Anjos receberam Niemeyer com hino comunista, diz pastor


Poema bizarro de Noronha
 causou constrangimento

O pastor luterano Mozart Noronha (foto) protagonizou ontem (7) no velório de Oscar Niemeyer, no Rio, um episódio bizarro. Durante um culto ecumênico em homenagem ao arquiteto ateu e comunista, ele leu um poema que afirma que Deus ficou “mui feliz” com a morte do “velho guerreiro” e ordenou a organização de um coral para recebê-lo.

E então, diz o poema, músicos e anjos se reuniram e, entoando “uns mil louvores”, receberam o arquiteto com a Internacional Comunista.

Niemeyer, com roupa azul, chegou ao céu com uma bandeira vermelha e uma foice e um martelo e quis saber de outro comunista e ateu, Luis Carlos Prestes (1898-1990).

No relato de Juliana Prado, do portal Terra, o poema causou constrangimento no velório.

Mozart foi um dos quatro sacerdotes que celebraram o culto — além dele, dois padres e um rabino. O próprio pastor disse que talvez fosse a primeira vez em que tantos religiosos rezaram juntos pela alma de um ateu.

Segue a íntegra do poema.

Numa tarde de verão,
Dia cinco de dezembro
Do ano dois mil e doze,
Vi a Santíssima Trindade
Reunida de emergência,
Ordenando aos seus apóstolos
Receberem Niemeyer
O incansável guerreiro
Que do Rio de Janeiro
Partiu para a eternidade
Deus estava mui feliz
O espírito nem se fala!
E na comunhão do além
Recomendaram que os anjos
Organizassem um coral
Em homenagem ao arquiteto
Cantando a Internacional.

Logo os músicos reunidos,
Sopranos, baixos e tenores,
Com todos os seus instrumentos
Entoaram uns mil louvores
Externando os sentimentos.

Mil pintores e poetas,
Abraçando os escritores
Numa festa sem igual.
Niemeyer vestia azul,
Com a bandeira vermelha
Segurada à mão esquerda,
Bem como a foice-martelo.
Indagou por Carlos Prestes
E todos os seus companheiros.

Deus que sempre sentiu dores
De um povo pobre e oprimido
Disse: entre aqui, Niemeyer.
No céu você tem lugar.

Padre diz que Niemeyer devia ter ‘alguma fé’ por ser um ‘iluminado’
dezembro de 2012

Niemeyer, ateu famoso

86 comentários