Pular para o conteúdo principal

Vítima da homofobia que teve orelha cortada: 'Nem filho se pode abraçar'

“Não se pode nem abraçar o filho”, disse o autônomo de 42 anos que teve a orelha decepada na madrugada de sexta-feira (15) porque foi tido como gay por abraçar um jovem de 18 anos, seu filho. “Eu o abracei apenas por um segundo.”

O homem, que tinha levado o filho a uma festa agropecuária em São João da Boa Vista (SP), contou que foi abordado por jovens que lhe perguntaram se era gay. Ele diz que não, mas aparentemente não convenceu porque foi agredido mesmo assim. A namorada do filho e a dele tinham ido ao banheiro.

Um dos jovens disse que “agora que liberou, vocês têm que dar beijinho”, referindo-se à decisão do Supremo Tribunal Federal que legalizou a união estável de homossexuais. “Houve um empurra-empurra, mas acabou. Eles foram embora.”

Mas logo depois eles voltaram. “Não sei se tomei um soco, o que foi, veio de trás, pegou no queixo, e eu apaguei”, disse. Quando recuperou a consciência, estava com um pedaço da orelha cortada. Ele pensou que tinha sido mordido, mas depois médicos afirmaram que a orelha tinha sido cortada com um instrumento afiado.

O autônomo pretende reconstruir a orelha, mas não tem dinheiro para a cirurgia, que custa de R$ 25 mil a R$ 35 mil. “Vai ser preciso tirar cartilagem da costela.”

O filho, que também foi agredido, mora com a mãe em São Bernardo do Campo, no ABC, e autônomo vive com os pais, em uma chácara em Vargem Grande do Sul, cidade vizinha de São João da Boa Vista.

IDENTIFICADO O SUSPEITO - atualização às 16h

A polícia identificou nesta tarde o suspeito de ter decepado a orelha do autônimo por motivo homofóbico. Ele já teria confessado o crime durante depoimento. A polícia solicitou a sua prisão preventiva, mas o juiz negou. Esses suspeito e outros que já teriam sido também localizados vão responder em liberdade pela agressão.
Com informação dos portais.

janeiro de 2011

Comentários

Luan Cunha disse…
A homofobia nesse país fico tão cega, tão fanática que agora nem pais podem abraçar seus filhos na rua. O Brasil é um país atrasado mesmo. Lamentável...
Anônimo disse…
Fica aí mais uma prova de por que os heterosexuais também devem ser contra a homofobia.
Gustavo M. Gomes disse…
Parabéns a todos os seguidores do Jair Bolsonaro.
Espero que não tenham um pai a quem possam abraçar - pela segurança do pai, claro.
Anônimo disse…
O Cristão-Fernando ainda acha que os marginais sao melhores que os gays ?
Anônimo disse…
Luan Cunha,

É o contrário.

Exatamente por causa da "peste gay", é que as pessoas pensam tratar-se de mais um "contaminado".

Antigamente, lá pelos anos 80, amigos e amigas andavam abraçados(as) pela rua e quase ninguém achava estranho.
Mas, depois de tanta propaganda gay, as pessoas, com razão receiam serem confundidas com esse desvirtuamento!
Anônimo disse…
Continuando como o anônimo de 16:01, assevero que as pessoas que agrediram pai e filho, devem mofar na cadeia!

Não é porque se trata de um comportamento nojento, que as pessoas devem ser agredidas por isso.

Homofóbico, isto é, quem agride fisicamente e maltrata fisicamente um gay, tem de ter pena severa.

Opinião é outra coisa.

Tanto que opinião é diferente que, não defendo prisão perpétua para apologistas da pedofilia, mas para os pedófilos.
Anônimo disse…
E pra quê perpétua a pedófilo? Eles são 10% dos acusados de casos de abusos, e são considerados doentes. Agora o restante 90% são pais, padastros, irmãos, primos, tios...
Defende pepértua a eles?
Anônimo disse…
Anônimo de 19/07/11 15:14,

Pedófilos não devem ter penas diferenciadas em razão do parentesco!

PERPÉTUA PARA TODOS!
Fernando disse…
Não podemos "fazer justiça" com as próprias mãos. Mas o que realmente ocorre é Nazismo puro.
Anônimo disse…
Comportamento nojento? QUAL?

Cáspite! A qual dos comportamentos nojentos vós fazeis referência? Ao dos heterossexuais que praticam sexo anal? Pois, por que cargas d' água então, por esse raciocínio esdrúxulo, as pessoas heterossexuais que praticam sexo anal, seriam atacadas, pois não? Ah, santa ignorância"! Como impedir, posto que assim mesmo o deixaste estabelecido, quando eventualmente, por conta da PESTE HETERO; quaisquer encostadas de traseiro, ou umbigadas, alusivas ao nefando, poderiam despertar nos "farejadores" de comportamento nojento, a agressão aos praticantes desse comportamento nojento?
Cá me vês e dá-me ou não razão, se pra começo de história,NÃO É O VOSSO COMPORTAMENTO que é nojento; VÓS QUE SOIS UM TROLL anti-gay farejador de comportamento nojento.
Toda a gente sabe que, somente DEPOIS DE PROVAR algo é que se sabe que é OU NÃO TAL GOSTO nojento. Pois provaste-o de bom grado e agora te arrependes?
Ou é que à força mesmo gostastes?
E AINDA mesmo assim o consideras NOJENTO?
Oh párvulo. Após dizem que portugueses é que são burros.
Cáspite!
(Toda a gente sabe que brasileiros têm a maior floresta do mundo porque foram os únicos a não derrubá-las. Não lêem nada).
Anônimo disse…
Lindo...Malafaias e Bolsonaros da vida devem ter adorado esse absurdo!!
Caruê disse…
Pedofilo é o interesse sexual por crianças antes da puberdade, o desejo em si não constitui crime. O crime que é erroneamente associado é atentado ao pudor de vulnerável, o pior de tudo é que a maioria dos crimes não são cometidos por pedofilos. Além disso existem pedofilos que jamais cometem tais crimes e que muitas vezes procuram ajuda e tratamento.
Quanto aos gays vai ser impossível que deixem de sofrer violência física enquanto padres, pastores e fieis continuarem defendendo que gays são uma abominação.
Anônimo disse…
A crentaiada hipócrita tem culpa nisso!!
No dia em que a simples demonstração de afeto entre duas pessoas (nesse caso pai e filho, mas poderiam ser dois amigos) se torna motivo para agressão, temos uma prova de que nossa sociedade está MUITO DOENTE. E esta doença não é a peste gay, e nem a falta de jesus (faço questão de por com jotinha) no coração. Esta doença é a falta de parâmetros de comportamento social.

Vivemos uma sociedade que é extremamente permissiva com o anormal: com a violação da lei, com o abuso do poder, com todo tipo de privilégio. Tal sociedade desenvolve pessoas que nao tem parâmetors de comportamento social. Pessoas que não sabem distinguir o amor fraterno ou filial (porque, provavelmente, jamais tiveram um pai amoroso a que pudessem abraçar afetuosamente).

A homofobia é só a ponta de um imenso iceberg de merda que está enterrado nesse país. Infelizmente ninguem quer cavoucar isso. Resolver problemas dá trabalho.
Anônimo disse…
E ainda dizem que não há homofobia no Brasil...
Anônimo disse…
FERNANDO

PORQUE VCS CRENTES condenam o Homosexualismo, o ALCOOL ?

Mas NOÉ não tomava porres homéricos ??? tudo sob a alcunha divina.....??


O DEUS da gibiblia proibe de forma total comer carne de porco , camarão , ostra , lagosta etc


MAS VC COME !!!


QUE CARAIO de VIRA FOLHA é vc ???
Anônimo disse…
Anon das 17:34
"Pedófilos não devem ter penas diferenciadas em razão do parentesco!

PERPÉTUA PARA TODOS!"

Viu só?
É disso que temo. Não diferencia patologias/crimes e acha que perpétua resolve o problema. Boas ações em excesso trazem problema.
E o casos nos EUA de pessoas que aguardam julgamento a anos apenas por suspeita de serem pedófilo? Tem até um brasileiro preso no meio de uma caçada histérica a um pedófilo nos EUA, a juíza cauçou uma fiança MILIONÁRIA a um mero imigrante que não tem onde cair morto, enquanto aguarda inconstitucionalmente(até lá) por um julgamento. Isso resolveu o problema?
Luan Cunha disse…
Acho que além de uns bons anos de detenção, castração química é uma boa pena para crimes sexuais como a pedofilia.
Anônimo disse…
"Não existe homofobia no Brasil"
Da mesma forma que todos concordam que ainda há racismo no Brasil mas ninguém se assume racista,acontece com a homofobia,a diferença é que homofobia não é crime!
Anônimo disse…
Por onde anda o Fernando(Cristão)?
AlyneS2 disse…
Nossa que horror, caramba a orelha dele ficou horrível. Preconceito é isso aí. Queria que os agressores pagassem pelo que fizeram, hum por que eles não pagam a cirurgia para o cara?
Anônimo disse…
Excelente ideia.Pagar o procedimento cirúrgico do senhor agredido.
Anônimo disse…
Verdadeiramente um ABSURDO!Caíram no conto da pl 122 do Malafaia ou nas sandices do Bolsonaro o intolerante ignorante!!.

É o cúmulo da sociedade anormal,doentia,desenfreada,intolerante,homofóbica,preconceituosa,patética,letárgica,aberrante e extremista...Eu não posso mais andar abraçado com meu parente do sexo masculino seja filho,sobrinho,primo,neto ou até um amigo querido que posso ser confundido com um casal homossexual e consequentemente levar uma severa surra se uma turba composta por estes seres confusos que dizem odiar gays e a evidência gay!Estes que querem morte aos gays e se incomodam com a visibilidade dos mesmos!

KIT ANTI-HOMOFOBIA E BULLYING HOMOFÓBICO NAS ESCOLAS PÚBLICAS JÁ, ASSIM COMO MATERIAL DIDÁTICO,MERENDA E SALÁRIO DIGNO PARA OS PROFESSORES E PROFESSORAS!

CRIMINALIZAÇÃO DA HOMOFOBIA JÁ!
Anônimo disse…
Bolsonaros e Malafaias têm culpa nisso!!
Anônimo disse…
Amigos,

Não sou advogado, mas gosto do tema Direito, principalmente da área que se vincula à cidadania.

Por isso, dou meus pitacos (se algum especialista quiser corrigir ou completar, ficarei agradecido).

1 - Anônimo de 19/07/11 17:31:

No caso de crimes contra crianças a legislação brasileira faz, sim, distinção de parentesco. O fato de o autor do delito ter ascendência sobre a criança é fator AGRAVANTE! Ou seja, aumenta a pena prevista para o tipo penal.

2 - AlyneS2 de 20/07/11 10:48:

Uma coisa é o crime e outra é a responsabilidade civil. Identificado o criminoso, julgado e condenado, além da pena a que ele estará sujeito, é possível também que a vítima entre com ação contra o autor do fato para receber indenização por danos morais (humilhação, vergonha, susto, medo, pânico, situação vexatória e sentimento de ameaça à integridade física) e materiais (reparação cirúrgica, advogados etc.).

OBS: a absolvição do crime não isenta, automaticamente, de responder o processo civil (danos).
Anônimo disse…
(continuando meu post de 20/07/11 18:04)

Escrevia:
"OBS: a absolvição do crime não isenta, automaticamente, de responder o processo civil (danos)". Ou seja, o autor do crime não está automaticamente isento de responder civilmente.

Eu quis dizer com isso que, mesmo que o autor do fato venha a ser absolvido criminalmente no processo penal que correrá contra ele, a vítima poderá continuar pleiteando no âmbito civil a reparação pecuniária por danos morais e materiais.

Processo criminal e processo civil normalmente são julgados por juízes diferentes.

No caso de ocorrer a condenação no processo criminal, a condenação civil tende a ser bem mais provável.

Porém, a absolvição criminal não significa necessariamente que a sentença será favorável ao réu no processo de reparação civil.

Desculpem a falta d rigor nas citações abaixo, mas acho que elas indicam o motivo pelo qual sou amante amapixonado pelo conhecimento do Direito:

"O Direito não protege quem dorme"
(ditado romano)

"A Justiça é como uma divindade: ela aparece para quem nela acredita"
(Calamndrei, jurista italiano)
Anônimo disse…
Enquanto isso os políticos dormem.
Anônimo disse…
Anônimo de 20/07/11 19:18,

Muito engraçado, mas acho que os cidadãos é que estão dormindo.

ahaha (rir pra não chorar)
Anônimo disse…
Anônimo de 20/07/11 18:04,

Eu não detalhei a minha fala. Mas, quis dizer que, a justiça não deve ter parcialidade ou favorecimentos.

Eu comentava fala de outro anônimo, que me deu a entender que era "cruel" eu desejar pena perpétua para um parente.
Anônimo disse…
Por onde andará o Cristão-Fernando?.
Nessas horas a crentaiada se esconde. Quando é um homossexual sendo agredido ou um heterossexual sendo agredido por pensarem ser homossexual, como foi o caso, eles não falam nada. Pelo exemplo de amor ao próximo! Só aparecem aqui pra falar hipocrisia e defecar pela boca!
Anônimo disse…
Caro devogado:
a questão é não podemos abrir excessão pra perpértuas a nenhum caso! Manter pessoas enclausuradas a vida toda, que não seja psicopata(esses casos são medidas de segurança) é um perigo aos direitos do cidadão. Se isso resolvesse, China e EUA seriam países com baixo indice de criminalidade por adotarem penas de morte, mas acontece o contrário.
O clamor popular pensa em punir. Mas o sábio pensa em como ressocializar e evitar erros.
Anônimo disse…
Se cada um desse o que é seu entre quatro paredes,não haveria nenhuma discussão sobre esse assunto.O problema é o exibicionismo...O que falta é o respeito para com o próximo.Existe hora e lugar para tudo...
Ah, quer dizer que um casal hétero pode literalmente se engolirem em praça pública mas um casal gay não pode nem andar de mãos dadas pela rua ou trocar um selinho? Hipocrisia é fogo, cara...
Anônimo disse…
Pois é, realmente os crentes se escondem nessas horas.

Dois pesos, duas medidas.

O Cristão-Fernando é um exemplo disso.
Anônimo disse…
Ah... quais as maiores probabilidades? Encontrar héteros quase nus ou mesmo transando nas ruas ou um casa homoafetivo dando um selinho?
Dou um doce se acertar...
Anônimo disse…
Canso de ver casais héteros em cenas tórridas de intimidade em praças públicas e nunca vi nenhum seguidor assíduo da cartilha dos evanjegues crentofascistas e crentefaias falar nada contra.Só se ocupam das ¨licenciosidades¨ dos gays.Deixem de ser hipócritas e vão lutar junto com outros por um país melhor e com menos desigualdades ao invés de se preocuparam com as extremidades alheias.Basta de hipocrisia,homofobia e cinismo!!
Anônimo disse…
Porque a crentaria fica caladinha em casos assim?
Anônimo disse…
Acho ridículo esse comportamento exibicionista tanto nos gays quanto nos heteros.Isso é fruto da promiscuidade e da banalização do sexo.Nenhum casal precisa de platéia para isso...O que falta é EDUCAÇÃO.Quero lembrar que para a minha avó,o afeminado se veste de mulher no carnaval.Para a minha filha de 6 anos ,beijo na boca é para meninos e meninas que estão namorando...Que quando ficam adultos se casam e têm filhos.O restante vai sendo modificado passo a passo de acordo com o desenvolvimento da criança.Confesso que fico muito irritada quando em plena luz do dia ,na praia ,às13hs dou de cara com um casal gay aos beijos e abraços.Não sou homofobica,mas exijo respeito ao comportamento e à educação hetero.
Fernando disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernando disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
A pcl 122, penaliza muito mais os cristãos e as igrejas do que a esses grupos radicais. Na verdade o que incomoda aos ativistas gays (diabo) é a palavra de Deus que condena o homossexualismo.
Anônimo disse…
Cristão,amiguinho já esqueceste que o regime hitlerista(nazismo ou nazifascismo) foi apoiado por CRISTÃOS?Ora nos poupe moço!
Anônimo disse…
Anônimo das 10:22 a pl 122 penaliza cristãos ou religiosos em quê?Essa conversinha de vocês já esgotou!!Esses caras que agrediram a pai e filho por motivo torpe e banal mas altamente pernicioso e odioso de motivação claramente homofóbica possivelmente tinham em suas mentes muito da pregação religiosa anti-homossexuais.Que já virou um aleijo.
Anônimo disse…
Os crentes com suas prédicas virulentas,discriminatórias,parciais e anatematizantes atiçam essas ações desprezíveis e trágicas e depois querem pular fora tendo se eximir de responsabilidades.
Fernando disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
Não se pode mais abraçar um filho.Não se pode mais ter ou demonstrar amor paternal,maternal,fraternal.Lamentável e lastimável a que ponto chegamos!
Anônimo disse…
Malafaia=maníaco atirador da Noruega.O Malaxiita deve ficar(ter ficado) feliz com isso...
Anônimo disse…
http://gaysozinho.wordpress.com/nao-existe-homofobia-no-brasil-e-eu-sou-o-bozo/
Anônimo disse…
Esses mesmos caras que agridem gays e pessoas supostamente gays são os caras que vivem a examinar com minúcia as genitálias de outros caras em banheiros públicos e esse também é o ofício de muitos religiosos.Aí nem vale vociferar contra a criminalização do preconceito violento e segregativo contra homossexuais nem contra a união homoafetiva legalmente constituída e celebrada.A violência contra gays revela,muitas vezes, uma homossexualidade latente e reprimida.
Anônimo disse…
Casos como esse e outros escabrosos,vindos inclusive da turminha ¨santinha¨que quer evangelizar o mundo, como o de um evangelizador que agrediu um homossexual com um porrete, mostram que homofobia no Brasil é coisa para inglês ver como falam os que desejam lobotomizar o povo.
Yuri disse…
Homofobia não existe, e eu sou o Bozo shaushaushausha
Anônimo disse…
Yuri espero que isso sejá uma piada, porque ela existe sim, espero que eles pagem caro, pagem a cirurgia ea façam serviços comunitarios, mas especificamente trabalhar em uma plantação de cana ao meio dia, em pleno sol quente, vamos ver se eles vão gostar de sentir na pele o sofrimento.

Posts + acessados hoje

Antes de dizer em live 'aceitem a paz do Senhor', pastor xinga sua mulher

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário