Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Irlanda recusa guarda à procissão; Igreja diz que foi uma afronta

Alan Shatter
Ministro Shatter disse
 'não' ao pedido da Igreja
Um pequeno episódio confirmou que continua tenso o relacionamento entre o governo da Irlanda e a Igreja Católica: o ministro Alan Shatter foto), da Defesa, se recusou a fornecer uma “guarda de honra” a uma procissão por ocasião de um congresso internacional do Vaticano realizado recentemente em Dublin.

Representantes da Igreja se declararam “chocados” com a recusa e afirmaram que se trata de um "preconceito cego". O governo respondeu não ser "adequada" no caso a concessão de uma guarda.

A última vez que a Igreja Católica contou com uma “guarda de honra” foi em 2001, durante a apresentação das “relíquias” de Santa Teresa de Lisieux.

Desde então, o tratamento do governo irlandês para com a Igreja Católica se deteriorou bastante por conta dos escândalos dos padres pedófilos. Em julho de 2011, o primeiro-ministro Enda Kenny acusou o Vaticano de ter “caráter doentio” por acobertar os seus pedófilos.

Terry Sanderson, presidente da Sociedade Secular Nacional, apoiou a decisão do governo. Ele disse que a Irlanda é uma sociedade multicultural e, por isso, o governo tem de se manter neutro em termos de religião.

Na avaliação de observadores, existe um quase rompimento da Irlanda com a Igreja, o que está acelerando no país o processo de secularização. A Irlanda já foi tida com um dos países mais católicos do mundo, ao lado do Brasil.

Com informação do site da National Secular Society.

 Padre que abusou de 55 crianças na Irlanda dava aula em Osasco.
janeiro de 2012

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...