Pular para o conteúdo principal

Negar direitos aos gays é contra princípios de justiça, diz Varella



por Drauzio Varella

Homossexualidade foi 
verificada em  71 
espécies de mamíferos
A homossexualidade é uma ilha cercada de ignorância por todos os lados. Nesse sentido, não existe aspecto do comportamento humano que se lhe compare.

Não há descrição de civilização alguma, de qualquer época, que não faça referência a mulheres e a homens homossexuais. Apesar de tal constatação, esse comportamento ainda é chamado de antinatural.

Os que assim o julgam partem do princípio de que a natureza (leia-se Deus) criou os órgãos sexuais para a procriação; portanto, qualquer relacionamento que não envolva pênis e vagina vai contra ela (ou Ele).

Se partirmos de princípio tão frágil, como justificar a prática de sexo anal entre heterossexuais? E o sexo oral? E o beijo na boca? Deus não teria criado a boca para comer e a língua para articular palavras?

Se a homossexualidade fosse apenas uma perversão humana, não seria encontrada em outros animais. Desde o início do século 20, no entanto, ela tem sido descrita em grande variedade de invertebrados e em vertebrados, como répteis, pássaros e mamíferos.

Alguma fase da vida de virtualmente todas as espécies de pássaros, ocorrem interações homossexuais que, pelo menos entre os machos, ocasionalmente terminam em orgasmo e ejaculação.

Comportamento homossexual foi documentado em fêmeas e machos de ao menos 71 espécies de mamíferos, incluindo ratos, camundongos, hamsters, cobaias, coelhos, porcos-espinhos, cães, gatos, cabritos, gado, porcos, antílopes, carneiros, macacos e até leões, os reis da selva.

A homossexualidade entre primatas não humanos está fartamente documentada na literatura científica. Já em 1914, Hamilton publicou no Journal of Animal Behaviour um estudo sobre as tendências sexuais em macacos e babuínos, no qual descreveu intercursos com contato vaginal entre as fêmeas e penetração anal entre os machos dessas espécies. Em 1917, Kempf relatou observações semelhantes.

Masturbação mútua e penetração anal estão no repertório sexual de todos os primatas já estudados, inclusive bonobos e chimpanzés, nossos parentes mais próximos.

Considerar contra a natureza as práticas homossexuais da espécie humana é ignorar todo o conhecimento adquirido pelos etologistas em mais de um século de pesquisas.

Os que se sentem pessoalmente ofendidos pela existência de homossexuais talvez imaginem que eles escolheram pertencer a essa minoria por mero capricho. Quer dizer, num belo dia, pensaram: eu poderia ser heterossexual, mas, como sou sem-vergonha, prefiro me relacionar com pessoas do mesmo sexo.

Não sejamos ridículos; quem escolheria a homossexualidade se pudesse ser como a maioria dominante? Se a vida já é dura para os heterossexuais, imagine para os outros.

A sexualidade não admite opções, simplesmente se impõe. Podemos controlar nosso comportamento; o desejo, jamais. O desejo brota da alma humana, indomável como a água que despenca da cachoeira.

Mais antiga do que a roda, a homossexualidade é tão legítima e inevitável quanto a heterossexualidade.
Reprimi-la é ato de violência que deve ser punido de forma exemplar, como alguns países o fazem com o racismo.

Os que se sentem ultrajados pela presença de homossexuais que procurem no âmago das próprias inclinações sexuais as razões para justificar o ultraje. Ao contrário dos conturbados e inseguros, mulheres e homens em paz com a sexualidade pessoal aceitam a alheia com respeito e naturalidade.

Negar a pessoas do mesmo sexo permissão para viverem em uniões estáveis com os mesmos direitos das uniões heterossexuais é uma imposição abusiva que vai contra os princípios mais elementares de justiça social.

Os pastores de almas que se opõem ao casamento entre homossexuais têm o direito de recomendar a seus rebanhos que não o façam, mas não podem ser nazistas a ponto de pretender impor sua vontade aos mais esclarecidos.

Afinal, caro leitor, a menos que suas noites sejam atormentadas por fantasias sexuais inconfessáveis, que diferença faz se a colega de escritório é apaixonada por uma mulher? Se o vizinho dorme com outro homem? Se, ao morrer, o apartamento dele será herdado por um sobrinho ou pelo companheiro com quem viveu por 30 anos?

Este artigo foi publicado originalmente no site de Drauzio Varella, com o título "Violência contra os homossexuais".


Ninguém é mais desprezado pela sociedade do que o travesti


Comentários

Anônimo disse…
Muito consistente o argumento do doutor, como sabedor das mais recônditas mazelas humanas. Biologicamente presente, inclusive até nas baleias, não há como associar a homossexualidade ao pecado original, nem à suposta queda...Antes de existirem humanos sobre a faze da terra, outras espécies praticavam relações sexuais fora do âmbito procriativo, o que demonstra que o pecado NÃO É ORIGINAL EM NADA, aliás; A COISA EM QUE MENOS OS HOMENS SÃO ORIGINAIS é no tal pecado, sempre alguém na família já cometeu um ou outro, para ser notório o bastante. E o que dizer de tempos imemoriais, onde o costume era socializado? O que deve ser acrescentado ao argumento biológico é o político, que baseado na igualdade tributária, não pode discriminar cidadãos nos direitos específicos de casarem e terem mediante adoção ou fertilização in vitro os seus próprios filhos. Se pagam impostos como todo mundo, por que não podem livremente exercer sua forma diferente de afeto? Se a sua capacidade de trabalhar, produzir, PAGAR IMPOSTOS é reconhecida pela lei, por que não a sua capacidade jurídica de constituir família?
Anônimo disse…
E o governo ainda tem a audácida de autoproclamar-se um 'Estado laico'

Mto bom o texto =D~
Anônimo disse…
Porque não colocar a foto de dois veados???
Sou contra o homossexualismo. Esta é minha opinião! (Agora só falta alguém aqui dizer que não posso escrever isso!)
Ou estamos querendo nos comparar aos veados, vacas, cachorros e etc.
E mais, não acontece tantos eventos homossexuais com outros animais como com os seres "humanos".
Ridículo!!!
Dani disse…
Adorei o texto, argumentos contra os quais não se tem nem o que argumentar.
Se as pessoas se respeitassem e deixassem cada um viver a sua vida seria o suficiente, necessário e esperado das pessoas, mas infelizmente não é isso que acontece.
Anônimo disse…
Eu gostaria de lembrar ao amigo que se diz contra o homossexualismo duas coisas.
Primeira coisa se ele é contrário não anula o fato da homossexualidade existir.
Sengundo fato os eventos homossexuais acontecem mais entre humanos porque eles são mais numerosos que leões,elefantes,girafas,tigres,cavalos,macacos,crocodilos e toda a fauna.A maior população animal do planeta é a humana.
Anônimo disse…
É uma persecussão INFUNDADA E INFAME isso que fazem com os gays em nome dos ditos bons costumes em pleno 2011.Vamos avançar e não retroceder.Deixar de reconhecer o direito dos gays é estupidez e barbarice.Uma desumanidade.
Anônimo disse…
Desaprovar o estilo de vida gay não outorga poderes para negar direitos aos homossexuais.
As religiões vivem irracionalmente pregando contra as pessoas dos homossexuais sob pretexto bíblico e doutrinário-dogmático e não hesitam em instigar o ódio aos gays.
Anônimo disse…
Olá, gostei do artigo. Escreva mais. Bj, Josiane
Anônimo disse…
Em Levítico vinte treze diz que as mulheres que não chegarem virgens ao casamento devem ser assassinadas assim como os meninos e meninas que desobedecem aos pais.Não se pode levar esses ensinamentos da bíblia tão literalmente a serio e eles não justificam o não reconhecimento das uniões homoafetivas como legítimas e tão dignas quanto as heterossexuais.
Anônimo disse…
A labuta pelos direitos de todos os seres humanos independentes e conscientes da sua função no mundo não pode ser entravada pelo obscurantismo e independentemente de qualquer coisa inerente a eles são dignos de respeito.
Anônimo disse…
O desejo ou mesmo o impulso afetivo-sexual de uma pessoa e sua orientação sexual são ocasionalidades naturais de uma organicidade da sexualidade e personalidade dela mesma.A determinação de uma peculiaridade sexual de uma pessoa,bem como da estrutura biogenética do realismo da afetividade desse indivíduo quanto a seu institivismo de norte da sua libido e seus referenciais psicológicos e emocionais estão inseridos no contexto da sua pessoalidade inviolável.
Anônimo disse…
Negar isonomia aos casais homossexuais é estupidez e irracionalidade desnecessárias.
Anônimo disse…
É absolutamente estúpido não há razão para isso.
Anônimo disse…
O ensejo sexual ou libidinal desempenha função reguladora das proprias funcionalidades das disposições naturais do indivíduo.Os enlaios da propulsão do desejo e do impulso instintivo são totalitaristas e lícitos nos seus expressamentos de fundamentalidades naturais.A progressão das propulsões sexuais é regulada pela estruturação psíquica do indivíduo,o que ocorre também em outras contextualidades de nexos de situacionalidades da instintividade natural.A bidirecionalização da atitude comportamental culminante do impulso involuntário da sexualidade independentemente da orientação sexual e libidinosidade pessoal,é isso que fazem as pessoas quando compartilham seus sentimentos e experimentações afetivas e sexuais que advenham da espontaneidade de construtividades e consumatividades fantasiosas da mentalização erótica do indivíduo.Negar direitos aos homossexuais é burrice.
Anônimo disse…
Não há como nunca houve motivos para negar direitos aos casais homoafetivos.
Joel Carvalho disse…
DOUTOR? Ou apologista do movimento gay?

No caso dos leões, por exemplo, que tal pautarmos nossa conduta copiando eles também, quando eles matam a prole, para que a LEOA entre no cio?

É um absurdo, um ser dito "homo sapiens" querer copiar o comportamento e a organização dos quadrúpedes.

Esses animais, todos eles, praticamente tiveram seu território(habitat natural) invadido pelo Homem, e, agora, esse homem, que os empurrou para uma situação que NÃO É DE NORMALIDADE, julgam normal e COPIÁVEL, o comportamento desses animais, vivendo distantes de sua real condição de vida original, livres e sem desigualdades numéricas de machos e fêmeas.

É MUITO CONVENIENTE ANALISAR O COMPORTAMENTO DE ANIMAIS, EMPURRADOS PELO HOMEM PARA UMA SITUAÇÃO DE ANORMALIDADE, PARA EXTRAIR DAÍ, UM COMPORTAMENTO QUE AOS HOMENS LHES PARECE NORMAL!

Vejam só o absurdo a que chega o Dr. Drauzio Varella, ao incluir em seu "estudo", até mesmo COBAIAS!

Será que alguém racionalmente causado, concordaria em dizer que é normal o comportamento de uma cobaia?

Vejam só o comportamento das aves, como as galinhas/frangos, criados em cativeiro, que têm que ter a ponta dos bicos decepada para que não devorem uns aos outros! Qualquer frango ou galinha em seu habitat natural e com livre reprodução de sua prole, tem esse comportamento? Não!
Lins Mayer disse…
Vou ser curto e grosso, pois além do que disse o Doutor,e que é inquestionável, os comentários feitos em seguida não nos deixam nenhuma dúvida: Puro preconceito que herdamos das religiões primitivas, e sem o mínimo embasamento.
Anônimo disse…
Caro Joel, tuas palavras são basicamente pautadas na ignobilidade, se nada tens de bom e útil a acrescentar deverias calar-te ou buscar conhecimento, assim como o doutor, para questionar a natureza.
Anônimo disse…
Joel Carvalho. O mentor dos argumentos capciosos e absurdos. Enganador e preconceituoso de primeira categoria.
Midia Global disse…
Disse o Dr. Drausio: “A sexualidade não admite opções, simplesmente é. Podemos controlar nosso comportamento; o desejo, jamais. O desejo brota da alma humana, indomável como a água que despenca da cachoeira”.

Com toda a sinceridade, considero muito perigoso esse raciocínio e explico por quê.

Muitos psicopatas têm o desejo de matar, não é mesmo? E o estuprador? Também tem o desejo de violentar mulheres. Da mesma forma, os pedófilos e efebófilos têm desejo de abusar de crianças e adolescentes. E assim por diante.

Por conseguinte, se considerarmos — com base na tese de que o desejo é indomável como a água que despenca da cachoeira — que o ser humano, por causa disso, tem liberdade para agir conforme o seu desejo, por que temos ojeriza dos psicopatas, estupradores, pedófilos e efebófilos, e queremos que eles sejam condenados por seus atos?! Afinal, o desejo é indomável como a água que despenca da cachoeira. Como controlá-lo?

Vou exagerar um pouco agora. Digamos que pedófilos e efebófilos, aproveitando-se do precedente aberto pelo STF, ao liberar a passeata pela legalização das drogas, se reúnam em uma grande passeata na Avenida Paulista, em São Paulo, com cartazes, serviço de som, e comecem a gritar: “Estamos cansados de ser discriminados neste país! Pedimos cadeia aos fundamentalistas religiosos que pregam o preconceito pedofilófobo e efebofilófogo. Nós não escolhemos ser pedófilos e efebófilos, pois o nosso desejo é indomável como a água que despenca da cachoeira”. Estarão eles certos em sua reivindicação?

Assim penso que esse argumento acaba incorrendo em simplismo e pode até ser eventualmente compreendido como certo preconceito contra os evangélicos e católicos e cristãos em geral.

Abs.
Por outro lado meus amigos... penso que essa discussão precisa ser melhor compreendida, dentro do contexto da grande realidade que o Homossexualismo é na verdade UM COMPORTAMENTO APRENDIDO. Quando digo comportamento aprendido é bom que se entenda que estou afirmando que esse aprendizado quase sempre ocorre inicialmente inconscientemente e cirscunstancialmente, ainda na infância, ocorrendo de diversas maneiras.

Assim, nesse contexto, a criança que está inserida em um lar desequilibrado em alguma area ou em muitas areas, está virtualmente em um ambiente propicío e hostil - desarmonico, que termina por afetar a formação de personalide daquele indivíduo. Lógicamente que aqui é somente um único exemplo... pois existem muitos outros fatores e circunstâncias a serem consideradas e que aos poucos vão moldando o conflito interno e fazendo-o ebulir, a ponto de que em determinado momento, o individuo terá de dar vazão aos seus desejos e aí acaba quase sempre se revelando homossexual que nem sempre se assume publicamente.

Por fim essa pessoa, mesmo se quiser procurar um tratamento psicológico para ajuda-la no refreamento ou nas inibições de desejo, acaba sem opção alguma. Pois no Brasil a Nova Ordem Mundial ditada pela ONU, já proibiu há anos o Conselho Federal de Psicologia de se pronunciar e de oferecer tratamento aos individuos PASMEM... QUE VOLUNTARIAMENTE desejarem recuperar sua identidade heterossexual. Ou seja mesmo se o cara disser EU NÃO QUERO SER GAY, ele não pode procurar auxilio, pois é proibido em território brasileiro, de ser tratado para fins de recuperação de desvios de personalidade ou comportamentais.

Nos EUA e na Europa, existem algumas Instituições, quase todas na maioria ligadas a instituições religiosas, que tem conseguido exito em seus números de recuperação de identidade sexual de individuos com desvios sexuais, como no caso os homossexuais.

Também há boatos na mídia tradicional, que alguns artistas hoje bem sucedidos de Hollywood, se curaram de desvios homossexuais, através de tratamentos psicológicos em clinicas alternativas, com cientistas da area comportamental - psicologica, sendo mencionado inclusive, Tom Cruise, John Travolta e outros mais, que hoje são tidos por héterossexuais.

Oras.... me parece claro que os senhores do mundo (Rockfeller e Rotchield) via ONU, sabem que se trata de um desvio comportamental aprendido e portanto, passível de reversão, pelo aprendizado correto, ainda que tardiamente, acompanhado de assistencia psicologica e religiosa de forma sistematica e terapeutica até a plena recuperação de personalidade do indivíduo que pelo menos quer ser tratado.

O que eles não querem é que a sociedade saiba disso e assim poder continuar mantendo cativos suas ideologias de manipulação em cima do ativismo gay e da população, a nível global e em especial, para avançar com a causa da Nova Ordem Mundial.

Basta ver as proibições aqui no Brasil para quem quiser se tratar.

Abraços a todos!
Anônimo disse…
Lá vem essa história de comparar gays a homicidas de novo.Argumentum ad ignoratum!
Anônimo disse…
Eu não sabia que animais iracionais tinham capacidade de ¨aprender¨um ato comportamental exercido em habitat natural in natura!Blog Mídia Global,FRANCAMENTE!
Anônimo disse…
Blog Midia Global,

O pior ainda é que, se um cara chegar no psiquiatra e disser: "doutor eu sou homem, mas vivo a morder as pessoas que passam em minha frente, pois acredito ser um cachorro". DIAGNÓSTICO DO PSIQUIATRA? - Vou encaminhá-lo para terapia, pois você tem um sério distúrbio de personalidade!

Mas, se o mesmo sujeito disser: "sou homem, mas me sinto mulher e me comporto como mulher", o diagnóstico será: - ISSO É NORMAL, é um ajuste de personalidade!

É UMA PALHAÇADA SÓ!
@eat_thedog disse…
Leonardo

Primeiro de tudo, eu ri da história dos ex-gays Tom Cruise e John Travolta. Isso é uma piada, não é? Fico pensando de onde a criatura tirou uma história dessas. Ao que tudo indica, os dois atores são gays e continuam sendo, apesar de terem constituído família. Isso não impede. Hahaha!

Agora, esse discursozinho barato de religioso fundamentalista homofóbico de que leis que igualem os direitos dos homossexuais aos dos heterossexuais abre precedente para que pedófilos também lutem pelo seu "direito" de abusar sexualmente de crianças, é piada. A relação homossexual depende de que duas pessoas do mesmo sexo queiram se relacionar entre si por livre e espontânea vontade. Já a pedofilia, obviamente, subjuga e coloca em risco crianças e adolescentes, que não podem optar por fazer ou não sexo com aquele adulto, e tampouco tem idade para fazer essa opção. O mesmo em relação aos estupros.

O anônimo das "15/08/11 16:08" com certeza não sabe a diferença entre "loucura", distúrbio de personalidade e transtorno de identidade de gênero, pra fazer a comparação que fez se achando muito esperto. Religiões mais sérias, mas que não são respeitadas por seguidores das grandes igrejas cristãs papa-dízimo, consideram o transexualismo como um problema de ordem espiritual. Mesmo o discurso atual da Igreja Católica já tem sido muito mais respeitoso em relação à diversidade sexual, apesar de ainda defender que gay tem que morrer virgem e só, pra não pecar. Transexualismo e travestismo, até onde sei, e desculpem se eu estiver errado, ao contrário da homossexualidade, são considerados dooenças pela medicina psiquiátrica, mas isso não faz dessas pessoas loucas e a psiquiatria não as vê como tal. Elas tem distúrbios que não podem ser corrigidos com terapia ou medicação psiquiátrica, muito menos com lavagem cerebral de pastor, então resta à medicina oferecer a essas pessoas um meio de conforto (o que é aliás, a base de qualquer terapia médica ou psicoterapia; tenta-se a cura, e se não for possível a cura, oferecer ao indivíduo o máximo de conforto possível diante do seu problema), acompanhamento psicológico e os implantes, hormônios e cirurgias que possibilitem a essas pessoas sentirem que seus corpos e mentes estão em harmonia. Eu chego a achar mais absurdo o preconceito contra transexuais do que aquele contra homossexuais, porque é muito mais óbvio no caso do transexualismo o sofrimento pelo qual o indivíduo passa, por ver que seu corpo e mente "não correspondem".
@eat_thedog disse…
Continuando...

Muita gente usa a Bíblia pra julgar tudo, sem sequer saber interpretar um texto direito, portanto interpretando mal a Bíblia também. Sempre gosto de lembrar que a Bíblia é a palavra de Deus para o cristão, mas "palavra de Deus" é o que não falta nesse mundo, o Corão dos islâmicos também é palavra de Deus, assim como tantos outros "livros sagrados". Além do que, a Bíblia tem a versão evangélica, com menos livros que a católica, tem quem siga só o antigo testamento, os judeus que seguem a Torá, que compreende apenas os cinco primeiros livros da blíblia cristã... Vai ver Deus resolveu deixar a palavra dele em cada canto do mundo de um jeito diferente, trollando os humanos idiotas e rindo da cara deles, brigando entre si sobre quem tem a verdade e qual igreja Deus frequenta.
Ok, vai haver idiotas que não vão perceber a ironia e vão achar que eu estou xingando Deus de troll. Então, eu explico: eu quis dizer que, com tantas supostas "palavras de Deus" (ah, tem também O Livro dos Mórmons, ditado por um anjo, assim como o Corão), qual será a verdadeira? A que você segue? Que conveniente! Muitos desses considerados livros sagrados tem seu valor, não fosse o mau uso que é feito deles, com muita má fé dos lideres religiosos, poderiam ser mais respeitados pelos agnósticos e ateus, mas nenhum deles é palavra divina, são coisa muito humana. Quem é acostumado à leitura, percebe facilmente que de divino neles, não há nada.

Os cristãos são assim chamados por serem considerados seguidores de Cristo. Não existe registro bíblico de Jesus Cristo agindo com preconceito contra as pessoas, como os seus seguidores fazem hoje em dia. Ele ia a quem precisava dele, mesmo que fossem pecadores. E Jesus deixou a chamada Regra de Ouro, que é não fazer ou desejar ao próximo o que você não quer pra você. É a ideia de que a sua liberdade acaba quando começa a do outro. É uma regra só, que traria paz ao mundo, mas como é difícil vivê-la, não é mesmo?

Tem muito dito cristão que vai pro inferno abraçado com a Bíblia.
@eat_thedog disse…
Deixo aqui um texto clássico da internet chamado "Carta a uma fundamentalista":

E-mail enviado por um estudante de teologia de Boston para Laura Schlessinger, uma personalidade do rádio americano que distribui conselhos para pessoas que ligam para seu show.
Em um de seus programas ela disse que a homossexualidade é uma abominação de acordo com Levíticos 18:22 e não pode ser perdoada em qualquer circunstância.
O texto abaixo é uma carta aberta para Dra. Laura, escrita por um cidadão americano e também disponibilizada na Internet.
"Dra. Laura,
Obrigado por ter feito tanto para educar as pessoas no que diz respeito à Lei de Deus. Eu tenho aprendido muito com seu show, e tento compartilhar o conhecimento com tantas pessoas quantas posso.
Quando alguém tenta defender o homossexualismo, por exemplo, eu simplesmente o lembro que Levítico 18:22 claramente afirma que isso é uma abominação. Fim do debate.
Mas eu preciso de sua ajuda, entretanto, no que diz respeito a algumas leis específicas e como seguí-las:
a) Quando eu queimo um touro no altar como sacrifício, eu sei que isso cria um odor agradável para o Senhor (Levítico 1:9). O problema são os meus vizinhos. Eles reclamam que o odor não é agradável para eles. Devo matá-los por heresia?
b) Eu gostaria de vender minha filha como escrava, como é permitido em Êxodo 21:7. Na época atual, qual você acha que seria um preço justo por ela?
c) Eu sei que não é permitido ter contato com uma mulher enquanto ela está em seu período de impureza menstrual (Levítico 15:19-24). O problema é: como eu digo isso a ela ? Eu tenho tentado, mas a maioria das mulheres toma isso como ofensa.
d) Levíticos 25:44 afirma que eu posso possuir escravos, tanto homens quanto mulheres, se eles forem comprados de nações vizinhas. Um amigo meu diz que isso se aplica a mexicanos, mas não a canadenses. Você pode esclarecer isso?
Por que eu não posso possuir canadenses?
e) Eu tenho um vizinho que insiste em trabalhar aos sábados. Êxodo 35:2 claramente afirma que ele deve ser morto. Eu sou moralmente obrigado a matá-lo eu mesmo?
f) Um amigo meu acha que mesmo que comer moluscos seja uma abominação (Levítico 11:10), é uma abominação menor que a homossexualidade. Eu não concordo. Você pode esclarecer esse ponto?
g) Levítico 21:20 afirma que eu não posso me aproximar do altar de Deus se eu tiver algum defeito na visão. Eu admito que uso óculos para ler. A minha visão tem mesmo que ser 100%, ou pode-se dar um jeitinho?
h) A maioria dos meus amigos homens apara a barba, inclusive o cabelo das têmporas, mesmo que isso seja expressamente proibido em Levítico 19:27. Como eles devem morrer?
i) Eu sei que tocar a pele de um porco morto me faz impuro (Levítico 11:6-8), mas eu posso jogar futebol americano se usar luvas? (as bolas de futebol americano são feitas com pele de porco)
j) Meu tio tem uma fazenda. Ele viola Levítico 19:19 plantando dois tipos diferentes de vegetais no mesmo campo. Sua esposa também viola Levítico 19:19, porque usa roupas feitas de dois tipos diferentes de tecido (algodão e poliéster). Ele também tende a xingar e blasfemar muito. É realmente necessário que eu chame toda a cidade para apedrejá-los (Levítico 24:10-16)?
Nós não poderíamos simplesmente queimá-los em uma cerimônia privada, como deve ser feito com as pessoas que mantêm relações sexuais com seus sogros (Levítico 20:14)?
Eu sei que você estudou essas coisas a fundo, então estou confiante que possa ajudar.
Obrigado novamente por nos lembrar que a palavra de Deus é eterna e imutável.
De seu discípulo e fã ardoroso."
Anônimo disse…
Abaixo o Joel Carvalho(o homofóbico).
Anônimo disse…
Esse Joel Carvalho, é o único a mostrar completa lucidez diante de tanta perda de rumo da sociedade, principalmente a brasileira, que já não sabe o que quer.

É, meu caro, Joel Carvalho, remar contra maré dessa onda gay, massificante e idiotizante não é fácil.
Anônimo disse…
Realmente viver num mundo que relativiza o que é absoluto e absolutiza o relativo, é um grande desafio para quem sabe que moral só é relativizada por conveniência daqueles que preferem cauterizar suas conciências para dar vazão às mais víz paixões, e ainda se sentirem justificados pela sociedade liberal que perdeu a noção certo e errado,bem e mau e até doce e amargo.Ora, se não existe realmente nem bem nem mau, então de que vale ser por exemplo, honesto virtuoso, obedecer as leis em geral se tudo é relativo? Então, "comamos bebamos e nos divirtamos divirtamos" como alguem observou a dois mil e seiscentos anos atrás.Sou religioso mas, não sou homofóbico alias, muitos que defendem o movimento GLS tentam esteriotipar os religiosos como homofóbicos devido alguns que exageram em seus pronunciamentos referentes ao asunto.
Ewerton Souto disse…
"A homossexualidade é uma ilha de sabedoria cercada de ignorância por todos os lados"

Quer dizer que o mundo inteiro está errado em ser hétero e só os 2% das bibas da sociedade estão certos????
Anônimo disse…
Você nem ler sabe. Não está escrito que a homossexualidade é uma ilha de sabedoria cercada de ignorantes, mas que é uma ilha cercada de ignorancia.
A palavra sabedoria aí é um acrescimo seu.
O autor apenas fez referencia a ignorancia que cerca a homossexualidade e dá pra perceber que você é um desses ignorantes.
paulo disse…
o cara compara o animal inracional para o animal racional que e o homem,Deus fez o homem para a mulher para formar familia,agora esse partido que se chamar PT,que mudar o rumo da historia e moral humana
homem e mulher formar familia isso de homosexoalismo e uma doença
isso não existe homem com homem,mulher com mulher isso e fora da natureza humana,Deus fez o homem para mulher para ter filhos formar
Familia,gay e Lesbica não formar familia por se cruzar com o mesmo sexo e issa e anti-cristão e anti-humano viva os heteros.

Posts + acessados nos 30 dias mais recentes

Morre de Covid-19 pastor bolsonarista que defendia uso da cloroquina

Angolanos expulsam os pastores brasileiros de 30 templos da Universal

Edir Macedo amaldiçoa angolanos que expulsaram pastores brasileiros de templos