segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Hulk é católico, mas maioria dos super-heróis é protestante

do Religión Digital

Hulk é católica
Jornal do Vaticano 
lembrou que Bruce
se casou  com Betty na 
É suficiente um rosário entre as mãos para definir uma pessoa como católica?”, questiona o jornal L’Osservatore Romano, em um longo artigo intitulado: “Hulk (foto) é católico de verdade?”. Sim, é. Bruce Banner, o incrível Hulk, é casado na Igreja com Betty Ross, cujo rito assistido por um sacerdote católico.

O jornal acrescenta que outros sinais disseminados, entre as centenas de vinhetas, “revelam inequivocamente sua fé”, entre elas, uma em que aparece com um rosário nas mãos.

Hulk não é um caso isolado, sublinha o jornal vaticano, que afirma que os personagens com poderes excepcionais, que declaram explicitamente sua fé, não são uma minoria. Desta forma, destaca que no filme Superman fica confirmada a fé cristã metodista, para ser mais exato, do jornalista Clark Kent.


L’Osservatore Romano acrescenta que a imprensa estadunidense chega, inclusive, a falar da “dimensão cristológica do personagem”.

“Exageros?”, pergunta o jornal, acrescentando que ouvindo o diretor do filme, Snyder, este enfatiza que em muitos diálogos do filme a referência à religião cristã é direta.

“Quando Jor-El, o pai kryptoniano de Superman, coloca-lhe na nave espacial para enviá-lo para terra, a mãe, Lara, tem medo e diz: ‘será marginalizado, morto!’ No entanto, o pai responde: ‘Será um Deus para eles’”, destaca.

O jornal destaca que os super-heróis são caracterizados por uma dupla natureza, humana e divina, com poderes que parecem versões atualizadas de personagens da antiguidade, mas com características diferentes.

“Enquanto os primeiros – acrescenta – eram viciados, mentirosos e dedicados em satisfazer suas próprias paixões, os de agora combatem as injustiças do mundo, a prepotência dos avarentos e intervêm para restabelecer uma ordem momentaneamente perdida”.

Contudo, o jornal do Vaticano reconhece que a maior parte dos super-heróis são cristãos protestantes, e lembra que o protestantismo é a confissão mais difundida nos Estados Unidos. Nessa linha, destaca o Homem-Aranha, “um protestante convencido”, e ao Capitão América, “que encarna os mais altos ideais da América [do Norte], e que, além disso, numa recente revista em quadrinhos admite que todos os domingos vai ao ofício religioso da comunidade”.

Também ressalta entre os protestantes a Ciclope, dos X-Men, especialmente, Lobezno, um presbiteriano escocês, “um dos trinta personagens definidos entre os mais religiosos do universo da editora Marvel”.

Entre os episcopais está a Mulher Invisível e Batman.

Entre os escassos católicos destaca-se Selina Kyle, a Mulher-Gato, embora não seja muito devota, mesmo tendo uma irmã freira.

Outra personagem católica é Vindicator, que exibe suas promessas matrimoniais e é a fé desta personagem feminina que a salva na luta contra Dargil.

Da catolicidade do Noturno dos X-Men não resta dúvida, afirma o jornal, destacando que é o mais devoto de todos.

O jornal concentra-se no cristianismo da maioria dos personagens, “e isso que uma das editoras, Marvel, foi fundada em 1939 pelo judeu Martin Goodman, e que os autores dos gibis são em sua maior parte judeus”.

Não obstante, recorda que há alguns, como Lince Negra, que carregam um colar com a estrela de Davi e sublinha que o Coisa, do Quarteto Fantástico, numa revista em quadrinhos de 2002, reza a tradicional oração judaica Ouça Israel.

O jornal do Vaticano destaca que após essa viagem pelo mundo dos quadrinhos é preciso se perguntar se tudo isso tem valor e afirma que o mundo de hoje precisa de “heróis positivos, impávidos e justos, que na eterna luta entre o bem e o mal sempre sabem de que lado devem estar. E se por trás disso há motivações religiosas, muito melhor”





Novo filme do Super-Homem faz proselitismo cristão
junho de 2013


Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...