Pular para o conteúdo principal

Setor de tabaco já usou bebê e Papai Noel em propaganda

image
Médico e Papai Noel sorriem em anúncio
A indústria do tabaco já usou bebê, Papai Noel, médicos e dentistas em suas peças publicitárias. É o que mostram anúncios de 1927 a 1954 que ficarão expostos na Biblioteca Pública de Nova Iorque até o dia 26 de dezembro.


Na época em que esses anúncios foram veiculados ainda não se tinha prova do efeito devastador do fumo, e a indústria do tabaco ficou à vontade para sugerir até, veja só, que os cigarros podiam fazer bem à saúde. Em um anúncio no qual aparece um dentista há a garantia de que os cigarros nem sequer escurecem os dentes.

O anúncio com um sorridente Papai Noel com um cigarro aceso entre os dedos deve ter levado muitas crianças a experimentar o fumo, iniciando-se precocemente no vício. Era um crime do qual a sociedade de então não se dava conta por falta de conhecimento científico e consciência cidadã.

O curador da exposição é Robert Jackler, médico e professor da Universidade de Stanford.
Ele resolveu fazer uma espécie de inventário da manipulação de gerações pelos fabricantes de cigarros quando a mãe dele, uma fumante, teve câncer de pulmão.

Comentários

Anônimo disse…
Exposição muito interessante, pena que seja em NY.

Abraços

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Morre o americano Daniel C. Dennett, filósofo e referência contemporânea do ateísmo

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Britney Spears entra na lista de famosos que não acreditam em Deus

Oriente Médio não precisa de mais Deus. Precisa de mais ateus

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Vídeo mostra adolescente 'endemoninhado' no chão. É um culto em escola pública em Caxias

Ignorância, fé religiosa e "ciência" cristã se voltam contra o conhecimento

Prefeito de Sorocaba não acata Justiça e mantém Bíblia em escolas

TJs quase conseguiram que Michael Jackson destruísse Thriller antes do lançamento