Filósofo cristão chama ateu de ‘covarde’ por recusar debate

William Craig e Richard Dawkins
William Craig e Richard Dawkins já
participaram de um debate no México 
O americano cristão William Lane Craig (foto), 61, doutor em filosofia, acusou o britânico ateu Richard Dawkins (foto), 70, doutor em biologia, de “covardia” por recusar quatro convites para debater a existência de Deus. Craig é professor da Talbot School of Theology e autor de mais de 30 livros sobre cristianismo. Dawkins é o ‘papa’ do ateísmo. Ele é autor do best-seller “Deus – um delírio”.

Ambos são tidos como bons palestrantes. Nos Estados Unidos e Inglaterra, debates entre religiosos e ateus costumam ter grande audiência em universidades.

O americano fará um ciclo de palestra em outubro na Inglaterra e lá gostaria de se confrontar com Dawkins. Ele atribuiu a recusa do ateu ao medo de um grande fracasso.

Dawkins, que já teve um encontro com Craig no México durante um debate com a participação de seis pessoas, respondeu que o filósofo não o impressiona.

“Ele não é digno de minha atenção”, disse. "Não tenho a intenção de ajudá-lo em seu irresistível impulso  de  autopromoção."



Com informação do The Telegraph.

junho de 2011

Comentários

Anônimo disse…
Dawkins esta certo em recusar o debate com o Graig.

Em todos os videos que se encontram disponiveis no You Tube, onde o Graig debate com diversas pessoas, tenho visto o mesmo se enrolar, dar desculpas esfarrapadas, ignorar o argumento que o refutou, fingir que nao escutou a resposta que demole seus argumentos, repetir a mesma lenga-lenga, uso e abuso de falacias, apelos emocionais, e pior, repete-se em diversos debates.

Com um historico desses, pode-se ver a baixa credibilidade de Graig.

O unico covarde é o Graig, que nao admite ja ter sido derrotado e refutado inumeras vezes em seus argumentos, e tambem, por ter fracassado varias vezes. E ofender os outros, pior ainda. É uma atitude de covarde.
Anônimo disse…
Fernando. Pronuncie-se.
Anônimo disse…
Será que o CRAIG tbm só debate com trechos da Gibiblia..........???
Doutor em filosofia, pra começar, é doutor em nada. Autoproclamada ciência que não é ciência, pseudociência que é um presumido saber fundamental, que fundamenta a si mesma e a todos os outros saberes; as definições da própria filosofia acerca da sua impropriedade são pomposas, puras falácias, com um certo ar de bazófia. Começa-se na primeira aula, geralmente a que se espera introdutória, a dizer-se e repetir que, filosofia não se introduz, que não se ensina e não se aprende...(!?). Mas está lá, o edifício, a faculdade, a instituição, o regimento, o programa curricular e as “disciplinas”...E tomem história da filosofia I, II, III, IV, etc., correspondendo aos elevados vôos filosofais, que entretiveram os imortais e a plebe mortal, analfabeta e iletrada, durante os séculos XVI, XVII, XVIII, XIX e XX; dos gregos aos pós-modernos, dos pré-socráticos aos desconstrutivistas. Após uma breve lavagem cerebral para convencer os neófitos, que “ a filosofia não serve pra nada pois não é serva de ninguém”, sendo entretanto “a única ciência necessária”; a propalada pseudociência da liberdade, da razão livre, do pensamento puro e outras quintessências de nada, é divinizada e incensada... A divindade presunçosa finda por inflá-los com o orgulho, (além da natural pose esnobe, que evolui à medida que avançam os semestres, o mestrado e o doutorado); indu-los a acreditarem ser os predestinados áugures do terrestre porvir; os futuros críticos e juízes éticos dos discursos científicos... Justamente os que por inabilidade matemática e horror ao cálculo, são os que em geral nada entendem de ciência! Munidos de certo manejo dos silogismos, acreditam mesmo tais aprendizes da moderna retórica, e oblíqua semiótica, portarem genialidade, elevada inteligência ou possuírem notável intelecto; espécie de suporte de um ego inflacionado, defesa contra o complexo de inferioridade. É sabido que mediante a baixíssima concorrência, para um curso que não tem profissão específica nem mercado, são portadores dos mais baixos escores do vestibular, dando continuidade ao terem sido as piores notas da escola pública. É óbvio que numa realidade anglo-saxônica ou eurocêntrica tal quadro seja bem diferente, mas, o que uma pessoa que passa a vida inteira lendo bravatas semânticas acerca de sentidos ocultos, metanarrativas e outros embustes da transcendência; tem a apresentar como real, palpável, exato, concreto, diante de um doutor em biologia? Entretanto, todo aprendiz de filósofo, na verdade um mero compilador, costurador de textos de citações das citações, e referências das referências, e infindáveis remissões teóricas, dirá: “engana-se!” ...Um doutor em filosofia “sabe” muito mais que um doutor em biologia, tem “mais leitura”, “mais estudo!”...E a plateia de papagaios mediúnicos, incorporadores dos espíritos filosóficos dos já finados autores, psicógrafos das recompilações reeditadas, dirá: amém. Na verdade, em lugar de doutor em filosofia, podia dizer-se: doutor em espiritismo. É a mesmíssima coisa. Mas uma coisa é uma coisa, outra coisa, é outra coisa, diz a filosofia.
Anônimo disse…
Nossa, fazia tempo que não lia tanta BOSTA quanto no post acima- foi difícil até de terminar a leitura. Mais um positivista demente de século XXI:

"Doutor em filosofia, pra começar, é doutor em nada. Autoproclamada ciência que não é ciência..."
Desde de quando a filosofia reivindica o estatuto de ciência?É pérola atrás de pérola, vá estudar pra parar de falar besteira, amigão.

Enear
Anônimo disse…
Mas que Richard Dawkins é cagão é mesmo!
Anônimo disse…
Demais da conta.
Anônimo disse…
Dawkins simplesmente fugiu do debate, manteve distancia do Craig para manter seu ar de intelectual, Enquanto Craig jogou cinco argumentos válidos defendendo que o Universo tinha um propósito/criador, Dawkins não refutou NADA , nenhum mísero contra-argumento para os argumentos dados pelo Craig .

O Dawkins simplesmente humilhou os cristãos, sim ,mas ele foi lá pra debater só que ele nao fez isso , ele começou com insultos ao falar que os teístas eram pessoas preguiçosas pois não tinham vontade de ir buscar respostas para questões complexas, e se escondeu atrás de ironias baratas e de aplausos de 80% dos ateus que formavam a platéia . Dawkins argumentou do mal contra existência de um Deus criador, logo foi refutado pelo Craig , depois correu para falar que as pessoas acreditam em Deus pois tem medo da morte … Sério ?? Um cara que se diz um intelectual e que adora falar como os cristãos são inferiores aos ateus , não conseguiu dar um contra-argumento ao Craig ? É por isso que o Dawkins não aceita debater com Craig , Dawkins não tem intelecto suficiente para isso . Ele só consegue debater contra pastores em rádios locais, não está pronto pra debater com alguém como William Lane Craig .
Todas as ciências poderão ser mais úteis que esta...Mas nenhuma ser-lhe-á mais necessária.

ARISTÓTELES, Filósofo.


Nossa ciência.

HEGEL, Filósofo.


Prezado crítico, quem precisa estudar é você, e seu colega historiador, pois eu concluí o meu segundo doutorado; ressaltando que ambos em ciências com objeto definido e método experimental verificável e provável...Diferente das vossas ciências, que vos conferem no máximo uma licenciatura, quando muito um bacharelado.
Mandar estudar, aliás, é uma característica daqueles que, sem equilíbrio emocional para o debate, alteram-se, ficam nervosos, apelam para o ad hominem, revoltam-se de modo pessoal e dirigido contra os debatedores...Meros compiladores de compilação, citadores de citação, e eternos referenciadores de referência, não pensam, não articulam, não discursam...só repetem textos. Um papagaio pode decorá-los muito melhor. Quanto ao suposto professor, obviamente jamais um educador, pode se blazonar em ser muito culto, mas é pouquíssimo educado, típico refugo da Academia, ressentido pela rejeição dos pares, conforma-se em mostrar erudição aos jovens incautos desse e de outro site, humilhando-os e mandando-os estudar...Dize-me o que apregoas, e eu dir-te-ei o que te falta.
Anônimo disse…
Cara, para de estuprar a epistemologia, por favor. Falou bosta sim, não importa se tem doutorado em não sei quantas porcarias...

Robson
Anônimo disse…
Meu amigo, o que você faz é adotar uma retórica retumbante e extremamente pedante pra adornar seu conteúdo medíocre e seus disparates anti-filosóficos. Mera perfumaria. Só um positivista demente acredita que a única forma de conhecimento é o empírico, o das ciências positivas. Besteira que tá ali no pacote que engloba o humanismo secular, personificação (criação de um ente "Ciência"), extrapolação dos limites da ciência etc etc enfim, as chagas modernóides. Mas dois pontos, em particular, são interessantes:
1)A sua abordagem pernóstica( pra isso seus "doutorados" devem ter servido) e a própria alegação de Ad Hominem só são utilizadas porque filósofos estudaram a fundo a retórica e a sistematizão das falácias. Hum, que vazia a filosofia é, né? Cusparada no próprio prato que já comeu- agora é fácil bancar o Juiz do Conhecimento.
2) Interessante a pretensão de falar em "reprodução de discursos", senso que o seu é a própria vomitação de algo já mastigadinho e muito em voga nas Academias brasileiras.Ad hominem? Não, meu chapa, é puro empirismo, prova textual.

Mas diletantismo tosco e vomitação chomskiana em ritmo de bate-estaca( que tenta dar uma roupagem intelectual em cima do vazio) não me impressiona. Menos Kant, mais Nabokov- Le Mot Juste. Agora teste-me no seu tubo de ensaio.


*Por textos de "doutores" como esse que, aos meus 20 anos, já tenho enorme aflição dos professores que encontrarei pela frente no universo do Direito.*
**Como falaram aí em cima, tente ser mais gentil com a epistemologia. Ela não te machucou, não precisa maltratá-la tanto.

Enear
Anônimo disse…
Deus é tão pouco convincente que até a mais vazia das "ciências" fracassa em justificá-lo.
Matheus disse…
Seria um debate intereçante... mas que pena Richard não aceitou. :(

Não achei legal da parte do Craig, chamar Richard de "covarde", só pq ele não estava afim de debater.
Stefano,
não tenho procuração para responder pelo outro colega, mas como seus borbotões de palavras pareceram-me dirigidos também a mim, eu o farei em meu nome.

Prezado crítico, quem precisa estudar é você, e seu colega historiador, pois eu concluí o meu segundo doutorado;

Se dois doutorados não foram suficientes para você entender o que é filosofia, para quê serve e qual a sua relação com a ciência (filosofia NÃO É ciência), então é mesmo muita pretensão minha querer ensinar-lhe.

ressaltando que ambos em ciências com objeto definido e método experimental verificável e provável...

Bláblábláblá, se você com dois doutorados não sabe o que é filosofia e nem para quê serve...

Diferente das vossas ciências, que vos conferem no máximo uma licenciatura, quando muito um bacharelado.

Daí você parte para diminuir as ciências humanas, como se você fosse a última bolacha do pacote só porque se doutorou em exatas. Cada novo parágrafo seu só serve para provar que diplomas podem acrescentar currículo, mas não acrescentam cultura e nem brilhantismo.

Mandar estudar, aliás, é uma característica daqueles que, sem equilíbrio emocional para o debate, alteram-se, ficam nervosos, apelam para o ad hominem, revoltam-se de modo pessoal e dirigido contra os debatedores...

E ancorar-se em dois supostos doutorados (seria legal você linkar o seu lattes, já que tem tanto orgulho deles) para defender-se da acusação de ter cometido uma falácia e de ter demonstrado ignorância de um tema não abrangido pelos seus doutorados é o que?

Nos seus doutorados não lhe ensinaram nada de falácias? Você está montado num monturo delas e argumentar com seus doutorados não te defende. Infelizmente para os seus doutorados, ideias coerentes defendem-se a si mesmas, sem precisar de escorar-se em doutorados.

Eu vou desenhar a sua falácia (porque, ao que parece, detentores de dois doutorados têm mais dificuldade para compreender o que são).

Você é doutorado em X (ciências exatas)
Mas se julga superior a Y (ciências humanas) e Z (filosofia).
Mas em seu doutorado você não estudou nem Y e nem Z.
Consequentemente você, do alto de sua ignorância do tema, se julga capaz de fazer juízos de valor.

Vamos transpor isso para um contexto mais concreto.

Pastor Roberto é doutor em teologia.
Mas não estudou biologia nem engenharia.
Mesmo assim quer discutir criacionismo e provar a possibilidade de construção da Arca de Noé.
E ainda por cima chama de mil nomes os que defedem a evolução e negam o dilúvio.

Meros compiladores de compilação, citadores de citação, e eternos referenciadores de referência, não pensam, não articulam, não discursam...só repetem textos.

O nome disso é Argumentum ad Hominem. Ataque pessoal, em vez de refutação do argumento.

Quanto ao suposto professor, obviamente jamais um educador, pode se blazonar em ser muito culto, mas é pouquíssimo educado,

Non sequitur (falta de conexão lógica). Uma pessoa sem-educação pode perfeitamente ter razão. Um péssimo educador pode ainda ter mais conhecimento do que um bom educador.

típico refugo da Academia, ressentido pela rejeição dos pares,

Outro tipo de ataque pessoal, chamado de "falácia do envenenamento da fonte". Consiste em desqualificar os argumentos por causa dos interesses ou das limitações de quem o faz. Uma vez mais, não custa lembrar, bons argumentos se sustentam por si, não preciam se escorar-se em doutorados.
Não custa lembrar, também, que pelo menos a MINHA ciência (História) tem mestrados e doutorados. Sendo que alguns destes direcionam para ciências auxiliares de natureza prática, como arqueologia, paleografia, epigrafia, numismática etc. No meu caso eu preferi não seguir este caminho porque outras oportunidades sugiram em minha vida. Para mim História é pouco mais que um hobby, mas mesmo sem um doutorado eu sou capaz de evitar menosprezar outras ciências.
Para concluir:

Doutor em filosofia, pra começar, é doutor em nada. Autoproclamada ciência que não é ciência,

Seu equívoco começa por aqui. E o nome do seu equívoco é ignorância. Filosofia não é “autoproclamada ciência”. Segundo o Dicionário Enciclopédico Larousse, Filosofia é Conjunto de concepções, práticas ou teóricas, acerca do ser, dos seres e do Homem e do seu papel no Universo. Segundo a Wikipédia, filosofia é “o estudo de problemas gerais e fundamentais, como os que se relacionam à existência, ao conhecimento, aos valores, à razão, à mente e à linguagem.”

Portanto, filosofia não é mesmo ciência. Só os ignorantes do que seja filosofia fazem tal afirmação.

É verdade que se faz muita má filosofia nesse mundo (mas eu não me arvoro em guia de qual seja boa ou má). A verdade, porém, não pode esconder o fato de que fica no âmbito da filosofia muita coisa que escapa ao entendimento das mentes exclusivamente práticas, amestradas para apertar o parafuso B quando acender a lâmpada A. Entre estas coisas, as próprias definições dos argumentos lógicos, usados para embasar o método científico (que as mentalidades práticas decoram e instrumentalizam como catecismo).
Geisson disse…
Meu, que Fatality do José Geraldo hahaahahaha

Engraçado o cara sair acusando os outros de ad hominem, sendo que o texto dele contem muito dessa técnica, além de outras falácias MUITO mais bizarras!
Anônimo disse…
"Autoproclamada ciência"
"Autoproclamada ciência"
"Autoproclamada ciência"
"Autoproclamada ciência"
Anônimo disse…
"Porque quero que saibais quão grande combate tenho por vós...

Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.
E digo isto, para que ninguém vos engane com palavras persuasivas. Porque, ainda que esteja ausente quanto ao corpo, contudo, em espírito estou convosco, regozijando-me e vendo a vossa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo.
Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele, arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças.
Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo."[...]

Colossenses 2...
Anônimo disse…
Particularmente, acho que Hawkins tem razão em evitar o debate, filosofia é um reino perdido, de nenhuma importância geográfica. A Alemanha não deixou de portar-se como uma seita de fanáticos fundamentalistas, do pior dos sentimentalismos exacerbados, por ser a pátria da filosofia. "A Filosofia não serve para nada", já dizia Aristóteles, pois não é serva de ninguém. Mas ela tem uma importante função, e uma vez que estamos entre eruditos, num debate onde pontuam tantos doutores, filósofos e historiadores; convém recordar que ela é a ancillae theologiae. "Serve" para reforçar esta teologia das ciências não empíricas, inclusive a ciência do direito, que aos 20 anos já cansa o jovem aprendiz de cientista...E o que pensar da epistemologia? Outro Reino fértil da inteligência:Filosofia da Religião.Filosofia da Economia.Filosofia do Direito. Mistérios...Há mais mistérios entre o céu e a terra Shakespeare, que possa imaginar a nossa ciência.Ser, ou não ser? Eis a questão brilhantemente abordada pelos gênios da ciência Hegel e Sartre. Mas falávamos de que?
Ah, sim, da ciência filosófica. Então o ser é e não pode não ser, muito bem posto, mas o não ser também não é , e não pode ser de forma alguma. Muito bem posto. Elementar meu caro Watson, na quinta você pode encontrar qualquer resultado que colocar, fiquemos na cúbica ou na quadrática.(não despreze a exponencial, a logarítmica). Muito complicada a ciência, e a filosofia, prefiro o direito, onde hei de encontrar professores chomskianos, pois aos vinte anos já sei ler Kant. Não, não vou estudar direito, vou fazer teologia, é mais coerente.
Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo."[...]

Colossenses 2...
Anônimo disse…
Assinado em baixo meus dois caros antecedentes!
Homens há cerca de mais de dois mil anos atrás d.C. teve muito mais sabedoria que os estudiosos e doutores de hoje, em pleno século XXI.
E depois ainda igmoram a Bíblia e dizem que eles não eram dirigidos pelo Espírito Santo de Deus!
...
Marcelo Idiarte disse…
Filosofia, apesar de sua importância para a compreensão de determinadas questões humanas (humanas, não científicas), também é o estandarte da retórica.

Isto em si não é um demérito, apenas uma das possibilidades. O problema são as pessoas que fazem das correntes filosóficas um emaranhado de lógicas supostamente coerentes, fazendo silogismo enviesado de tudo que rodeia o mundo. Olavo de Carvalho que o diga.

Os grandes filósofos gregos explicavam o incompreensível. Os filósofos modernos apenas confundem o compreensível. Hoje qualquer tentativa de embate científico com um filósofo é como tentar apagar uma fogueira jogando mais álcool nela - pois cada sentença vira um tratado de possibilidades inconcretas e infinitas frente à habilidade que certos filósofos têm para manipular cadeias de raciocínio.

Dawkins fez o que qualquer pessoa sensata faria: não permitiu colocarem a Ciência no mesmo plano da Filosofia. Ou melhor: a Filosofia no mesmo plano da Ciência.

Isso é uma arapuca conceitual que além de não oferecer resposta alguma, ainda pode dar a falsa impressão de que a Filosofia explica (e sustenta) a bíblia - coisa que só mesmo filósofos cristãos acreditam. Justamente porque são mais cristãos do que filósofos.

Se fossem apenas filósofos, jamais cogitariam uma besteira dessas.
Anônimo disse…
Dawkins faz muito bem não aceitar debate com filósofos, porque este é CUM GRANO SALIS, como eles gostam pomposamente de afirmar, o território deles. Suas inflações egóicas de suporte ao ego fragilizado, pelas piores notas dos tempos de escola, vestibular com uma das concorrências mais baixas, professores geralmente protegidos das Igrejas, e das bolsas de estudo das Universidades Européias para mortos de fome que se agarram com unhas e dentes ao mestrado sanduíche (rsrs, não foi proposital); enfim, somente uma inferioridade ab aeternum pode justificar tamanha humildade e proporcionalissima grandeza...Que os piores alunos do pior tipo de escola sejam os juízes matemáticos, lógicos, dos postulados e dos predicados éticos dos cientistas...Que os ignaros e indoutos desconhecedores das leis de Newton, do cálculo integral que fazia a superioridade real de Leibniz, sejam nossos juízes, nós que passamos a manhã inteira numa aula de termodinâmica, para calcularmos a dispersão do calor de uma chama numa chapa de ferro, enquanto eles lêem bravatas em textos xerocopiados, escrevem artigos colagens com recortes rebuscados e gongóricos de citações e máximas para serem considerados bons comentadores...meros compiladores. E querem-nos julgar, sem entenderem patavinas de ciência. Eu tive uma "professora" de filosofia da ciência da UERJ. Uma canastrona, que decorou um tal de Qyne. Pelos seus argumentos teológicos um dia a teoria da gravidade poderá ser "revisada"...Aí todos nós flutuaremos. Estas e outras sandices fazem as delícias dos autores de "imposturas intelectuais" e outras obras-primas de uma inteligência bem-humorada, o que não parece ser tradição entre filósofos, sempre azedos e com aquela cor pálida que compartilham com padres, teólogos e demais escribas e tradutores dos sarcófagos e pergaminhos dos filósofos finados, por eles incorporados e psicografados.
Anônimo disse…
Blá blá blá é o que só li, como os homens gostam de mostrar 'saber' se fossem veramente sábios como tentam exprimir fabricariam uma bomba para anular as próprias bombas, se então não são capazes para isso para mim são todos tolos. Esquecem que os cursados nada mais sabem além do que se formaram e aperfeiçoaram, mas os homens e em especial brasileiros quando tem alguma posição querem ser Deus e tentam de forma bajuladora colher aplausos e como palradores frívolos amam os assentos. Vejo homems como Dawkins oportunistas que ficam cuspindo contra religiosos em suas literaturas para também venderem seus livros aos seus seguidores. Eita povin, depois nóis é que somo burro.
Anônimo disse…
Esse cara é um frouxo mesmo. Tá com medo de ser desmoralizado e perder o papado do neoateismo
Anônimo disse…
Quanta porcaria de comentários...aposto que nunca leram Craig(o nome é com C e não com G seu metido a intelectual)para poder falar do mesmo.
Hoodz disse…
Que matéria mentirosa! Quem chamou Dawkins de covarde, foi um ateu... Mó manipulação isso ae!
Anônimo disse…
O Dawkins é muito importante para perder tempo com um imbecil como o Craig. Se o Craig quiser aprender, que vá para uma escola de educação básica ao invés de tentar se promover com pseudociências.
Tryniti disse…
Apenas um exemplo de vida. Eu comecei estudando muito a teologia, claro que também livros que diziam que a bíblia estava errada em muitos fatores. Com isso aprendi que a filosofia era necessária para os questionamentos bíblicos devido a a discordância de idéias que existiam, afinal cada uma interpreta conforme sua vontade. A filosofia é necessária quando se trata de perguntas que tentam de alguma forma responder o porque, para que, como, onde, quem e quando.Mas a filosofia não oferece algo que possa satisfazer essa vontade de resposta. Como ateu que sou, decidi ir para a ciência em uma tentativa de responder que se não temos um deus criador deveria encontrar outra resposta. Foi onde encontrei a Evolução como fato e que a maioria das pessoas ignoram esse fato devido a uma má compreensão. Muitos ainda acham que o homem veio do macaco e isso se caracteriza pelo ensino em nossas escolas que é puramente teocrática deixando a ciência de lado. O ateu deve oferecer outra resposta para a existência de todas as coisas se não ele mesmo se perderá quanto as várias teologias existentes de responder sobre a origem da vida. A filosofia é útil até certo tempo, depois temos que encontrar uma saída para responder de forma correta tudo que está a nossa volta. Quanto ao debate, Willian L. Craig é um debatedor, somente isto, ele quer fazer fama encima daqueles que se opõe a existência de um deus. Ora, Richard Dawkins é considerado o 3º maior intelectual do mundo, e ai eu pergunto onde está o Craig, ele é apenas mais um filósofo sem desmerecer a filosofia é claro, existem filósofos muito melhores que ele, por exemplo Michel Onfray. E Dawkins nem deve perder tempo com esse cara.
Anônimo disse…
Entre meus amigos, ateus e cristãos, há uma unanimidade. O Craig venceu o último debate com Dawkins. Se olharmos apenas a argumentação, sem paixões, é fácil atribuir ao filósofo cristão a vitória.


Gilvan Albuquerque
Anônimo disse…
Discutir o que com alguem que acredita em Adao e Eva?
Anônimo disse…
Naõ precisa ter Intelecto para debater com Alguem que acredita em contos de fadam como Adao e Eva!
ICHTYS disse…
Dawkins é só marketing, e acho ele covarde sim assim como alguns coleguinhas ateus dele tambem acham, mas nao porque simplesmente se recusou a debater com Craig e sim por nao saber debater suas ideias com pessoas que pensam diferente dele e alem disso é intolerante ao pregar o fim do cristianismo. quanto a autopromocao da qual acusa Craig, é engraçado porque Dawkins desistiu do debate para que? para promover seus livros e suas palestras, muito boa essa
ICHTYS disse…
Dawkins é só marketing, e acho ele covarde sim assim como alguns coleguinhas ateus dele tambem acham, mas nao porque simplesmente se recusou a debater com Craig e sim por nao saber debater suas ideias com pessoas que pensam diferente dele e alem disso é intolerante ao pregar o fim do cristianismo. quanto a autopromocao da qual acusa Craig, é engraçado porque Dawkins desistiu do debate para que? para promover seus livros e suas palestras, muito boa essa
Anônimo disse…
Filósofo e cristão é igual prostituta virgem. Existe isso?
O que a filosofia teve que fazer pra sobreviver ao cristianismo, abrir as pernas e aceitar o que as bichas vaticanas ditavam.
Fim desses tempos. Esse Craig não é capaz de elaborar UMA só frase sequer, com uma afirmativa que não comecem com um talvez, provávelmente, é possível, 'a lógica parece...' O Dawkings já viu que ele é um troféu valioso pra esse tipo de corja. Faz bem em se distanciar de elementos tão desimportantes para a sociedade.
Mello disse…
Debater com quem acredita em Deus é o mesmo que debater com quem acredita em Papai Noel, Telepatia Homeopatia, OVNIs, Astrologia, Monstro do Lago Ness, Levitação, Vida, eterna, Que vai ficar rico vendendo Herbalife, Em tudo que os e-mails dizem, Que os dinossauros foram extintos no dilúvio, Boi Tatá, Saci Pererê , Duendes, Coelho da páscoa,Gnomos, Lobisomens, Vampiros ... a lista é longa.


Pomba Gira
Bom eu sei que o vou escrever, pra muitos não passará de loucura pois muitos já demonstraram ver o cristianismo como mais uma histórinha, mas meu papel é este.
Sei que muitos aqui odeiam o cristianismo ou simplesmente não acreditam em Deus, eu até concordo com as desculpas de alguns pois o cristianismo de hoje não demonstra nem um pouco da Essência de Cristo.
Se o amor de Deus fosse não apenas falado mas também vivido, com certeza muitos dos ateus que acessam este site jamais teriam conhecido o ateísmo.
sabe galéra eu não entendo por que tanta discução a respeito da existência de Deus, pois eu não vou provar que Deus existe somente através da biblia, mas "principalmente" através da minha vida.
eu mesmo sendo teólogo não perco tempo discutindo sobre ateísmo ou teísmo por que eu sei que em algum lugar tem uma pessoa desesperadamente buscando a Deus e é essa pessoa que merece o meu tempo.
agradeço muito a Deus por ter colocados verdadeiros cristãos em meu caminho, não como aqueles que você vê na televisão, nem como aqueles que olham com despreso para os necessitados, mas pessoas que abraçam leprosos e que dividem pão com quem tem fome.
Deus me provou sua existência não por que eu lia a biblia buscando provas contra ELE, mas por que eu lia a biblia buscando entender esse amor.
termino citando algo que aconteceu comigo certa vez. eu tinha costume de dizer pra mim mesmo que eu iria morrer sem nunca ganhar um abraço do meu pai e da minha mãe, (pois eles até hoje nunca me deram um abraço mesmo), e eu nunca manifestava este sentimento dentro de mim, nunca contei para ninguém, até que certo dia eu pensando nisto cheguei em uma igreja me sentei, quando veio um homem que mal me conhecia me abraçou bem forte e disse: Deus te diz "EU te dou o abraço que tua familia nunca te deu".
ele apenas me mostrou o que eu precisava entender. Espero que possam me enteder. Maior teólogo não é aquele que sabe tudo sobre Deus e a história, mas sim aquele que entende a loucura da Cruz de Cristo.
Maior filósofo não é aquele que sabe tudo de tudo,mas sim aquele que entende que a vida está fóra de nossa compreensão.
Ateu ou Cristão um dia veremos a Verdade.
OIE disse…
Engraçado isso mas eu tava precisando ver isso, sou cristão tbm e ja tava pra deixar tudo pra la, ae venho num site ateu vejo os comentarios e encontro o seu. Cara nao sei quem é vc mas Deus te usou e essas palavras podem nao ter tido efeito na maioria aqui mas em mim teve. Obg e Deus seja louvado, Deus não "religião". Concerteza existe algo alem da nossa compreenssão.
Um dia saberemos a verdade.
Natali Brust disse…
Encontrei aqui uma resposta que valeu apena ler. Que MARAVILHA. nada mais maravilhoso que a experiência de vida para mostrar que vale a pena seguir a Deus. Muitos filósofos ESTÃO DEBAIXO DA TERRA. A vida em Cristo é maravilhosa, mesmo com tanta gente delirando acerca da religião. Meu amigo. Você disse tudo!!!!!!!!!!
Natali Brust disse…
Parabéns Jefferson Pires Almeida pela sua resposta. Os que se pronunciam com suas vãs filosofias contrárias a Deus, são pessoas sem expectativa de vida. Miseráveis na sua vivência na terra, sem esperança de vida eterna. E nós, com ou sem Richard Dawkins, podemos experimentar a bênção de ter Deus em nossas vidas, que nos impulsiona a celebrar toa a multiforme graça, como tb a alegria de viver eternamente na presença de Deus. Resposta maravilhosa e equilibradamente aqui colocada. Meus parabéns!!!! O verdadeiro cristão está acima de toda e qualquer crítica medíocre. Não vale a pena discutir estas coisas.
Natali Brust disse…
E eu não perco meu tempo com Richard Dawkins. O que é a filosofia ante o desafio da morte?!!!! Mais uma sepultura está a caminho de ser aberta. E na lápide o que estará escrito?
Roger disse…
Com essa vomitada de arrogância e empáfia vc se diz cristã?? Que nojo, hein...
theoz disse…
Entendemos que eles eram seres espirituais, e após a desobediência comeram do fruto que os transformavam em animais (matéria bruta), como o reino de Deus não é de carne e sangue, caíram no mundo material, tais espíritos "perderam" o paraíso. Adão simboliza o momento em que os homens primitivos iniciam o conhecimento da diferença entre o certo e o errado, passando a ter condições de optar pelo caminho que prefere seguir. É aí que o homem se torna Homem e deixa de ser selvagem.
O caminho do bem leva diretamente a Deus. O caminho do mal leva à satisfação dos prazeres imediatos e individuais. Este caminho, apesar de aparentemente saboroso, é longo e inóspito. Muito adiante do homem terrestre em inteligência e cultura, eles promoveram notável surto de progresso em nosso planeta. Deles originaram-se o grupo dos Árias, a civilização do Egito, o povo de Israel e as castas da Índia. Quando eles aqui chegaram, a Terra já estava povoada desde tempos antigos, como a América (pelos índios), quando aqui chegaram os europeus. Um exemplo é Caim, que após matar seu irmão Abel, saiu vagando pelo mundo, por ordem de Jeová, encontrando assim, a terra de Nod, a leste de Éden, onde conheceu sua esposa dando-nos a entender que havia mais pessoas habitando o paraíso. Mas lembremos que, assim como Adão e Eva, Caim e Abel também são figuras alegóricas, estes simbolizam a personalidade das criaturas.

Anônimo disse…
Sim! Discutir com alguém que acredita em Adão e Eva. Se é tão ilógico assim mais um motivo para tentar refuta-lo.

Mas Dawkins está inseguro!
Anônimo disse…
Simples, para o Dr. Craig seria ir, ao vivo, DEBATER no Programa Atheist Experience, com o mago Ateu MATT DILLAHUNTY. risos Mas desse, o Willian L. Craig tem um medo danado, porque não mede respostas e CHEGA NO MESMO NÍVEL, para destroçar os argumentos canalhas desse falto "cientista", mais apologista cristão.
David Oliveira disse…
Simples! nós ateus cansamos dessas idiotices que a historia comprova que seu legado foi construido através da vilolência da cegueira dos ignorantes alienados do passado...Para nós basta vocês encherem o mundo com o cancer de vocês, chega de religião ditar regras, chega de mudar as leis entorno da moralidadde do seu "deus". Afinal, não são vocês que vivem sobre uma moralidade divina, é o seu deus que se molda ao longo do tempo em uma moralidade humana. Chega de entorpecer a humanidade com suas falacias...chega chega...Por isso entramos na discussão...e estamos preparados...chega...!
Gerson B disse…
" O verdadeiro cristão está acima de toda e qualquer crítica medíocre. Não vale a pena discutir estas coisas."


Então o que você está fazendo aqui? Estamos todos discutindo.
Gerson B disse…
Perai! Eu acredito no Coelho da Páscoa. Se ele não existe, quem traz os ovinhos? Responde isso seu ateu incréu!
Jessica Mendes disse…
Tá, mas e o Bob Esponja? Já assistiu, hoje?