Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Câmara só autoriza culto de duas religiões, afirma Wyllys

Foto de culto na Câmara que
Wyllys postou em seu Facebook
O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) acusou a mesa diretora da Câmara de discriminação religiosa, porque, segundo ele, só permite ali a celebração de cultos de duas religiões, a evangélica e a católica.

Ele postou em sua página no Facebook a foto de um culto celebrado por deputados-pastores no plenário 1 ou 2. Disse ter visto “um fervoroso deputado João Campos” [presidente da Frente Parlamentar Evangélica] e a deputada Benedita da Silva (PT-RJ). Afirmou que a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros) celebra em plenário uma missa por mês.

O deputado disse que esse “privilégio” não se estende às demais religiões. “A mesa diretora negou aos adeptos das religiões de matriz africana o direito de realizar um xirê nas dependências da Câmara”, escreveu.

“Também não há cerimônias budistas, judaicas, zoroastristas e etc.", disse. “A liberdade de culto aqui [na Câmara] é só pra alguns! Sendo o Estado laico (sem paixão religiosa de nenhum tipo), ou se permite todos os cultos ou, melhor, não se permite nenhum!”

A Frente Evangélica informou em setembro que a Coaud (Coordenação de Audiovisual) da Câmara estava gravando os cultos em plenário para que fossem postados no blog da entidade. Se isso ocorrer, significará gasto da Câmara com funcionários e equipamentos de gravação para atender aos evangélicos.

Wyllys pediu aos fiéis dos credos discriminados que exijam da Ouvidoria da Câmara a aplicação da neutralidade em obediência à laicidade do Estado brasileiro.





Com informação do Facebook do deputado Wyllys.

Câmara grava cultos para blog da Frente Parlamentar Evangélica
setembro de 2012


Vereadora eleita vai propor criação de grupo de oração na Câmara
outubro de 2012


Religião no Estado laico.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...