Pular para o conteúdo principal

Bispo alemão espancador de crianças pede demissão


O bispo Walter Mixa (foto), de Augsburg (sul da Alemanha), tinha inicialmente negado as denuncias de que, quando era padre, bateu em crianças de um orfanato católico nas décadas de 70 e 80.

No início desta semana, pressionado por depoimentos à imprensa de ex-alunos do orfanato, ele admitiu que “talvez tenha estapeado crianças”.

Mas, de acordo com alguns dos ex-alunos, não foi bem assim, porque o bispo espancava sistematicamente os meninos.

Nesta quinta (22), Mixa finalmente assumiu a gravidade de sua conduta e pediu demissão, informam as agências internacionais.

Em um comunicado disse que “sempre” soube de suas fragilidades e pediu perdão àqueles a quem pode ter sido injusto.

O bispo também é acusado de estar envolvido no desvio de milhares de dólares de um orfanato para gastos com pinturas antigas, móveis de jardim e vinho.

> Irmão do papa: ‘Eu também bati nas crianças’. (março de 2010)

> Casos de maus-tratos a crianças.

Comentários

Lucio Ferro disse…
Agora o nazi-papa chico bento 16 deveria seguir o exemplo do conterrâneo criminoso e pedir para sair, ir para o inferno que os católicos tanto gostam ou até para PQP!!!
Anônimo disse…
É um desgraçado, morrer seria pouco para ele. Tinha que morrer umas dez vezes, sofrendo muito em cada uma delas. Nojento, injusto, covarde.
Anônimo disse…
Porque eles tem tal problema?grandes manchetes no jornal Daily Mail de Londres, de 22 de outubro de 1987, haviam declarado:"Um vigario em trés é homossexual...Campanha para expulsar homossexuais 'fecharia sa Igreja da Inglaterra e de outros cidades'." A reportagem citou o reverendo" secretário-geral do Movimento Cristão Lébico e Gay como dizendo:Se esta moção fosse aprovada, arruinaria a Igreja,e o Arcebispo de Cantuaria sabe disso.Como cifra geral, achamos que 30 a 40 por centos dos clérigos da igrejas são homossexuais-Revelação 18:2,4
Anônimo disse…
Não adianta nada demonizar gays nem inculpabilizar o papismo e o vaticanismo, que são projetos históricos milenares de dominação, obscurantismo e agrilhoamento das consciências e da humanidade...citando revelação, ou qualquer outra tirada da boa e velha bíblia fundamentalista, patriarcal, sexista e machista. É um acinte que protestantes pentecostalistas, os mesmos que semeiam terror do inferno, medo e culpa pela tal perda da salvação a quem cair em pecado, homofobia e outras questionáveis psicoses e delírios com seus uivos, tremedeiras histéricas pseudomanifestações do chamado espírito santo - na verdade fenômenos de repressão sexual e transe hipnótico, como os do espiritismo e da macumba; queiram posar aqui e acolá de juízes do catolicismo romano, DO QUAL DERIVAM E DE QUEM APRENDERAM TODAS AS NEFANDAS PRÁTICAS...A civilização ocidental precisa urgentemente relegar sua moral e a sua religião com suas obssessões e fixações no sexo, para o lugar que devem ocupar por direito...na psicopatologia e na dramaturgia, no terreno da psicanálise, no folclore, na mitologia...não no âmbito das discussões sérias, como no dos crimes contra a humanidade, como a tortura ou a pedofilia. Aliás, está aí um material farto para pesquisa envolvendo os tradicionais abusadores infantis, como padres e pastores... o da psicopatologia...CRIMINAL.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Mescla da política e religião intimida ateus no Brasil. E defendê-los e defender a razão

Deputado estadual constrói capela em gabinete. Ele pode?

Fé de pais TJs não supera direito à vida de um bebê, decide juíza

Como as memórias são armazenadas em nosso cérebro?

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Ateu manda recado a padre preconceituoso de Nova Andradina: ame o próximo

No noticiário, casos de pastores pedófilos superam os de padres

Holanda pede a religiosos provas de que animal não sofre no abate

Marianne Thieme: "Liberdade religiosa termina onde começa o sofrimento de humanos ou de animais"  O Parlamento da Holanda concedeu aos líderes do judaísmo e do islamismo um ano para provar cientificamente que o abate religioso não causa sofrimento nos animais.  Em junho de 2011, a Câmara dos Deputados aprovou lei que proíbe esse tipo de abate porque é feito sem o atordoamento dos animais. A lei terá de ser votada pelo Senado, para ser confirmada ou não, o que ocorrerá após o prazo dado para a manifestação dos religiosos. A lei foi proposta pelo Partido pelos Animais, o único do gênero no mundo. Para Marianne Thieme (foto), líder do partido, “a liberdade religiosa termina onde começa o sofrimento humano ou animal”. Ela é seguidora da Igreja Adventista do 7º Dia. A proposta da nova lei uniu judeus e muçulmanos do país. Eles acusam o Parlamento de querer acabar com a liberdade de religião. Pela tradição judaica e islâmica, os animais têm de estarem conscientes no m