Pular para o conteúdo principal

Bianca Machado Cotta, vítima do voo AF 447

Festa de casamento acabendo sendo de despedida


Bianca Machado Cotta (foto), 25, era médica. No sábado (30), tinha se casado com o procurador federal Carlos Eduardo Lopes de Melo (foto). A festa foi para 300 convidados.

No dia seguinte, os dois embarcaram para Paris — era a viagem de Lua de Mel. Haviam planejado conhecer alguns países europeus.


Bianca com
Carlos, uma
das últimas fotos
FOTO: ÁLBUM DE FAMÍLIA

Ela tinha se formado em medicina no ano passado. Ela era a única filha do cientista Renato Cotta, do Instituto Alberto Luiz Coimbra, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Um parente dela disse à imprensa que ela era uma moça romântica que havia realizado o sonho de um casamento de um “conto de fadas”.

INDENIZAÇÃO — atualização em 1 de julho de 2009

Por determinação da Justiça do Rio de Janeiro, a Air France terá de antecipar o pagamento da indenização aos parentes do casal.

O juiz Alberto Republicano de Macedo Júnior, da 1ª Vara Cível de Niterói, determinou que a mãe de Bianca Cotta comece a receber  imediatamente três salários mínimos mensais a título de pensão. A companhia também terá de pagar sete salários mínimos por mês para o tratamento psicológico.

CORPO — atualização em 8 de maio de 2011

Ao ser informada de que uma equipe francesa está resgatando os corpos do fundo do mar, Márcia Pires Cotta, mãe de Bianca, disse que gostaria que os restos mortais dela e do marido permanecessem onde estão. “Lá eles estão juntos, abraçados e felizes”, afirmou.

SENSOR — atualização em 1 de junho de 2011

O cientista Renato Cotta, 51, pai de Bianca, anunciou estar desenvolvendo, com colegas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, um sensor de velocidade de aviões resistente a qualquer temperatura.

De acordo com investigações, o Airbus no qual estava sua filha caiu porque os três tubos pitot (sensores de velocidade), congelados, pararam de operar quando estavam a -52C. A ideia de Cotta e sua equipe é desenvolver sensores que, entre si, não esteja sujeitos às mesmas condições climáticas.

“Não faço isso só por ela, mas pelas 228 famílias envolvidas no acidente. Se não envolvesse minha filha, seria apenas um dever. Com ela envolvida, é uma missão”, disse ele, de acordo com a Folha de S.Paulo.

> Vítimas brasileiras.    > Mais sobre o voo.

Comentários

Anônimo disse…
Une fille si jolie et jeune avec son beau mari. Je n'arrive pas à croire que c'est possible. Elle aurait pu ou devenir un grand médecin. Ils auraient pu avaoir pleins d'enfants beaux comme eux. Je pleure en voyant cette photo, tellement ils sont beaux. J'ai encore de l'epoire qu'ils peuvent être quelque par sur un ille, dans l'eau, sous l'eau et qu'ils attendent d'etre retrouvés... Qu'ils sont kidnapés par des terrosristes ou les extra terrestra . Ils vont revenir, Je pense au familles des mariés et à leurs amis qui les voient encore dancer à leur mariage.
Anônimo disse…
sinto muito por tudo isso. que Deus olhe por todos que se foram nessa tragedia
Anônimo disse…
É doloroso saber de toda essa tragédia.
Somente Deus entenderar a dor que nos resta agora.
Anônimo disse…
foi uma tragedia, mais triste que eu ja vi em toda minha vida. eu tinha um tio que aos 24 anos salvou vinte e quatro tripulantes, so ele que nunca mais foi achado, caiu no oceano pcifico. essa tragedia ficou ate hoje nas minhas lembrancas. so cinto pesares para todas essas familias..............
Esse avião não caiu por falha mecânica,muito menos por causa dos sensores de velocidades.A Tragédia aconteceu por que um sujeito de nome Pierre Cedric Bonin com pouca experiência "empinou" demais o Airbus fazendo com o que o mesmo perdesse sustentação e altitude se não fosse a sua arrogância o outro piloto teria tranquilamente pilotado a aeronave e atravessado a tempestade já que tinha mais experiência do que ele
Alikia disse…
Parabéns gênio, acontece que na época da notícia ainda não havia saído nenhum relatório oficial sobre a tragédia, nem as caixas pretas tinham achado ainda. Muito obrigada por agraciar os seres do passado com a sua sabedoria.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Lei anti-ciência de Ohio permite que alunos deem resposta com base na religião

Milagrento Valdemiro Santiago radicaliza na exploração da fé

Pai de vocalista dos Mamonas processa Feliciano por dizer que morte foi por ordem de Deus

Capela em centro espacial é absurdo, afirma estudante

do leitor Sérgio "Este prédio da capela poderia abrigar um bom laboratório" Sou físico e aluno de doutorado do INPE [Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais] em São José dos Campos (SP) e gostaria de fazer um breve comentário. Há 5 anos, quando ingressei no mestrado no instituto, fique fascinado com a estrutura física/financeira oferecida ao desenvolvimento da pesquisa. Sinceramente não tenho do que me queixar, mas uma coisa  chama muito atenção (não só a minha, claro). É que dentro do INPE (um centro de pesquisa principalmente física), acreditem, tem uma capela para oração. No local que é considerado o maior centro de pesquisa tecnológica da America Latina (a Nasa brasileira, como muitos dizem) existe tal absurdo. Esse prédio poderia, por exemplo, abrigar um bom laboratório ou coisa mais útil. O INPE (englobando todas as áreas – astrofísica, meteorologia, sensoriamento, engenharia de materiais, etc.) é formado por pesquisadores/cientistas de várias partes do mu

Ministro do STF critica a frase ‘Deus seja louvado’ do real

Marco Aurélio lembrou  que somente no  império  a religião era obrigatória  O ministro Marco Aurélio (foto), 65, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que não consegue conceber “que nas notas de moedas do real nós tenhamos ‘Deus seja louvado’”, porque isso fere a laicidade do Estado. Em uma entrevista ao UOL, lembrou que na argumentação de seu voto favorável à descriminalização do aborto de fetos anencéfalos, em abril, ressaltou que o Brasil não está mais no império, “quando a religião católica era obrigatória e o imperador era obrigado a observá-la”. “ Como outro exemplo de incompatibilidade com o Estado laico ele citou o crucifixo do plenário do STF. “Devíamos ter só o brasão da República.” Aurélio elogiou a decisão do Tribunal de Justiça gaúcho pela retirada do crucifixo de todas as suas dependências, o que demonstra, segundo ele, que o Rio Grande do Sul é um Estado que “está sempre à frente em questões políticas”. Celso de Mello, outro ministro do Supremo, já

Intel deixa de ajudar escoteiros que discriminam gays e ateus

Evangélico, chefão do tráfico no Rio manda fechar igrejas católicas

Família esperou por três dias, mas Neide não ressuscitou; corpo foi sepultado cheirando mal

PSC radicaliza ao dar apoio a Feliciano, afirma Wyllys

por Ivan Richard da Agência Brasil Deputado disse que resposta também será a radicalização O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), na foto, criticou a decisão do PSC de manter o pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorais da Câmara. Para Wyllys, o acirramento dos ânimos por parte do PSC pode provocar ainda mais confusão nas sessões da comissão. Feliciano é acusado por de ter feito afirmações homofóbicas, como a de que a "Aids é câncer gay", e racistas. “Não falo em nome do movimento [LGBT], mas, se um lado radicaliza, o outro tende a radicalizar. Se o PSC radicaliza e não ouve a voz dos movimentos socais, das redes sociais, o pedido para que esse homem saia da presidência, se a tendência é radicalizar e não dar ouvidos, é lógico que o movimento radicalize do outro. Isso não é bom para a Câmara, para o Legislativo, para o PSC, nem para o país”, disse Wyllys. Wyllys afirmou que as lideranças do PSC estão “confundindo” as criticas ao