Justiça espanhola manda escola tirar crucifixo das salas de aula

Uma escola pública de Badajoz, Espanha, vai ter de tirar crucifixos das salas de aulas, conforme determinou o Tribunal Superior de Justiça em ação movida por dois pais de estudantes.

Com população de 149 mil pessoas, Badajoz fica a sudoeste da Espanha e pertence à comunidade autônoma de Extremadura.

Em 2008, a Justiça já tinha determinada a retiradas de símbolos religiosos de um colégio público a pedido também de pais.

No parlamento, há uma proposta para modificar a Lei Orgânica da Liberdade Religiosa de modo a proibir símbolos religiosos em escolas, hospitais e outros estabelecimentos públicos.

Em recente visita de dois dias a Espanha, o papa Bento 16 lamentou estar ocorrendo no país o fortalecimento de um “sentimento agressivo” contra a Igreja Católica.

No Brasil, o Ministério Público tem se mobilizado para garantir a aplicação do artigo da Constituição segundo o qual o Estado é laico. Além da retirada de símbolos religiosos de instituições públicas, o MP tem agido para que as escolas mantidas pelo governo sejam desobrigadas de ter aula de religião.

Com informação do blog O Globo Press.

> MPF quer que Aeronáutica anule concurso de sacerdotes.
outubro de 2010


Comentários

Anônimo disse…
estamos vivendo nos ultimos dias onde a palavra de deus,nao significa mais nada para os lideres politicos nem para a sociedade,onde a moralidades e os bons costumes perderam os seus valores
Anônimo disse…
A palavra de deus nunca valeu nada além da zombaria imposta pelos religiosos aos ignorantes.

-------- Busca neste site