Culto-show estimula cérebro como droga, diz pesquisador



Culto de megaigreja americana
Fiéis vão às megaigrejas americanas à procura de "droga boa" 

Os cultos das megaigrejas americanas, com recursos de show e da dramaturgia, incluindo música e pastores carismáticos, são como as drogas que liberam no cérebro o oxitocina, um hormônio que deixa as pessoas otimistas e felizes, com sensações reconfortantes.

James Wellman
Para Wellman, existe
um novo cristianismo
Essa conclusão é do professor de religião James Wellman (foto), da Universidade Washington e um dos autores da pesquisa God is like a drug: Explaining Interaction Ritual Chains in American Megachurches ("Deus é como uma droga: explicação sobre a interação ritual nas megaigrejas", em livre tradução), que foi apresentada no domingo (19) em Denver (Colorado) durante a Assembleia Anual da American Sociological Association.

O oxitocina é produzido pelo hipotálamo e fica armazenado na hipófise. Alguns cientistas o chamam de “hormônio do amor e da empatia” por causa das sensações de prazer que dão às pessoas em algumas circunstâncias, além de ter outras funções, como contrair os músculos uterinos durante o parto e ejetar o leite no período da amamentação.

De acordo com estudo da Universidade de Zurique, o oxitocina, entre outras coisas, torna agradável o abraço entre pessoas, dá sensação de prazer à mãe e ao pai quando seguram o bebê, deixam as pessoas menos agressivas (ou mais cordatas) e a sua concentração pode aumentar o orgasmo em até 40%.

Wellman afirmou que quem frequenta os cultos animados acabam recebendo um “coquetel de oxitocina”, o que explica, segundo ele, a ascensão nos Estados Unidos das megaigrejas, que praticam, segundo ele, “um novo cristianismo” que pode ser comparado a uma “droga boa”.

Esse novo tipo de cristianismo, segundo ele, exalta a alegria e não faz referência ao inferno e aos demônios e transmite o padrão moral convencional (cuidar da família e perdoar os inimigos e a si mesmo). “As megaigrejas encorajam seus membros dizendo que as coisas podem ficar melhores e você pode ser feliz.”

Os demais autores do estudo são as estudantes de pós-graduação em sociologia e religião comparada Katie E. Corcoran e Kate Stockly-Meyerdirk. A equipe analisou 470 entrevistas e 16.000 pesquisas referentes desde 2008 sobre o relacionamento emocional entre os fiéis com suas igrejas.

Nas entrevistas, a palavra “contagiosa” se destaca para explicar a experiência que os fiéis têm durante os “cultos emocionais e energizantes”. Um entrevistado disse: “O Espírito Santo passa pela multidão fazendo onda, como em um estádio de futebol. Nunca vi isso em nenhuma outra igreja”.

De acordo com dados apresentados pela pesquisa God is like a drug, existem nos Estados Unidos 1.600 megaigrejas e cada uma delas tem no mínimo 2.000 fiéis.

Os seus cultos otimistas se parecem um pouco com os cultos de igrejas do neopentecostalismo brasileiro. A diferença é que, aqui, os pastores sempre citam o Satanás, principalmente para convencer os fiéis a pagar o dízimo e fazer doações.

Com informação do EurekAlert!, entre outras fontes.



Religião atrofia o cérebro, diz estudo de universidade americana

Comentários

  1. eu sempre soube disso.

    ResponderExcluir
  2. os que mais ficam felizes com essa droga sao os pastores que ganham muito dinheiro

    ResponderExcluir
  3. Malafaia está vindo pra minha cidade, para uma daquelas megapregações dele.

    Ah, que vontade de sabotar essa droga...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz cair um balde de merda em cima dele... vai que dissolve, merda com merda e nos livramos dele.

      Excluir
    2. "Semelhante dissolve semelhante" kkkkkk...muito boa!

      Excluir
    3. Dica para os ateus e gays revoltados:

      Vão lá participar do evento do Silas Malafaia.

      Segundo o estudo citado no post acima, vocês poderão ficar menos agressivos e ainda aumentar seu orgasmo em 40%.

      Acho que vão gostar.

      Excluir
    4. Recomendavel, é por isso que quando passo de frente igrejas ouço pessoas gemendo e eu pensando que era o espirito santo na verdade era putaria. Agora esta explicado maria se engravidou numa dessas putaria, e claro foi o espirito santo e ele tem ate nome é oxitocina..

      Excluir
    5. Ah, então é daí que vem a tão conhecida expressão:

      "Quente do rabo quente!"

      Uiiii!!

      Excluir
    6. Crente do rabo do quente vai ver é mesmo dai a expressão . Por isto que crente é tudo tarado. É oxitocina demais na cabeça, já que eles adoram viver nestas bocada de cultos, estão em busca do espirito santo..ops quero dizer oxitocina..hehe

      Excluir
    7. Prefiro fumar maconha do que frequentar os shows de gritaria do Malafaia.

      Excluir
    8. Ryoko, A Pirata Espacial22 de agosto de 2012 14:44

      tbm acho crente do cu quente, hehehe

      se tivesse um rifle sniper dava só um headshot no coco do malacheia

      Excluir
    9. E os ateus e gays, que droga ou ritual preferem para aquecer o rabo?

      Parada gay? Abaixo-assinado da ATEA? Ações no Ministério Público? Seções de xingamentos e desabafos em blogs ateístas?

      Excluir
    10. "Dica para os ateus e gays revoltados:

      Vão lá participar do evento do Silas Malafaia.

      Segundo o estudo citado no post acima, vocês poderão ficar menos agressivos e ainda aumentar seu orgasmo em 40%."
      PQP é preciso ser muito burro para tirar uma conclusão dessa

      Excluir
    11. Chamem o Chuck Norris para acabar com a droga da droga do Malacheia!

      Excluir
  4. Nenhuma novidade. Esta catarse para acontecer precisa de multidões. Dai seus mega-templos. Dai vem a otimização do faturamento. Esses canalhas sabem manobrar a plebe rude.

    ResponderExcluir
  5. "aumenta o orgasmo em 40%" acho que vou virar crente!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mesmo pode ser obtido em shows, não cometa o erro de virar crente.

      Excluir
    2. Vá ao show do Luan Santana para obter o mesmo resultado! Virar crente? Sem essa!

      Excluir
  6. Eu tenho por mim que a grande maioria das pessoas que dedica sua vida a pregacao religiosa tem tendencia psicopata.

    O que é m psicopata? Um cara absurdamente carismático e confiante que utiliza disso pra ganhar confianca, coletar dados, usar suas vitimas e derrubar rivais. Seja para conseguir dinheiro, diversão ou poder.

    É isso que as igrejas fazem, vendem felicidade!

    ResponderExcluir
  7. um pouco além do título22 de agosto de 2012 12:53

    Tem gente que só lê o título tendencioso das matérias, e daí tira suas conclusões rapidinhas e vereditos previsíveis.

    Uma leitura um pouco mais atenta mostra que o estudo do cara comprova que os cultos evangélicos estimulam a produção de certos hormônios e fazem bem à saúde.

    Chato, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este aí em cima é da turma "me engane que eu gosto". Coisa de crente.

      Excluir
    2. Me-engana-que-eu-gosto ateísta:

      Ler um título rapidinho sem ler a matéria, se enganar e gostar de ser enganado e de enganar.

      Coisa de ateu.

      Excluir
    3. Quem diz que o título do post é manipulado não leu ou fingiu que não tomou conhecimento do título da pesquisa de James Wellman: God is like a drug.

      Eu até poderia ter associado no título Deus com droga, que estaria sendo fidedigno.

      Antes que alguém diga que Wellman é ateu, fui pesquisar. Ele é presbiteriano praticante.

      Excluir
    4. Ryoko, A Pirata Espacial22 de agosto de 2012 18:21

      tem crente que nem merece comentários de insignificantes que são...

      Excluir
    5. O que o um pouco além do título diz faz sentido. Afinal, o besouro come merda e aparentemente é feliz.

      Excluir
    6. A origem do engano e da confusão parece ser essa preferência, desde o título original, pelo uso da palavra "droga", com seu apelo emocional pejorativo e todas as conclusões precipitadas e superficiais que acarreta, como vemos aqui em vários comentários.

      É possível que o próprio Wellman tenha optado por colocar a palavra "doga" no título do seu trabalho para obter mesmo um efeito apelativo, sensacionalista, embora o que ele descreva em suas observações seja basicamente ações de hormônios naturais e emoções humanas benignas.

      Excluir
    7. [Corrigindo segundo parágrafo: "droga", e não "doga"...]

      É possível que o próprio Wellman tenha optado por colocar a palavra "droga" no título do seu trabalho para obter mesmo um efeito apelativo, sensacionalista, embora o que ele descreva em suas observações seja basicamente ações de hormônios naturais e emoções humanas benignas.

      Excluir
  8. heita essa materia esta tb no site gospel mais,será que eles não pegaram daqui ? e la não estão dando os creditos ao paulo lopes pela materia.

    ResponderExcluir
  9. "um pouco além do título";

    quem boiou foi você. o titulo COMPAROU os efeitos do culto ao da maconha e do crack que tambem "fazem bem". isso na cabeca do pobre coitado do viciado que nao sabe a porcaria que vem depois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De onde você tirou essa conclusão? Do título?

      É muita imaginação a partir de um simples título.

      Excluir
  10. http://eleicoes.uol.com.br/2012/noticias/2012/08/22/apos-criticar-kassab-russomanno-diz-que-gostaria-de-ver-uma-igreja-por-quarteirao.htm

    Mais e mais igrejas....

    ResponderExcluir
  11. Droga a principio faz bem, passando se o efeito o usuario volta à sua realidade.. O mesmo se da com o crente, ele vai numa boca de culto faz a cabeça por uns instantes e depois volta pra sua vida desgraçada e pobre cheia de problemas..

    ResponderExcluir
  12. Já repararam que os crente só aparece nervosos por aqui nos dia que costuma não ter cultos, eles ficam cheios de oxitocina dai então eles somem, mais passa o efeito da oxitocina eles voltam raivosos sinal da abstinência.. Mais volta os dia de cultos e eles somem principalmente domingo.

    ResponderExcluir
  13. Paulo Lopes, acredito que oxitocina seja substantivo feminino.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Rosanna. Mas no texto eu me refiro ao hormônio chamado oxitocina. Abs.

      Excluir
  14. Comigo nunca funcionou.Eu sempre durmia na igreja kkkkkkk

    ResponderExcluir
  15. Os cultos exploram aspectos psicológicos nos quais a pessoa não tem controle. Fazer rir e chorar é o mecanismo, assim a pessoa não está pensando.

    O Brasil é vítima do abandono recebido por séculos aos próprios brasileiros, tendo uma educação que não funciona.
    Todos devemos nos inserir em discussões humanizantes. E mostrar que existe um sádio, racional. E sem exploração.

    ResponderExcluir
  16. A manutenção da alienação trazida pelas igrejas foi iniciada pela Igreja Católica. Os crentes receberam da Igreja Católica um terreno fértil. Por isso, crescem nos grandes centros.

    O único grupo que está fora desse processo são os ateus.

    ResponderExcluir
  17. Não é a toa que muitos viciados em entorpecentes acabam se convertendo pra esse tipo de religião, como única saída para o vício. Em suma, trocaram uma droga por outra!

    ResponderExcluir
  18. as pessoas menos letradas adoram soltar a franga, adoram se emocionar, basta ver nos estádios de futebol, aquela histeria toda, uma vontade louca de chamar a atenção, de querer aprovação do público que o cerca. a manipulação emocional dá dinheiro, a rede globo emociona milhares de noveleiras todos os dias, que sentem raiva contra os vilões, alegria com casais que se dão bem e por aí vai. é exatamente nesta onda emocional de liberação de hormônios que os CRENTE PIRA, e é claro os malacheia, pedirmaiscedo e shrek santiago se dão bem. a igreja catófila pedófila roubana deve estar perdendo adeptos exatamente por ser tão fria e quase nada emocional...

    ResponderExcluir
  19. Suspeitava desde o princípio.

    ResponderExcluir
  20. É isso mesmo, eu já fui de Igreja, ministrava o louvor - o meu compromisso era fazer o povo chorar, com as musicas, deixar as emoções a flor da pele. Na decada de 90 era mto chato ir a Igreja, a música era comportada e não tinha todo esse show, mas hj, tudo é feito em torno disso - as músicas com letras de auto-ajuda, ou que enfoque a miserabildiade humana deixando o individuo mais míseravel, para que enfim, alguem maior do que ele possa ajudá-lo, as melodias da canção ou mto brulheta para fazer o povo pular e/ou bem melodica, cheia de cliches para reconfortar os corações.

    Músicas vigantivas é um prato cheio - lembro-me das expressões faciais das pessoas é como se toda raiva, amargura q ela sente tivesse na letra da música
    ______________________________________________________________________________________
    Quem te viu passar na prova /E não te ajudou. Quando ver você na benção Vão se arrepender. Vai estar entre a plateia E você no palco.Vai olhar e verJesus brilhando em você.

    Vai lá e pega quem falou da minha vida, avisa que eu Estou de Pé E quem contou o fim dos meus dias, avisa que eu Estou de Pé Pois quem me ergueu não me abate, enquanto não se Cumprir o que ele tem através de mim Vai lá pra quem pensou que eu estava caída, avisa que eu Estou de Pé Vai ter até quem não acredita e avisa que Estou de Pé Com minhas forças redobradas porque quanto mais lutarem pra tentar me derrubar O meu Deus me põe de Pé.

    ResponderExcluir

Postar um comentário