “A Fazenda”, cujos participantes Panceiro chama de “ignorantes indecentes”. Uma das convidadas é a ex-garota de programa Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, e a prostituição tem sido um dos temas das conversas, sem que a prática seja condenada, mas enaltecida.

Além de estar recomendando aos fiéis para que não assistam ao programa, Panceiro, para não entrar em confronto direito contra o fundador da Universal, tem atacado Honorilton Gonçalves, que é seu antigo rival, mas também o homem forte de Macedo na TV Record.

Foi Gonçalves que, como vice-presidente da emissora, recentemente propôs acordos milionários ao Clube dos 13 para a obtenção dos direitos de transmissões futebol dos Brasileirões dos próximos anos.

Macedo escreveu em sua biografia — lançada em outubro de 2007 — que Panceiro é seu “herdeiro espiritual”, e desde então o relacionamento entre os dois vem sofrendo erosão. Mas Panceiro mantém seu poder na Universal. É ele que, muito mais que o Edir, tem contato com os bispos e pastores e é o responsável pelo controle da arrecadação da igreja.

É Panceiro, também, que libera recursos para Record, a pedido de Macedo, de acordo com as prioridades de Honorilton Gonçalves para tentar abalar a liderança da TV Globo na audiência. Só em 2010, a igreja injetou na emissora pelo menos R$ 480 milhões tendo como álibi a compra do horário das madrugadas.

Macedo, em seus programas de rádio, já vinha criticando, de forma genérica, a programação das TVs. Mas agora, para tentar acalmar Panceiro, ele decidiu que os fiéis devem fazer um jejum de “informação secular” durante um período que coincide em parte com o da “A Fazenda”.

De acordo com informação da Folha, Panceiro está tentando convencer Macedo a não realizar no próximo ano  “A Fazenda”, cuja produção exige pesado investimento.

O argumento de Panceiro seria o de que ele se sente constrangido em exigir dos pastores uma boa conduta moral, afastando, inclusive, os que cometem adultério, enquanto a Record faz apologia de imoralidades com o financiamento da igreja.

Com informação da Folha.com.


Líder da Universal orienta bispos como arrecadar na crise
abril de 2010

Busca neste site