Pular para o conteúdo principal

Em creche sueca, crianças não são masculinas nem femininas

Na Egalia, não há brinquedo só para menino ou menina
Em Estocolmo (Suécia), no distrito de Sodermalm, há uma creche, a Egalia, onde as crianças são tratadas de forma neutra quanto ao gênero. Ali, não existe o masculino nem o feminino. Ninguém chama ninguém de “menino” ou “menina” ou se refere a alguém como sendo “ele” ou “ela”. Lá, uma criança chama a outra de “vän”, que é palavra neutra que significa tanto “amigo” como “amiga”.

A creche tem 33 crianças na faixa de 1 a 6 anos. Ela foi aberta no ano passado com recursos públicos

“A Egalia dá às crianças a oportunidade fantástica de ser o que elas quiserem”, disse o professor Jenny Johnsson, 31, um dos responsáveis pelo estabelecimento.

Johnsson afirmou que a proposta pedagógica é quebrar o estereótipo de que as meninas tenham a obrigação de serem agradáveis e bonitas e os meninos, viris e ásperos. Na Egalia os brinquedos são de todos – não existem alguns que são só para meninos, como caminhãozinho, e outros para meninas, como boneca. Na biblioteca, não há histórias clássicas, como a da Branca de Neve e a Cinderela, que consagram o estereótipo feminino.

De acordo com a proposta da escolinha, inexiste lá a hierarquia invisível que confere ao que os meninos fazem mais importância em relação às atitudes das meninas.

Em tese, no entendimento do professor, as crianças, naquela faixa de idade, ainda não escolherem que papel vão exercer na sociedade, se “feminino” ou se “masculino”, de acordo com os padrões atuais, ou se nada disso. Façam a opção que fizerem, as crianças da Egalia são educadas para considerar como normais gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros.

A Suécia tem investido já há algum tempo em uma educação que dê ênfase à tolerância à diversidade sexual, mas alguns pais afirmam que a Egalia se excedeu, podendo, com isso, criar outros problemas.

Tanja Bergkvist, 37, por exemplo, disse que as crianças poderão ficar confusas quanto ao seu sexo, o que poderá se refletir em toda a sua vida. “Desde que haja plena igualdade entre os gêneros, não há nenhum problema em ser homem ou mulher”, disse.

O psicólogo de crianças Jay Belsky, da Universidade da Califórnia (EUA), teme que experimentações como essa “castrem a masculinidade”, impedindo o que os meninos gostam de fazer, como “transformar paus em espadas”.

No Brasil, o cartunista Laerte, da Folha de S.Paulo, com certeza dá total apoio à Egalia. Ele passou a usar vestido e se declara não ser homem nem mulher.

Com informação do site CBS News, entre outros sites.
novembro de 2010

Comentários

AlyneS2 disse…
Grande Laerte^^ Eu vi uma entrevista com ele na MTV, me lembro de algumas histórias em quadrinhos. Eu não achava a menor graça, mas agora eu me divirto muito. Eu nunca o tinha visto e fiquei admirada quando ele apareceu vestido daquele jeito no programa. Foi uma novidade pra mim^^
Mas minha opinião sobre a matéria é certo de que as crianças poderão ficar confusas. Precisamos apenas de crianças educadas que no futuro saiba respeitar as diferenças. Talvez ainda haja esperança...
Fernando disse…
Quanto a matéria sou radical, porque a Bíblia é radical. Querem que os meninos se tornem efeminados. "Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. 1 Coríntios 6:1" Que pena, acho lindo um menino sendo menino, e uma menina sendo menina. Quanto ao cartunista Laerte, é verdadeiro o ditado de que o Brasil adora a copiar o que não presta.
Fernando disse…
AlineS2. Para a sua idade você mandou muito bém. um abraço querida.
Anônimo disse…
Efeminados ou não, querido cristão,
com certeza um homolatente, inconsciente e enrustido, que projeta, sem saber, sua homofilia em forma de rejeição e homofobia; os másculos e viris transformadores de paus em espadas, nunca deixaram de fazer o troca-troca...Prova disso é o alto grau de homoerotismo nos quartéis, nas academias de luta, nas artes marciais, no futebol, e em todas as áreas onde NÃO HÁ "efeminados"...Mas isso você não pode entender, porque gastou a maior parte do tempo em que poderia estar pegando mulher, como é normal, lendo a gibília...coisa de homem? coisa de macho? No meu tempo NÃO ERA...
Não gostei desta notícia. Parece-me um excessivo exagero. Teremos, é claro, de aguardar os resultados disso, mas eu é que não aceitaria que meus filhos participassem desse experimento sociológico.
Anônimo disse…
meu querido anônimo,cuidado! não deboche da bíblia você poderá não suportar a ira de Deus.
AlyneS2 disse…
Obrigada Cristão^^

Mas a verdade é que eu acho isso um exagero. Embora eu goste da ideia de que no futuro as crianças poderão respeitar e não ter discriminação contra os outros. Principalmente entre os homos. Se isso se espalhar pelo mundo ( o que eu acho pouco provável) causaria muitos problemas. Acho que a educação dos pais vem em primeiro lugar. Lógico, dependendo da opinião deles. Mas eu estou duvidando se os psicólogos vão conseguir controlar essa situação. Essas crianças estão sendo a experiência T.T
Anônimo disse…
A ira de Deus quem deve suportar é você, cristão cheio de ódio, ressentimento, intermináááááveis
querelas de "amor" e lamentações com o seu amiguinho imaginário, que resguarda-lhe as pregas do asterisco...a ultima fronteira do não matarás, embora você desejasse ver todos os impios mortos, além, é claro, de resguardar seu parco patrimoniozinho de pobre (se é que tem alguma coisa). Você é o típico servo da idade média, só que com tinta de pequeno-burguês, na verdade , o seu evangelhozinho de merda é só o catecismo de Adam Smith e a crença na "mão-invisível" redivivos sob a farsa do evangelho do empreendedorismo. Você PENSA que serve a um Deus inútil, mas serve mesmo é aos teólogos da Escola de Chicago. Além é claro, de sofrer de miopia...%Não enxerga que é NOVENTA E NOVE por cento parente de qualquer macaco. Por que o seu Deus faria de você filho dEle, e não ao seu irmão chimpanzé, com 99% do idêntico DNA?
Anônimo disse…
Coloca teu nome, cristão, pra eu escrever ele num papelzinho, e depois de TRINTA DIAS a gente vê sobre QUEM pesa a ira do verdadeiro Deus...
Anônimo disse…
Os cristão nem sabe que o pai do monoteismo das religiões judaicas era o faráo egipcio Akhnaton, e que apesar de não dizerem claramente ,fica claro que Jesus era um essenio adepto do vegetarianismo. Eu li que este faráo era quem dizia a verdade mistica do mundo e provavelmente foi ele o autor do livro do Genesis, é claro que o Genesis da biblia esta manipulado e a icar sabe de tudo isto, mais revelar a verdade agora jamais eles vao ficar quietinhos adorando jesus adorando maria adorando os santos, o celibato é ridiculo, confabulando comigo mesmo nunca existiu celibato entre os judeus e nem entre cristãos do primeiro seculo. Se bem que Jesus foi so um essenio vegetariano e os essenios eram misticos mesmo e esta do messias com certeza eram coisas dele. Eles se vestiam de branco curava com as maos tomavam banho antes de se alimentar, e este historia do corderinho, adao e eva ,lucifer, queda do homem era tudo coisa do faráo akhnaton.
Akhnaton=genesis=essenios=jesus messias, e esta do messias era coisa do farao tambem comforme as verdade mistica dele sobre o mundo, e quem mais observava isto os mistico essenios e Jesus era essenio e fim de papo . Sei la era o faráo egipcio Akhnaton, e que apesar de não dizerem claramente ,fica claro que Jesus era um essenio adepto do vegetarianismo. Eu li que este faráo era quem dizia a verdade mistica do mundo e provavelmente foi ele o autor do livro do Genesis, é claro que o Genesis da biblia esta manipulado e a icar sabe de tudo isto, mais revelar a verdade agora jamais eles vao ficar quietinhos adorando jesus adorando maria adorando os santos, o celibato é ridiculo, confabulando comigo mesmo nunca existiu celibato entre os judeus e nem entre cristãos do primeiro seculo. Se bem que Jesus foi so um essenio vegetariano e os essenios eram misticos mesmo e esta do messias com certeza eram coisas dele. Eles se vestiam de branco curava com as maos tomavam banho antes de se alimentar, e este historia do corderinho, adao e eva ,lucifer, queda do homem era tudo coisa do faráo akhnaton.
Akhnaton=genesis=essenios=jesus messias, e esta do messias era coisa do farao tambem comforme as verdade mistica dele sobre o mundo, e quem mais observava isto os mistico essenios e Jesus era essenio e fim de papo . Sei la
Anônimo disse…
Como fala asneiras esse papagaio da bíblia...Ô louco!
Fernando disse…
Incrível, eu admiro essa moça, a AlineS2, que Apesar da sua mocidade, 16 anos, da show em muito ateu velho e soberbo.
Fernando disse…
Anônimo 19:01 e dai? Que tenho eu com isso se muitos são hipócritas? Por isso a salvação é individual.
Caruê disse…
A idéia é muito boa.
Anônimo disse…
Cristão,Cristo é um apelido outorgado,o nome correto seria(é)Jesus Bar José ou Jesus de Nazaré,existiram muitos cristos.Os cristos,inclusive Jesus são considerados pelos seus seguidores ungidos,eleitos,escolhidos e santificados filhos de um pai celeste imaginário.Jesus foi morto por violar as leis romanas,daí(não por outras razões alegadas) seus seguidores têm elaborado toda uma ideia romantizada(sublimada),não tem nada que ver com a realidade objetiva.Jesus(se não for apenas uma personagem mitológica sem sentido real e histórico) nada mais foi(se existiu o que ninguém de fato o sabe)que um grande líder(rabino)como foi Maomé ou Buda e não um ser sobrenatural e cada seguidor exalta aquilo que considera santo e sagrado.E adespeito da notícia,exageros à parte,acho interessante as crianças aprenderem a conviver e interagir com a diversidade sexual.
Anônimo disse…
É importante ensinar as crianças sobre as diferentes orientações sexuais.Elas devem se familiarizar com as múltiplas sexualidades da espécie humana.
Anônimo disse…
Crianças devem ser ensinadas a serem humanas, e humanidade tem a ver com um conceito abstrato, que não depende gênero nem sexualidade, e tem a ver com a condição inerente ao ser humano, sua inviolável DIGNIDADE. É isso que crianças devem aprender, que são dignas, que todos os seres humanos possuem semelhante dignidade,
intrínseca à sua mesma condição humana, incondicionalmente, não importa se masculinos ou femininos, heteros ou gays, ricos ou pobres. Somente uma educação crítica e autônoma, num Estado laico e não confessional, pode produzir isso.
Anônimo disse…
Eu acho meio estranho!
Uma "experiência" que pode ter graves consequências na vida dessas crianças!
Ricardo disse…
Eu quero ver o que vai acontecer quando essas crianças tiverem que lidar com o mundo real, fora do clubinho andrógino que é essa creche.
Anônimo disse…
Quero ver a hora em que essas crianças forem brincar com algo mais físico e os meninos, naturalmente mais fortes e brutos, derem uma canelada ou algo do tipo nas meninas e toda esse método de padronização sexual ir por água abaixo.

Qual o problema em existir doferenças entre meninos e meninas ?
Anônimo disse…
O discurso padronizante atual diz: viva as diferenças !...desde que não haja diferenças entre homens e mulheres. As diferenças devem ser celebradas para as categorias minoritárias sim, mas para isso não deve existir uma hipocrisia de que também existem diferenças entre homens e mulheres heterossexuais, e não apenas nas vítimas afetivas (homossexuais em geral).
Anônimo disse…
É ótimo existir as diferenças entre meninos e meninas.Isso é psicobiológico.Mas é muito importante perceber as diferenças que também existem entre meninos e meninos e entre meninas e meninas.
V. disse…
Acho isso um experimento digno. A ciência precisa desses resultados. Aí poderemos dizer se as diferenças entre os sexos são "meramente sociais" ou psicobiológicas e até que ponto é um ou outro.
Fernando disse…
No final essa raça maldita vai perder feio."Os ímpios serão lançados no inferno, e todas as nações que se esquecem de Deus. Salmos 9:17" E podem me chamar do que quiserem. Mas é isso aí e ponto.
Unknown disse…
acabei de ler uma reportagem que teve um final ao estilo de South Park:
No Brasil, o cartunista Laerte, da Folha de S.Paulo, com certeza dá total apoio à Egalia. Ele passou a usar vestido e se declara não ser homem nem mulher.

AUEHAUEHAUEHAUEHAUEHUAEHUAEHUAEHAUEHAUEHAEUH AEUHAEU HAEUH AUEh uHAEU Huahe UAEH Aueh UAEH uaeh UAEH uaeh uAHE UAheu HEAUHeuhUEHuaheuaEHUAEHUAEH
Anônimo disse…
Raça¨ maldita¨.Essa frase mostra o quanto esse tal cristão é fascista.
Fernando disse…
O nosso país está vivendo um periodo que se vc é um cidadão de bem, trabalhador, honesto e tem opinião propria, vc é careta, homofobico, religioso doente...e muitas outras coisas ;acorda Brasil!!!! vamos dar nossa opinião..Tolerante Somos Nós!!
Anônimo disse…
"raça maldita" e "Tolerante Somos Nós" são frases que não combinam muito.
Anônimo disse…
Essas crianças estão sendo usadas como ratos de laboratório,os Vikings devem ta rolando no caixão!
Acho que vão criar uma geração de homens frouxos e mulheres fubangas,mandonas e masculinizadas.Tomara que eu esteja errado.em 10 anos saberemos.
jorgeprado disse…
Para escola na Suécia não existe DNA!
HIPERBOREUM disse…
Se a natureza ou Deus, ou a evolucao - seja la o q vc acredite - nos fes homem e mulher, veja isso eh tao bonito, tao perfeito, mas o ser humano aparece e estraga tudo ...
Anônimo disse…
gente, que intolerância, de ambas as partes!!! Enquanto houver esses pensamentos bobos, como o de de que fulano é melhor que ciclano só pq ele lê a biblia ou deixa de ler, nosso pensamento não evoluirá, isso se reflete em nossas ações e acaba manifestando um preconceito totalmente doentio! E esse pensamento cai no erro de tentar achar soluções extremistas como no caso dessa creche. Sou evangélica e fiquei bastante chateada e envergonhada com os comentários do caro "cristão", por acaso nao te lembras que na bíblia Deus nos diz: amai ao próximo como a ti mesmo? infelizmente é por esses e outros comentários que muitas pessoas se afastam de Deus sem ao menos conhecê-lo.
Anônimo disse…
resultado do neo ateismo
ahezir disse…
Eu não falo sueco e não sei qual o gênero da palavra "criança" em sueco.Mas, em alemão, a palavra "Kind" possui o artigo neutro "das", ou seja, a criança não é nem masculina, nem feminina, pois é criança. Aliás, masculinizar o femininizar uma criança é sexualizá-la (no sentido mais físico possível, não no psicológico) antes da hora. Se você tem a infeliz impressão de que o gênero neutro, presente no português do Brasil apenas em poucas palavras, é efeminar os meninos, você não é só radical, mas ignorante e não é capaz de perceber que neutro é diferente de feminino.
Anônimo disse…
Depois ninguém entende o motivo de o Brasil ser retrógrado. Com uma notícia de outro país, outra cultura já existe confusão por causa de juízos de valores dos conservadores e religiosos.
Porfavor.
E, realmente, a escola está de parabéns!

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Nova espécie de ave descoberta na Caatinga tem origem em variações do São Francisco

AdSense desmonetiza página do texto 'Ateísmo significa libertação do medo do sobrenatural'

Padre explica seu vídeo sobre mulher apanha porque quer

O padre cantor Fábio de Melo tem tentado nos últimos dias, nas redes sociais, rebater as acusações de que é machista.

Evangélicos quebram imagens de umbanda no Rio

por Denise Menchen , da Folha Quatro integrantes da igreja evangélica Nova Geração de Jesus Cristo foram presos, acusados de invadir ontem à noite um centro de umbanda no Catete, zona sul do Rio de Janeiro, e quebrar cerca de 30 imagens religiosas, prateleiras e um ventilador (foto). O caso foi registrado na 9ª DP (Catete). Segundo uma das dirigentes do Centro Espírita Cruz de Oxalá, a advogada Cristina Maria Costa Moreira, 45, cerca de 50 pessoas aguardavam em fila a abertura do atendimento ao público, às 19h, quando Alessandro Brás Cabral dos Santos, Afonso Henrique Alves Lobato, Raimundo Nonato e uma jovem identificada apenas como Dominique chegaram ao local. De acordo com Moreira, eles ofenderam os presentes e forçaram a entrada na casa. "Eles chegaram dizendo que queriam ver onde estava o demônio e foram direto para o terreiro", conta Celso Quadros, 52, outro dirigente do centro espírita. "Quebraram tudo, inclusive imagens que temos há 40 anos". A a

Estudo afirma que descrentes em Deus têm QI mais alto

Estudo se baseou em 173 países A revista acadêmica Intelligence , da Grã-Bretanha, publicará em setembro um estudo que conclui que as pessoas de QI (Quociente de Inteligência) mais elevado são menos propensa a adotar crenças religiosas.

Evangelho apócrifo de Tomé relata que, na adolescência, Jesus matou três meninos

A física moderna sugere que o tempo não avança, é apenas uma ilusão

Por que cristãos acham que os mórmons são bizarros. Oito motivos

Católicos e evangélicos não aceitam os mórmons como seguidores de Cristo Do ponto de vista cético, as religiões cristãs, ao menos as fundamentalistas, são tão bizarras como  outras de adoração a deuses. As cristãs, por exemplo, acreditam que Deus criou o homem a partir do barro e a mulher, com uma costela dele. E isso é muito bizarro. Entre as que se afirmam cristãs, contudo, uma das religiões é tida como muito estranha pela maioria delas. Trata-se da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias — a Igreja Mórmon. Católicos e evangélicos não a aceitam como cristã. Para eles, a doutrina da Igreja criada pelo americano Joseph Smith Jr. está pontuada de bizarrices que nada têm a ver com o cristianismo.  Seguem abaixo oito pontos da teologia mórmon pelos cristãos tradicionais. 1 — Deus já foi ser humano Os mórmons acreditam que Jeová, antes de se tornar o poderoso Deus, já foi um prosaico ser humano, um desses que habitam a Terra. Para eles, Deus não é um ser imaterial porqu