Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Francisco repete Bento 16 ao alertar contra ‘ateísmo prático’

Papa disse que o "ateu prático" vive só para seus interesses 
O papa Francisco lamentou a existência na sociedade contemporânea do “ateísmo prático”, que “limita os horizontes da vida.”

“Existe um ateísmo prático, que é um viver só para os próprios interesses e as coisas terrenas”, disse em audiência pública na Praça de São Pedro.

“Se nos deixarmos apanhar por esta visão errada da morte, não temos outra escolha a não ser ocultar a morte, negá-la ou banalizá-la, para que não nos assuste.”

Quem primeiro usou a terminologia “ateísmo prático” foi o papa Bento 16.

Em novembro de 2012, ele disse que o “ateísmo prática é perigoso” porque não nega a “verdade da fé ou os ritos religiosos, mas os toma como irrelevantes para a “existência quotidiana”.

Na época, Bento 16 falou que “viver como se Deus não existisse é mais destruidor do que a recusa do divino, porque leva as pessoas à indiferença em relação à fé”.

Bento 16 estava se referindo, como fez agora Francisco, à militância do chamado novo ateísmo, que aponta os males da religião à sociedade e, em consequência, fortalece o secularismo que tem se expandido em vários países, principalmente na Europa.

Francisco disse ontem aos fiéis que, em contraposição ao “ateísmo”, é preciso dar importância à caridade e à solidariedade.

“Quem pratica a misericórdia não teme a morte.”

Com informação da Agência Ecclesia.





Papa alerta para o ‘fenômeno perigoso’ do 'ateísmo prático'
novembro de 2012

Ateísmo


Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...