Padre devasso comprou silêncio de cardeais, diz site

Cardeais comprados por Maciel.
O padre mexicano Marcial Maciel (1920-2008) comprou por milhares de dólares o silêncio de cardeais para que contra ele não fosse aberto inquérito canônico. A informação é do site americano NCR (National Catholic Report).

Embora tenha fundado em 1941 uma ordem ultraconservadora, a Legionários de Cristo, Maciel talvez tenha sido o padre mais devasso da história recente da Igreja Católica. Ele teve amantes, mulheres e homens. Estuprou coroinhas e dois de seus próprios filhos – deve ter tido uns quatro. Deu golpe em viúvas milionárias e era dependente de cocaína.

Os cardeais subornados por Maciel seriam Angelo Sodano (foto), ex-secretário de Estado do Vaticano e atual presidente do Colégio dos Cardeais, Stanislaw Dziwisz (foto), secretário particular de João Paulo 2, e Eduardo Martínez Somalo (foto), ex-presidente da Congregação para o Culto Divino e Disciplina dos Sacramentos.

A proteção desses sacerdotes a Maciel seria a explicação de o papa João Paulo 2 nada ter feito diante das acusações em 1998 de oito ex-padres de que “algo de muito estranho” ocorria na Legionários de Cristo.

Jason Berry, jornalista da NCR, informou que Maciel pagou a Dziwisz US$ 50.000 (R$ 89.000) sob o pretexto de arranjar um visita de uma família mexicana ao papa.

Para Sodano, o pagamento foi de US$ 10.000 (R$ 18.000), dinheiro que custeou o banquete da comemoração da sua promoção a cardeal.

Depois que a devassidão de Maciel obteve espaço na imprensa internacional, no começo do ano passado, o Vaticano colocou a Legionários de Cristo sob intervenção branca.

Até o final do ano Bento 16 deverá decidir qual será o futuro da ordem.

> Caso do padre Marcial Maciel, o devasso.

Comentários

  1. A ICAR tá uma vergonha é só podridão vindo á tona!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo4/09/2010

    Paulo, poderia te passar videos sobre a igreja?

    ResponderExcluir
  3. Anônimo4/09/2010

    http://www.youtube.com/watch?v=Jr5Q5Volv88
    http://www.youtube.com/watch?v=YpcE6Igwr0U

    ResponderExcluir
  4. Lucio Ferro4/09/2010

    Esta raça de criaturas inúteis, que vivem de vender o seu deus imaginário baseados no manual de atrocidades(bíblia), deveriam ir todos para a cadeia e pagarem uma pena de trabalhos forçados pelo resto da vida.

    ResponderExcluir
  5. Que mané pena de trabalhos forçados, o quê! Caro Lúcio Ferro, tem é de meter facão nesses devassos, Padres ou não; só assim, perdendo realmente o bem máximo de sua virilidade, esses cabras sossegam! (Tá certo, também merecem cadeia pelos crimes de estupro que cometeram).

    ResponderExcluir
  6. Mais uma surpreendente revelação, um bom augúrio desta nova era que estamos vivendo, onde são desmascarados obscurantismo e obstrução da verdade milenares...Parabéns ao jornalista pelo trabalho ímpar diante da imprensa confessional brasilreira , em revelar o lixo moral e espiritual desses pseudo-hierofantes do sobrenatural. Santos Marx e Freud, estáveis certos. Ópio e Neurose coletiva.

    ResponderExcluir
  7. milton gherer4/12/2010

    quer dizer que por trás havia dinheiro? nãuum...!
    pensava que eram todos franciscanos, sem dinheiro nem moeda, até sem bolsas. rapaz, quero ver quando estourar o escândalo das outras sociedades secretas vaticanas, que o gordon urquhart fala, aí eu quero assistir o circo pegar fogo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Gloria Perez defende a novela 'Salve Jorge' de críticas de religiosos