Filme de terror se inspira em igreja fundamentalista dos EUA

Michael Parks interpreta
 um pastor homofóbico
O cineasta Kevin Smith está lançando nos Estados Unidos o filme Red State que se inspirou na Igreja Batista de Westboro, que é uma seita fundamentalista famosa por seus protestos antigays, inclusive em funerais de soldados americanos. 

O nome do filme é uma referência aos “Estados vermelhos”, como o Kansas, onde o conservador Partido Republicano sempre obtém votação expressiva.

O enredo é também de Smith. Um grupo de jovens desajustados acaba sendo atraído pela seita. Tem sexo grupal, tortura e muitos tiros. O pastor Fred Phelps, interpretado por Michael Parks, transpira ódio, sobretudo pelos homossexuais.

Também fazem parte do elenco John Goodman, Kevin Pollack, Melissa Leo, Michael Angarano, Kerry Bishe e Kyle Gallners.

É um filme de baixo orçamento, de US$ 4 milhões. O próprio Smith está fazendo o lançamento de Red Smith, percorrendo os Estados Unidos e recorrendo às redes sociais.

Lideranças da igreja já estão preparando protestos contra o filme, o que acabará ajudando a sua divulgação.

Em nome de Jesus


Com informação de sites americanos sobre cinema.





Filme de Hollywood surpreende ao apresentar um ateu benevolente.
julho de 2011



Comentários

Anônimo disse…
Legal mesmo vai ser a 6ª temporada de Dexter que vai ter uma temática religiosa.
AlyneS2 disse…
Hum...interessante...talvez eu assista...se eu encontrar^^
Anônimo disse…
A igreja fundamentalista em si já é um filme de terror!
Bryan Walters disse…
Temos todo o direito de manifestarmos nossa crença. Obtivemos este direito pela força, é verdade, porque enfrentamos, malgrado quão fortes eram na época, O Papa e o Rei da Inglaterra! Somos cidadãos afortunados, pois enquanto romanistas usavam de artifícios teológicos para perpetuarem a pobreza e calvinistas se ufanavam de herdarem a fortuna como bênção eletiva de Deus; nós criamos a prosperidade da maior parte do mundo de hoje, nós desbravamos o Novo Mundo, nós alicerçamos o estatuto político da maior nação do planeta terra! Não fizemos proselitismo barato para construir a partir da fé do rei a religião que deve seguir o povo. Invertemos a lógica. Criamos a nação feliz, cujo Deus é o Senhor. E o Governo de tal nação deve seguir a fé do povo genuinamente fundamentado nos valores corretos de um Estado cristão. Nós somos os guardiães da democracia no mundo! Todos queimam nossas bandeiras, nos chamam de imperialistas; mas a quem costumam chamar quando suas vidinhas despedaçadas por ditadores fascistas, nazistas, maoistas e xintoístas estão a naufragar? Chamam-nos de polícia do mundo (mas chamam-nos, não vivem sem nossos serviços de xerife!); de bárbaros yankees...Mas nós somos a cabeça do mundo, não a cauda! Por que? Porque fomos alfabetizados na Bíblia Sagrada, na Palavra de Deus. Dizem que a primeira coisa que inaugurávamos era um bar, quando fundávamos uma cidade, e um banco. Mas as famílias que iriam povoar estas cidadezinhas eram clãs de gente honesta, orientados por um pastor, leitores da Verdade Eterna, nascidos de matrimônio, não de prostituição. Se hoje temos uma nação de servos e servas de Deus, é porque graças aos ensinamentos da palavra de Deus, que nos orientaram, a não cometer adultério, não admitir pecadores amaldiçoados na congregação dos justos; tornaram-nos o que somos. Não iremos retroceder ante à apocalíptica intenção da Besta satânica que quer transformar tudo em Sodoma. Não iremos apoiar uniões antinaturais e estéreis. Não queremos nossos filhos desvirilizados nem emasculados, contrariando o sagrado projeto de Deus. Digam o que disserem, somos os anjos da América. Ave Aquilae, Principado Intercontinental e Arcanjo do Planeta. Eu, Profeta, legítimo descendente dos Walters, último remanescente do clã de sagrada linhagem, digo: ANGELS IN AMERICA!
Anônimo disse…
Ixi! mais um louco!?
Ai cacete, mais um louco fundamentalista pra pertubar o campo de comentários do blog
M.V "Shogum" disse…
Êta lasquera deram alta pra mais um do pinel...
Anônimo disse…
Eu morro de medo de malucos como o Bryan Walters. O cara se acha a última bolacha do pacote de Deus. Porém, esta postura de "santo" (do pau oco) deve ser apenas uma fantasia doentia para ocultar uma vida com algum tipo de prática hedionda alimentada na clandestinidade. O cara deve no fundo ser algum tipo de promíscuo sexual enrustido. Pobre diabo! Os verdadeiros seguidores de Cristo possuem um discurso bem diferente do que o deste doente mental.
Anônimo disse…
Provavelmente esse Bryan Walters deve ser mais um fã do Olavo de Carvalho (que por sua vez não tem pensamentos muito diferentes do atirador da Noruega, já que o próprio afirma que o mundo está sendo dominado pelos comuna-islamo-homossexuais, com sede no Foro de São Paulo -quando na verdade esse tal Foro de São Paulo não passa de uma reunião de viúvas da União Soviética, onde eles criticam o capitalismo e o imperialismo americano e usam ipod, windows, blackberry e outras parafernalhas dignas de um mauricinho da elite-).

A propósito, o próprio Olavo de Carvalho afirma que o exército americano encontrou as tais bombas de destruição de massa (mas não mostra nenhuma foto para comprovar).
Cristão disse…
Após alguns meses participando desse blog, findo essa minha participação, porque sei o que os ateus pensam e resolvo deixa-los. Eis os pensamentos dos ateus: “QUANDO ME TORNEI CONVENCIDO DE QUE O UNIVERSO É NATURAL, DE QUE TODOS OS DEUSES E FANTASMAS ERAM MITOS, ENTRARAM NA MINHA MENTE, NA MINHA ALMA, EM CADA GOTA DO MEU SANGUE, O SENSO, O SENTIMENTO E A ALEGRIA DA LIBERDADE. OS MUROS DA PRISÃO RACHARAM E CAÍRAM. AS MASMORRAS FORAM INVADIDAS PELA LUZ, E TODAS AS TRAVAS, AS ALGEMAS, AS BARREIRAS, VIRARAM PÓ. EU NÃO ERA MAIS UM SERVO, UM SERVENTE OU UM ESCRAVO. NÃO HAVIA MAIS PARA MIM NENHUM MESTRE EM TODO ESTE GIGANTESCO MUNDO – NEM MESMO NO ESPAÇO INFINITO. EU ESTAVA LIVRE. LIVRE PARA PENSAR, PARA EXPRESSAR MEUS PENSAMENTOS. LIVRE PARA VIVER MEU PRÓPRIO IDEAL. LIVRE PARA VIVER PARA MIM E PARA AQUELES QUE AMO. LIVRE PARA REJEITAR TODA E QUALQUER CRENÇA CRUEL E IGNORANTE. LIVRE PARA REJEITAR TODOS OS “LIVROS SAGRADOS” QUE SELVAGENS IGNORANTES PRODUZIRAM E TODAS AS BÁRBARAS LENDAS DO PASSADO. LIVRE DE PAPAS E PADRES. LIVRE DE TODOS OS “CHAMADOS” E “EXCLUÍDOS”. LIVRE DE ERROS SANTIFICADOS E DAS MENTIRAS SANTAS. LIVRE DO MEDO DO SOFRIMENTO ETERNO. LIVRE DOS MONSTROS ALADOS DA NOITE. LIVRE DE DIABOS, FANTASMAS E DEUSES. PELA PRIMEIRA VEZ EU ERA LIVRE. NÃO HAVIAM LUGARES PROIBIDOS EM QUALQUER RECANTO DA MENTE. NÃO HAVIA AR OU ESPAÇO EM QUE A IMAGINAÇÃO NÃO PUDESSE ATINGIR COM SUAS ASAS COLORIDAS. NENHUMA ALGEMA ME PRENDENDO. NENHUM CHICOTE NAS MINHAS COSTAS. NENHUM FOGO NA MINHA CARNE. NENHUM MESTRE ME ENCARANDO NEM ME AMEAÇANDO. NADA MAIS DE SEGUIR OS PASSOS DOS OUTROS. NENHUMA NECESSIDADE DE ME CURVAR, AJOELHAR OU RASTEJAR, OU EXPRESSAR PALAVRAS MENTIROSAS. EU ESTAVA LIVRE. COLOQUEI-ME DE PÉ, E, ALEGRE E SEM MEDO, ENCAREI O MUNDO

ROBERT GREEN INGERSOLL (1833 - 1899)
PROCURADOR, ADVOGADO E ORADOR POLÍTICO NORTE-AMERICANO......................................."Porém agora diz o SENHOR: Longe de mim tal coisa, porque aos que me honram honrarei, porém os que me desprezam serão desprezados. 1 Samuel 2:30". Paulo Roberto Lopes. Obrigado!
Lana disse…
Nossa esse filme é muito bom!! Gosto muito dos trabalhos do excelente ator John Goodman. Nossa eu adoro a série que ele participa, Treme, ela mostra a história de um grupo de pessoas de Nova Orleans que perderam tudo após o furacão Katrina e estão determinados a reconstruir suas vidas, suas casas, a cultura e a cidade. O contexto desse drama é magnífico. Estou ansiosa para assistir a 3ª temporada.

-------- Busca neste site --------