CRM ouve mulheres que acusam médico de abuso sexual

O CRM (Conselho Regional de Medicina) do Estado de São Paulo está colhendo o depoimento das mulheres que denunciaram Roger Abdelmassih (foto), 65, especialista em fertilização in vitro, por abuso sexual à Delegacia da Mulher e ao MP (Ministério Público) do Estado de São Paulo. Até agora, o Conselho ouviu 30 ex-pacientes do médico.

Roger Abdelmassih

O CRM está solicitando às mulheres que não moram em São Paulo fax ou carta assinada com o relato da denúncia. Mais de 60 ex-pacientes afirmam que foram vítimas do médico.

Há pelo menos uma acusação de estupro. Segundo o MP, as denúncias incluem “manipulação peniana”.  

O MP aguarda o encerramento inquérito policial para denunciar (acusar formalmente) o médico à Justiça. Os advogados de Abdelmassih estão preparando uma defesa para apresentá-la às autoridades.

As investigações do CRM independem dos procedimentos policiais.

O Conselho tem sido criticado por uma suposta negligência em relação às denúncias ao especialista. “O CRM não vai fazer nada! Eu pago pra ver”, afirma uma ex-paciente.

Mas outra ex-paciente que recentemente esteve em contato com o Conselho teve a impressão de que a sindicância 12067/2009 aberta pela entidade, referente ao caso, está cercando o médico por todos os lados, não se restringindo, portanto, ao assédio sexual, que por si só já é grave, mas é difícil de se comprovar.

Essa ex-paciente acredita que, diante da gravidade do que já foi apurado, o CRM cassará a licença de Roger Abdelmassih para exercer a medicina. “Se for menos do que isso, significará que tudo acabou em pizza.”

Um médico que também atua no setor de fertilização em laboratório comenta que, como é quase certo que Abdelmassih será condenado pela Justiça, o CRM terá de puni-lo antes, para não ficar desmoralizado.

Há denúncias de manipulação antiética e ilegal de óvulos. Existem relatos de que o médico comprava no exterior óvulos de mulheres jovens para vendê-los em sua clínica.

Algumas mulheres suspeitam que, sem saber, receberam implantes de óvulos que não eram os seus. Algumas delas estariam providenciando exame de DNA em seus filhos.

Algumas informações estariam sendo mantidas sob sigilo para preservar mães e filhos.

Roger Abdelmassih afirma que em 20 anos a sua clínica atendeu mais de 20 mil casais e que proporcionou o nascimento de 7.500 crianças, o que, segundo o ele, deixou os seus colegas com inveja.

Durante esse tempo, ele se destacou no noticiário por assegurar que a sua clínica obtém elevada taxa de êxito nas fertilizações, acima da média, e por ter como clientes pessoas famosas e ricas, entre elas artistas e jornalistas da Globo.

Uma conhecida jornalista que deixou a Globo teria sido atacada pelo médico há pouco tempo, antes de as denúncias de abuso sairem na imprensa. Ela se nega a falar sobre o assunto.

Este blog está à disposição do médico para que exponha a sua versão.

> Caso Roger Abdelmassih.

Comentários

Anônimo disse…
Que bom saber que o assunto volta à tona. A justiça tarda mas não falha. Quanto ao CRM, só Deus sabe. Quanto ao Paulo Lopes, parabéns novamente pela cobertura ampla e irrestrita.
Anônimo disse…
Por favor mulheres que foram vitimas do Dr Monstro, procurem o CRM de SP e deponham contra ele. A funcionaria de la me disse que precisa de TODAS as vitimas para que o processo contra o medico seja rapido. Vamos la... eu fiz meu depoimento e acredito que a coisa eh realmente seria!!!
Anônimo disse…
Vítimas,
Existe a possibilidade de formalizar a denúncia nas delegacias regionais do CREMESP. Entre no site do CRM "www.cremesp.org.br", em Institucional, clique em Delegacias Regionais e veja a mais próxima de sua residência. Eu fui em uma no interior de São Paulo.
Anônimo disse…
Vítimas,
Eu já fui ao CRM e fui muito bem atendida, eles estão se empenhando para levar o caso a julgamento quando todas as provas tiverem sido colhidas, por favor façam a sua parte. Precisamos de vocês para proteger outras mulheres!
Anônimo disse…
Ao CREMESP,

Vítimas e Sociedade aguardam que à sindicância CREMESP de nº 12067/2009 (Investigação Dr. Roger Abdelmassih), "não seja de forma dissimulada" ou "espetáculo enganoso'.

Entendo que a referida sindicância independe do Inquérito Policial, portanto "interna corpóris"
- mas que isto não seja sinônimo de "Impunidade, omissão e/ou corporativismo" por parte do CREMESP.

Um 'VOTO DE CONFIANÇA' para esta Instituição até então desmoralizada - perante a opinião pública -
e com grande chance de reverter este contexto - neste caso.

Aguardamos que o CREMESP, à começar pelo seu presidente - até investigador(es) e relator(es) da sindicância - exerçam suas prerrogativas com
"ética, moral e dignidade".

A Sociedade clama por Justiça! Incluindo CRM.

Pensem Muito Bem!!!
Anônimo disse…
Realmente esta é a chance do CREMESP melhorar a péssima imagem que tem perante a sociedade. Espero que coloquem as mãos na consciência e deixem de ser tão corporativistas. Afinal, quando se trata de um crime deste tipo, com tantas vítimas envolvidas, imagino que o esforço não tenha que ser tão grande assim. Basta senso de justiça e vergonha na cara.
Anônimo disse…
Aos Diretores da CREMESP,

Como é fato o CREMESP é uma instituição totalmente desmoralizada perante a opinião pública.

O Corporativismo reinou livre por muito tempo.

Pelos comentários de algumas das vítimas, presume-se “COM RESERVA" que a instituição tem grande interesse em alterar este contexto.

Presidente e Diretores tem prerrogativas para mudar esta situação lamentável e vergonhosa.

Ocorre que nem sempre "à vontade de punir" é suficiente – pois trata-se de colegiado.

Os prejuízos físicos, morais e familiares causados às vítimas, são irreparáveis, sendo impossível conter uma "justa dor". A cada dia de impunidade o sofrimento destas vítimas traz ainda mais angústia.

Todavia, uma ação enérgica do CREMESP causará às vítimas e a Sociedade a impressão da “vontade de mudar este contexto”.

Sugiro ao Presidente, Diretores, Relator e Investigadores para que venham a convergir suas forças objetivando “punição exemplar”, o que sem dúvida se traduziria em Justiça Efetiva aplicado pelo CREMESP. Todavia a celeridade no processo é fundamental.

Feito isto, a imagem da "instituição CRM" iniciaria uma nova fase - revertendo a imagem de corporativistas - e sem compromisso com a justiça - os reflexos disto seriam benéficos a Instituição – consequentemente a seus membros.

À persistir o atual contexto quem ganha é somente o Dr. Roger - às vítimas e Sociedade até então acreditam que os Srs. estão a serviço do mesmo. Comigo não é diferente!
Quero crer que não, e que os Srs. são pessoas de bem com um “abacaxi nas mãos”.

Quero ainda acreditar que os Srs. não estão fazendo deste depoimentos um "teatro" e manipulando as vítimas - objetivando simplesmente mostrar serviço - quando na verdade o juízo de opinião já foi formado - Isto seria o tiro de misericórdia na Instituição!
.
Aproveitem esta oportunidade, pois não terão outra, acaso a Justiça condene antes este médico, desprovido de caráter.

Cada coisa à seu tempo - chegou o tempo de providências enérgicas do CRM - honradez nas decisões é o esperado.

A verdade é filha do tempo - não joguem seus nomes na lama - em defesa de "um caso perdido".

Não aceitem pressão - demonstrem bons exemplos para suas esposas/mães/pais/filhos/netos/ filhos/amigos - através de decisão justa, imparcial e honrada..

Disto resulta satisfação pessoal e conquista de respeito perante seus pares e familiares.

À hora é de mudança – quanto ao Dr. Roger – seu destino já foi selado.

Saudações
Anônimo disse…
Muito bem colocado a questão do CRM pelo anônimo das 01:59.

Esse caso será determinante para o sentido do Conselho na sociedade. Sinceramente, não sei se eles tem a mais vaga idéia de como a sociedade descrê deste conselho...

Oportunidade única!

Eles podem se apequenar moralmente, mais uma vez...,dando um tapa na cara da sociedade e reafirmando o papel corporativista cínico.

Ou podem despertar um sentimento real de que os criminosos podem pagar pelos seus crimes. Mesmos os seus pares. Isso pela dignidade da vida, pela ética inabalável que dá sentido ao humano em nós.

A bola está com eles. De toda maneira, seja qual for o desenrolar do processo, o destino do Roger já foi selado, como já se disse. Colheu o que platou. É assim a vida...
Anônimo disse…
O função precípua de um Conselho é a fiscalização do exercício profissional.

É para isso que ele existe.

O que consiste em proteger os profissionais em seu exercício profissional e proteger a sociedade dos maus profissionais, preservando a respeitabilidade dos demais.

Todos os conselheiros sabem disso.

Fingir que não há maus profissionais é o mesmo que esconder a cabeça feito avestruz. Isso acaba denegrindo a imagem do Conselho e dos demais profissionais que se esforçam por um exercício ético com o objetivo de resguardar a honra da Medicina.
Anônimo disse…
Pouco importa o CRM. Tenham fé no Ministério Público. Lá sim as coisas são confiáveis.
Anônimo disse…
Teste.
Anônimo disse…
Paulo, quando eu clico nesta postagem o seu site trava. Algum problema? Agora, só destravou porque eu dei um voltar, depois da mensagem de bloqueio. Estranho isso.
Se outros leitores estiverem tendo problema, favor enviar e-mail para paulopes.weblog@gmail.com.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
O CRM SP só vai condenar este sujeito se houver uma grande pressão da mídia e da opinião pública, caso cotrário as coisas vão terminar como sempre terminam quando um figurão é pego em delito: PIZZA
Anônimo disse…
Vendo todos esses depoimentos , tenho uma experiência aqui em Porto Alegre. Há muitos anos fui levar a minha esposa na emergência de um conhecido hospital da cidade. Chegando lá fomos atendidos por um médico que saiu arrumando a sua camisa e aparentando estar alcoolizado. Bem, ele pediu para a minha esposa tirar a blusa e o sutien. Apalpou os dois seios e passou as duas mãos no rosto dela. Eu ali , vendo achei muito estranho para uma consulta de gripe. Depois comentando com ela , ela disse que também se surpreendeu. Resolvemos não fazer nada , embora me sentisse humilhado . Mas isso atesta a covardia de alguns médicos que não respeitam ninguém. Devemos denunciar , sempre, não devemos ter medo ou receio . Parabéns às mulheres, eu entendo muito bem o que elas passaram!
Anônimo disse…
Teste com o IE.
Paula disse…
Paulo,
Tá dando para postar, mas você continua com problemas no blog. Entrei e sai 5 vezes para mandar essa msg para você.
Anônimo disse…
Paula, tenho estado em contato com gente que conhece o sistema Blogger e até agora ninguém soube me explicar o que está ocorrendo. Continuo tentando e me mantenha informado. Abs.
Anônimo disse…
Seu blog está com problemas. Continua travando.
Tenho que voltar a ceta pra direita pra continuar navegando.

Acho que vc está incomodando aguém...
Paula disse…
Paulo,
Esse pessoal com quem você tem tido contato também está com problemas ? Honestamente estou curiosa. Posso estar meio maluca, mas realmente fico cismada com tudo que envolve o Roger. Acho estranho o que está acontecendo. Precisa de uma bela manha, paciência e boa vontade para postar aqui. Como sou parte altmente interessada por ser vítima do homem, me incomoda pensar nas pessoas deixando de postar em função dessas dificuldades. Enfim... se eu estiver "te enchendo" me avise!
Obs.: Será que não tem nenhum raker envolvido nesse rolo ? Acredite, TUDO é possível em se tratando do Doutor.
Anônimo disse…
Paula, estou à espera de uma resposta de um pessoal que entende do Blogger. Continue me mantendo informado. Abs.
Anônimo disse…
Não estou conseguindo entrar no blog há três dias. Antes era só na última matéria. Hoje, já ao entrar na página pincipal do Roger, veio a mensagem de sempre: não foi possível abrir esse site, navegação cancelada. Será que o status do site não está como "perigoso"? Agora entrei por outo "tema" e corri par baixo antes da mensagem de cancelamento. Mas ao enviar este comentário, tive novamente a navegação cancelada - esta já é a segunda vez que escrevo... vamos ver.
Anônimo disse…
Pelo que consegui apurar até agora, está havendo uma incompatibilidade entre o sistema Blogger e o browser Internet Explorer (IE), da Microsoft. Espero que o problema seja resolvido logo. O usuário que quiser experimentar o Firefox pode fazer o download em http://br.mozdev.org/. O FX é superior ao IE.
Anônimo disse…
Ironia do destino... O único Jornalista com J maiúsculo, a dar espaço para as vítimas do Dr.Roger se colocarem, tem esse problema no blog. É quase inacreditável que o problema seja realmente de incompatibilidade de ferramentas. Na minha opinião a incompatibilidade é com as vontades do Dr.Roger, isso sim.
Alberto Guedes disse…
Não estou entendendo a dificuldade de acesso. O que tenho dificuldade em fazer é avançar e recurar com as setas. Mas com o mouse resolvo o problema.
Abraços.
Anônimo disse…
Paulo,
Também estou tendo algumas dificuldades com este link da sua página. Algumas vezes aparece a msn de operação anulada.
Enfim, gostaria de dar as últimas notícias. Conheço uma testemunha do caso que foi chamada pelo CRM para enviar novamente a cópia do depoimento dela no CRM, assim como enviar a cópia do depoimento na Delegacia. Estranho, né? Afinal o próprio CRM já tem o depoimento dela e eles poderíam pedir para Delegacia, pois o inquérito corre em segredo de justiça. Alguém sabe o motivo?
Anônimo disse…
nnnnnnnnnnnn
Anônimo disse…
Alguém sabe por que está tão dificil ler as postagens?
Anônimo disse…
Alguém dizer porque está tão difícil entrar neste blog? Tem dedo do monstro nisso.O silêncio só interessa a ele.
Anônimo disse…
Alguém sabe dizer por que está tão difícil entrar neste blog? Tem dedo do monstro nisso. O silêncio só interessa a ele.
Anônimo disse…
Tá difícil mas a gente consegue...
Anônimo disse…
Sou médico em SP e exerço a medicina há mais de 25 anos. Em 2004 impetrei dois mandados de segurança contra o CREMESP, questionando a cobrança abusiva das anuidades, que além de serem ilegais, deveriam no máximo ser dez vezes menor.
Voces colegas sabem quanto recebe um conselheiro do CREMESP por mes, para trabalhar tres noites por semana, sentados em salas climatizadas, em poltronas confortaveis, tomando cafezinho, e dando conselhos aos colegas que labutam nos plantões miseráveis. Eu sei e não é pouco. É mais que o triplo do meu salário como médico concursado de uma Universidade Federal, com especialização e mestrado.

Vejam o meu blog e pelo menos apoiem minha iniciativa, em vez de ficar falando para investigar e punir este ou aquele. Vamos ao ponto - enquadrar o CREMESP dentro da lei

www.drpaulofreire.blogspot.com