Na Espanha, homem invade peça e grita: ‘Viva Cristo Rey, fdp!'

Dois homens invadiram na quinta-feira (31) o cenário onde estava sendo apresentada a peça Gang Bang, no Teatro Nacional da Catalunha, Espanha, e um deles quebrou um copo e banquinho, jogando-os ao chão, e gritou: “Você não pode usar a palavra de Deus, viva Cristo Rey, viva Franco, viva os sacerdotes de Cristo, filho da puta!”. Eles saíram rapidamente do palco, e a plateia aplaudiu os atores atônitos com o que acontecera. Houve um intervalo de 10 minutos para que fosse dissipado o mau cheiro de uma substância que os dois invasores jogaram no teatro.

"Viva os sacerdotes de Cristo"


Dirigida por Josep Maria Miró, a peça Gang Bang mostra um prostíbulo de homossexuais chamado Luz cuja frequência aumenta na véspera da visita do papa Bento 16 a Barcelona, em novembro de 2010.

Antes mesmo de ser lançada, a peça foi criticada pelo grupo católico ultraconservador E-Cristians, para o qual a Gang Bang é “uma ofensa grave aos católicos”, além de ser oportunista, porque usa o papa para atrair plateia.

A peça continua em cartaz e agora com mais público, graças ao ataque dos fanáticos religiosos.

Com informação do Religión Digital  e La Vanguardia e imagens do Youtube.

Frequência de bordéis de Sydney crescerá 200% durante visita do papa.
julho de 2008

Casos de fanatismo religioso.    Religião contra liberdade de expressão.

Comentários