Neymar disse que é perseguido por divulgar o nome de Jesus



Em vez de entrar em um acordo com as autoridades espanholas, esclarecendo suspeitas de sonegação de impostos, com o pagamento de multas, Neymar está fazendo papel de perseguido religioso.

Jogador faz 
papel
de vítima
No Instagram, o jogador do Barcelona disse estar sendo alvo de investigações e da imprensa por ser divulgador do nome de Jesus.

Exagerou: “Eu sempre soube que levantar teu nome (de Jesus) causaria controvérsia, discórdia, inveja, mal olhado e todas as coisas ruins, porque tu o Senhor é o Deus que me ilumina e me conduz pelo teu caminho".

Ele também publicou uma foto [acima] onde aparece beijando uma medalha, tendo amarrada à cabeça uma faixa com a inscrição “100% Jesus”.

O Ministério Público da Espanha pediu à Justiça dois anos de prisão a Neymar sob a acusação de corrupção cometida em um contrato entre o jogador e o Barça.

Neymar disse estar tranquilo, porque tem Jesus do se lado.

É papo de cristão fanático.

Com informação das agências e foto do Instagram.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.


Robinho e Neymar se negam a ver crianças de lar espírita