Programação religiosa ocupa por semana 140 horas das TVs

Concessão pública a serviço da crença


As igrejas, sobretudo as evangélicas, ocupam por semana 140 horas dos canais de TVs de sinal aberto, de acordo com levantamento feito pela Folha.com na grade de programação das emissoras.

Quem mais vende horário para as igrejas é a Rede TV!, com 46 horas semanais, o que corresponde a 27% de sua programação.

Com 32 horas, a TV Record, ligada à Igreja Universal, está em segundo lugar. Em seguida vêm a Band (31 horas), Gazeta (26 horas), Cultura de São Paulo (1 hora) e Globo (50 minutos).

SBT é a única rede nacional que não tem programa religioso, mas não se sabe até quanto, porque ela tem sido fortemente assediada pela Igreja Mundial, Igreja da Graça de Deus e Universal.

Pela legislação, as emissoras de TVs, por ser concessão pública, não podem vender para a publicidade mais que 25% do total do seu horário. Mas a Rede TV! não tem sido penalizada porque os programas religiosos não são considerados como publicidade, embora os pastores anunciem produtos e livros, além de pedir dízimo.

A Globo e a Cultura, que transmitem missa, não cobram nada, mas elas não concedem horário a outras religiões, privilegiando apenas a  Igreja Católica.

No caso da TV Cultura, a falta de isonomia chama mais atenção porque se trata de uma emissora fortemente subsidiada pelo governo de São Paulo. A rigor, ela não poderia ter nenhum horário religioso porque o Estado é laico, conforme determina a Constituição.

Em recente artigo, o jornalista Eugênio Bucci disse que em um Estado laico as emissoras -- públicas ou privadas -- não deveriam ter esse tipo programação, por interesses financeiros ou de credo, para não constranger "a liberdade religiosa dos cidadãos".

Com informação e arte da Folha.com.

por Eugênio Bucci em abril de 2011

junho de 2011

Religião na TV

Comentários

  1. Anônimo7/21/2011

    Avé Silvio Santos!

    ResponderExcluir
  2. 140 horas...Hummm que bom! Queria ver se houvesse 140 hrs de encheção de saco com ateísmo na TV como ficaria a cara desses crentes.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo7/21/2011

    Silvio Santos vem aí!
    Enquanto o Silvio fala: Quem quer dinheiro?
    Os pastores falam : Quem dá dinheiro?

    hahahahahaha!

    ResponderExcluir
  4. Anônimo7/21/2011

    A Record é segundo lugar até nesse quesito.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo7/21/2011

    eu queria q aumentasse,pois sem Deus é embaçado.


    PUNK

    obs;fui ateu e conheci ao Senhor Jesus Cristo e ele mudou a minha vida.

    ResponderExcluir
  6. Alguma idéia para acabar com isso ?

    ResponderExcluir
  7. Anônimo7/21/2011

    Este mundo religioso é bizarro, eu vejo os crente pendurados pela boca num anzol , pobres coitado querem um lugar no céu ,se curvam diante da tempestiva furia divina , no verdadeiro ou dá ou desce.
    Mal sabem eles que este deus e apenas uma projeção dele mesmo num eu perfeito.

    ResponderExcluir
  8. Anônimo7/22/2011

    "obs;fui ateu e conheci ao Senhor Jesus Cristo e ele mudou a minha vida."

    Papo furado!

    Ateu que é Ateu conhece muito bem esse tal senhor Jesus e muitos outros e sabe que o que muda sua vida são suas próprias atitudes.

    ...embaçado é acreditar em seres mitológicos!

    ResponderExcluir
  9. Anônimo7/22/2011

    Ainda bem que a minha TV é usada apenas para assistir filmes que baixo da net ou jogar Xbox.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo7/22/2011

    Por isso o Brasil não está melhor. Pode melhorar.

    140h semanais é muito pouco.

    Depois do aumento de evangelização do Brasil, deixamos para trás um passado de incertezas, mesmo que lutássemos para melhorar o Brasil.

    Hoje podemos planejar dias melhores.

    O Brasil tem vivido dias melhores e de calma, a tal ponto que há até tempo para ateus pensarem em como acabar com esses bons dias em que vivemos.

    Mesmo com vários aspectos negativos de alguns charlatães, não há dúvidas que vivemos bons dias.

    ResponderExcluir
  11. Anônimo7/22/2011

    Com tanta evangelização não é de se estranhar porque o país não anda para frente!

    ResponderExcluir
  12. Anônimo7/22/2011

    "O Brasil tem vivido dias melhores e de calma, a tal ponto que há até tempo para ateus pensarem em como acabar com esses bons dias em que vivemos."

    Bons dias?
    E essa quantidade de padres e pastores pedófilos?
    E o Welingnton maníaco de realengo?
    E o preconceito e a homofobia dos religiosos?


    Se preconceito, ódio, intolerância e fanatismo for bom pra você, ai realmente você vive bons dias!

    Por causa da religião é que o pais está regredindo!

    ResponderExcluir
  13. Anônimo7/22/2011

    Anônimo de 22/07/11 10:28,

    Pedófilos, pastores, padres, ativistas gays, héteros etc, prosperam não por causa da religião, mas por causa da leniência de nossas leis!

    Assim como bandidos vivem soltos e pessoas de bem presas em casa, por causa da frouxidão de nossas leis.

    Vivi os bons dias(e que bons dias) do Regime Militar, AUSPICIOSO REGIME MILITAR, e ia de casa para o colégio sozinho, a uma distância de mais de 02Km, sem jamais ter corrido perigo de malfeitores, em razão da CERTEZA DA PUNIBILIDADE!

    Escolhemos liberdade total e irrestrita, vivemos com medo, e agora o culpado é a religião?

    ResponderExcluir
  14. Anônimo7/22/2011

    "Assim como bandidos vivem soltos e pessoas de bem presas em casa, por causa da frouxidão de nossas leis."
    "vivemos com medo"

    Isso são bons dias?
    E você culpa os Ateus?

    A grande maioria dos bandidos creem em alguma coisa, seja em Deus ou no Diabo.

    Duvido que encontre um só bandido que se diz Ateu!

    ResponderExcluir
  15. Anônimo7/22/2011

    Bons dias?Só se for de lamaçal fétido de safadeza,corupção e desmoralização dessas seitas criminosas.Bons dias?Só se for para a lavanderia de dinheiro que são essas seitas IMUNDAS!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo7/22/2011

    É isso aÍ ,vamos EVANGELIZAR estes Ateuzinhos, que dizem quando estão em apuros: Ó minha Nossa Senhora - Aí meu Deus. ha ha ha ha ....

    ResponderExcluir
  17. Anônimo7/22/2011

    Usar "Ó minha Nossa Senhora - Aí meu Deus"
    é como "PQP" ou "Caraca!" ou "que merda!" ou o próprio "Nooossa" que vem de Nossa senhora mesmo.
    Eu as vezes até uso um "Sangue de Cristo!" ou um "Peloamor"

    É tipo aquele papo que em avião caindo não existe ateu, o interessante é que morre todo mundo do mesmo jeito!

    ResponderExcluir
  18. Anônimo7/22/2011

    Isso aí, continuemos desmascarando esses crentezinhos de m....

    ResponderExcluir
  19. Anônimo7/22/2011

    Com excessão do programa Sagrado,todos os outros poderiam sair do ar!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo7/22/2011

    É puro comércio.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo7/22/2011

    tem q aumentar a programação religiosa,ta melhor do que antes,pois só tinha pornografia e estes ateus q compre revista pornográfica.

    ResponderExcluir
  22. "O SBT atualmente é a única emissora ainda "laica", sem igrejas, pastores ou missionários."

    Ummm... vejo que o levantamento da Folha leva em conta apenas programação nacional das emissoras. Aqui no meu estado, por exemplo, são exibidas várias horas semanais de programas religiosos regionais no SBT.

    ResponderExcluir
  23. Golfim,

    Tem ainda programas como o da Eliana e do Raul Gil, que apresentam inúmeros cantores gospel, que de longe estão entre as melhores vozes do Brasil.

    Dá gosto assisti-los!

    ResponderExcluir
  24. Anônimo7/23/2011

    "Em recente artigo, o jornalista Eugênio Bucci disse que em um Estado laico as emissoras -- públicas ou privadas -- não deveriam ter esse tipo programação, por interesses financeiros ou de credo, para não constranger "a liberdade religiosa dos cidadãos"."

    RIDÍCULO. Mas pode ter programas ICONOCLASTAS ou LAICIZANTES!

    ResponderExcluir
  25. Anônimo7/23/2011

    Anonimo 23//11 10:49: "RIDÍCULO. Mas pode ter programas ICONOCLASTAS ou LAICIZANTES!"

    Sei que provavelmente tem sérias dificuldades em compreender o que lê, e que a lavagem cerebral religiosa dificulta ainda mais essa compreensão, então vou tentar explicar de forma simples e clara, ok?

    Um programa que NÃO trata de proselitismo religioso NÃO é um programa anti-religioso ou laicizante ou iconoclasta. Mesmo programas de ciência, que explicam a evolução, que mostram a idade da Terra (que não é de 6 mil anos) NÃO são iconoclastas.

    A proibição de programas religiosos, derivada do estado laico, é para PROTEGER tanto as crenças quanto as descrenças, as religiões e o ateísmo.

    Deve se lembrar do maluco chutando a santa católica, e deve saber que seitas evangélicas perseguem as religiões africanas (sempre é bom ter um "inimigo" para manter os fieis unidos..:-), e deveria então entender que o maior perigo direto para uma religião é outra religião.

    Religiões separam, por natureza, e lutam umas contras as outras. Há milhares de anos (leia a biblia para entender essa violência toda). Apenas em estados laicos uma multiplicidade de religiões pode existir, pois se existe UMA religião de estado, as outras sofrem ou são eliminadas.

    Tente ser cristão, no Afeganistão ou na Irã, para entender melhor o problema.

    Sim, a razão e a informação podem ser perigosas, indiretamente, para as religiões. Nos países mais desenvolvidos do mundo, mais eficientes em prover seus cidadãos, mais tolerantes, mais democráticos, a maioria acaba se tornando atéia, livre pensadora ou agnóstica.

    Mas isso NÃO é fruto de imposição, mas de escolha, não resulta de lavagem cerebral em tenra idade, mas de conclusão pensada, considerações de ordem lógica e de informação disponível.

    Ou seja, é importante e benéfico que seja assim.

    Não existem programas "iconoclastas" e "laicizantes" (embora eu ache que poderiam ser criados..:-), existe informação, e é disso que você tem medo.

    ResponderExcluir
  26. Anônimo7/23/2011

    Pessoas que consideram esse lixo de aberração musical apelidada de gospel coisa de boa ¨qualidade¨certamente têm distúrbios mentais ou desajustes emocionais graves além de um péssimo gosto musical.

    ResponderExcluir
  27. Felipe7/25/2011

    é issoa ai
    Silvio Santos é o cara !!!
    chega de tantos programas religiosos
    é praticamente uma ditadura religiosa

    ResponderExcluir
  28. Anônimo8/21/2011

    meu nome e jose entrei nas drogas AOS 14 ANOS, graças ao senhor jesus cristo E A IRGREJA UNIVERSAL ESTOU LIBERTO A 12 ANOS OBRIGADO BP MACEDO

    ResponderExcluir
  29. Renato Nascimento7/29/2012

    Ah se tivéssemos 140h semanais de programas como os que passam na TV Escola! Que belo exemplo daríamos às crianças e aos ignorantes em geral...

    Quem me (nos) dera!

    ResponderExcluir
  30. Eu moro em Curitiba-PR. E na madrugada do SBT, tem programa evangélico da Igreja do R.R. Soares...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Vicente e Soraya falam do peso que é ter o nome Abdelmassih

Gloria Perez diz não querer ampliar a voz de seus críticos