Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Deus evoluiu de um chimpanzé sagrado, afirma jornal satírico

A espécie Pan sanctorum é
o ancestral do deus moderno,
concluiu estudo de biólogo
Biólogos da Universidade da Califórnia, em Berkeley (EUA), divulgaram nesta quinta-feira um estudo cuja conclusão é de que Deus é uma evolução de uma espécie de chimpanzés sagrados, o Pan sanctorum, que existiu milhões de anos atrás, de acordo com fósseis recentemente descobertos.

Richard Kame, coordenador do estudo e diretor do Departamento de Paleontologia de Berkeley, disse: “Embora talvez não seja óbvio à primeira vista, há muitas semelhanças entre o Ser Supremo e a divindade primata”.

A espécie do chimpanzé santo vivia em uma floresta, que depois se tornaria no Jardim do Éden, e se locomovia de quatro, mas seus descendentes começaram a caminhar na vertical para gastar menos energia, disse o biólogo. “Obviamente, isso explica o bipedalismo do Deus moderno.”

O estudo foi divulgado pelo site satírico norte-americano The Onion, que fez, assim, uma sátira do surgimento de Deus a partir da Teoria da Evolução, de Charles Darwin (1809-1882).

The Onion, originalmente um jornal satírico impresso, se tornou um site especializado em criar notícias falsas (fakes). Há dezenas de publicação desse tipo de humor nos Estados Unidos.

Outra “notícia” recente do site, por exemplo, é que há um aplicativo que permite às pessoas trabalharem para sua empresa mesmo durante o sono.

No caso da evolução de Deus, o site descreve detalhes do estudo fictício, como o de que as expressões de vingança e cólera da divindade chimpanzé foram herdadas pelo Deus contemporâneo.

O site transcreveu uma afirmação de Kamen: “O deus grande-macaco tinha uma estatura menor, diferentemente do Deus moderno, que desenvolveu a capacidade de ocupar todo o espaço simultaneamente”.

Ainda segundo o biólogo, publicou o site, a vida divina começou com um organismo unicelular toda poderosa há cerca de 3,6 bilhões de ano. Houve inicialmente uma evolução para uma esponja multicelular que flutuava no caos do início do universo.

Kamen explicou ao site que essa esponja, após centenas de milhões de anos, se tornou mais complexa, adquirindo membros que lhes permite se locomover pela imensidão dos céus, além de sofisticadas células fotorreceptoras capazes de registrar ao mesmo tempo dos eventos na Terra e em todos os cosmos, dos quais foi o criador.

De acordo com o estudo, um chimpanzé dos primórdios fez várias tentativas para a criação de sistemas solares rudimentares, mas ele se assustou quando inadvertidamente inventou o sol por causa da alta temperatura da “esfera flamejante”.

Kamen disse que a seleção natural teve grande importância na evolução da divindade, o permitiu ao Deus moderno se tornar imortal.

Disse que os dedões das mãos herdadas do ancestral divino serviram ao Deus moderno como ferramenta para a criação dos oceanos e montanhas.

O biólogo vez outra revelação do estudo: “O Senhor Todo Poderoso de hoje tem uma pequena protuberância óssea nas costas que é vestígio de uma cauda que ajudava a divindade chimpanzé a escalar os céus, quando se via confrontado pelo perigo”.

Com informação do The Onion.





Nove em cada dez americanos duvidam da teoria da evolução

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...