Itália vai dar cartão vermelho ao jogador que evocar Deus em vão

Cartão vermelho para quem xingar Deus. O Comitê Olímpico Nacional Italiano pediu aos clubes de futebol da primeira divisão que exijam dos jogadores o cumprimento da norma antiblasfêmia. Porque a partir de agora quem evocar o nome de Deus em vão será penalizado com cartão vermelho.

O comitê avisou que a penalização começa neste mês de março. A norma existe desde 2000, mas nunca foi colocada em prática.

Kevin Lixey, da Secretaria de Esporte do Vaticano, elogiou a iniciativa de Giovanni Petrucci, da diretoria do comitê.

Lixey disse que os “bons modos” têm de ser praticado em campo como exemplo aos jovens que têm os jogadores como ídolos.

Massimo Achini, presidente do CSI (Centro Esportivo Italiano), também manifestou apoio ao comitê porque, segundo ele,  “o futebol italiano tem oferecido ao mundo um espetáculo vergonhoso”.

O CSI é responsável pela organização da Clericus Cup, que é um campeonato exclusivo para sacerdotes que se realiza em Roma com o apoio do Vaticano. O lema deste ano da disputa é: “Um campeonato sem blasfêmias".

“Temos de ensinar os jovens que é possível participar de competições com grande empenho e paixão sem insultar a Deus”, disse Achini.

Com informações do site espanhol Religión Digital.

> Fifa adverte Seleção Brasileira por misturar futebol com religião.
 julho de 2009

> Religião nos esportes.