Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Padre Rossi desqualificou psicólogos, acusa conselho

Padre fez afirmações polêmicas
ao falar sobre sua magreza
O CRP-16 (Conselho Regional de Psicologia da 16ª Região), cuja jurisdição é o Espírito Santo, emitiu nota de repúdio ao padre Marcelo Rossi (foto) por ele ter “desqualificado profissionais de saúde”, entre os quais os psicólogos.

A entidade afirmou que a desqualificação ocorreu quando Rossi, em uma entrevista a uma emissora de rádio, disse que o psiquiatra é médico e “o psicólogo é apenas um conselheiro, um terapeuta”.

Na mesma ocasião, o padre fez outras comparações entre profissionais.

“O nutrólogo é um médico que se especializou na parte alimentar, portanto ele é muito mais que o nutricionista. Tem o enfermeiro e tem o médico. Quem opera? O médico. Com todo respeito aos enfermeiros…”

O CRP-16 acusou o padre Rossi de ter feito “analogias inoportunas”.

Argumentou que classificar o psicólogo como “conselheiro” é menosprezar o profissional porque “dar conselho” ou “ser conselheiro” é permitido a qualquer pessoa — parente e amigo. “E tal comportamento é bem distante das atividades de psicólogas e psicólogos, que são formados em curso superior”.

O conselho disse que Rossi deveria ter respeito por uma categoria com mais de 180 mil pessoas que exercem uma profissão regulamentada no país há mais de 50 anos.

Padre Rossi fez as afirmações polêmicas ao falar do seu livro “Ruah”, que se refere a sua perda de peso e a dicas sobre alimentação saudável.

Na internet, enfermeiras e nutricionistas criticaram duramente o padre.

Bruna Melo Batista, por exemplo, disse estar decepcionada com “os comentários preconceituosos e ignorantes do padre sobre os nutricionistas”.

“Seria certo me sentir no direito de celebrar missa também?”

Com informação do CRP-16.





Boff afirma que padre Marcelo e Xuxa são 'a mesma coisa'

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...