Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Psicóloga questiona retirada da homossexualidade das doenças

da Agência Câmara

psicóloga cristã Marisa Lobo
Marisa disse que retirada 
da homossexualidade da
CID não foi científica
A psicóloga com especialização em sexualidade Marisa Lobo (foto) afirmou hoje (28) de manhã que é um argumento questionável não definir a homossexualidade como sendo uma doença. Segundo ela, a retirada da homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID) em 1990 foi por votação, o que indicaria, segundo ela, um caráter não científico da decisão.

“A ciência ainda não tem entendimento do que é a homossexualidade. Não tem pesquisa que se comprove que a homossexualidade é genética”, disse Marisa, que se apresenta na internet como “psicóloga cristã”.

Ela afirmou ser contra a violência a homossexuais e não ser homofóbica. “Ser homofóbico não é ter opinião contrária de uma pessoa. O ser humano pode ter conflito. Não é porque ele teve uma relação com uma pessoa do mesmo sexo ele é homo, bi ou hetero. É muito fácil jogar [a responsabilidade] na religião, na sociedade e na família. Deixa a pessoa ter o direito de ser tratada”, disse a psicóloga.

Manifestantes criticaram Marisa Lobo com cartazes falando que a “cura” da homossexualidade é uma forma de perpetuar a homofobia.

Ela participou de audiência pública da Comissão de Seguridade Social para discutir o Projeto de Decreto Legislativo (PDC) 234/11, do deputado João Campos (PSDB-GO), que susta a aplicação de dois dispositivos da Resolução 1/99 do Conselho Federal de Psicologia, que orientam os profissionais da área a não usar a mídia para reforçar preconceitos contra os homossexuais nem propor tratamento para curá-los.

Wyllys critica psicóloga cristã por querer 'curar' homossexualidade.
junho de 2012

Caso Marisa Lobo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...