sábado, 2 de janeiro de 2016

Uberaba doa terrenos à Igreja, embora tenha déficit de casas

População ocupa terras, enquanto
 autoridades presenteiam a religião
A Prefeitura a Câmara Municipal de Uberaba (MG) não conseguem acabar com déficit de moradias populares, mas já resolveram o problema de duas igrejas católicas, com doação de terrenos. 

A Paróquia São José Operário obteve um terreno e Paróquia de São Antonio Pereira vai ganhar o mesmo “presente” das autoridades, de acordo com um projeto de lei em tramitação.

De acordo com levantamento divulgado em novembro de 2015 pelo MGTV, a carência de moradias populares de Uberaba é de 25 mil unidades, o que é causa de ocupações ilegais de terrenos.

Quantas casas poderiam ser construídas nos terrenos presenteados à Igreja Católica?

Se forem quatro casas, já é alguma coisa, melhor do que nada, além de dar um testemunho de que as autoridades estão compromissadas com a população, e não com religiões.

Se os terrenos presenteados à Igreja forem ocupados pelos sem teto não será surpresa.

Há o agravante de que as doações são inconstitucionais porque o poder público tem de respeitar a laicidade do Estado, o que significa que ele não pode se envolver direta ou indiretamente com entidades religiosas.

A Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) entrou com representação no Ministério Público para tentar resguardar a dignidade do Estado laico.

Com informação do Ministério Publico de Minas, da Atea e da Prefeitura de Uberaba e foto da Polícia Militar.





Prefeitura derruba obras de igreja em terreno irregular

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...