Folha Universal ignora caso do jovem queimado vivo

A edição desta semana da Folha Universal, um jornal “a serviço de Deus”, reproduz a notícia velha de que a Igreja Católica nos Estados Unidos, por causa de padres pedófilos, teve de desembolsar US$ 2,8 bilhões para indenizar as vítimas.

Mas o jornal do bispo Edir Macedo nem sequer traz uma linha da informação sobre o bispo Fernando Aparecido da Silva e o pastor Joel Miranda, ambos da Igreja Universal, de que a sua prisão acaba de ser pedida pelo Ministério Público por serem suspeitos de abusar sexualmente e matar em 2001 um adolescente de 14 anos.

O crime teve um terceiro participante, Sílvio Roberto Santos Galiza (foto), na época também pastor da igreja. Ele foi condenado em 2004 e encontra-se preso.

O jovem Lucas Terra, que freqüentava a Igreja Universal desde criança, foi assassinado no dia 21 de março de 2001, em Salvador. Ele foi levado para um templo, colocado dentro de um caixote de madeira e queimado vivo.

Em 2007, a Universal foi condenada a pagar indenização de R$ 1 milhão aos pais de Lucas, mas o processo ainda corre na Justiça porque a sentença pode (ou já foi) contestada pela igreja.

Caso do assassinato de Lucas Vargas Terra.
x

Comentários

Anônimo disse…
seus ipocritas de acusar a igreja seria vcs sao maus
Claudia Castelo Branco disse…
Mais uma da quadrilha universal.Onde está a polícia para desbaratar esses bandidos autodenominados pastores e bispos.
Paredão já para Macêdo e seus cumplices, inclusive o Pancieiro que já esta´no quarto casamento com obreiras, que servem para casar pastor.
Anônimo disse…
senhora claudia castelo a igreja universal não tem uma bola de cristal em ralaçao ao carater de ninguém se isso acontecess com um filho seu e fosse alguem de sua total confiança o que vc faria ? nem consegue imaginar né? pois bem se o astor é inocente não sei mais não coloque a culpa em ninguém .deixe que Deus frá justiça quer melhor justiça que essa ? a dos homens eu não confio.antes de atirar seus caminhoes de pedra olhe asus vida pois quando apontamos o dedo para alguém tem quetro p/ nós Deus abençoe a sua vida.
Bruno Gurgel disse…
Engraçado como esses fervorosos defensores da IURD só postam como anônimos. Não tem coragem de mostrar a cara, seus covardes? Talvez façam isso porque, em sã consciência, ninguém defenderia assassinos, pedófilos, exploradores, agiotas e etc.
Nota-se pelo domínio da língua pátria destes indivíduos a triste realidade: essas igrejas tem como alvo pessoas sem instrução, que não possuem habilidade/capacidade de raciocínio lógico. Realmente são os alvos mais fáceis de se manipular e extorquir.
Sinceramente, a cada dia que passa fico mais enojado com a espécie humana. ¬¬
Anônimo disse…
O fato é que, sendo pastor,padre,deputado,senador,anjos que descem dos céus ou demônios que ressugem dos infernos, todos tem que prestar contas perante "Deus criador dos céus e da terra, podemos citar o caso do próprio lúcifer sabemos que ele já está condenado pela eternidade pelo crime de traição ao próprio Deus.Por isso cito que ai daquele que acha que está enganando a Deus, pensando que Deus está com ele, pra ele está reservado o tormento eterno onde o dinheiro não pode pagar advogado "nem usar o sangue derramado de um ente-querido para conseguir meios para enriquecer-se.
Anônimo disse…
VEJAM O CASO COMPLETO NO YOU TUBE, NO PROGRAMA LINHA DIRETA DA REDE GLOBO