Maluquices da Cientologia se equivalem ao ser criado do barro

Título original: Divórcio intergaláctico

por Hélio Schwartsman
para Folha

Tom Cruise, fiel da cientologia
Tom Cruise é
um dos fiéis
 famosos da religião
Aproveito a rumorosa separação de Tom Cruise [na representação ao lado] e Katie Holmes para discutir a cientologia, religião do ator que é apontada como motivo principal do divórcio.

A igreja foi fundada nos anos 50 por L. Ron Hubbard (1911-1986), que, antes de virar sacerdote, ganhava a vida escrevendo histórias de ficção científica. Por ser uma religião nova, ela pena para obter reconhecimento lega — e as vantagens fiscais que isso normalmente acarreta.

Teve sucesso nos EUA e em mais meia dúzia de países, mas encontrou dificuldades em nações como Alemanha, Bélgica, Canadá, França, Grécia e Reino Unido. Na Alemanha, quase teve suas atividades proibidas.

Não há dúvida de que a turma da cientologia acredita em maluquices e faz coisas estranhas. De acordo com documentos que vazaram para o público em procedimentos judiciais, a doutrina secreta da igreja sustenta que, 75 milhões de anos atrás, um ditador intergaláctico chamado Xenu trouxe a nosso planeta bilhões de extraterráqueos a bordo de aviões similares a um DC-8, perfilou-os ao lado de vulcões e os exterminou com bombas de hidrogênio.

Os cientólogos acreditam que a essência de muitos dos seres assassinados por Xenu continua a vagar na Terra, causando desequilíbrio mental nos seres humanos. Como o ditador foi auxiliado por psiquiatras em sua sanha homicida, esse ramo da medicina é rejeitado pelos fiéis.

A minha pergunta é se não estamos sendo preconceituosos em relação aos cientólogos apenas porque seu sistema de crenças é relativamente novo. Objetivamente, não há nada de menos razoável ou verossímil nas histórias envolvendo Xenu do que nas de pessoas sendo criadas por uma entidade superior a partir de barro ou de um pedaço de costela.

O que faz com que o primeiro grupo de crenças seja tratado com desconfiança e o segundo com respeitabilidade e reverência? Por mais que tente, não consigo ver uma diferença.





Jesus morreu na cruz para salvar também os extraterrestres?
por Patricia Herman em outubro de 2011

Comentários

  1. Não vejo diferença entre as crenças. A diferença está em quem as pratica. Há quem viva de acordo com sua fé sem tentar converter todo o resto da humanidade, e há quem não respeite outras crenças que não a sua.

    ResponderExcluir
  2. na boa, ñ vejo diferença alguma dessa religião moderadamente nova, para as que já existem nesse nosso planeta maldito.

    ResponderExcluir
  3. sou ateu, mas a religião judaico-cristã é a mais crível, honestamente. desconsiderando-se as maluquices da bíblia, e lendo apenas a parte hoje ministrada em missas, é bem fácil ser seduzido, principalmente se vc estiver com problemas de saúde, financeiro, etc.
    agora, essa cientologia, é uma palhaçada. provavelmente minha religiosa vózinha ao ouvir tanta besteira começaria a rir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. parei de ler quando você disse: "desconsiderando-se as maluquices da bíblia..."

      Excluir
    2. parei de ler quando você disse: "desconsiderando-se as maluquices da bíblia..." [2]

      Excluir
    3. eu parei de ler antes, quando ele disse: "a religião judaico-cristã é a mais crível"

      Excluir
    4. eu parei de ler antes, quando ele disse: "a religião judaico-cristã é a mais crível"

      Excluir
    5. Fui até o final, mas me arrependi...(deveria ter parado no "mas".

      Excluir
  4. A diferença é que uma tem nada menos do que a bíblia como prova enquanto a outra ...

    Ok, vou poupar-lhes dessa ladainha. É que nessas discuções sempre tem um figura afirmando esse tipo de coisa.

    ResponderExcluir
  5. A diferença é que uma tem a bíblia pra comprovar e a outra tem os livros do Arthur C. Clarke pra provar.. ou seja. A credibilidade é a mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E se não existissem livros, o autor teria que falar.

      Excluir
    2. Opa! Pera lá! Não mete o Arthur C. Clarke no meio desse maluco do L. Ron Hubbard, não.
      Clarke escrevia ficção sempre com um pé na realidade, popr favor. E não inventou nenhuma religião.

      Excluir
  6. A bíblia para provar? Vocês se referem aquele livro fala de cobras e jumentos falantes, inundações globais, pessoas andando sob as águas, espíritos habitando porcos, um homem vivendo dentro de uma baleia, em gente ressuscitando e vagando pelo mundo (mundo), em profecias, em entidades metades humanos e metade pássaros (anjos), em uma batalha entre duas entidades Javé e Lúcifer há eras atrás etc etc etc É esse livro?

    ResponderExcluir
  7. Quem foi adolescente nos anos 1990 com certeza lembrará de meninas histéricas que morriam de amor pelo  Tom Cruise e pelo Brad Pitt. Eu não aguentava ver aquelas garotas da minha sala com aqueles posters gigantes; ou então com aquela revista chamada Capricho com esses dois na capa. Na verdade, eles disputavam o título de galãs entre as adolescentes da época (os dois têm a mesma idade).

    Contudo, sou obrigado a reconhecer que Brad Pitt ficou mais inteligente com o passar dos anos. Assumiu que é ateu e defende os direitos de grupos discriminados nos EUA. Não quero dizer que ele é inteligente por ser ateu, mas pela sua coragem de assumir essa posição num país antiquado como são os EUA. Assistam ao vídeo:

    Brad Pitt confessa ser ateu e fala sobre religião...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brad Pitt mais inteligente? Tem certeza? Inventar uma religião pra conseguir isenção fiscal é uma manobra de mestre, quem me dera ter capacidade de fazer isso.

      Dá uma pesquisada pra você entender as vantagens de ter uma religião, por exemplo, você poderia comprar qualquer coisa em outro pais e não pagar nenhuma taxa.

      Excluir
    2. Olhando por esse ângulo, concordo contigo!

      Excluir
  8. Querer comparar cientologia com Cristianismo acho ridículo. Tom Cruise está mesmo é 'viajando na maionese'; pirou de vez, tadinho do garoto.

    As bases do Cristianismo estão fundamentadas na Biblia, que é a Palavra de Deus, e nesta dou fé. Já a cietologia está embasada neste tal L. Ron Hubbard, que eu não faço nem idéia de quem seja (e nem pretendo descobrir) -- é mais uma doutrina de homem, criada por homem; aliás, diga-se de passagem, com uma mente bem imaginativa.

    "E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.(2Pedro 2-1)"

    O inimigo de nossas almas levanta todo tipo de gente, até como o ator em questão, para tentar seduzir as nossas crenças e convicções a se desviarem. Mas quem vive o Evangelho de Deus não se deixará influenciar por essas heresias. Devo dizer também, como diz a Palavra de Deus, até dentro da própria Igreja poderá surgir falsos pastores, e nós devemos estar atentos à eles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ''Já a cietologia está embasada neste tal L. Ron Hubbard, que eu não faço nem idéia de quem seja (e nem pretendo descobrir) -- é mais uma doutrina de homem, criada por homem;''

      Roberto, a Bíblia também foi escrita por homens; A sua fé faz ela pensar que é a Palavra de Deus, como a fé dos cientólogos fazem eles aceitarem os livros de L.Ron Hubbard.

      As outras falácias cristãs que voce falou, vou ignorar...

      Excluir
    2. Você, Beatriz Alencar, pode mesmo ignorar o que eu disse, é sua livre escolha. Esteja certa, entretanto, que um dia seus joelhos se dobrarão e sua língua confessará o Deus Todo Poderoso -- espero que para o seu bem e sua Salvação, que Deus a chame e você possa ouvir sua voz e passe, assim como eu, a seguí-lo.

      Agora eu lhe pergunto, explique-nos a origem da criação, da vida, você sabe? Não estaria por trás de tudo um ser onipotente?
      Nós todos seres humanos, animais, plantas e todo o mais existente no planeta passaríamos a existir à partir de que, se não fôra Deus?

      Responda-me essas questões. Seja convincente.

      Excluir
    3. Ambas as seitas são estórias [estorinhas da carochinha] e de caráter claramente duvidoso, portanto Roberto não ridicularize a seita alheia, pois a sua é tão torpe quanto.

      Excluir
    4. Só uma coisinha,Baphomet, você é um débil mental que se esconde atrás desta figua patética do seu perfil, e que ainda usa um pseudônimo. Quem vai lhe dar crédito? Eu não vou. Ao menos uso o meu próprio nome, Roberto. Pôe o seu também, vai. Desafio-lhe.

      Excluir
    5. Roberto: "Agora eu lhe pergunto, explique-nos a origem da criação, da vida, você sabe? Não estaria por trás de tudo um ser onipotente?
      Nós todos seres humanos, animais, plantas e todo o mais existente no planeta passaríamos a existir à partir de que, se não fôra Deus?
      Responda-me essas questões. Seja convincente."


      Ok, pelo bem do debate vou responder mais uma vez.

      Mesmo que a Beatriz, eu, a ciência, etc, não tivessem respostas a suas questões, e na verdade temos para algumas delas e boas hipóteses para outras, essa não é a questão.

      A questão é que se você, sua religião, tem evidências que sustentem a sua explicação preferida, religiosa.

      NÃO ter uma explicação, científica, para algo NÃO implica em aceitar qualquer outra explicação sem base ou evidência.

      Existem milhares de diferentes explicações religiosas, matefísicas, crenças diversas, cosmogonias, etc, e nenhuma dela, inclusive a sua, pode apresentar evidências que as sustentem.

      Assm, mesmo que vivessemos no passado, antes das explicações científicas para o universo, a vida, as espécies, o ser humano, etc, ainda seria possível ser, se não ateu, pelo menos agnóstico, cético, não religioso.

      Bastaria entender, a partir do estudo, que diferentes crenças alegam diferentes coisas. Um antepassado nosso vivendo no ano 1000 poderia perceber que, se católicos alegam que tudo se criou com o Genesis, por deus, e a Terra é plana, hindus alegam outra coisa, outra origem para um mundo, e que a Terra é uma semi-esfera que se apoia em 4 elefantes e estes sobre uma tartaruga, que nada em um mar infinito.

      Como não se pode definir, com segurança, qual alegação é mais real, o racional é não adotar nenhuma delas.

      É isso que o Helio, autor deste artigo, pondera, não há diferenças, a não ser de idade, nessas crenças. Uma é antiga, mas a astrologia também é, e outra mais recente. Mas ambas são igualmente sem sentido, e sem evidências.

      E, tente entender, alegar que "está na biblia" não é uma evidência. Nem ter falado com deus.:-) É um argumento circular, é verdade porque está na biblia, e se está na biblia, então é verdade.

      Se entender isso posso até ajudar a entender as hipóteses, bseadas na fisica e matemática, sobre o surgimento do Universo, e as teorias científicas (que são mais que hipóteses, palpites, como parece pensar) sobre a vida e o surgimento dos seres humanos.

      Estas tem base, evidências, provas, etc, tudo o que sua superstição ancestral não tem.

      Cognite Tute

      Excluir
    6. Cognite Tute,


      >>"NÃO ter uma explicação, científica, para algo NÃO implica em aceitar qualquer outra explicação sem base ou evidência.

      Se você se despisse dessa sua arrogância pseudo intelectual e se aproximasse humildemente de Deus, veria que essa 'superstição ancestral' é bem mais real do que você imagina, meu caro; busque a Deus mansamente e Ele se revelará à você, é simples assim, e toda essa sua dúvida acabará.

      Deus só não e lógico para quem está à toa no mundo; mas para quem o conhece, Ele é bem real.

      >>"Como não se pode definir, com segurança, qual alegação é mais real, o racional é não adotar nenhuma delas.

      Então você coloca-se numa posissão cômoda e fica tudo bem, não é? Busque mais que isso, você consegue -- não tenho dúvida.

      P.S.:O tiro no pé foi seu, e continuará sendo!

      Excluir
    7. Sinceramente, Roberto. Não sei por que você ainda perde tempo postando suas sandices neste blog. Você é a escória.

      Excluir
    8. "Se você se despisse dessa sua arrogância pseudo intelectual e se aproximasse humildemente de Deus, veria que essa 'superstição ancestral' é bem mais real do que você imagina, meu caro; busque a Deus mansamente e Ele se revelará à você, é simples assim, e toda essa sua dúvida acabará."

      Ser cético e questionar "verdades de pergaminho" e mitologias, está muito longe de ser arrogante. Todos os descrentes que conheço o são simplesmente por não aceitar verdades prontas por outras pessoas, pesquisando e estudando, tirando suas conclusões a partir da faculdade mais sensata e livre e parcialidades: a razão. Lembre-se, o seu deus é só mais um entre milhares, e todo mundo tem a mesma certeza de que é especial e seu deus é mais certo que o dos outros, isso sim é arrogante.

      "Deus só não e lógico para quem está à toa no mundo; mas para quem o conhece, Ele é bem real."

      Queira vc ou não, as pessoas são diferentes uma das outras. Algumas precisam de crenças religiosas, outras não, e isso nada tem a ver com 'estar a toa no mundo'. Dispa-se desse preconceito e arrogancia, não vão te levar a nada.

      "Então você coloca-se numa posissão cômoda e fica tudo bem, não é? Busque mais que isso, você consegue -- não tenho dúvida."

      Acredite, questionar a ideologia e a cultura dominante NADA tem de cômodo. É um processo longo e muitos vezes doloroso, principalmente por causa de 'guardiões da verdade' como vc. Cômodo é ignorar os absurdos lógicos da sua fé, as contradições bíblicas, as evidências cientificas, e se agarrar ao seu mito.

      Excluir
    9. Nossa Roberto você é o cúmulo do ridículo. Nossa, você põe o seu nome no perfil, pelos cornos do Diabo, como você é corajoso! Colocar um nome, do jeito que você faz, ou usar pseudônimo é a mesma coisa, pois me pergunto: Quantos Robertos devem existir nesse "Brasil de Meu Deus do Céu"? Portanto seu "argumento" é inválido.

      Ademais, postar como anônimo, colocar um nome qualquer [assim com você] ou usar um pseudônimo não desqualifica um argumento.

      P.S.: Essa figura não é ridícula seu herege! Converta-se agora ou sofrerá consequências terríveis.

      Excluir
    10. O idiota do Roberto está apenas seguindo a velha regra cristã que diz que "mitologia é a religião dos outros".

      Excluir
    11. Eu já nem leio mais os posts deste cara. Muito repetitivo.
      Além do fato de usar mais falácias que argumentos debatíveis.

      Excluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. A Cientologia não deve ser encarada como um punhado de estranhices inocentes.
    Eles tem uma politica muito similar a das Testemunhas de Jeová na questão de como tratar os membros que tentam pensar diferente e se libertar do quadrado mental imposto aos que adotam a fé.
    Medo, ameaças, culpa, exclusão social e familiar.

    Como as testemunhas de Jeová que adotam o termo "desassociação" para os expulsos e "dissociação" para os que deixam a seita, os cientologistas usam o termo "desconexão" que na pratica é o mesmo que fazem as testemunhas de Jeová, exclusão social e familiar da pessoa.
    Uma forma cruel de controle através do medo, da chantagem e da pressão psicológica que serve tanto para impedir membros de sair como de questionar a seita.
    Ande errado aos olhos da seita e seja isolado de seu pequeno mundo, abandonado e rejeitado até por sua família.

    Essa técnica funciona primeiro incentivando os membros dessas seitas a terem amizade e relações sociais mais próximas apenas com os da mesma fé e cortando suas antigas relações sociais e familiares que não concordam com a seita. Acaba se isolando num pequeno mundo onde todos pensam e falam a mesma "língua" e esse mundo te é vendido como a coisa mais importante do universo.

    Somente tendo a percepção de como essas coisas funcionam e são enfiadas na mente das famílias cooptadas é que se pode compreender como a rejeição social e familiar abrupta é desastrosa cansando tanto nas TJs como nos cientologistas muitos casos de suicídio após o desligamento.
    Cientologia e TJs em especial usam e abusam dessa pratica por décadas impunemente.
    Elas não são apenas um monte de crenças bobas mas inofensivas, elas destroem a confiança da pessoa em si mesma, destroem relações familiares, causam desgraças e mortes por particularidades absurdas como rejeição a psiquiatria (morte de um filho de John Travolta esta ligada a isso) ou no caso das TJs a rejeição a alguns componentes do sangue arbitrariamente escolhidos.
    Essas seitas sempre insistem em passar uma imagem de que promovem educação, formação de bons cidadãos, melhora no convívio familiar, mas escondem seus cadáveres e perseguem quem os acha.
    Repito, não são nada inocentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é caro Regis, isso é muito vil. Usarem dessas estratégias para manter o número de alienados, digo, fiéis, é uma atitude de pessoas covardes, lamentável.

      Excluir
    2. Eu acabo de assistir a um vídeo dos cientologistas sobre a psiquiatria, “Psiquiatria uma indústria da morte”. A cientologia rejeita a medicina, inclusive a mãe de um dos integrantes da banda Kiss morreu por falta de cuidados médicos, ela era seguidora da Cientologia.

      Excluir
  12. Tenho a ligeira impressão de que a cientologia é religião de rico; assim como o espiritismo, o budismo e o judaísmo.
    Incidentally, Xenu is so real!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk
      Budismo ser religião de rico, esta é boa...

      Excluir
    2. Embora na Ásia o budismo esteja atrelado à pobreza, aqui no Brasil ser budista é coisa de gente chique, antenada e de elite. Nos rodas da high society dizer que é budista é sinal de status; é quase uma grife! Haja visto que nunca vi budista na favela ou na periferia aqui no Brasil...

      Excluir
    3. Copiar e colar texto do Luis Felipe Pondé é danado, heim?

      Excluir
    4. Kuma, Rodjã? Detesto esse sujeito. Se você disser que eu adaptei algo do blog "Classe Media Way Of Life" poderia concordar, pois o que disse aqui já vi escrito lá. Agora, Pondé? Quem é esse sujeito?

      Excluir
  13. >>"Objetivamente, não há nada de menos razoável ou verossímil nas histórias envolvendo Xenu do que nas de pessoas sendo criadas por uma entidade superior a partir de barro ou de um pedaço de costela."

    -Hahahahahahahahahahahahahaha... chorei de rir!

    Os crente pira!

    ResponderExcluir
  14. Uma coisa que me intriga no Cristianismo é essa história de Deus ter um único filho.
    Se ele é o todo-poderoso, pq não pode ter quantos filhos der na telha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele pode, mas preferiu ter escravos baba-ovo em vez disso. Os que não chupassem o santo ovo dele, iam torrar.

      Excluir
    2. Talvez ele tenha tido vários. Só que alguns ficaram rebeldes quando entraram na adolescencia aí ele teve de massacrar a todos. Sabe como é né, colocar a casa em ordem.

      Excluir
  15. Genesis:9-11 – “Mas o Senhor Deus
    chamou o homem (Adão),
    perguntando, ‘Onde está você[Ora você é Deus e não sabe]?’ E ele
    respondeu: ‘Ouvi Teus passos no
    jardim e fiquei com medo porque estava nú [A propósito a cobra já tinha me falado horrores de você],
    ; por isso me escondi’. E
    Deus perguntou: ‘Quem disse que
    você estava nú [A cobra falante ]? Você comeu do
    fruto da árvore da qual lhe proibi
    comer?’ ”[Não não comi
    quem te falou mentiu]

    ResponderExcluir
  16. Sei não, ainda tenho minhas dúvidas a respeito da cientologia. Prefiro pensar que é uma religião satírica, tipo Pastafarianismo. Não é possível, é muito absurdo para uma pessoa acreditar como se fosse uma verdade absoluta.

    ResponderExcluir
  17. Roberto..., entre tantas religiões existentes no mundo, algumas mais antigas que o cristianismo, o que te faz afirmar com tanta certeza que a SUA religião está certa no que diz respeito a origem da vida?

    Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Afirmo-lhe, Winston, que já vivenciei experiências com Deus e que, por sua infinta misericórdia, sou paticipante do seu Espírito. E isso é prova mais do que suficiente que o Senhor existe e é participante ativo de nossas vidas.

      O Senhor sempre atuou em minha vida, e após tornar-me evangélico e compreender o seu projeto de salvação, o Espírito Santo passou a habitar em mim, revelando que a nossa vida não é apenas secular, ela é eterna. Cabe-nos escolher: seguir a Deus ou o inimigo. É simples assim.

      As pessoas podem conjeturar, filosofar, perscrutar, querer provas lógicas e até espernear, mas só descobrirão e se achegarão a Deus com simplicidade e brandura em seus corações; e pedindo à Ele humildemente que se revele de forma mais óbvia, já que não conseguem notar sua presença nos livramentos que têm ou nas vitórias que vão tendo ao longo de suas vidas. Pensam que o que vão conquistando é apenas pela 'força de seus braços', que não há algo sobrenatural lhes ajudando diariamente, o próprio Deus. O Deus de amor e Todo Poderoso que nos AMA e nos quer para Ele, pois tem ciúmes de nós; não nos quer fazendo reverências à outros 'deuses'.

      Esses outros 'deuses' podem ser o seu dinheiro, posição social, seu belo carro, sua casa, sua bela mulher, etc; não que passemos a desprezar todas estes presentes do Senhor, mas que entendamos que Deus terá de vir em primeiro lugar; deveremos ser capazes de deixar tudo em segundo plano, e colocarmos Deus em primeiro, pois só Ele pode nos conceber todas as vitórias, e o melhor: a Vida Eterna em total harmonia.

      De tal sorte que Deus existe, e é o Criador supremo de tudo e todos. Aos que não acreditam, paciência. Busquem-no, ainda é tempo.

      Excluir
    2. Interessante que deus só se apresenta pra quem acredita nele. Eu, a ovelha desgarrada nunca sentir o pastor tentar me recuperar, muito pelo o contrário, quanto mais eu busco deus, mas absurda a ideia dele existir parece.
      E é engraçado tb como só cristãos tem experiência com Jesus, hindis só tem com os deuses deles, muçulmanos só com Alah, budistas só com Buda, cada seguidor de cada religião se experimenta(alucina) deuses da própria religião.

      Excluir
    3. >>"Ele, pois tem ciúmes de nós; não nos quer fazendo reverências à outros 'deuses'."

      -Então, seu deus é um belo de um egoísta, que esperneia e fica todo irritadinho se não venerarmos ele. Que bela bosta de deus esse o seu, hein? Por isso prefiro Satã, ele é muito gente boa.

      Excluir
    4. Roberto, seu comentário é um grande e retumbante lixo. Não sei porque você perde seu tempo postando suas sandices neste blog.

      Seu proselitismo é podre, e seu apelo emocional é risível.

      Excluir
    5. Deus ciumento?essa foi de doer!
      Se interna maluco

      Excluir
    6. Roberto no lugar onde você escreve deus escreve o monstro do espaguete voador e vai dar no mesmo . Tudo isto é mimimi de crente bitolado .

      Excluir
    7. Rapaz! Esse povo só pode estar de brincadeira.É cientologia, esse monte de besteira que falou esse Roberto, essa gente nem fica vermelha! É muita demência!

      Charles

      Excluir
  18. Roberto..., entre tantas religiões existentes no mundo, algumas mais antigas que o cristianismo, o que te faz afirmar com tanta certeza que a SUA religião está certa no que diz respeito a origem da vida?

    Winston Smith

    ResponderExcluir
  19. Realmente,já li um bocado sobre Cientologia,inclusive que custa bem caro para"aprender" todos os ensinamentos.Tem que ser realmente cognitivamente limitado para acreditar em religiões,essa especialmente.
    Sou ateia,mas estou pensando seriamente em me declarar Rastafari por conveniência.;)
    Afinal,se fieis do Santo Daime podem usar ayuasca,rastafaris também podem fumar maconha....

    LEGALIZE JAH
    Brisa-a mais nova Filha de Jah

    ResponderExcluir
  20. a diferença entre a cientologia, o cretinis... digo cristianismo e um balde cheio de merda? só pode ser o balde vazio...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um balde de merda pelo menos ainda serve para adubar a terra.

      Excluir
  21. A Cientologia é uma religião legítima, posto que revelada, como as demais. Todas as religiões provêm da Mente Cósmica, que é a Consciência Suprema. Nosso fundador partilhou da Fonte da Sagrada Tradição de que beberam todos os outros fundadores das religiões monoteístas; a revelação da unidade do Todo, e a ética do preceito áureo, a Filosofia Perene. Neste período tão crítico para a história da humanidade, a Cientologia traz um alerta; nós PODEMOS mudar todo o quadro de doenças, miséria, violência, que assolam nosso planeta. Nós TEMOS o poder de realizar a transformação da nossa MENTE, sem a qual são inúteis os atos da exterioridade, como ritos e práticas de ascese ou purificação simbólicas. Dizer que nosso fundador é autor de livros de ficção científica, é reduzir a grandiosa obra do seu pensamento, junto com o de todos aqueles que oriundos da Tradição do Hermetismo, difundiram a propagação do que outrora era segredo revelado apenas aos iniciados. Grandes mestres, como Blavatsky, Besant, Crowley, Holmes, Fox, foram copartícipes desde movimento que marcou para sempre a revolução do novo pensamento; sua influência se faz notar hoje em toda a evolução da religiosidade para uma aproximação do espiritual, na consciência holística, além da simples mística ou práxis devocional. O fato da Cientologia ser restrita a um grupo seleto de afortunados é interpretado erroneamente como religião de "gente rica"; a verdade porém é bem outra, pois como toda religião de minoria, há realmente um número maior de ricos em sua atuação, o que é efeito, não causa, como afirmam aqueles que sustentam o mito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Que Xenu o carregue!
      Fico estarrecido, envergonhado de em como nossa espécie acredita tão facilmente em qualquer bobagem dita com convicção. Nascimento virginal, Jesus pregando nas Américas, ditador de filme trash intergalático, a fé cega tem acompanhado e sustentado a mente criativa dos embusteiros misticos.

      Excluir
    2. Prove que toda religião de minoria há mais rico. Religiões de origem africana, no Brasil, por exemplo, são minoria e são praticadas na extrema maioria por negros pobres.

      Excluir
  22. o amigo precisa saber que não existe religião judaico-cristã.. a cristã se desenvolveu a partir do judaismo sim, mas são opostas em filosofia, fundamentação, crenças da vida pós-morte, etc. São mais divergentes do que convergentes. Ambas tem a Bíblia como fonte, uma o velho e a outra o novo testamento. mas pouca coisa em comum, a não ser Deus,mas mesmo assim, cada uma tem uma visão diferenciada (uma pior que a outra) desse Deus, vingativo, catastrófico, conservador, velho, que conversa com poucos amigos e não dá muita bola aos seus filhos (analisem a morte de crianças, pais de família, etc. sob a ótica religiosa)
    Em um blog como esse falar em Bíblia como referência é falar de corda em casa de enforcado.. esse livro foi esrcrito por homens fanáticos, pois só existia escravidão, religião obrigatória e guerra até a idade Moderna...
    Ele foi adulterado pela igreja romana muitas vezes antes de publciado e as histórias antigas eram contadas de boca a boca, não se sabe se chegaram aos escribas com 10% de realidade, mas com certeza, a maiora delas, são fantasia pura ou lendas criadas para fazer o povo da época, muito ignorante, entender as mensagens dos religiosos da época.

    As verdades sobre Deus e fé, estão dentro de cada um, mas só descobre essas verdades dentro de si mesmo, quem é esclarecido,senão permanece na ignorancia e no fanatismo, seu filho predileto, que tapam a visão do homem para a sua própria Verdade, daí ele tem que ser dogmatizado para encontrar motivos para viver. Viver uma fé que não é dele e sim de alguém que inventou uma lenda ou teve uma ideia ...

    ResponderExcluir
  23. Roberto...

    Sua resposta foi longa, no entanto o principal foi ignorado: porque a versão correta da origem da vida é a cristã? Aguardo uma resposta mais focada nisso...
    Mas... refletindo o seu comentário:
    Você diz que seu deus é ciumento, que não quer que seus fiéis adorem outros deuses. Mas, se na sua ótica só existe ele, por que se preocupar com os outros, que não existem?
    Assumir uma postura de "graças a deus" nas conquistas pessoais e "deus quis assim" vai contra o livre-arbítrio que dizem que ele deu a todos (livre-arbítrio muito do confuso, por sinal: me siga ou vá pro inferno!).
    E os muçulmanos, judeus, hindus, que nas suas conquistas pessoas agradecem a seu deus, por que estariam equivocados, em detrimento dos cristãos?
    Como já disse em outra oportunidade, respeito sua opinião, mas não quero viver minha vida na fé, acreditando em algo sem provas.
    Abs.

    Winston Smith

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu caro Winston, concordo com você quando disse que minha resposta não foi focada em explicar a origem da vida por meio do cristianismo; notei isso quando terminei de escrever o texto anterior. Mas preferi deixar nas entrelihas a minha resposta, haja vista eu ter afirmado a existência de Deus, conclui-se que o Senhor é o autor incontestável de tudo que há neste planeta e na galáxia; portanto, o autor da vida.

      >>"Mas, se na sua ótica só existe ele, por que se preocupar com os outros, que não existem?

      Precisamos ter a consciência de que adoramos ao Deus certo; assim teremos o entendimento e a Salvação. Não se trata de preocupação, mas, sim,levar a Palavra de Deus. Desta forma estaremos prestando um serviço ao Senhor; ou seja: estendendo a Salvação.

      "17Tornarão atrás e confundir-se-ão de vergonha os que confiam em imagens de escultura, e dizem às imagens de fundição: Vós sois nossos deuses.
      18Surdos, ouvi, e vós, cegos, olhai, para que possais ver.(Isaías 42:17-18)"

      >>>"... (livre-arbítrio muito do confuso, por sinal: me siga ou vá pro inferno!).

      Livre arbítrio, sim. Com esperarmos ter alguma recompensa se fizermos o que é errado? Assim é a Salvação, temos que merecê-la. Aliás, nós que já conhecemos a Deus, seguimos-lhe de bom grado e em amor. Estas coisas ditas à pessoas insensíveis, parece um tanto piegas; mas é assim; o bonito de tudo é que o seguimos por amor -- pois Ele ja nos amava antes mesmo de nós amá-lo. Tudo que eu disse até então é baseado na Fé.

      Há e haverá sempre desafios que o homem nunca conseguirá explicar; Deus deixa que seja desta forma, para que o homem saiba o quanto é pequeno, frágil e limitado.

      >>"...não quero viver minha vida na fé, acreditando em algo sem provas.

      Vou bater novamente nesta tecla: estas provas só quem vai conseguí-las é você mesmo, quando se achegar a Deus.

      Excluir
  24. Um texto sobre as alegações do Roberto (o que crê no único deus de verdade) , e seu deus "revelado", e as incoerências (quase infantilidades) do discurso padrão de crentes como ele:

    http://shortText.com/ur7Sh6U

    Cognite Tute

    ResponderExcluir
  25. E um texto no Bule Voador, mais completo, sobre revelação, livre arbítrio e paradoxos lógicos derivados:

    http://bulevoador.com.br/2012/07/36058/

    Cognite Tute

    ResponderExcluir
  26. "Objetivamente, não há nada de menos razoável ou verossímil nas histórias envolvendo Xenu do que nas de pessoas sendo criadas por uma entidade superior a partir de barro ou de um pedaço de costela"

    Essa afirmação é polemista. O autor como todo bom jornalista, aprendeu direitinho a técnica que da, vem vivendo certo neste país tupiniquim: A famosa polêmica. e de polêmica e loucuras, coisas estapafúrdias vem vivendo este debate entre teísmo e ateísmo. Chega a ser tosco.

    reescrevendo:

    "objetivamente, não ha nada de menos razoável e verossímil nas histórias envolvendo a seleção natural do que nas pessoas sendo criadas por uma entidade superior a partir do barro ou de um pedaço de costela"

    Acho que seria a mesma coisa...

    ResponderExcluir
  27. Marco Vital: "Acho que seria a mesma coisa..."

    Pois achou errado.:-) Não é a mesma coisa, pois a seleção natural, evolução, é parte de uma teoria científica, ou seja, foi criada a partir de evidências e dados concretos, não da imaginação.

    Para que entende melhor, vou reescrever sua mensagem:

    "objetivamente, não ha nada de menos razoável e verossímil nas histórias envolvendo ondas invisíveis que transmitem informação pelos ares que nas pessoas sendo criadas por uma entidade superior a partir do barro ou de um pedaço de costela"

    Como na evolução, a Teoria de Eletromagnetismo, que permite inclusive que seu computador, e a Internet, funcionem, não se baseiam em "histórias" mas em dados e evidências.

    Cognite Tute

    ResponderExcluir
  28. Renato Nascimento14 de julho de 2012 15:46

    Caro Roberto,

    Serei mais um a interrogá-lo. Até agora eu não vi uma opinião clara sua a respeito da crença alheia. Ou seja, você REALMENTE acredita que os hindus acreditam nos deuses errados, que os maometanos acreditam no deus errado, que os adoradores do Deus das Cargas do Pacífico acreditam no deus errado, que os Wiccanos acreditam nos deuses errados, ad infinitum?

    Renato.

    ResponderExcluir
  29. Renato,

    >>"Serei mais um a interrogá-lo. Até agora eu não vi uma opinião clara sua a respeito da crença alheia. Ou seja, você REALMENTE acredita que os hindus acreditam nos deuses errados,..."

    SIM. Todos os que não crêem em Deus (Jeová), estão crendo e adorando aos deuses errados.

    "O SENHOR diz: Povo de Israel, você é a minha testemunha; você é o servo que eu escolhi para que me conheça, e creia em mim, e entenda que eu sou o único Deus. Antes de mim, não houve nenhum outro deus e nunca haverá outro depois.(Isaías 43:10)"

    Então, com diz na Palavra do Senhor, não existem outros deuses; os tais são apenas fruto da imaginção das pessoas.
    Criaram-nos para satifazerem as expectativas de seus corações que buscavam algo em que depositassem sua confiança e desejos. Como já disse: não existem várias verdades sobre alguma coisa; só existe uma única verdade: no caso, só existe DEUS, o criador absoluto de tudo e todos. Neste dou fé.

    Busquem-no humildimente. Desprovidos, pois, dessa carapaça de presunção, opulência e autosuficiência o acharão. Alegrar-se-ão com Ele, e Ele com vocês.

    Abraço a todos, Roberto ...

    ResponderExcluir
  30. A diferença que eu vejo entre a crença cristã e a Cientologia, é que o Cristianismo é algo mais antigo, numa época em que a ciência estava muito pouco desenvolvida. Já a Cientologia surgiu há cerca de 50 anos, nem faz tanto tempo assim. Mas na prática, tanto faz, acreditar que a mulher foi feita da costela de um homem que foi feito do barro e, acreditar em qualquer coisa do tipo, alienígenas que construiriam as pirâmides e outros mitos.

    ResponderExcluir
  31. há muitas religiões incríveis, mais a cientologia não me convence, porque esses caras não vão estudar filosofia, a tantas creças incríveis, como a de Platão, Sócrates e Demócrito, lendo filosofia, e sobre os filósofos se adquire cultura e não com essa palhaçada de cientologia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário