Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Criança que assiste ao Pokémon pode virar gay, afirma pastor

Pastor Dollar disse que
amizade entre Ash e Brock
faz parte de 'agenda gay'
No começo deste mês, o pastor e televangelista Creflo Dollar [na foto abaixo], de Atlanta (EUA), alertou em um sermão seus seguidores para que não deixem crianças e adolescentes verem o desenho japonês Pokémon, de modo a evitar que se tornem homossexuais.

O pastor fundador da World Changers Church afirmou ter um estudo mostrando que os personagens do desenho fizeram com que jovens do final da década de 1980 e começo da de 1990 se tornassem gays.

Afirmou que a estreita amizade entre os personagens Ash e Brock faz parte da “agenda gay” do desenho.

Por conta de Ash e “seus amigos frustrados”, afirmou o pastor, os jovens daquela época ficaram com a “sua sexualidade distorcida”.

Pastor falou dos
Pokémons fálicos
Com base no suposto estudo cuja autoria não revelou, Dollar falou que alguns Pokénons, como Weedle e Caterpie, são fálicos, para que os jovens aprendam a gostar dessa forma.

O pastor citou outro Polkémon que, segundo ele, distorce a sexualidade de jovens. Trata-se do Charmander, que acaricia com frequência a sua cauda.

A primeira vez que o pastor obteve destaque na imprensa americana foi em 2012, ao ser preso por agredir sua filha que então estava com 15 anos. Ela sofreu tentativa de asfixia após pedir ao seu pai autorização para ir a uma festa.

Ele teve de submeter a um programa de gestão de raiva para se livrar de uma condenação.

Recentemente, Dollar comunicou aos fiéis que Deus lhe mandou comprar um avião de USS 65 milhões. Ele fez uma campanha para arrecadar o dinheiro, mas decidiu suspendê-la após críticas da imprensa e de fiéis. O pastor já tem um jatinho.

Abertura do desenho



Com informação de agências e imagens de divulgação.





Pastor afirma que gays devem ser mortos, como manda a Bíblia

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...