Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Caridade das religiões não as absolve de suas atrocidades

de Cogita Tibi em resposta a Willian Papp sobre
Violência ‘em nome de Deus’ não é culpa da religião, diz papa

Willian: "As religiões podem ser usadas para qualquer fim. Podem-se promover obras de caridades e massacres em nome de Deus."
Religião católica é responsável pelo
sofrimento de milhões de pessoas

Isso é verdade, mas pode ser dito de tudo. E, nesse sentido, esse fato não exime as religiões, ou qualquer outra organização, de ser responsabilizada por seus atos daninhos ou prejudiciais.

Reconhecer que uma organização religiosa pode ser direcionada para ajudar alguém, não a absolve, por exemplo, de ter protegido pedófilos para se proteger.

Willian: "Uma faca é culpada de ter degolado alguém? Não seria aquele que usa a faca o verdadeiro culpado?"

Não exatamente, a comparação tem alguns problemas. Por exemplo, um sapato e uma faca podem ser utilizados para machucar, mas qual dos dois objetos tem maior capacidade ofensiva e maior eficácia em causar dano?

E uma religião, uma organização religiosa, é criada, formada e sustentada por pessoas que são em última análise as responsáveis por ela. Diferente de facas, estas pessoas podem, devem ser responsabilizadas, junto a sua ideologia motivadora, por seus efeitos.

Uma faca não diz, não pode dizer "é correto matar este ou aquele, isso é pecado, aquilo deve ser proibido, fulano deve ser punido", etc. Religiões podem.

E mais perigoso, religiões dizem, determinam, essas ações e diretrizes a partir, segundo elas, da vontade, objetivos, de um ser supremo, impossível de ser desafiado ou debatido.

É essa estrutura, base das religiões, que é criticada, que é responsável pela dor e sofrimento. Não se pode comparar isso a uma faca ou mesmo um revolver.

Deus ordena/espera que ajudemos órfãos? Ótimo, por coincidência é um ato que seres humanos avaliaram e consideraram "bom", legítimo, útil, justo.

Mas se deus ordena/espera que gays sejam apedrejados, ou mulheres adulteras, ou que cartunistas que desenham se um profeta sejam mortos, infelizmente temos de obedecer (se acreditarmos na religião, que afirma saber o que este ser imaginário deseja "de verdade") e agir dessa forma.

A religião católica é responsável pelo sofrimento de milhões de pessoas, que nasceram gays, durante séculos, pelo sofrimento de mulheres, que ainda hoje são consideradas cidadãos de segunda classe, pelo sofrimento de pessoas na África que se sentem pressionadas a não usar camisinha, pela pressão contra conceptivos em geral, etc, etc, etc.

São diretrizes da religião, e ela deve se responsabilizar por isso, não penas as pessoas que professam essa ou aquela fé.

Um texto sobre religiões e seus danos intrínsecos:

http://www.bulevoador.com.br/2010/11/religioes-sao-intrinsecamente-mas/

Um abraço.

Igreja mostra vocação para violência ao se impor aos não fiéis
por Omar Lucas Perrout Fortes de Sales em junho de 2011

Consequências da Bíblia para o mal


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...