Quem não paga dízimo fica exposto ao Satanás, afirma Edir



Em áudio postado em seu blog em 9 de fevereiro de 2009, o bispo Edir Macedo (foto) afirma que “quando é fiel a Deus no dízimo você pode andar de cabeça erguida”. E acrescenta que a recompensa dessa fidelidade é ser abençoado por Ele.

bispo Edir Macedo
Texto de Edir
 citou 'dízimo' 
15 vezes
Durante 11 minutos e 35 segundos, o fundador da Iurd (Igreja Universal do Reino de Deus) falou a palavra “dízimo” ou dízimos” 15 vezes; dinheiro, oito; e ofertas, quatro.

Macedo não apresenta nenhuma alternativa para ser fiel a Deus. Tem de ser só pelo dízimo.

E ai daquele que não fizer doação à igreja, porque “vai ser destruído pelo Devorador” (leia-se Satanás).

Ele fala a palavra “Devorador” ou “devoradores” nove vezes, como: “O Devorador age na vida dos fracos, não [na] dos fortes”.

Os fracos no caso, para Macedo, são aqueles que não pagam dízimo. E “os fracos vão entregar tudo para os fortes”.

Macedo afirma que Deus faz muita questão dos dízimos e das ofertas. Mas por que se Ele “não pega dinheiro na mão”? Porque, diz o bispo, “é uma questão exclusivamente de fé de confiança [em Deus]”.

istoe_MacedoEle compara o não-pagador de dízimo ao adúltero.

“O sujeito fiel [no casamento] tem sossego em casa. Mas quando sai da linha, ele teme ser descoberto e começa o seu inferno”.


O bispo sugere que o mesmo ocorre com quem não dá 10% do que ganha para a Iurd.

“Tem de haver uma diferença entre aqueles que são fiéis e aqueles que não são fiéis a Deus”, diz.

“Quando apresentamos nossos dízimos, nós temos moral para chegar diante Dele e reclamarmos aquilo que Ele tem prometido em suas palavras [na Bíblia].”

Em nenhum momento, no áudio, Edir Macedo fala que destino têm as doações à Igreja Universal.



Edir pede ofertas 'substanciais' para templo ‘desenhado por Deus’