Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Prefeito de São Paulo veta lei do 'Dia do Combate à Cristofobia

Vereador acha que o cristianismo
 tem de reagir à perseguição das minorias
O prefeito Fernando Haddad (PT), de São Paulo, vetou o projeto de lei do vereador Eduardo Tuma (PSDB) que criaria em 25 de dezembro de cada ano o Dia do Combate à Cristofobia.

O projeto foi aprovado pela Câmara Municipal no dia 8 e precisaria da sanção do prefeito para virar lei. 

O dia passaria a constar do calendário oficial de eventos do Município de São Paulo. O veto foi publicado nesta sexta-feira (1º) no 'Diário Oficial da Cidade de São Paulo".

"O projeto em questão, na verdade, estimula a separação entre religiões cristãs e outras religiões, além da população LGBT, prestando desserviço aos esforços que o conjunto do Município de São Paulo tem feito em prol da convivência pacífica com a pluralidade democrática", disse Haddad.

Para Haddad, a escolha do dia 25 de dezembro para o combate à Cristofobia 'beira a blasfêmia".

"Ao pretender vitimizar e conferir uma espécie de deferência especial a grupo que, na realidade, é majoritário na sociedade, o projeto demonstra a intenção de provocar os defensores dos direitos das minorias."

Tuma é presbítero na Igreja Evangélica Bola de Neve.

Com informação das agências.

Falar em cristofobia no maior país cristão do mundo é piada






Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...