Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Kaká chamou pastor para abençoar Seleção nos EUA

CBF só soube
depois sobre
a oração
Os jogadores evangélicos Kaká e David Luiz desafiaram a determinação da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) de que ninguém pode introduzir religião nas atividades e concentração da Seleção Brasileira.

De modo a “preparar” a Seleção para o jogo contra o time norte-americano, no dia 8 de setembro, em Foxborough (EUA), os dois jogadores “convocaram” um pastor evangélico.

O pastor teve encontros com jogadores em suas horas vagas, em algumas oportunidades no hotel onde se hospedou a Seleção.

Fotos dos encontros e um vídeo [ver abaixo] no qual o pastor aparece abençoando jogadores estão circulando na internet. “Eu creio no poder da transformação do Senhor Deus”, começou orando o pastor.

O site português "Mais Futebol" informou que a CBF só soube do contato do pastor com os jogadores depois do jogo, no qual o Brasil ganhou dos Estados Unidos por 4 a 1.

De acordo com o site, a CBF emitiu nota ressaltando que “não admite manifestações religiosas ou políticas no período de concentração”. Explicou que “não corrobora com esse tipo de atitude”.

A CBF não anunciou nenhum tipo de punição aos dois jogadores.

Não é a primeira vez que Kaká contamina a Seleção Brasileira com seu fanatismo religioso.


 
Jogadores precisam ter aulas
sobre significado de Estado laico

Com informação e vídeo do Mais Futebol.





Franceses acusam Neymar de fazer proselitismo religioso
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...