Arquiteta alerta que o 'túmulo de Jesus' pode desabar


Pilares da edícula estão
sobre antigas construções
Quem visitar o ‘túmulo de Jesus’, em Jerusalém, estará correndo risco de morte.

A arquiteta Antonia Moropoulou, líder da equipe de restauração do local, admitiu à "National Geographic"  que capela onde se encontra o túmulo poderá desabar porque os pilares da edícula estão sobre construções antigas e solo de calcário.

Embora a restauração do local tenha custado 3,5 milhões de euros, há necessidade de obras de reforço, disse ela.

Cristãos de três vertentes — greco-ortodoxos, armênio-ortodoxos e católicos romanos — são os responsáveis pela conservação e manutenção do local.

Se a própria profissional responsável pelas obras avisa que ali a cabeça dos fiéis corre perigo, a liberação do local para visitação pública foi uma decisão temerária, no mínimo.

Os administradores do túmulo certamente estão mais focados na expectativa do recebimento de doações dos milhões de turistas.

Com informação de sites internacionais.


Envio de correção.


Número crescente de estudiosos questiona existência de Jesus


Postar um comentário