Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

domingo, 10 de julho de 2016

MP dá aval à afronta ao Estado laico na cidade de Araçoiaba

Mais uma decisão que integra uma onda de sujeição do Estado laico a interesses religiosos: o MP (Ministério Público) do Estado de São Paulo arquivou uma representação que pedia a retirada de um crucifixo do plenário da Câmara de Vereadores de Araçoiaba da Serra. A cidade de 27 mil habitantes fica a 123 km de São Paulo.

Ministério acha que
a herança cultural
vale mais que a lei
A representação é de autoria da Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos), para quem o símbolo católico ofende a Constituição, que define o Brasil como um país não religioso.

Para justificar o arquivamento, o promotor Jorge Alberto de Oliveira Marum disse que o caso já foi resolvido quando o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) decidiu que a exposição de crucifixo em dependências do Poder Judiciário não representa uma ofensa à laicidade, porque “remete a uma questão cultural”.

Se é assim, pode-se dizer que desrespeitar a lei, incluindo a própria Constituição, também é uma “questão cultural”, mas isso vai acabar quando o Brasil se tornar um país sério, sabe-se lá quando.

Com informação do jornal Cruzeiro do Sul.






Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...