Vídeo mostra homem que seria o médico estuprador foragido

Suposto Roger Abdelmassih
Rosto e porte físico parecem ser do
condenado a 278 anos de prisão
 
Um vídeo [ver abaixo] do sistema de segurança de uma padaria de um bairro nobre de São Paulo, Vila Nova Conceição, mostra imagens que seriam de Roger Abdelmassih, especialista em reprodução in vitro condenado a 278 anos de prisão por ter abusado sexualmente de 56 pacientes.

O médico de 69 anos sumiu no dia 7 de janeiro de 2011, quando a juíza Cristina Escher expediu mandado de prisão a pedido do Ministério Público por ele ter tentado renovar o seu passaporte.

A polícia chegou a divulgar que o estuprador estaria no Líbano. Em recente entrevista, Soraya e Vicente Abdelmassih falaram que não sabiam onde o seu pai estava escondido.

As primeiras informações de que o foragido tinha sido visto na segunda-feira (10) em São Paulo circularam no Facebook. Depois, o site Glamurama divulgou o vídeo onde aparece o suposto estuprador. Ele e um homem estavam sentados em uma mesa na calçada e se afastam para um local menos movimentado.

"É ele", disse Henrique Salvador, médico e conselheiro do Cremesp, depois de ter visto o vídeo. "Eu o conheço bem."

A polícia está investigando.

Vídeo gravado em uma padaria


Comentários

  1. Mas o que isso tem haver com ateísmo e religião?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela resposta,um abraço!

      Excluir
    2. Eu também ia fazer a mesma pergunta, mas já foi respondida. Rsrs.
      .....................................
      Não pesquisei "sobre" a vida deste especialista em reprodução humana, mas, acho que ele era cristã. E ser cristã neste país, é, ter total liberdade de cometer crimes sem ser punido, preso ou condenado.

      Excluir
    3. Se acompanhasse há mais tempo o blog, o anônimo saberia que Paulopes, quando tinha uma pauta mais ampla, deu tudo sobre o caso Abdelmassih.

      Excluir
    4. Abdelmassih é católico praticante. Até sumir do mapa, ele se comungava todos os domingos na igreja Nossa Senhora do Brasil.

      Excluir
    5. "Não pesquisei "sobre" a vida deste especialista em reprodução humana, mas, acho que ele era cristã. E ser cristã neste país, é, ter total liberdade de cometer crimes sem ser punido, preso ou condenado".

      Quando eu disse: - ...ACHO QUE ELE ERA CRISTÃ... Me referia, ao fato da possibilidade de ele ser cristã quando ele cometeu o crime. Ou seja, ERA cristã quando cometeu o crime.

      Mas o Pedro Lobo, já disse que o cara era católico.

      Excluir
    6. Onde está "especialista em reprodução humana" deveria estar, criminoso, condenado foragido e EX médico.

      Ele era, hahahaha, cristão, atuante na Igreja Nossa Senhora do Brasil. Onde, a despeito de uma autoridade maior, construiu um "mansoléu" para a esposa. Palavras que ouvi do próprio monstro.

      Acho que seria bastante plausível que essa igreja manisfestasse um parecer sobre o caso.

      Excluir
  2. 56 mulheres o_o Que absurdo, esse homem é um grande perigo, que o prendam o quanto antes.

    ResponderExcluir
  3. Parece o Abdelmassih mesmo, mas eu acho pouco provável que ele daria essa bandeira. Ele teria que ser muito tonto para estar em São Paulo, e mais tonto ainda para sair às ruas sem pelo menos usar um disfarce, uma peruca que fosse. Mas espero estar errado, para que ele possa ser preso logo.

    De todo modo, o primeiro comentador perguntou o que essa notícia tem a ver com ateísmo e religião. A rigor, nada. O Pedro Lobo lembrou que o Abdelmassih é católico praticante, mas isso não quer dizer que ele estuprava mulheres porque era católico praticante. Aliás, nem creio que o Pedro tenha dado essa informação para sugerir uma relação de causa e efeito entre ser católico praticante e estuprar mulheres.

    Mas há uma coisa envolvendo a religião que pode ser discutida a partir do caso Abdelmassih. Trata-se do seguinte: religiosos afirmam que a vida começa na concepção e que, portanto, o óvulo fecundado deve ter os mesmos direitos que um ser humano já formado. Mas, se isso é verdade, então a reprodução assistida deve ser considerada uma forma de assassinato, já que as técnicas envolvidas no procedimento acarretam a morte de muitos óvulos fecundados.

    O problema é que o Roger Abdemalssih jamais foi considerado um assassino por aqueles que afirmam que a vida começa na concepção. Ele não foi condenado porque matou embriões inocentes, mas porque violentou mulheres. Enquanto ninguém soube dos estupros, sua clínica, assim como muitas outras que existem no Brasil, funcionou normalmente, sem que isso despertasse qualquer protesto dos religiosos. Jamais ouvi falar de alguma manifestação de pró-vidas na porta da clínica dele.

    O caso Abdelmassih expõe assim as contradições da sociedade brasileira sobre o tema aborto. Neste sentido, ele pode ser aproveitado por aqueles que vem debater neste blogue.


    ResponderExcluir
  4. Eu já faria uma outra provocação: este é mais um caso que o outrora ultra intromissor em assuntos terrenos, o Jeová abridor de mares matador de egípcios e tantos outros, se omitiu de proteger a sua 'criação', escondido no véu da desculpa esfarrapada do livre-arbítrio (esse santo remédio teísta para 'disfarçar' a inexistência do tal onipotente/oniciente/onipresente), deixando agir livremente mais um de tantos canalhas que ele próprio, Jeová/Alá/Papai Noel dos Crescidinhos criou. Como se vê, podemos dar uma conotação religiosa ou teológica também a esta noticia.

    Ruggero

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruggero esse seu comentário foi de arrepiar! Parabéns!!
      Aliás,também gosto dos comentários do Avelino Bego,Diabo,Rioko Hakubi,Cogita tibi,Espancador de pastores,Carlos maçaranduba e Warner parabéns a todos,continuem sempre assim com comentários razoáveis.

      Excluir
  5. bem esse vídeo já foi explicado hoje.... em uma reportagem... esse senhor do vídeo não tem nada a ver com o Dr. Monstro... ele simplesmente é fruto de uma coincidência fisionômica... Trata-se de um senhor chamado Mauro que havia chegado recentemente dos Estados Unidos... Vi a reportagem na qual era tudo explicado.

    ResponderExcluir
  6. Estou achando o cara do video um pouco obeso...O sujeito que vi passeando em Roma estava um pouco mais magro...O velhote conseguiu fazer inseminação na Sacco ,e certamente não foi no Brasil....Mesmo assim ninguém conseguiu localizá-los....Certamente já modificou a cara ,o corpo e até ficou cabeludo....Que pena,graças ao Gilmarzinho ,amigo do Marcinho,tudo virou PIZZA.....

    ResponderExcluir
  7. ele esta na praia grande na vila tupy proximo ao quiosque 64

    ResponderExcluir
  8. ele esta na praia grande na vila tupy proximo ao quiosque 64 eu o vi no dia de hoje 23/12/12 as 16:35 minutos tenho certesa q é ele

    ResponderExcluir

Postar um comentário