Câmara só autoriza culto de duas religiões, afirma Wyllys

Foto de culto na Câmara que
Wyllys postou em seu Facebook
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) acusou a mesa diretora da Câmara de discriminação religiosa, porque, segundo ele, só permite ali a celebração de cultos de duas religiões, a evangélica e a católica.

Ele postou em sua página no Facebook a foto de um culto celebrado por deputados-pastores no plenário 1 ou 2. Disse ter visto “um fervoroso deputado João Campos” [presidente da Frente Parlamentar Evangélica] e a deputada Benedita da Silva (PT-RJ). Afirmou que a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) celebra em plenário uma missa por mês.

O deputado disse que esse “privilégio” não se estende às demais religiões. “A mesa diretora negou aos adeptos das religiões de matriz africana o direito de realizar um xirê nas dependências da Câmara”, escreveu.

“Também não há cerimônias budistas, judaicas, zoroastristas e etc.", disse. “A liberdade de culto aqui [na Câmara] é só pra alguns! Sendo o Estado laico (sem paixão religiosa de nenhum tipo), ou se permite todos os cultos ou, melhor, não se permite nenhum!”

A Frente Evangélica informou em setembro que a Coaud (Coordenação de Audiovisual) da Câmara estava gravando os cultos em plenário para que fossem postados no blog da entidade. Se isso ocorrer, significará gasto da Câmara com funcionários e equipamentos de gravação para atender aos evangélicos.

Wyllys pediu aos fiéis dos credos discriminados que exijam da Ouvidoria da Câmara a aplicação da neutralidade em obediência à laicidade do Estado brasileiro.





Com informação do Facebook do deputado Wyllys.

Câmara grava cultos para blog da Frente Parlamentar Evangélica
setembro de 2012


Vereadora eleita vai propor criação de grupo de oração na Câmara
outubro de 2012


Religião no Estado laico.


Comentários

  1. este desrepeito chega a dar tristeza.de.ver.como.temos.um.pais corrupto que nao respeita.nada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse Jean Wyllys é um "viado" sem inteligência que só quer aparecer. Só não o chamo de burro porque ele é "viado" mesmo.

      Se fosse feito um culto de alguma religião não cristã, o local seria esvaziado, pois cristãos não podem participar de cultos umbandistas por exemplo, pois isso é repugnante para os evangélicos.

      Excluir
    2. Deixa de ser preconceituoso cara! O Jean tem toda razão, o Brasil é Laico!!! Não deveria ter cultos de religião nenhuma. Agora, se é para ter, que tenha de todas as religiões. Por pessoas burras e ignorantes como vc,que o Brasil (mesmo com tanta riqueza) tá nessa merda.

      Excluir
    3. Claro que ia esvaziar, essa corja só podia ser tudo crente mesmo

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Se é para ter, que sejam cultos para todas as religiões, todavia o Jean, mais uma vez está certo, pois, se o Estado é laico e se no Estado laico o princípio é o de neutralidade , ali sendo uma casa legislativa(órgão público), não deveria haver culto de NENHUMA religião com plenário cheio ou vazio, mas enfim é Brasil...
      Paulo Lopes, permita-me um pequena correção, onde deveria está escrito :Wyllys pediu aos fiéis dos credos discriminados que exigiam da ouvidoria... deveria está exijam da ouvidoria.

      Excluir
    6. Na ausência de argumentos, ataca-se o argumentador não é, Anônimo de 18 de outubro de 2012 09:00?
      Demonstrou muito bem o que o Jean anda combatendo.

      Quanto a reuniões religiosas na câmara, faça-me o favor. O interesse privado está fazendo o Público virar privada.

      Excluir
    7. Corrigido o erro apontado pelo anônimo das 13:08. Agradeço.

      Excluir
    8. Então os não cristãos são obrigados a proferir e aceitar religião que não acreditam? Ao anonimo da resposta. Já pensou, vc ter um filho viado??? ou vc mesmo é um viadinho???

      Excluir
    9. Ué, Anônimo, mas pára para pensar. Iria esvaziar de pessoas que não iriam estar a fim de participar de um culto cristão e sim, da religião dele.
      Como qualquer pessoa que seja de outra religião não perderia tempo com o culto cristão.
      O grande problema da cultura cristã é que todos se acham acima dos outros.
      E não é. Todos tem direito, de ter ou não ter religião e, de ter direitos iguais em qualquer lugar.
      Até lá, que por sinal, é um local mantido com o dinheiro dos religiosos e não religiosos.

      Excluir
  2. Pelo menos na questão da busca por um Estado Laico o deputado Jean Willys vem fazendo um belo trabalho. Parabéns para ele!

    Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E por acaso você acompanha o trabalho dele na íntegra? Pelo visto, a resposta é não.

      Excluir
    2. E o "Anônimo18 de outubro de 2012 13:41" acompanha se o Wisto Smith acompanha o trabalho do deputado em questão "na íntegra"?

      Hum... Falaciooooooooooooooso;p

      Excluir
  3. Nossa, esses atores, comediantes, cantores e cia tão fazendo um trabalho melhor que os politicos em geral. Estranho não ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que você está confundindo o professor Jean Wyllys com alguma outra pessoa.

      Excluir
  4. Não tinha que haver culto algum, de nenhuma religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. inclusive nas tvs e rádios. afinal se o estado é láico e a tv é concessão pública, não poderia haver esta hipocrisia. mas como esta bancada evangélica foi criada para isto, estes vão continuar. wrl

      Excluir
  5. Já fiz a minha parte reclamando na ouvidoria que o Willis postou, e vocês?

    ResponderExcluir
  6. Eu já fiz a minha denúncia,faça também a sua reclamação a ouvidoria.
    Para falar com a Ouvidoria da Câmara: http://www2.camara.gov.br/participe/fale-conosco/ouvidoria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito mais a ouvidoria é um bando de evanja...então vai entrar num ouvido e sair no outro.

      Excluir
    2. Rapaz, se ir até a ouvidoria pode dar em nada, não indo é que não terá efeito algum. Tem que falar, talvez convencê-los pelo volume de reclamações.

      Excluir
  7. Ao invés de trabalhar, essa corja de políticos religiosos vagabundos ficam fazendo culto no plenário??? Pra isso que são muitíssimo bem pagos?! Laia maldita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é o que da misturar religião com politica,eles estão ficando igual ou pior que os muçulmanos,temos que reagir.

      Excluir
    2. Isso é o que da misturar religião com politica,eles estão ficando igual ou pior que os muçulmanos,temos que reagir.

      Excluir
    3. Cuidado com o ''muçulmanos'', mmcasado - não podemos misturar as religiões com os respectivos fanáticos religiosos. Que é a categoria que os evangélicos da política e mídia, os ''pastores'' que têm rios de dinheiro, estão incluídos - pregam violência e desrespeito contra mulheres, homossexuais e religiões alheias, e posam de forma sutil como ''desrespeitados''.

      Excluir
  8. "Revolução Evangelica. Então, quanto tempo demorará para a Primavera Evangelica"

    ResponderExcluir
  9. Ja reclamei outra vez na ouvidoria e nao deu em nada! Disseram que eles representam o povo! Ou seja a ouvidoria deve ser evanja e favorece os evanjas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente a maioria lá é crente, mas devemos mostrar que eles não são unaminidade, ainda que não resulte em nada!

      Excluir
  10. Como seria ótimo para o bem de todos brasileir que o estado laico fosse respeitado, assim o estado não causaria angústia a ninguém e todos se conscientizariam sobre o que é estado laico.

    ResponderExcluir
  11. MENTIRA! Esse Jean Wyllys deve se retratar, porque também é permitido o culto hindu aos ratos.

    ResponderExcluir
  12. Esse artigo tá uma merd#.

    ResponderExcluir
  13. A religião deve ser praticada em seus templos.
    Quando a casa legislativa promulga uma lei, a sociedade sente na hora. Quando ela fica rezando ninguem percebe, pois as orações são inocuas

    ResponderExcluir
  14. Lamentável. Não se deve misturar religião com política.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse meu amigo é brilhante!

      Suas posturas são sempre muito coerentes entre si, ponderadas, com julgamentos justos numa precisão cirúrgica, cheias de maturidade e pautadas no mais puro bom senso!

      Willian Papp é o exemplo para o Brasil dar certo!

      Excluir
    2. Quando é pra defender maracutaias de grandes representantes religiosos, ele gasta os dedos pra postar longos textos cheios de falácias e malabarismos legalistas pedindo ponderação por parte dos outros ateus...

      Quando aparece um post contendo um absurdo escabroso por parte dos religiosos, ele aparece com um pequenino comentário genérico de crítica, pra parecer que estaria tão "indignado" quanto os demais ateus.

      Tirem suas próprias conclusões sobre a participação de determinados "ateus" conservadores neste blog!

      Excluir
    3. religioso em pele de ateu18 de outubro de 2012 17:56


      "Agora, o negócio é o seguinte. A minha descrença não me impede de ver a importância da religião na formação da sociedade moderna. Estudar é difícil, mas, com um pouco de esforço, os anencéfalos neo-ateus que, nem sequer possuem a coragem de mostrar a cara e nome, poderiam aprender com a História o quão errados estão sobre a religião.

      Criticas às religiões são muito importantes e esse blogue se encarrega de fazer circular informações sobre elas que não encontramos em abundância em outras mídias.

      Mas, acredito que essas sejam palavras que não surtirão efeitos. Afinal, o objetivo dos anônimos neo-ateus retardados que cagam nesse blogue não é o de aprender. Contudo, para os outros anônimos honestos, talvez, sirvam."


      Willian Papp

      Excluir
    4. Anônimo18 de outubro de 2012 17:49

      Só te dou um conselho: procure outros textos meus no blogue.

      Há muitos deles onde eu critico severamante as religiões. Quem me conhece sabe.

      Excluir
  15. Creio que Willys perdeu mais uma oportunidade de ficar caldinho. Esse merdinha deveria agradecer por ter sido eleito, agradecer muito e procurar uma boa causa para defender na Câmara; em vez de ficar com esse 'lenga-lenga'. Era só o que nos faltava: cultos africanos na Câmara. Faça-nos ofavor!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A sua religião é mais merecedora que a dos outros, né evanjegue?

      Excluir
  16. Correção: quis dizer 'caladinho', e não 'caldinho', como citei.
    P.S.: Se bem que está na hora do almoço... rsrsrs

    ResponderExcluir
  17. Acabo de enviar a Ouvidoria da Câmara a seguinte mensagem:

    Prezados senhores,

    Acompanho pelo Facebook, YouTube e pela internet de modo geral a intervenção cada vez mais profunda da religião no governo brasileiro, e sempre de forma prejudicial aos interesses públicos, atrasando o andamento das apresentações e votações de projetos em cânticos de louvor em audiências no Plenário, ou da paralisação dos trabalhos para cultos e orações durante o expediente de trabalho.

    Isto é inaceitável sob todos os aspectos.

    O Estado é Laico, e para que haja equanimidade e direitos iguais para todos, o direito de culto deveria ser politeísta, abrindo espaço e horários para cultos judaicos, muçulmanos, indígenas, seitas e religiões de origem africana, Vodu, Xintoísmo, Budismo, Xamanismo e todas as outras formas de adoração as mais diversas divindades.

    Se isto ocorresse, respeitando as diferenças e os direitos de todos, o Congresso seria transformado em uma casa de oração, e não um local de trabalho.

    Privilegiar os cristãos, especialmente os evangélicos, que detém uma poderosa bancada no governo, é tendencioso e arbitrário, ferindo o conceito de Laicidade do Estado e cerceando a liberdade de culto aos outros parlamentares e cidadãos.

    Temo, ou melhor, me apavora, a possibilidade de que o Brasil se torne uma Teocracia Evangélica por conta do poder exercido pela bancada religiosa, que infringe e desrespeita frontalmente a igualdade e diversidade de culto, impondo suas vontades à revelia da opinião pública, do bom senso e da própria Constituição Federal, que tem em seu artigo 19 as diretrizes necessárias para que isto seja respeitado e levado a cabo.

    Solicito, respeitosamente, que algo seja feito para que o Congresso Nacional e o Senado Federal não se deixem manchar por este festival gospel que o governo tem apresentado, de forma vergonhosa e constrangedora, em seus canais de TV.

    Muito agradecido pela sua atenção,

    Atenciosamente,

    Montalvo Machado - Cidadão - São Paulo SP

    http://www2.camara.gov.br/participe/fale-conosco/ouvidoria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Montalvo muito bom , precisamos de um país laico de verdade, é triste ver no senado no congresso nacional esta segregação religiosa.

      Excluir
    2. O texto do leitor foi promovido a post.

      Leia mais em:
      Leitor teme que Brasil se torne Teocracia Evangélica por conta de bancada religiosa.

      http://www.paulolipop.com.br/2012/10/leitor-teme-que-brasil-se-torne-teocracia-evangelica.html

      Excluir
  18. Os evangélicos enlouqueceram lançaram uma bíblia com reflexões de lutero, e pasmem tem até o nome dele esta na capa da bíblia, martinho lutero um sociopata que tinha até a simpatia do proprio hithler por ele.

    ResponderExcluir
  19. Na verdade, o título deveria ser "Câmara só autoriza em plenário culto de UMA religião" já que "católica" e "evangélica" são duas vertentes do Cristianismo, ou seja, DA MESMA RELIGIÃO!

    ResponderExcluir
  20. Pra quem não acompanha o mandato do Jean Wyllys e lê esta matéria, fica com a impressão de que ele não faria nada e que estaria apenas tentando "aparecer" com este episódio, no entanto, aqueles que o acompanham sabem que esta foi apenas mais uma das denúncias corriqueiras de abusos que ele faz diariamente através das redes sociais.

    Wyllys é um parlamentar incansável e exemplar, que não legisla em causa própria ou em defesa de um só grupo conforme muitos acreditam (especialmente por darem crédito a caluniadores reacionários).

    Se metade dos nossos parlamentares tivessem metade do empenho e trabalho sério que Wyllys faz, já estaríamos vivendo num país civilizado e de "primeiro mundo". Mas, infelizmente, uma andorinha sozinha não faz verão...

    ResponderExcluir
  21. É muita cara de pau um cidadão que (infelizmente), entrou pela janela ( graças a participação em um "BBB", pela bandeira "LGBTTS" e graças ao coeficiente eleitoral ), se acha no direito de fazer "macunba" dentro de um lugar público, que representa o povo brasileiro (por sinal de maioria cristã). Lugar de "macumba" é em encruzilhada e em terreiros, se deixar, em poucos tempos estará fazendo sacrifícios de bodes e galinhas dentro da câmara. Tá bom dessa corja de políticos bandidos irem trabalhar e esquecer esses "cultos" afinal lugar de celebrar DEUS ou deuses é em templos, não em plenária, plenária se descute leis e melhorias para o povo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que o cara não tá querendo fazer macumba em plenário, ele ta questionando o direito de o fazer TAMBÉM, visto que o Estado é laico.
      Percebe-se que é uma alfinetada na bancada evangélica
      que esta mostrando o quão tolerantes são quando a questão e impor a teocracia.

      Excluir
    2. Claro que o crentelho abelhudo entendeu, mas está fingindo não ter compreendido.

      Excluir
    3. churrasco tu perdeu a oportunindade de ficar calado.

      Excluir
  22. Nunca pensei que sairia do BBB alguém tão competente na política...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    2. O romario também tem sido um ótimo governante ,ele fez uma lei pra facilitar a vida de cientistas brasileiros e advinha o cara foi criticado, este é o brasil das bananas.

      Excluir
    3. Prefiro o Tiririca.

      Excluir
  23. religioso em pele de ateu18 de outubro de 2012 17:57


    "Agora, o negócio é o seguinte. A minha descrença não me impede de ver a importância da religião na formação da sociedade moderna. Estudar é difícil, mas, com um pouco de esforço, os anencéfalos neo-ateus que, nem sequer possuem a coragem de mostrar a cara e nome, poderiam aprender com a História o quão errados estão sobre a religião.

    Criticas às religiões são muito importantes e esse blogue se encarrega de fazer circular informações sobre elas que não encontramos em abundância em outras mídias.

    Mas, acredito que essas sejam palavras que não surtirão efeitos. Afinal, o objetivo dos anônimos neo-ateus retardados que cagam nesse blogue não é o de aprender. Contudo, para os outros anônimos honestos, talvez, sirvam."


    Willian Papp

    ResponderExcluir
  24. Eu mandei uma mensagem para ouvidoria pedindo para celebrar um culto satânico lá (http://i.imgur.com/y9pd8.png).

    Chegou a primeira resposta:

    "Câmara dos Deputados

    Sr.GILTON KULBERG
    Recebemos e registramos sua mensagem na Ouvidoria Parlamentar, relacionada à utilização de espaços da Câmara dos Deputados para a realização de cultos religiosos.
    O Ouvidor Parlamentar, Deputado Miguel Corrêa, ao tomar conhecimento da questão, encaminhou as manifestações à Presidência desta Casa, para análise e esclarecimentos necessários.
    Assim que a Ouvidoria Parlamentar receber os esclarecimentos solicitados, os disponibilizará na página deste órgão, para conhecimento de todos os interessados.
    Atenciosamente,

    Assessoria da Ouvidoria Parlamentar "

    ResponderExcluir
  25. “A mesa diretora negou aos adeptos das religiões de matriz africana o direito de realizar um xirê nas dependências da Câmara”

    Canalhas!!!

    ResponderExcluir
  26. O título correto seria: "Câmara só autoriza em plenário culto de uma religião e de uma seita". No caso descrito no artigo, o termo "religião" só pode ser atribuído à Igreja Católica.

    ResponderExcluir
  27. Paulo.
    Viva a Teocracia!!! Vamos abolir a Constituição e substituí-la pela bíblia. Viva o Irã!! Vamos voltar à Idade Média e caçar todos que não sejam católicos! Ou “cristãos”. Direitos Humanos não são nada, religião é muito mais importante. Bem, se querem que isso aconteça basta deixar que essa absurda invasão religiosa no meio político brasileiro continue, quando isso se concretizar não vai adiantar reclamar… O Ministério Público Eleitoral tem por obrigação combater o voto de cabresto dos religiosos. Todos nós, a favor de Democracia temos a obrigação de combater essa ameaça crescente e perigosa.

    ResponderExcluir
  28. Nosso Deus, como o demônio é sujo. Se o jean quer cultuar a outros deuses que solicite o espaço como a Frente Evangélica solicitou. Pra que fazer essa confusão toda? Só pode ser mesmo ação satânica. Meu caro Jean, tenha cuidado meu irmão, vc só teve 13 mil votos e virou deputado. Dê graças a Deus! Pare de perseguir os cristãos! O Rio de Janeiro tá cheio de crentes! Pense nisso!

    ResponderExcluir

Postar um comentário