Pular para o conteúdo principal

Bento 16 associa ‘extremismo ateu’ à tirania dos nazistas

Papa fez a afirmação em seu primeiro
dia de visita ao Reino Unido
O papa Bento 16 (foto) fez hoje um discurso onde conectou o ateísmo ao nazismo. Depois de criticar o “extremismo ateu”, ele elogiou a atuação dos britânicos na Segunda Guerra Mundial porque “se opuseram a uma tirania nazista que pretendia erradicar Deus da sociedade”.

O discurso foi feito no primeiro dia da visita do papa ao Reino Unido, após ter recebido as boas vindas da rainha Elizabeth II, no Palácio Real de Holyrrodhouse, em Edimburgo (Escócia).

Ele argumentou: “Enquanto refletimos sobre as advertências do extremismo ateu do século XX, não podemos nunca esquecer como a exclusão de Deus, da religião e da virtude pública, conduz em última análise a uma visão truncada do homem e da sociedade.”

A Associação Britânica Humanista reagiu com a afirmação de que “o conceito de que foi o ateísmo dos nazistas a causa de suas odiosas visões extremistas é uma terrível difamação aos que não acreditam em Deus”.

A associação criticou a papa por pretender impor o seu ponto de vista ao mesmo tempo em que a Igreja Católica mina os direitos humanos das mulheres, das crianças e muitos outrso. “Isso é surreal.”

Antes da viagem do papa, o cardeal Walter Kasper, um de seus assessores, deu uma entrevista criticando o “ateísmo novo e agressivo” da Grã-Bretanha, um país que se tornou do “terceiro mundo”.

Como por conta dessas declarações Kasper desistiu de acompanhar o papa ao Reino Unido, a expectativa era de que Bento 16 não explorasse o mesmo discurso para evitar constrangimento. Mas não foi o que ocorreu.

Antes de criticar os ateus, o papa admitiu que a igreja não foi suficientemente vigilante para deter os padres pedófilos. Para Joell Casteix, dirigente da SNAP, uma entidade de apoio às vítimas de sacerdotes, a declaração do papa é ofensiva, porque, na verdade, a igreja sempre foi “rápida e vigilante” no acobertamento dos pervertidos.

Sobre o nazismo, a própria Igreja Católica tem sido apontada por historiadores de ter colaborado com Hitler. Pio XII, papa da época da Segunda Guerra, teria se omitido diante das atrocidades dos nazistas. Do ponto de vista dos católicos, o silêncio do papa nos primeiros anos da guerra foi para salvar perseguidos pelo regime alemão.

Um vídeo no Youtube mostra o engajamento de sacerdotes na guerra ao lado dos nazistas e fascistas.

Amém ao Heil Hitler





Com informação das agências internacionais.

Hitler foi católico e nunca renunciou ao batismo, diz Dawkins
setembro de 2010

Bento 16 no Reino Unido.      Ateísmo.

Comentários

Fabio disse…
Carinha preconceituoso esse elemento...
Anônimo disse…
Concordo com o papa!!! Este vídeo corrobora o que ele disse!
http://www.youtube.com/watch?v=Jr5Q5Volv88
Gabriel disse…
Aah, tá brincando, né?
Hitler era muito religioso, em qualquer lugar você acha uma imagem dele apertando a mão de um padre em um discurso, ou ele marchando com um bando de gente e uns padres atrás dele fazendo o sinal nazísta.
E ainda por cima, a fivela dos soldados dizia "Deus acima de tudo" e o próprio vaticano ajudou generais nazistas a fugirem após a guerra.
Típica reação religiosa, "não fomos nós, foram os ateus, eles não acreditam em deus, então são adoradores do diabo e devem morrer". É o mesmo com os padres pedófilos, fazem merda e depois tenta encobertar ou mudar de assunto, a "falta de vigilância" não é desculpa para padres estrupando umas 50 criancinhas cada, isto é, quando não é mais.
Anônimo disse…
gabriel... vc nao entendeu minha ironia
Gabriel disse…
HAUAHU. Eu tava falando do texto, não de você.
Nem tinha visto teu comentário, vo ver o video. Mas só uma coisa, num foi esse papa que era da juventude histleriana ou algo assim?
Gabriel disse…
Merda, devia ter visto o vídeo antes, meu comentário fico meio redundante...
Valeu por me mostrar esse vídeo, adorei!
Anônimo disse…
o papa foi da juventude hitlerista
Anônimo disse…
Prefeito de Londres dá as boas-vindas ao Papa
Leonardo Meira
Da Redação, com Westminster Record

O prefeito de Londres, Boris Johnson
O prefeito de Londres, Boris Johnson, escreveu uma mensagem de boas-vindas a Londres para o Papa Bento XVI. O texto foi publicado na edicação deste mês do jornal Westminster Record.


Confira a mensagem na íntegra

É uma grande honra para nossa cidade que Sua Santidade o Papa Bento XVI passe boa parte de seu tempo em Londres, durante sua visita ao Reino Unido, e a natureza verdadeiramente importante da visita de Sua Santidade, para os católicos de Londres e de mais além, será uma alegria a ser contemplada.

Estou certo de que os Londrinos de todas as crenças, bem como os não crentes, vão dar-lhe as mais calorosas boas-vindas possíveis.

Londres tem muito a agradecer à Igreja Católica ao longo dos séculos, historicamente através de sua preocupação com os mais pobres e vulneráveis da sociedade nos dias atuais, onde continua a prestar um virtuoso serviço público através de seu impacto em escala nas áreas de importância para os Londrinos – da educação à prestação de cuidados pastorais e serviços sociais para a comunidade.

Em virtude da visita de Sua Santidade o Papa Bento XVI, parece-me que estivemos procurando um lema para a nossa capital, 'Dei sub numine viget' [Sob o poder de Deus, ela floresce] parece atingir a nota certa. Estamos ansiosos para recebê-lo.

Boris Johnson
Prefeito de Londres
Anônimo disse…
pq ele não tenta acabar com a pedofilia dentro da igreja ?
Lucio Ferro disse…
Esse papa nazista e amigo de pedófilos deveria pensar um pouco antes de abrir a boca e defecar suas asneiras nos ouvidos alheios. Ele sabe muito bem o que foi o nazismo, pois participou ativamente da juventude hitlerista, e tambem sabe muito bem que seu antecessor pio XII foi conivente com o regime nazista, alem de saber que a instituição podre que chefia foi muito ativa para proteger criminosos de guerra.
juliano disse…
um "papa" que acoberta casos de pedofilia dizer isso, achei engraçado
Anônimo disse…
Difamação aos ateus coisa nenhuma!Basta ver o extremismo dos ateus que escrevem nesse blog! Imaginem se eles tivessem o poder ditatorial nas mãos hje em dia...seria pena de morte para qualquer um que acreditasse em Deus, um novo nazi-fascismo no século21! PARABENS BENTOXVI!!! CONTINUE DENUNCIANDO OS NAZISTAS MODERNOS!!!
Anônimo disse…
Esse Bento Papinha é o Capeta Dissimulado!
Antonio Benaion disse…
Querido anônimo de 17/09/10 10:35, quando se refere a poder ditatorial, está se referindo a coisas como o regime perpetrado pela igreja católica ao longo da Idade Média? Ou talvez ao regime nazista, apoiado pelo mesmo Vaticano que agora é comandado por um ex-militante da Juventude Hitlerista?

Hipocrisia e mentiras deslavadas. A gente vê no Vaticano. =D
Anônimo disse…
Uki Goñi, autor do liveo “A Verdadeira Odessa”, explica como funcionava a rede que garantia a fuga dos nazistas:

”O Vaticano se encarregava de dar passaportes com pseudônimos aos criminosos de guerra. Perón lhes outorgava vistos para desembarcar na Argentina com nomes falsos. Através de contatos no Vaticano, os criminosos conseguiam passaportes da Cruz Vermelha. Também recebiam dinheiro de sacerdotes e bispos em Roma para a passagem. Os americanos e ingleses não intervinham no processo. Já as autoridades suíças permitiram trânsito ilegal dos criminosos através de seu território”.

http://ukinet.com/minas.htm
Unknown disse…
São realidades históricas inegáveis, bem documentadas e de possível e factual comprovação; mas o debate deve avançar, no sentido de que se compreenda e faça divulgar, para não semear ódios misturados com bem-intencionadas tentativas de produzir novos paraísos de indiferenciação, pressupostos do nazismo...QUE TODOS ESTES MALES NÃO SÃO VATICANOS, CATÓLICOS, PROTESTANTES, SIONISTAS, ANTISEMITAS, COMUNISTAS, CAPITALISTAS, NEOLIBERAIS, BUDISTAS, MUÇULMANOS...MAS HUMANOS.
Quando o debate fica estagnado na água parada do fundamentalismo, do extremismo, onde o demônio é o outro, tanto faz ser bento 16, quanto Obama, Lula, Sarkozy, o odor que se espalha é o da ocultação pela farsa, da trama real, que é a da alienação humana.
O homem alienado de si mesmo, projeta sua universalidade em deus, ou no Estado,não importa, É SEMPRE UMA NEGAÇÃO DO HOMEM, DE SI MESMO. E o verdadeiro mal que é essa estranheza, essa desapropriação cuja posse é de UM OUTRO, visto NA PROJEÇÃO como ideal, seja um deus, ou o próprio poder, CONSTITUI-SE NUMA ALIENAÇÃO ante à PROPRIEDADE ESTRANHA...possessão diabólica, da divisão, que a própria alienação faz instalar. O problema , portanto, não é a falta de emancipação política, falta de um estado laico, falta de emancipação da tirania religiosa...mas A FALTA DE EMANCIPAÇÃO HUMANA.
Tanto a política, o estado, a religião, usam o mesmo discurso religioso visando salvar, melhorar, formar o homem...Mas pretendem fazê-lo só na abstração, no ideal, porque no concreto, serve-se ao universal concreto que é o dinheiro, pela lógica do dinheiro, na servidão humana ao dinheiro. E ninguém pretende mexer no dinheiro, porque o problema é o papa, é Lula, é o aquecimento global, é a religião, é a falta do estado democrático...
O que as pessoas PEDEM A DEUS? Aquilo tudo que lhes falta, que o Estado lhes promete e nega enquanto presuntivos direitos, na tributação expropriados e pela corrupção e malversação desviados...Pedem aquilo que não possuem pois lhes falta o dinheiro, POR RAZÕES ECONÔMICAS, nomeadas pela política maquiavélica como RAZÕES DE ESTADO... Ganância das classes parasitárias e ociosas que persistem na injustiça milenar da CONCENTRAÇÃO E da NÃO- DISTRIBUIÇÃO DO DINHEIRO. Então toda essa falácia prolífica e prolixa de salvação,e libertação do homem pela educação, informação, ATEIZAÇÃO, sem mexer no deus inquestionável do dinheiro, é equívoca, falaz e mentirosa
Anônimo disse…
Por isso, acredito agora que ajo de acordo com as prescrições do Criador Onipotente.
Lutando contra o judaísmo, estou realizando a obra de Deus."

Minha Luta, Adolf Hitler.
Anônimo disse…
TANTO O CRIADOR ONIPOTENTE QUANTO O ATEÍSMO "CONSCIENTE" QUE SÓ ACUSAM DEUS, O PAPA E O NAZISMO, SERVEM AO MESMO DEUS INTOCÁVEL: O DINHEIRO.

São engraçados os ateus, são míopes os crentes, mas de qual crença? Tanto faz, porque AMBOS SÃO CRENTES, em "deus", seja ele g-zuiz, o Estado (deus mortal, segundo Hobbes) ou o por alguns chamado de vil, metal, e agora endeusado, dinheiro...Pio XII, calado ante o genocídio dos judeus, pensando em salvar milhares de escolas católicas, e o patrimônio artístico-cultural de Roma...dinheiro. Hitler, arrancando os dentes de ouro e cabelos e até dentaduras, pensando em vender, ganhar...dinheiro. Crentes, comprando sua salvação no paraíso além-morte, com dinheiro. Ateus, pagando sua felicidade no paraíso artificial capitalista, com dinheiro. Lutando contra o judaísmo, Hitler pensava estar realizando a obra de Deus...Mas qual deus? O mesmo abstrato universal mediador, ou seja, o DINHEIRO. SEM judaísmo, cristianismo, capitalismo, como adoraria a humanidade o seu dileto Mamom-dinheiro?
Anônimo disse…
Hipocrisias e mentiras deslavadas, a gente vê no vaticano...O vaticano serve ao dinheiro. O papa finado de defunta memória foi O MELHOR ARAUTO DO CAPITALISMO NEOLIBERAL, e por detrás deste agia o atual, coisa16, nazipapa do dinheiro...Quem não sabe que O PODER da Igreja é o dinheiro? Porque combater os efeitos E NÃO AS CAUSAS???
Hipocrisias e mentiras MASCARADAS a gente vê no culto ao dinheiro.
Anônimo disse…
Parem de duelar, ateus e teus, ambos crentes: o deus de vocês é o dinheiro. DEI SUB NUMINE FLORESCET. Sob o poder de "deu$" tudo floresce, até a anglicana rainha, posa de católica romana, assim parla el alcaide londrino...
Antonio Benaion disse…
Bom, se o deus dos ateus é o dinheiro, então não há necessidade de crer na existência dele, pois é fato facilmente verificável. =)

Logo, não faz o menor sentido "ateu crente". ;)
Vinícius disse…
Josef Alois Ratzinger, vulgo Bento XVI, foi, sim, soldado de Hitler em sua juventude.
Francisco disse…
Bento XVI ou Ratzinger presidiu a Congregação para a Doutrina da Fé, antigo Santo Ofício da Inquisição e sempre defendeu o acobertamento dos casos de pedofilia na Igreja.
Duvido que o alto comando nazi permitiu soldados ou oficiais pedófilos em suas colunas. Os oficiais eram praticamente obrigados a constituir família e foram raros os casos de estupros cometidos pelo exército alemão.
Ele é pior que qualquer nazista e não tem moral para julgar ninguém.
OBS: não estou defendendo ou mostrando simpatia pelas atrocidades cometidas pelos nazistas - é apenas para efeito de comparação.
Ricardo C. disse…
esse velho devia cuida do que é dele, primeiro a igreja deveria tirar todos seus pedofilos e só depois ele ia pode fala mau dos ateus, não esquecendo que a igreja ajudou o nazismo, acho que ISSO SE CHAMA CINISMO!!!

NÃO SOU ATEU, MAS SOU AGNÓSTICO E SEI QUE A IGREJA E SEUS VÁRIOS PRECONCEITOS JÁ CAUSARAM MUITO ESTRAGO NO MUNDO
Anônimo disse…
Claro que era isso mesmo de se esperar do papa... e lembrando que Hitler era um cristão fanático que queria se vingar dos judeus, somente para se ver as distorções...
Anônimo disse…
O papa é DEZ mas o meu uísque é DOZE.
Anônimo disse…
Sempre considerei, e considero mais e mais, que religião é ruim para sua saúde.
Nenhuma alma, se existe tal coisa, pode ir para o céu pois se vc adota uma religião é herege em relação as outras! Matar infiéis sempre foi uma diversão justificada. Salvar almas do mau caminho idem.
Anônimo disse…
O senhor pratica um anti-cristianismo nojento!
Anônimo disse…
Hei, papa vai pra lua e não volta mais.
Anônimo disse…
Olha o soldado de Hitler falando merda, a igreja católica foi a GRANDE responsável pelo nazismo... Esse papa defeca pela boca, só pode...
Anônimo disse…
A Igreja grande responsável pelo nazismo? Estes idiotas só podem estar de brincadeira...
http://noticias.cancaonova.com/noticia.php?id=277017

Todos querem associar o nazismo à Igreja dizendo que a Igreja nunca proclamou a excomunhão de Hitler. Mas o que ninguém percebe é que os judeus nada tem contra a Igreja! Aliás, qdo Hitler quis ir pra Roma, o Papa saiu de lá, alegando que "não queria ver nenhuma cruz em Roma que não fosse a cruz de Cristo".
Anônimo disse…
Olá! :))
Quanta confusão nessa mente!...
Hitler era doido!!!
Católico?! Por ter sido batizado no catolicismo, era católico?!
Ser cristão ( não obrigatoriamente católico), é coisa séria. O cristão não pode aprovar o Nazismo ou coisas similares! Não pode concordar com o Estalinismo! Não pode anuir ao radicalismo islâmico, que não é, senão, uma forma MUITO deturpada do Islamismo. Já se informaram sobre o Islão?!...
Um CRISTÃO NUNCA pode apoiar violência e maldade, injustiça e despotismo! Um cristão verdadeiro, segue a CRISTO.
Há diferença em ser-se cristão e fingir que se é. JESUS até nos deixou o ensinamento: "pelos frutos os conhecereis".
Eu gostaria de responder a todos que exprimem aqui as suas ideias... Como sabem, isso é impossível. Bem o lamento.
Nessa impossibilidade, deixo apenas esta afirmação:
Há muitos maus dexemplos de cristãos, é verdade. Mas, também é verdade que o não eram, ou são, de coração; apenas nas aparências.
E é verdade, ainda, que há muitos bons exemplos de cristãos.

Acho, é, que, toda a gente deve informar-se devidamente, antes de exprimir aqui ou noutro lado, aquilo que pensa ou sente.
Aos ateus -que respeito, como seres humanos que são- recomendo que leiam, na Bíblia, os Evangelhos e as Epístolas (Novo Testamento). Confiram. Onde está a violência e a injustiça? Não está. Simplesmente não está. Bem pelo contrário.

Despeço-me de todos.
Saúde, paz, amor, alegria!
:))))))))))

M.Olinda - Mem Martins, Sintra, Portugal
D4rKH4lLs disse…
Depois os ateus que são os agressivos, o cara usa o titulo de "ser supremo da igraja catolica" pra fala toda essa merda achando que os outros devem ouvir. se deus existe mesmo, ele puniria pessoas que não são tão religiosas como esse cara ou uma pessoa que usa um titulo para atacar outras?
Carlos H. disse…
Cara... Hitler tinha um grupo especial que inestigava o "sobrenatural" ... Já tendo este tipo de idéia , comprova que Hitler era tudo MENOS ATEU.
Unknown disse…
Se ele foi batizado como católico, mesmo ele não praticando pelo que eu saiba ele continua sendo católico, posso estar enganado mas tem como ser desbatizado??

E de qualquer forma, esta se perdendo o objetivo da matéria aqui, mesmo Hitler não sendo católico ele acreditava em deus, portanto o papa ao comparar as atitudes de ateus "extremistas" com as atitudes dos nazistas que supostamente não acreditavam em deus é uma palhaçada... e mentira é pecado em.... haha

A sua pergunta: Onde está a violência e a injustiça na biblia?

Serio???

Ai esta a maior injustiça de todas:
JÁ NASCEMOS PECADORES DEVIDO A ADÃO E EVA.

isso é a mesma coisa que seu pai cometer um "suposto" crime e pegar 100 anos de prisão, ele morre faltando 60 anos para cumprir a pena, então eles pegam e colocam vc para pagar o restante do tempo pelos crimes de seu pai,

Muito justo não???
Unknown disse…
fariamos exatamente o que os cristão fazem até hoje com os ateus...pelo jeito tu não entendes nada mesmo de história...nem aos menos sabe o que é nazismo...
Dicas Mil disse…
Fugindo um pouco do assunto da matéria, essa história de Ele não era um verdadeiro cristão não cola. Falácia do escocês de verdade. A Bíblia está cheia de atrocidades e violência por todas as páginas ( mas a maioria prefere pegar só as partes bonitinhas né?) É muita hipocrisia relacionar o nazismo com os ateus. Ser ateu significa que não se acredita em divindades, só isso. Não é nenhum sistema de crenças. Uma pessoa pode ser atéia, e comunista. Mas ela não é comunista porque é ateu ( não estou dizendo que o comunismo é uma coisa ruim). Uma pessoa pode ser católica e nazista. Srta M.olinda, reveja um pouco os seus conceitos.
Anônimo disse…
E uma hipocrisia mt grande essa Igreja Catolica.....

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Deputado estadual constrói capela em gabinete. Ele pode?

Ateu manda recado a padre preconceituoso de Nova Andradina: ame o próximo

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

No noticiário, casos de pastores pedófilos superam os de padres

Mescla da política e religião intimida ateus no Brasil. E defendê-los e defender a razão

Padre associa a tragédia das enchentes ao ateísmo de gaúchos. Vingança de Deus?

Como as memórias são armazenadas em nosso cérebro?

Marcha para Jesus no Rio contou com verba de R$ 2,48 milhões

A prefeitura do Rio de Janeiro liberou R$ 2,48 milhões para a realização ontem (sábado, 19) da Marcha para Jesus, que reuniu cerca de 300 mil evangélicos de diferentes denominações. Foi a primeira vez que o evento no Rio contou com verba oficial e apoio institucional da Rede Globo. O dinheiro foi aprovado para a montagem de palco, sistema de som e decoração. O pastor Silas Malafaia, um dos responsáveis pela organização da marcha, disse que vai devolver R$ 410 mil porque o encontro teve também o apoio de sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo. “O povo de Deus é correto”, disse. “Quero ver a parada gay devolver algum dinheiro de evento.” Pela Constituição, que determina a laicidade do Estado, a prefeitura não pode conceder verba à atividade religiosa. Mas o prefeito Eduardo Paes (PMDB), que compareceu à abertura da marcha, disse que o seu papel é apoiar todos os eventos, como os evangélicos e católicos e a parada gay. A marcha começou às 14h e contou com sete trios