Padre suspeito de pedofilia teria mutilado seus testículos, diz polícia

Um padre de Araranguá (SC) acusado de pedofilia teria amputado seus testículos como forma de penitência, conforme suspeita a polícia. Na quarta-feira (20), em depoimento ao delegado Jorge Giraldi, ele disse ter sido emasculado por um casal após uma discussão na qual criticou o homossexualismo.

Para o delegado, contudo, até agora a versão do padre não convenceu porque ele entrou em contradições diversas vezes. Além disso, pareceu estranho, para a polícia, que o padre tenha demorado para ir a um hospital fazer curativo.

O padre disse ao delegado estar proibido de exercer o sacerdócio por causa das acusações de pedofilia que existem contra ele na região do Rio Pardo.

Giraldi sugeriu-lhe que fizesse um exame no IML (Instituto Médico-Legal), mas ele não se apresentou ao médico legista. Depois do depoimento, o padre desapareceu. Até ontem à noite, ninguém tinha informação do paradeiro dele.

A residência fixa dele seria em Porto Alegre (RS) ou lá teria morado. A polícia e a igreja não revelam o nome do sacerdote porque o seu caso ainda se encontra em apuração.

Os testículos do padre foram encontrados em uma casa no Balneário Arroio do Silva, onde ele passou alguns dias. Havia também no local curativos, seringa com um líquido supostamente anestésico e outros materiais hospitalares. Tudo foi enviado para a perícia.

A mutilação pode ter ocorrido no dia 17, um domingo. Ninguém do balneário escutou pedido de socorro ou gritos de dor.

Com informação do Correio do Povo.

Comentários

Anônimo disse…
A associação de pedofilia com homossexualidade é perigoso. Uganda quer condenar os gays, por pressão religiosa. Magno Malta quer prisão perpétua a pedófilos, num show de pirotecnia e apelo a emoções. Em ambos, está em jogo a liberdade não só a sexual, mas a de pensamento e geral, uma vez que ganham poder a vozes dos que "quem defende pedófilos é pedófilo também".
Pangéia disse…
A auto-emasculação desse padre é prova cabal de que ele tem culpa no cartório pela pedofilia. Se não tivesse culpa, sua consciência não pesaria e ele não sentiria culpa, remorso ou sei lá o quê para castrar a si próprio.
Anônimo disse…
A maioria dos gays são pedófilos..........
Imagina que um viadão véio se ver um garotinho nao quer dar pra ele ??? claro que quer...

Esse padre se auto-mutilou sim , ele porem foi honesto e se auto-puniu porque a ICAR mesmo que é bom nao pune pedofilo nenhum...
O Antagonista disse…
Cortou o mal lietralmente pela raiz! Mas, falando sério, isso ainda é pouco para o mal que fez...

Valeu.
Anônimo disse…
"A maioria dos gays são pedófilos....."
Duvido se tem coragem de falar isso na frente de alguns amigos meus, preconceituoso barato.
Anônimo disse…
esse padre tinha que ter cortado é o pescosso fora, isso sim,pois ele vai continuar pedófilo do mesmo jeito.mal é o que sai da cabeça do homem.
Anônimo disse…
Se ele naum se arrepender e pedir Deus e a vítima perdão, ele vai queimar no fogo do inferno.. juntamente com o diabo e seus anjos... mas para os que teme o nome do Senhor, nascera o sol da justiça...
Anônimo disse…
La vem um crente falar besteira!!!
Adriano disse…
Isso deveria virar moda entre estupradores e pedofilos

-------- Busca neste site